Início / Antes da Viagem / Checklist de viagem – malas, aeroportos e hotéis
Antes de colocar o pé na estrada, faça um checklist da viagem.
Antes de colocar o pé na estrada, faça um checklist da viagem.

Checklist de viagem – malas, aeroportos e hotéis

Na hora de viajar de avião, um bom planejamento pode evitar transtornos, decepções e até cancelamentos da viagem. Fazer um checklist para uma viagem de avião é importante e bem simples. Confira as dicas!

Elaboramos um checklist de viagem para facilitar o planejamento e ajudar quem já está com a viagem marcada ou ainda em busca das passagens aéreas e hotéis para a próxima viagem.

O checklist de viagem serve como uma “colinha” na hora de arrumar a mala e separar documentos, objetos pessoais e de valor, bem como acrescentar itens e acessórios de acordo com o tipo da viagem que fará, tempo e local.

Dividimos o post em subitens, montando pequenas listas para serem checadas dentro de fases da viagem, tudo isso para você planejar melhor o que levar, não levar, o que precisa anotar, tirar cópia, deixar na mala, guardar, etc.

– Documentos de viagem para mochilão

Foto em destaque: San Sharma

O que levar comigo?

malas-hostel

Documentos pessoais devem estar na mala de mão, seguros. | Foto: Bill Ward

A primeira parte do checklist são os documentos e itens obrigatórios, que devem ser levados sempre junto ao seu corpo durante a viagem, em bolsos, bolsas, cintura, mochila, mas sempre à mão e bem seguros com você.

Uma sugestão é ter um porta dólar ou uma bolsa pequena onde seja possível guardar todos estes documentos juntos, assim pode deixar dentro da bagagem de mão com cadeado, em locker no hostel ou (preferencialmente) com você.

  • Passaporte / Visto
  • Documento de identidade
  • Cartões de Crédito / Visa Travel Money
  • Seguro de Viagem*
  • Passagem Aérea
  • Reserva no Hotel
  • Caneta/Papel

O passaporte é o seu documento de viagem. Por isso, verifique com antecedência a data de validade do passaporte e visto necessário – simples, múltiplas entradas, etc. Atenção! A validade do passaporte é independente da validade de vistos. Leve sempre uma cópia autentica em cartório na bagagem.

Para os países do Mercosul – Argentina, Uruguai, Paraguai, Venezuela, Bolívia e Chile, brasileiros necessitam apenas do RG expedido a menos de 10 anos.

Se você tem dupla cidadania, no Brasil sempre mostre o seu passaporte brasileiro. E, se for o caso ou solicitado, o passaporte europeu, por exemplo.

Para quem tem passaporte europeu e tem entrada nos Estados Unidos (EUA) apenas com o ESTA, é necessário certificar-se da data de validade da autorização, que dura 2 anos da data de expedição.

– Países que não exigem visto para brasileiros

Se perder ou tiver o passaporte furtado durante uma viagem, avise a polícia e vá ao Consulado do Brasil mais próximo. É possível voltar sem passaporte, você irá emitir uma autorização de retorno ao país na hora. Já aconteceu comigo no intercâmbio no Canadá.

Se você precisar emitir um passaporte de emergência, comparece a um dos postos da Polícia Federal e solicite, apresentando a passagem aérea e o bilhete aéreo com data não superior a 6 meses.

– Renovação de passaporte brasileiro

*IMPORTANTE*

Em relação à saúde, nunca viaje sem um plano de assistência internacional. Há várias empresas que vendem e são baratos. A Mondial, por exemplo, tem planos bem acessíveis para todos os tipos de viagens. (verifique antes sobre como proceder em caso de urgência e reembolso)

Alguns países exigem a vacina contra a febre amarela. Veja informações sobre vacinas exigidas por cada país no site da Anvisa.

Para quem viaja com criança menor, atente-se para os seguintes documentos:

  • Autorização para viajar desacompanhada em viagem nacional/internacional
  • Certidão de Nascimento / Identidade do Menor

Para uma viagem de intercâmbio, além do visto de estudo, porte com você:

  • Dicionário
  • Voucher do programa de intercâmbio
  • Telefone da escola/host family/agência de viagens
  • Extrato bancário recente
  • Declaração do imposto de renda
  • Comprovante de endereço no Brasil
  • Comprovante de compra de moeda estrangeira

Já para conseguir descontos é sempre legal providenciar:

  • Carteira Internacional de Estudante
  • Carteira de Alberguista

Se for uma viagem de volta ao mundo, um ano sabático ou viagem longa, vá ao cartório fazer uma procuração para deixar em nome de algum familiar ou amigo de confiança. Custa cerca de R$100. Veja mais informações no seu banco.

Caso precise movimentar a sua conta corrente no Brasil lá do exterior, vá ao seu banco e converse com o seu gerente para desbloquear o seu cartão internacional e Internet Banking. Cadastre também o seu celular ou tablet para habilitar o uso de aplicativos.

O que levar na mala?

bagagem-mudanca

Viagem ou mudança? | Focx

Além dos itens acima, existem outros objetos que devem ser considerados de acordo com o tipo da viagem e o seu jeito de viajar!

Cada viajante tem seu estilo de viagem e cada destino tem as suas peculiaridades. Portanto, não há uma lista definitiva, mas é como um brainstorm de “o que levar na mala?”, uma coisa leva a outra e você vai arrumando a sua mala sem deixar que nada de importante para você falte.

Os itens se ajustam dependendo se for uma viagem de férias, hotel fazenda, trilhas, ecoturismo, surf, praia, cruzeiro, etc.

Itens que não podem faltar na mala!

  • Inverno
  • Verão
  • Mala de Mulher
  • Mochileiro
  • Kit Médico
  • Higiene Pessoal
Manteiga de cacau; hidratante; segunda pele; luvas, touca e cachecol; meia de lã, meia-calça; bota, tênis impermeável; capa de chuva; e guarda-chuva.
Filtro solar; repelente; creme hidratante e Caladryl; boné, chapéu; canga; toalha de praia; óculos de sol; e saco ZIP para levar dinheiro na praia/piscina.
Absorvente; kit manicure; touca de banho; prendedor de cabelo; maquiagem; secador de cabelo (avaliar hospedagem); e anticoncepcionais (quantidade adequada e receita médica). Grávidas a partir do 7 mês de gravidez devem apresentar atestado com autorização do médico para viajar
Carregador de celular; guia de viagem e mapas turísticos; máquina fotográfica/Go Pro; aplicativos de viagem no celular; MP3 Player; livro de leitura; pilhas; adaptador “T”, vulgo Benjamin; adaptador universal (avaliar); notebook/iPad; barbeador portátil; lenço de papel; cadeado; e lanterna.
Medicamentos de uso comum, vendidos sem prescrição médica – analgésicos; antiácidos; antitérmicos; descongestionantes; antialérgicos; remédios contra enjoos; antissépticos e curativos; vitamina C e polivitamínico; preservativo; colírio e líquido para lentes; termômetro digital; medidor de oxigênio e batimentos (escaladas em altas altitudes).
Escova de dente; creme dental; fio dental; sabonete; shampoo; escova de cabelo; desodorante; perfume; cremes hidratante/barbear; gel de cabelo; e cotonete.

Depois de fazer o review dos itens essenciais, separe uma troca de roupa para a bagagem de mão e escolha o look de viagem para arrumar a mala a despachar.

  • Calçados (tênis, chinelo, bota)
  • Roupas (meias, roupa íntima, traje de banho, pijama, toalha)
  • Roupas (camisetas, pólo, vestido, saia, bermuda, short, jeans, moletom)
  • Acessórios (cinto, carteira, bolsa, sacola, lenços, luvas, cachecol, gorro, etc.)

Recomendações no aeroporto

placa-sinalizacao-aeroporto

Fique atento à sinalização dos aeroportos. | Foto: Lauren Manning

Procure chegar ao aeroporto 2 horas antes do horário de embarque para viagens nacionais e 3 horas antes para viagens internacionais. (Em feriados como carnaval e réveillon, acrescente uma hora).

Malas de viagem

É aconselhável sempre ter uma mala em bom estado para viajar. Não queira imaginar o transtorno que é ver sua mala rasgar, quebrar a rodinha, uma das alças ou estourar o zíper durante uma viagem. Por isso, verifique sempre o estado das suas malas de viagem, malas de bordo e mochilas.

Bagagens especiais

Fique atento às normas quanto a possíveis bagagens especiais que você tenha que despachar, e talvez, até pagar uma tarifa adicional na hora do check-in:

Pranchas de surf, bicicletas e equipamentos esportivos de grande porte costumam ser taxados no check-in pela maior parte das companhias aéreas, mesmo que você não tenha uma mala a despachar.

Dinheiro trocado

Tenha sempre reservado uns trocados. Os aeroportos nos EUA e Europa costumam ter carrinhos que destravam com moedas de 25 centavos, além de facilitar a compra de passagens de ônibus, metrô, táxi.

Dinheiro vivo também serve para imprevistos como pagar excesso de bagagem. Acusou peso extra, tem que pagar ali na hora, em dinheiro.

Cuidados com a mala

  • Tire sempre uma foto da sua mala
  • Guarde notas fiscais de objetos de valor e eletrônicos
  • Etiquete todas as suas malas com nome e telefone
  • Coloque adereços de identificação nas malas

Caso perceba algo de errado com a sua mala durante um voo, contate a companhia aérea imediatamente, antes de sair do aeroporto, no setor de “LL” (Lost Luggage) para tomar providências.

Atenção para o transporte de alimentos perecíveis e artigos animais e vegetais. Países como o Chile são bem rigorosos, e muitos turistas chegam a ser multados. Na dúvida se pode ou não, pergunte ao fiscal do aeroporto.

– Regras de malas para despachar em viagens internacionais

Tamanhos e franquias

As malas de bordo devem ser pequenas (115 cm) e não pesar mais do que 5 kg.

O passageiro poderá levar consigo duas malas, cada uma com 23 kg no máximo (não cumulativo) para voos no Brasil e América do Sul. Já para voos para os Estados Unidos, Europa e Ásia este limite sobe para duas malas de até 32 kg cada. Contudo, estes limites poderão variar de acordo com classe da passagem aérea e as regras da companhia aérea.

Não pode!

Objetos pontiagudos e perfurantes (tesoura, alicate de unha, canivete, etc.), bem como líquidos inflamáveis não são permitidos na mala de mão.

Em voos internacionais fica proibido levar na bagagem de mão frascos com líquidos, géis e pastas com 100 ml (usados ou novos).

Para facilitar a sua passagem pelo detector de metal antes de dirigir-se ao portão de embarque, não utilize objetos metálicos, como relógios, cintos, pulseiras e sapatos com saltos ou fivelas.

Danilo

Dan já foi Comissário de Voo e Relações Públicas. Hoje é um viajante. Já viveu no Canadá, fez road trip pela Califórnia e mochilão na Europa. Conhece 20 países e todas as capitais do Brasil. Quer conhecer 50 antes dos 50.

4 Comentários

  1. Olá Dan,
    Muito obrigada por todas as suas dicas!
    Estou usando quase todas elas e por isso quis vir lhe agradecer.
    Abraços

  2. Dan, realmente suas dicas são inspiradoras, sonho um dia em iniciar minha vida de viajante. E quando leio seus posts fica mais motivada… bjs

Pergunta aí! Queremos saber

O seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*