Início / Antes da Viagem / Airbnb um jeito barato e legal de ter onde ficar
Airbnb

Airbnb um jeito barato e legal de ter onde ficar

Para quem não conhece, o Airbnb é um site de hospedagem alternativa, onde pessoas do mundo inteiro colocam um quarto em sua própria residência com o objetivo de alugar para viajantes que buscam um lugar mais barato do que um hotel ou mais confortável que um hostel.

Além do preço, há outras vantagens em escolher uma casa ou apartamento no Airbnb para ficar durante a viagem, como ter uma experiência local com pessoas que já residam na cidade e usar outros cômodos da casa. O anfitrião também ganha com esta troca cultural, além claro, de uma renda extra.

Eu já usei muito o Coushsurfing, uma rede social nos mesmos moldes do Airbnb, porém a acomodação é gratuita. Ou seja, não há uma relação comercial, e sim uma solidariedade com viajantes e mochileiros, bem como uma vontade de conhecer pessoas de outros países e se enriquecer culturalmente.

Entre 2007 e 2008 morei no Canadá por 6 meses apenas ficando em casas de anfitriões do Couchsurfing. Já contei no blog, foram mais de 15 casas diferentes e uma das melhores experiências que tive.

Apesar de parecidos, são sites bem distintos. A transação comercial muda a relação entre hóspede e anfitrião, mas ainda assim é possível conhecer pessoas incríveis e economizar com hospedagem.

Utilizei o Airbnb pela primeira vez em viagem recente pelos Estados Unidos de darei dicas para usar. No planejamento da viagem reservei dois lugares, um quarto em Austin, Texas, e outro em Denver, Colorado. Contudo, este último foi cancelado um mês antes da data. (É um dos pontos negativos da plataforma. Comento no final do artigo).

Leia também: Dicas como alugar casa para temporada 

Dicas para usar o Airbnb

A primeira vez que utilizei o Airbnb foi em Austin, no Texas. A experiência foi bem positiva. O casal era muito legal, o apartamento limpo e confortável (clique para ver). O único ponto não muito favorável era a distância do centro, porém eu já estava ciente. Foi uma escolha para pagar mais barato. A seguir, dicas para usar o Airbnb.

Como pesquisar as melhores acomodações no Airbnb

Primeiro é preciso cadastrar-se para criar um perfil no site. Clique e comece. Ao se cadastrar, você ganha um valor para usar na sua primeira hospedagem.

Em seguida, escolha uma foto, de preferência de rosto, bem nítida e recente. Digitar seu nome e sobrenome, escrever uma descrição sobre você e o itinerário da viagem, ou seja, para onde está indo, quantos dias pretende ficar, etc.

É preciso colocar também seu número de telefone, e-mail, link para o seu perfil no Facebook e foto do passaporte. Estes dados são apenas uma segurança, pois não ficam visíveis publicamente.

Quanto mais informações você colocar, melhor. Inclusive, é recomendável enviar pedidos aos seus amigos que já estejam no Airbnb para que escrevam referências sobre você. Além disso, todo anfitrião e hospede, após a hospedagem, pode escrever um comentário sobre a experiência. Quanto mais referências positivas você tiver, mais chances de sucesso com a hospedagem terá.

Como funcionam os filtros de hospedagem

airbnb-dataPara encontrar uma casa ou apartamento, você deve inserir data, local da viagem e outras informações sobre a acomodação que você procura, como alugar apenas um quarto ou uma casa inteira, por exemplo.

É possível filtrar o valor que está disposto a pagar, a distância para o centro da cidade e facilidades do local, como wi-fi, TV a cabo, estacionamento, piscina, etc. Os filtros são úteis para encontrar uma hospedagem boa e barata para a sua viagem.

Disponha de alguns minutos para ler os comentários de outros viajantes que já ficaram na casa ou apartamento que você tem em vista, pois ajudam a perceber se o ambiente é limpo, anfitriões simpáticos, se realmente possui ponto de ônibus ou metrô próximo, etc.

Por fim, o site permite que você entre em contato com anfitriões para se apresentar melhor e pedir informações extras sobre a hospedagem. É recomendável iniciar uma conversa antes de já solicitar a reserva de imediato.

Os melhores resorts para sua viagem

Como funcionam as taxas cobradas

Em geral, o preço anunciado já inclui as facilidades do imóvel, tais como Internet, aquecimento, água, luz, toalhas, etc. Boa parte dos anfitriões cobram apenas uma taxa de limpeza, que pode variar bastante. E, claro, é necessário pagar uma taxa, não muito cara, para o Airbnb.

Os anfitriões costumam determinar um nível de exigência em relação a uma possível desistência. Esta política de cancelamento varia de flexível a super rigorosa, onde em cada nível é ou não cobrado uma porcentagem em caso de desistência do hóspede com reserva já confirmada.

Imprevistos com a hospedagem

Como disse no início, um dos lugares onde planejava me hospedar durante minha viagem aos EUA, não vingou. Na verdade, o anfitrião cancelou minha hospedagem um mês antes da minha chegada em Denver, Colorado.

airbnb-canceladoA situação foi bem inesperada. Eu estava no Aeroporto de Guarulhos (GRU), embarcando para Austin, no Texas, e recebi um e-mail com o cancelamento do nosso apartamento em Denver, reservado pelo AirbnB.

Apesar de ter 1 mês no Texas antes de seguir viagem para Denver, achei melhor pesquisar, ali na hora, e escolher um lugar barato para ficar na capital do Colorado. Foi uma situação chata. O Airbnb ofereceu um voucher cortesia para que eu usasse em outra hospedagem, porém achei melhor reservar um hostel.

Desta forma, a avaliação é que o Airbnb é uma alternativa de hospedagem barata e legal para você ficar durante a sua viagem, especialmente na Europa e Estados Unidos, onde muitas vezes os hotéis são caros. Contudo, é preciso ter um plano B e considerar estes imprevistos.

Danilo

Dan já foi Comissário de Voo e Relações Públicas. Hoje é um viajante. Já viveu no Canadá, fez road trip pela Califórnia e mochilão na Europa. Conhece 20 países e todas as capitais do Brasil. Quer conhecer 50 antes dos 50.

Pergunta aí! Queremos saber

O seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*