Início / Antes da Viagem / Deserto do Atacama: guia completo para a sua aventura
O Vulcão Licancabur dá as boas vindas ao turista em San Pedro de Atacama

Deserto do Atacama: guia completo para a sua aventura

A Gabi Saraceni mora no Chile e está contando um monte de coisa legal para quem quer fazer passeios próximos de Santiago e incrementar a viagem com dicas de turismo, curiosidades, passagens para San Pedro de Atacama, hospedagens e até roteiros de bike em meio ao árido e exótico descampado.

Turismo no Chile: dicas de viagens e atrações

Deserto do Atacama no Chile

Lagoa Miñiques muda de cor conforme a posição do sol

Por Gabi Saraceni

São muitas as razões para ir visitar o lugar mais seco do mundo. O Deserto do Atacama, no norte do Chile, guarda verdadeiros tesouros da natureza.

Desde vulcões nevados, lagoas de cor esmeralda, turquesa, azul, gêiseres, vicunhas, flamingos misturados em paisagens de tirar o fôlego! Aqui te damos todas as dicas para aproveitar ao máximo essa grande aventura.

Como chegar?

Desde Santiago, a forma mais prática de chegar à San Pedro de Atacama é de avião pela Sky Airline, Latam ou JetSmart até o aeroporto de Calama. De lá, dá pra pegar um transfer até a cidade de San Pedro de Atacama, a 2h30 dali.

Em geral os transfers custam CLP 12.000. Outra alternativa é voar até a cidade de Antofagasta e pegar um ônibus para San Pedro do Atacama.

Se não deu para ir de avião, considere o ônibus desde Santiago com a companhia TurBus e se prepare: são 23h de viagem sem paradas. Quando eu cotei tinham várias promoções de passagens aéreas que saiam mais baratas do que ir de ônibus.

 

Dá para ver bem de perto os vapores no Gêiseres del Tatio

Onde Ficar?

A cidade é repleta de hostel, hotel, hotel cinco estrelas e até camping. Opções não faltam e dá para escolher aquela que cabe no seu bolso.

Lembre-se que sim, o deserto é quente, mas à noite faz muito frio mesmo! Veja se os quartos são bem abrigados ou oferecem cobertores.

Por fim, escolha uma hospedagem que fique dentro do perímetro principal da cidade. É bem seguro caminhar em San Pedro de Atacama, mas não conte com sistema de transporte público, que é escasso.

Pesquise hospedagens em San Pedro de Atacama pelo Booking

Tudo acontece na Rua Caracoles

San Pedro de Atacama

Um oásis em pleno deserto, a cidade de San Pedro de Atacama é vivaz e alegre.

Pela principal rua, a Caracoles, milhares de turistas transitam todos os dias em busca de aventuras.

A arborizada praça central, ao lado da centenária igreja de adobe, é um refresco para uma típica tarde calorosa do deserto.

À noite os bares fervilham de turistas, em busca de uma cerveja gelada.

É uma cidade pequena que se pode visitar a pé tranquilamente, e por estar isolada e abrigar milhares de turistas, todos os preços são mais salgados, prepare o bolso para gastar parte de seus pesos chilenos.

Passeios no Deserto do Atacama

Flamingos na Laguna Chaxa

O Deserto do Atacama vai muito além de um infinito de areia. E prepare-se para se surpreender!

Reserve pelo menos 5 dias para aproveitar bem as belezas desse lugar. Você pode visitar o majestoso Salar do Atacama, uma gigante área de sal rodeada por exuberantes vulcões nevados.

E se quer mais aventura, dá para chegar bem pertinho dos Gêiseres del Tatio, uma região geotérmica a 4.200m de altitude, de onde saem colunas de vapor de água que chegam a 70m de altura.

Uma boa dica é pegar um tour de um dia que passa pelas cidades de Toconao, Socaire, a Reserva Nacional dos Flamingos, as incríveis Laguna Miscanti e Miñiques e o esplendoroso Salar de Talar com um mix de cores de encher os olhos.

Animais típicos em roteiro na América do Sul

Esse passeio é também conhecido como ‘Piedras Rojas‘ devido à coloração avermelhada das pedras do salar.

As pedras avermelhadas rodeiam o incrível Salar de Talar

Não se pode ir embora de San Pedro sem visitar o Valle de la Luna no entardecer. Esse inóspito e belo lugar muda de cor conforme passam as horas (atenção: dá para visitar de bike, mas recomendo que tenha um ótimo preparo físico, levar muita água e se preparar para pedalar debaixo de um “sol de torrar os miolos”).

O oásis de Huacachina no mochilão pelo Peru

A exótica paisagem do Valle de la Luna

Outras opções pertinho de San Pedro de Atacama para fazer de bike são o Valle de Marte (ou de la Muerte, é o mesmo) e as ruínas arqueológicas de Pukará de Quitor.

Se a sua vibe é visitar verdadeiros oásis, recomendo a Laguna Cejar, que por sua alta concentração de sal faz você flutuar. E as deliciosas Termas de Puritana, perfeitas para um banho relaxado em pleno deserto.

Uma boa pedida é aproveitar a noite e fazer um passeio astronômico com uma mirada em galáxias, estrelas cadentes e planetas em uma das regiões de céu com a visibilidade mais limpa do mundo.

Lugares baratos e românticos na América do Sul

Dicas especiais e recomendações:

  • De San Pedro de Atacama também saem tours para o Salar do Uyuni, na Bolívia;
  • Pesquise, pesquise e pesquise. Tem dezenas de agências de turismo em San Pedro e vale dar uma chorada;
  • Tem Wi-fi grátis na praça central e no terminal de ônibus;
  • Tome muita água e passe sempre protetor solar, queima pra valer;
  • Leve roupas de frio, frio mesmo! No Gêiseres del Tatio a temperatura estava -11°C quando eu fui;
  • Não é permitido tomar bebida alcoólica sem pedir algo para comer em San Pedro (é sério). Somente no disputadíssimo bar ChelaCabur na rua Caracoles se pode tomar sem acompanhar uma comida, já que não há outra coisa no cardápio além de cervejas;
  • Tome um delicioso café da manhã com baguete francesa e croissant de chocolate na Franchuteria (Licancabur, 527);
  • Experimente os exóticos sabores locais da sorveteria Babalú (duas unidades na Rua Caracoles).

Fotos: Gabi Saraceni

Muita Viagem

Blog com dicas e histórias de viagens.

É feito por Gustavo, jornalista, Danilo, comissário de voo, e amigos, que vivem viajando pelo Brasil e no mundo.

Tire a sua dúvida, comente. Participe!

O e-mail não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*