Início / Vasto Mundo / França / Como usar o aluguel de bicicleta em Paris?
Uma dica de viagem barata para Paris é alugar bikes no sistema Velib, prático e muito bem organizado
Uma dica de viagem barata para Paris é alugar bikes no sistema Velib, prático e muito bem organizado

Como usar o aluguel de bicicleta em Paris?

O Muita Viagem revela na série Paris além do Óbvio os cantinhos escondidos de Paris, as dicas dos moradores da capital francesa para gastar pouco e se divertir nos melhores eventos e shows da cidade e ruas e praças que valem a pena caminhar ou até fazer um lanche na Cidade-Luz. Tudo para uma viagem completa, divertida e barata.

Uma das sugestões para fazer um passeio diferente e aproveitar Paris é alugar uma bicicleta. Você economiza tempo enquanto pedala pelas ótimas ciclovias parisienses e conhece a cidade de perto.

De bicicleta em Paris

Alugue uma bike na capital francesa

Diego Braga Norte

Paris conta com um sistema muito inteligente de aluguel de bicicletas em Paris, o Velib. A cidade tem 1.800 estações de aluguel, ou seja, há disponibilidade em praticamente todos os bairros (mapa das estações em Paris).

As bicicletas do Velib, apesar de cinzentas, são uma colorida expressão da vida absurdamente urbana e coletiva de Paris. Sucesso de popularidade, são vistas com pessoas de todos os tipos e todas as idades.

A grande sacada do esquema é gratuidade da primeira meia hora e a possibilidade de podermos pegar a bicicleta numa estação e devolvê-la em outra, sem burocracia nenhuma, tudo com máquinas automáticas e um simples cartão. Para deslocamentos rápidos, é simplesmente perfeito.

Para usar o sistema de aluguel de bicicleta em Paris, basta fazer um cadastro (é necessário um cartão de crédito) em uma das estações e fazer uma carteirinha Velib.

Para ficar com a bicicleta por um dia todo, custa apenas € 1,70. Pedalar a durante toda a semana também é barato: € 8. Além do ticket, é preciso pagar o tempo de uso.

E, para quem é do Rio ou de São Paulo, não se preocupe com a segurança no trânsito. Além de contar com quilômetros de ciclovias, os motoristas parisienses respeitam e sabem conviver com as bicicletas.

De acordo com dados coletados pelo jornal Le Monde, os números de acidentes seguidos de morte na capital francesa são baixíssimos: 5 em 2008; 6 em 2009; 2 em 2010; zero em 2011 e 5 em 2012 (este último número, segundo o jornal 20 Minutes).

E vale lembrar também que os ciclistas são também muito respeitosos e responsáveis com o trânsito e principalmente com os pedestres – o elo mais fraco da cadeia dos transportes.

foto: Pline

Conexão Paris – o melhor blog sobre turismo em Paris dá dicas de passeios de bike na Cidade Luz.

About The Author

Diego Braga Norte é jornalista e nômade errante que, de quando em vez, acerta. Já morou na Alemanha, nos EUA, na França e em Assis. Autor de Iracema, mon amourParis além do óbvio, entre outras coisas.

4 Comentários

  1. Olá, segui as dicas e passei o meu melhor dia em Paris andando de bicicleta. Foi uma experiência incrível! Porém, me surpreendi agora com uma cobrança do Velib no meu cartão de crédito de 35 euros por cada bicicleta. Afinal, o valor não é 1,70 para um dia inteiro? Todos os procedimentos de entrega foram realizados, conferi a luz verde, devolvi no mesmo dia… Agora não consigo contato online com eles, exceto por telefone, embora no FAQ afirmem que há a possibilidade de fazer reclamações online, simplesmente não encontro essa opção. Alguém pode me ajudar?

  2. Bruno.
    você paga 1,80€ para retirar a bicicleta e usá-la por 24 horas (divididas em períodos de meia hora). Se passar de meia hora de uso contínuo, você pagará 1€ pela 1ª meia hora adicional, depois 2€ pela 2ª meia hora adicional, depois 4€ pela 3ª meia hora adicional e assim sucessivamente. Se você ficar com a bicicleta por uma hora direto pagará 1€ a mais, se ficar por 1h30€ pagará 3€ a mais, se ficar 2h pagará 7€.
    Abraços.

Pergunta aí! Queremos saber

O seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*