Início / Viajei (relatos) / Diário do Brasil / Caminhada pelas praias de Pipa: falésias, mata atlântica, golfinhos…

Caminhada pelas praias de Pipa: falésias, mata atlântica, golfinhos…

Por Gustavo Villas Boas – Mochilão no Nordeste

As falésias e a mata atlântica que cercam as praias de Pipa, em Tibaú do Sul, litoral sul do Rio Grande do Norte, formam uma dos cenários mais bonitos do Brasil. E de noite, a vila de Pipa tem uma das melhores baladas do Brasil, com coisas para fazer durante toda a semana. A partir de quinta-feira, a coisa fica bem quente.

Eu recomendo passar ao menos 5 dias em Pipa, já que existem muitas praias e atrações para explorar com calma, mas quem está em Natal pode fazer fácil um bate e volta de um dia para Pipa por cerca de R$ 40 reais com as agências que se concentram em Ponta Negra.

A praia do Amor, em Pipa-RN, que mistura falésias e Mata Atlântica

A praia do Amor, em Pipa-RN, que mistura falésias e Mata Atlântica

Além disso, Pipa é bem estruturada para receber turistas, com muitas opções de pousadas, hotéis e hostels, além de restaurantes, lanchonetes e muitas lojinhas, tudo ao redor da Avenida dos Golfinhos, onde se concentra a vida social, de dia e de noite, de Pipa.

Gosto que Pipa mistura muitos tipos de viajante.

Todos os hippies e malucos de BR que conheço fazem questão de passar uma temporada por lá.

O destino está sempre no roteiro dos mochileiros que passam pelo Nordeste e reúne estrangeiros e brasileiros em hostels e pousadas mais baratas.

Famílias e crianças são comuns, principalmente na praia do Centro, com muitas pessoas vindas de João Pessoa e Natal fugindo das cidades grandes.

Esportistas aproveitam o vento para praticar kite surf e a praia do Amor, considerada uma das melhores praias para surf do Nordeste brasileiro.

Muita gente aproveita o vento para praticar esportes em Pipa - foto: David Ludugério

Muita gente aproveita o vento para praticar esportes em Pipa – foto: David Ludugério

E quem quer privacidade, pode caminhar na praia das Minas, a mais extensa e quase deserta praia da região, onde dá para ver vestigíos de ninhos de tartarugas marinhas. Mas para os admiradores de bichos, a grande atração é a Baía dos Golfinhos, onde os animais aproveitam as águas mais profundas para caçar –os sortudos veem verdadeiros shows dos golfinhos de Pipa.

Praias de Pipa – Lado Norte

Gosto muito das praias em torno da vila de Pipa. A praia Central não é das melhores: fica lotada e não tem paisagens tão bonitas como outras bem perto.

Já explorei bastante a pé, andando à beira-mar, as praias ao sul e ao norte de Pipa.

Um roteiro a pé bem legal na praia de Pipa é ir da praia central até o encontro da Lagoa das Guaraíras com o mar –são mais ou menos 7 km passando por algumas das mais bonitas praias do Brasil. É importante ir na maré baixa, ou você pode se complicar para atravessar alguns trechos.  Basta perguntar sobre a maré para os moradores ou consultar a Tábua das Marés para Pipa em 2014.

A Lagoa das Guaraíras é um ótimo lugar para ver o pôr do sol em Tibaú do Sul - foto: rvcroffi

A Lagoa das Guaraíras é um ótimo lugar para ver o pôr do sol em Tibaú do Sul – foto: rvcroffi

No caminho, você passa pela Baía dos Golfinhos (o melhor horário para ver os golfinhos, dizem, é de manhã, o mais perto possível da praia do Madero. Lá o mar é mais fundo e concentra mais cardumes), a praia do Madero, Cacimbinhas e finalmente a praia do Giz, onde a lagoa das Guaraíras se encontra com o mar.

Chega-se a Baía dos Golfinhos –ou praia do Curral– pela praia Central ou praia do Madero, por isso é importante checar a tábua das marés de Pipa. Os mais sortudos veem verdadeiros espetáculos dos Golfinhos, com saltos e acrobavias. A Baía dos Golfinhos foi apontada como uma das 10 melhores praias do Brasil de 2014 pelo TripAdvisor.

A praia do Madero é minha preferida para passar o dia. Tem escolas de surfe, barraquinhas charmosas e um cenário impressionante, com um alto paredão de falésias e de mata atlântica.

Quem chega pela estrada, tem que descer uma escadinha bem íngreme –no meio do caminho, tem uma plataforma boa para tirar fotos. Dá para ir a pé do centro de Pipa até o Madero, mas as vans que servem como transporte público partem toda hora e chegam em 5 minutinhos.

Praia do Madero, em Pipa, a minha preferida - foto: Eder Andrade

Praia do Madero, em Pipa, a minha preferida – foto: Eder Andrade

Caminhando mais um pouco, você passa por Cacimbinhas (vale a pena ver o cenário do alto também) e chega à praia do Giz e à lagoa dos Guaraíras. Vale a pena ficar (ou chegar) até o final da tarde nas barracas de praia de Guaraíras –o pôr do sol ali é maravilhoso. Eu não gosto muito das barracas, todas meio iguais, com cardápios parecidos, estilo baciada. Mas o cenário compensa.

Praias de Pipa – Lado Sul

Para o sul da praia Central, fica a praia do Amor, um dos cenários da novela Flor do Caribe. Se você caminhar pela praia até lá, vai passar por interessantes formações de pedras.

praia do amor pipa foto

Uma das primeiras barracas da praia do Amor serviu de base para o pessoal da novela. É uma barraca bem rústica, de nativos da região, com ótimos preços e atendimento simpático –só que esqueci o nome. Se você souber, me conta nos comentários!

A praia do Amor já foi mais deserta. Da última vez que estive em Pipa, estava bem lotadinha. Tem uma boa estrutura de barracas e eu gosto muito de entrar no mar por ali, dá para pegar vários jacarés.

Sobre a praia do Amor debruça-se o Mirante do Chapadão, uma das atrações de Pipa. Vale a pena subir no Chapadão para apreciar a paisagem. Apesar do pôr do sol não ser no mar, o lugar fica bem bonito no horário, com a luz amarela passando entre as formações do Chapadão, mas um condomínio fechado está privatizando o pôr do sol e o espetáculo já não tem a mesma força de antes.

chapadao pipa rb

... e de perto, em cima do Chapadão

… e de perto, em cima do Chapadão

O Chapadão de Pipa visto de longe...

O Chapadão de Pipa visto de longe…

Caminhando mais ao norte, chega-se a Pedra do Moleque, a pedra em formato de pipa (um barril) que inspirou o nome do lugar, batizado por navegantes portugueses há muito tempo.

A Pedra do Moleque marca o fim da praia do Amor e o início da praia das Minas, que fica em uma área onde o vento afeta mais a paisagem, que muda da mata atlântica e falésias para dunas.

Extensa, a praia das Minas é bem vazia –sempre que passei por lá estava deserta– e local de desova de tartarugas marinhas: encontrei vestígios de ninhos marcados pelo Ibama.

Eu continuei a explorar as praias desse trecho do litoral do Rio Grande do Norte, mas de carro. É lindo! Vale a pena alugar um carro em Pipa para conhecer lugares como o vilarejo de Sibaúma, que tem uma praia de águas calmas, Barra do Cunhaú e a bela Baía Formosa.

Gustavo

Gustavo está em algum lugar da América do Sul, em um roteiro de mochilão que começou em março, no Equador.

Pergunta aí! Queremos saber

O seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*