Início / Viajei (relatos) / Diário do Brasil / Paisagens incríveis e baladas legais: Melhores destinos do nordeste
No acolhedor Tortuga, a música boa é acompanhada de ótimos drinks e serviço simpático
No acolhedor Tortuga, a música boa é acompanhada de ótimos drinks e serviço simpático

Paisagens incríveis e baladas legais: Melhores destinos do nordeste

As paisagens do Nordeste, das praias e mangues do litoral, a lugares no interior como a Chapada Diamantina e os Lençóis Maranhenses, estão entre as mais bonitas do Brasil e são o grande cartão-postal que divulgam a região pelo mundo.

Mas viajar para o Nordeste brasileiro não é legal apenas para explorar os cenários e as belezas naturais: é entrar em contato com um rico universo cultural, das músicas a ótima culinária para todos os gostos.

Além das belezas e da cultura tradicional, muitos lugares do Nordeste brasileiro também atraem pela agitação da noite.

E não é raro as baladas terem como cenário as belezas naturais, como a própria praia, e serem alimentadas pela cultura típica, como o forró e o frevo em festas populares como o São João e o Carnaval.

Nesse post, comentamos sobre alguns dos melhores lugares do Nordeste para quem ama o dia, mas não deixa de sair a noite. O destaque, aqui, são lugares lindos com baladas agitadas. Deixamos de fora as maiores capitais do Nordeste para focar em lugares mais singulares, que reúnem atrações únicas e um clima único.

Jericoacoara – Ceará

Duna do pôr do sol, onde o pessoal se reúne para ver o final do dia (e o começo da noite)

Duna do pôr do sol, onde o pessoal se reúne para ver o final do dia (e o começo da noite)

A vila de Jericoacoara, no Ceará, é famosa pelas lagoas de águas azuis cercadas de dunas branquinhas, pela praia de águas tranquilas cheia de piscinas naturais e pelo pôr do sol, um dos mais bonitos do Brasil.

E as atrações de Jeri continuam a noite, com barraquinhas de batida a beira-mar, um agitado forró e bares charmosos próximos uns aos outros.

Quem ama balada pé na areia, em Jericoacoara, não se contenta só em ver o sol se pôr no final da tarde: é muito comum os baladeiros estarem nas ruas de areia ou na beira da praia quando o sol nasce nesse paraíso no Ceará.

Praia da Pipa – Rio Grande do Norte

Chapadão em Pipa

Muitas pessoas aproveitam a vista do Chapadão para assistir ao pôr do sol em Pipa

Com lindas praias como a Enseada dos Golfinhos e a praia do Amor, além de um pico privilegiado para ver o pôr do sol, o Chapadão da praia da Pipa, o local também conta com uma agitada noite.

Entre as opções, estão bares a céu aberto com música ao vivo que proporcionam uma vista do alto das praias da região de Pipa.

Aos finais de semana, a noite de Pipa, principalmente na alta temporada, não atraem apenas turistas de longe: muitas pessoas de Natal, capital do Rio Grande do Norte, e João Pessoa, na Paraíba, entre outros destinos, vão para o vilarejo aproveitar as ótimas baladas e restaurantes de Pipa.

Morro de São Paulo – Bahia

primeira-praia-morro-sao-paulo

Uma ilha onde não entram carros possui uma das noites mais agitadas e charmosas da Bahia na alta temporada.

O pico que, de dia, oferece uma vista privilegiada da ilha de Morro de São Paulo, com uma tirolesa enorme, de noite recebe baladinhas agitadas.

Na parte de baixo da ilha, onde ficam as pousadas e restaurantes, barraquinhas de batidas com deliciosas frutas frescas da região fazem sucesso entre os turistas.

Arraial d’Ajuda – Bahia

A praia de Taípe, em Arraial, é selvagem e quase deserta

A praia de Taípe, em Arraial, é selvagem e quase deserta

A vila de Porto Seguro tem baladas mais acanhadas em relação aos mega-complexos das barracas de Porto Seguro, mas nem por isso as baladas de Arraial d’Ajuda são menos legais.

Pelo contrário: quem ama balada, mas quer fugir do axé e do estilo muvuca de Porto Seguro na alta temporada, vai encontrar lugares descolados em Arraial d’Ajuda, do outro lado da balsa.

Centro histórico de São Luis – Maranhão

Restaurantes, lojinhas e bares usam os casarões tombados

Restaurantes, lojinhas e bares usam os casarões tombados

 

O Centro Histórico de São Luis, o Reviver, é um dos patrimônios da humanidade pela Unesco no Brasil.

Entre os casarões coloridos do período colonial, existem muitos bares com música ao vivo, com destaque para o reggae. Por isso, São Luis recebe o apelido de Jamaica brasileira.

Mas a mistura de culturas que forjou a identidade de São Luis do Maranhão se encontra em outros ritmos dos grupos culturais que têm como base o centro histórico colonial.

O ponto negativo fica pela violência e abandono do centro histórico: o ideal é estar bem informado dos lugares para ir e onde caminhar no Reviver para aproveitar as bandas ao vivo, os bares e baladas, que ficam super-animados no final de semana.

Olinda – Pernambuco

olinda que conhecer

As ladeiras de Olinda e os casarões do período colonial brasileiro formam o cenário do mais bonito centro histórico brasileiro, na nossa opinião.

O Carnaval de Olinda, com os blocos de frevo e maracatu que tomam essas ladeiras, é o lugar pefeito para os baladeiros.

Em Olinda, a folia é quase ininterrupta da sexta-feira de Carnaval até a quarta-feira de Cinzas. E o melhor horário para curtir o Carnaval de Olinda é quando o sol ainda brilha.

Durante o ano inteiro, aos finais de semana, Olinda oferece coisas legais para fazer durante a noite, com muita agitação no verão, quando começam os ensaios para os blocos de Carnaval.

Gustavo

Gustavo está em algum lugar da América do Sul, em um roteiro de mochilão que começou em março, no Equador.

Pergunta aí! Queremos saber

O seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*