Início / Vasto Mundo / Eslovênia / Caverna de Postojna, Castelo de Predjama e a litorânea Piran, em roteiro na Eslovênia
Castelo de Predjama, na Eslovenia. | Foto: MV
Castelo de Predjama, na Eslovenia. | Foto: MV

Caverna de Postojna, Castelo de Predjama e a litorânea Piran, em roteiro na Eslovênia

A Eslovênia é um lugar de belas paisagens. Já falamos um pouco sobre este país da antiga Iugoslávia no post com as dicas da capital Ljubljana

A viagem na Eslovênia era um tiro no escuro, pelo menos aos meus olhos, que mal sabia sobre este pequeno país, membro da Comunidade Europeia (2004).

Apesar de não conhecer muito bem o turismo na Eslovênia, visitar Postojna e Prejama estava nos planos da Joyce, parceira de viagem e esposa. Aliás, a grande entusiasta do roteiro, que sabia tudo do país, pelo qual é fascinada.

Dicas de viagens na Europa

As cavernas de Postojna

É definitivamente um passeio para quem gosta de aventura. O Gustavo que visitou as cavernas do Petarinterior de SP, iria se amarrar neste tour esloveno.

Dicas de viagem em Ljubljana, Eslovenia

Como chegar até Postojna cave?

Alugamos um carro em Liubliana e saímos de lá por volta das 11:00. Chegamos rápido, mas a excursão para as cavernas acabara de partir. Eram pouco mais que meio-dia, e a próxima visita seria apenas às 14:00.

ingresso-caverna-postojna

Fique de olho nos horários das excursões. | Foto: MV

A própria garota do guichê, onde compramos o ingresso, deu a dica (já que estávamos com carro) de ir até Predjma e voltar a tempo de pegar a próxima excursão para Postojna cave, às 14:00.

Foi isso o que fizemos. Tivemos cerca de 1 hora para conhecer o castelo e voltar. Foi apertado, mas suficiente. Com o ingresso na mão e 10 minutos antes do horário, chegamos na entrada da caverna.

postojna-cave-train

Todos à bordo, seguimos por 10 minutos até as galerias da caverna.

postojana-cave-turist

A caverna de Postojna é a 6º maior da Europa.

A caverna de Postojna foi descoberta em 1880 pelo povo da Eslovênia. Foi o começo da exploração de cavernas na EuropaA caverna tem 22 km de extensão, mas o tour percorre apenas 5 km, o que já é suficiente para perceber a grandeza desta maravilha da natureza.

Na época não havia nada, os escavadores trabalhavam até no escuro, apenas com luz de tochas e lamparinas. Hoje, o turista encontra ótima infraestrutura turística. Há restaurantes, iluminação, trenzinho, ônibus e hotéis.

caverna-europa

Os minerais das rochas, como magnésio e calcário, colorem as formações.

diamante-branco-postojna-cave

“Diamante branco”, escultura natural feito a partir da umidade. | Fotos: MV

Já dentro da caverna, os turistas se dividem em grupos por idioma (sugiro escolher o inglês), tomam o trem em trajeto de 10 min. em corredores estreitos e baixos. É preciso tomar cuidado com cabeça e braços.

Não esqueça de levar um casaco e um gorro. Faz frio dentro da caverna. A temperatura no interior das galerias varia entre 8 e 10ºC. É bastante frio!

A Eslovênia possui mais de 9 mil cavernas e apenas 26 podem ser visitadas. Postojna é a mais bonita!

Minhas fotos não conseguem ilustrar a beleza que é o interior da caverna. As formações do alto para baixo (estalactites) e as que brotam do chão (estalagmites) fazem da caverna uma das maiores e mais bonitas do mundo.

A Joyce começou a pesquisar sobre a Eslovênia depois que assistiu reportagem do Globo Repórter, quando a Glória Maria visitou o castelo de Bled. E por coincidência eles foram gravar uma nova matéria na mesma época em que estávamos viajando por lá.

Confira no site oficial como chegar em Postojna.

Já sobrevoei o Grand Canyon, fiz passeio de barco pelo Cânion do Xingó (Aracaju), conheci a Torre Eiffel, em Paris, o Muro de Berlim, e Postojna foi simplesmente um dos lugares mais incríveis que já conheci.

Saiba mais sobre a caverna de Postojna no site www.postojnska-jama.eu

Castelo de Predjama

turismo-eslovenia

O castelo de Predjama é um dos lugares mais visitados na Eslovênia. | Foto: MV

Conforme citamos, ao chegarmos em Postojna decidimos seguir até Predjama, visitar o castelo com o tempo que tínhamos. A distância entre as duas atrações é de apenas 9 km.

A estrada na Eslovênia é muito boa. Há boa sinalização (telas de led agradecem quando você passa em velocidades dentro do limite nos pedágios). Os motoristas são prudentes e respeitam as leis.

Lá em Postojna compramos o combo que dava direito visitar o castelo e as cavernas de Postojna. O ingresso para os dois pontos turísticos saiu por 28,90 Euros pra cada um. É caro, mas vale a pena!

Destinos baratos para lua de mel

postojna-joyce-eslovenia

escadas-castelo-medieval-eslovenia

vista-castelo-postojna

O castelo de Predjama também possui algumas galerias e cavernas, mas não fizemos o passeio por falta de tempo. (Dica para biólogos e geólogos).

De lá seguimos até Piran, litoral da Eslovênia, de onde é possível ver uma parte da Itália. Confira abaixo o restante do relato desta road trip pela Eslovenia.

Roteiro de carro na Eslovênia

De Postojna seguimos em direção à Piran. A dica de roteiro foi dada pelo Jaka, nosso amigo esloveno.

A rota que ele sugeriu incluía também Koper, por onde passamos rapidamente (nem saímos do carro); Izola, que acabamos desviando por causa do horário; Portorož, onde descemos do carro para caminhada curtinha na orla; e Piran, onde passamos o fim de tarde e jantamos em restaurante italiano.

Piran, litoral com cara de Itália na Eslovênia

piran-eslovenia

centro-piran-praia-eslovenia

O centrinho de Piran. | Foto: MV

Para quem vai de carro, é preciso estacionar o carro antes de chegar na cidade. É um estacionamento no começo da ladeira, antes de chegar em Piran.

Dentro da cidade somente moradores tem acesso às vagas, por isso deixe o carro no estacionamento e dê uma caminhada no litoral esloveno. Caminhando até o final da costa é possível avistar a península de Grado, na Itália.

Pesquise hotéis em Piran pelo Booking

piran-por-do-sol

Fim de tarde em Piran, cidade de praia na Eslovênia. | Foto: MV

A cidade é bem turística e deve ser bacana passar o dia lá. Chegamos tarde, já estava no final da tarde. Uma dica de passeio é alugar uma scooter para dar a volta no litoral. É possível alugar em lojinhas da orla.

Tivemos tempo de ver o pôr-do-sol, mas acredito que seria legal, por isso é uma dica, ficar uma noite lá e voltar para Ljubljana só na próxima noite.

Jantamos no Riva, um restaurante italiano bom e barato e voltamos para Ljubljana. Revezamos no volante. É mais legal e seguro.

Danilo

Dan já foi Comissário de Voo e Relações Públicas. Hoje é um viajante. Já viveu no Canadá, fez road trip pela Califórnia e mochilão na Europa. Conhece 20 países e todas as capitais do Brasil. Quer conhecer 50 antes dos 50.

2 Comentários

  1. Jean Carlo Brunnquell

    Olá Dan. Muito legal seu blog e suas discas estão nos ajudando a programar nossa trip.Estaremos 4 dias em Ljubliana (25 a 30/4).
    Também gostaria de alugar um carro para fazer este mesmo roteiro de Postojna a Piran e para o roteiro de Bled, Lago Bohinj e Kranjska gora e em um terceiro dia iríamos até Bovec.

    Foi tranquilo alugar o carro em Liubliana? Você lembra o nome da agencia que usou para nos recomendar e teria estimativa de valores dia? Alugaremo ele por tres dias.

Pergunta aí! Queremos saber

O seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*