Início / Viagens pelo Brasil / Sudeste / Circuito das Águas: roteiros para viagens curtas em SP
Socorro, a Cidade Aventura, perto de SP
Socorro, a Cidade Aventura, perto de SP

Circuito das Águas: roteiros para viagens curtas em SP

Para quem gosta de fazer viagens curtas, o interior do Estado de São Paulo oferece dezenas de opções de destinos para quem mora na capital paulista e gosta de viajar de carro.

A seguir elencamos uma série de dicas para viagens curtas e baratas em SP com roteiros por cidades do Circuito Águas Paulistas, a saber – Águas de Lindóia, Amparo, Jaguariúna, Monte Alegre do Sul, Serra Negra e Socorro (foto).

Foto: Anderson Zuza

Roteiro Águas de Lindóia – 157 km, feito em  2h30 de carro via BR-146 e BR-381

O município de Águas de Lindóia foi fundado em 1910, porém já no século XVIII bandeirantes e tropeiros já desfrutavam as águas com propriedades medicinais da região. Atualmente, Águas de Lindóia é um dos destinos mais conhecidos do interior paulista.

O Balneário Municipal, localizado na Praça Dr. Francisco Tozzi, no Centro de Águas de Lindóia, é uma das melhores atrações para o turista conhecer. O local oferece um clube aberto, com opção de piscinas de águas medicinais para o banho, além de toboáguas e áreas para relaxar e descansar cerceados de lindos jardins. O top do local são os banhos de imersão, massagens, saunas e hidromassagem, todos indicados para quem sofre de artrite, gota, dores na coluna e doenças de pele.

Sítio Monte Alegre, localizado a 9 km do centro da cidade, é um espaço dedicado ao agroturismo e ideal para quem gosta de comprar produtos direto da fazendo como queijos, iogurtes e café. O lugar possui trilha para um riacho com pequenas corredeiras, árvores nativas e um cafezal. Quem preferir poderá fazer passeios a cavalo também.

Reserve uma pousada em Águas de Lindóia pelo Booking

Um lugar legal para se hospedar é a Fazenda Morro Pelado, a apenas 3 km do centro. Mas também é possível apenas para passar o dia, sem a necessidade de hospedar-se. É um passeio legal para quem faz viagem com crianças, pois a fazenda oferece açudes para a pesca, contato com animais da fazenda, incluindo a ordenação de vacas e passeios a cavalo ou charrete e tirolesa.

Outra dica de turismo em Águas de Lindóia para quem está viajando com crianças é o circuito de arvorismo com 300 metros e um espaço de 3.000 m² para paintball no Lindóia Aventura, uma área verde localizada a 5 km do centro. Além disso, a empresa ainda dispõe de roteiros com voo livre no Morro Pelado.

Roteiro Monte Alegre do Sul – 132 km, feito em 2h00 de carro via Rodovia Fernão Dias

A cidadezinha de Monte Alegre do Sul está fincada por entre morros e montanhas, o que dá um charme especial à viagem! Localizada no vale do rio Camanducaia, o município é repleto de nascentes, cachoeiras e fontes de águas minerais.

Vale a pena começar o roteiro na cidade pelo charmoso conjunto histórico do centro. Para relaxar e renovar as energias, reserve um dia para visitar o Balneário Municipal, localizado na Praça Reinaldo Godói Borgiani. A construção, em estilo colonial, oferece banhos de imersão, espuma e ervas, hidromassagem e ducha escocesa com águas da fonte Bom Jesus.

Para quem gosta de esportes radicais e ecoturismo pode praticar rafting, num trecho de 5 km de descidas pelas corredeiras do rio Camanducaia. A empresa Radicais Natureza também oferece locais para tirolesa, rapel e passeios de jipe.

E claro que tem opção de passeio legal para crianças! No bairro de Mostardas, com acesso pela estrada para Pinhalzinho, a 9 km do centro, há um espaço onde é possível comprar Artesanato Educativo – brinquedos coloridos de madeira para serem montados.

Já para adultos, vale a visita à alambiques produtores de cachaça da região. Alguns oferecem horários de visitação para o turista que deseja conhecer o processo de produção da cachaça, como a Fazenda Salmo 23, Adega do Italiano, Sítio Neno Campanari, Cantinho da Ni e Adega Campanari.

Reserve um hotel em Monte Alegre do Sul pelo Booking.

Roteiro Amparo – 130 km, feito em 1h50 de carro via Rodovia dos Bandeirantes e SP-360

A cidade teve seus anos áureos na época da lavoura cafeeira, o que pode ser confirmado pelos grandes casarões antigos do centro e da zona rural.

Um roteiro básico passa pela Rua Treze de Maio, onde destacam-se as construções da década de 1830, como a Residência Major Pedro José Pestana e outros casarões ao redor da Praça Monsenhor Baptista Lisboa.

Outra área que vale o passeio é no Largo do Rosário, cercado por construções clássicas típicas do século XIX, como o Sobrado dos Paiva, Sobrado da Família Maia, Sobrado do Carneiro, além da magnífica Catedral Nossa Senhora do Amparo de estilo renascentista e a Igreja Nossa Senhora do Rosário.

Reserve um hotel em Amparo pelo Booking.

Um lugar legal para hospedar-se é na Fazenda Santanna, com acesso pela Praça Virgílio de Araújo, no bairro do Córrego Vermelho. Muito importante na época da era do café, a construção da fazenda data do século XIX e hoje é uma boa dica de lugar para ficar em Amparo. Isto porque boa parte dos 1,5 milhão de m² conta com áreas de lazer, incluindo um campo de golfe, trilhas de até 3,5 km pela Mata Atlântica e spa estético com serviços de hidromassagem, sauna e ofurô.

Para quem gosta de trilhas e aventuras poderá passar o final de semana inteiro com o Mundão das Trilhas, no km 50 da Rodovia SP-95. O local fica intrincado no pé da Serra da Mantiqueira, já no distrito de Arcadas, e conta com uma área de aproximadamente 300 mil m² com 5 km de trilhas em 25 percursos diferentes. Por entre as trilhas é possível avistar cascatas, cavernas e outras maravilhas da natureza. Há ainda opções para quem curte tirolesa e rapel.

Para estiver viajando com crianças, uma dica é visitar o Observatório Municipal, à Rua Salermo, bairro Jardim das Orquídeas. O local mantém sessões de observação de planetas e estrelas do sistema solar, além de cursos de astronomia e palestras que devem ser programados com antecedência.

Roteiro Jaguariúna – 120 km, feito em 1h30 de carro via Rod. dos Bandeirantes e BR-050

Às margens do rio Jaguari, a cidade é famoso pelo rodeio de Jaguariúna, que acontece no mês de maio. A cidade é pequena, mas vale a visita especialmente pelo Passeio de Maria Fumaça, com partidas do Centro Cultural, dentro da Cia. Mogiana, à Avenida Marginal, 600. O local ainda conta com um museu ferroviário e aos finais de semana há uma feira de artesanatos.

O passeio de trem pelo interior de São Paulo contempla algumas fazendas de café. Os turistas são acompanhados por monitores que contam a história da rodovia e fazendas da região. O viajante poderá fazer o percurso de 4 horas até Campinas ou um trecho mais curto de 2 horas até a estação Tanquinho. A maria-fumaça é movida a vapor, com velocidade de 20 km/h.

Reserve um hotel em Jaguariúna pelo Booking.

Roteiro Serra Negra – 152 km, feito em 2h30 de carro via Rod. dos Bandeirantes e SP-360

O ponto mais alto da região na Serra da Mantiqueira tem uma paisagem incrível do interior de SP e MG

O ponto mais alto da região na Serra da Mantiqueira tem uma paisagem incrível do interior de SP e MG

Uma das cidades mais gostosas para passar o final de semana em uma viagem barata e curta em SP. A região é repleta de nascentes e fontes de água mineral. A cidade vive principalmente do turismo e da venda de malhas e roupas de couro em dezenas de lojas.

Para começar o roteiro e divertir as crianças, vá até a Disneylândia dos Robôs, à Avenida Cel. Estevão Franco de Godói, 314. Lá há peças curiosas criadas pelo artesão Pedrinho Tomé. Conhecido como “professor Pardal”, há anos ele recolhe sucatas e as transforma em brinquedos, especialmente robôs, feitos com peças de computador, carros e eletrodomésticos.

O que fazer em Serra Negra: dicas de passeios e pousadas

Fãs de ecoturismo podem procurar o Rancho Radical, no km 144 da Estrada para Amparo. O local fica a apenas 6 km do centro de Serra Negra e dispõe de circuitos de arvorismo, tirolesa, pesca esportiva e uma trilha. O destaque do parque é a “tortura aquática” – uma ponte feita com pneus, com 30 metros de extensão, suspensa sob um lago. As crianças adoram!

O agroturismo também faz sucesso em Serra Negra. Um dos destaques da região é a Fazenda Vale do Ouro Verde, no km 5 da Estrada Municipal Bairro da Serra. Lá é possível fazer passeio monitorado em parte dos 200 mil m² da propriedade, roteiros de jipe pelo cafezal, além de visitar o Museu do Café.

Reserve um hotel em Serra Negra pelo Booking.

Roteiro Socorro – 134 km, feito em 2h10 de carro via Fernão Dias e BR-146

A tirolesa rasga o céu na fronteira entre o interior de SP e o interior de MG

A tirolesa rasga o céu na fronteira entre o interior de SP e o interior de MG

Destino favorito para quem gosta de esportes de aventura, o município fica encrustado em plena Serra da Mantiqueira, com destaques pelas trilhas para conhecer fontes de água mineral, rafting no rio do Peixe e roteiros para conhecer edifícios históricos.

Uma das principais atrações da cidade é o Rafting no Parque Ecológico do Monjolinho, no km 6 da Estrada Socorro-Munhoz. Lá há 2 percursos para a prática do rafting – um mais curto, com 1h30 de duração navegando por 4 km; e outro de 7 km, que dura cerca de 2h. Akém do rafting, o turista poderá descer os percursos no bóia-cross.

O que fazer em Socorro, destino turístico para aventureiros

Para quem faz viagem com crianças, a dica é o Parque dos Sonhos, no km 7 da Estrada da Varginha. A principal atração neste local é a descida de bóia-cross pelo rio Cachoeirinha, em um percurso de 1,3 km ideal para a garotada menor. O parque ainda conta com 5 diferentes tirolesas, um circuito de arvorismo para os pequenos e outro maior para adultos, além de 6 km de trilhas, passeios de jipe e o “bola maluca”, onde os corajosos rolam morro abaixo. É divertido!

Um lugar que também vale a pena ir em Socorro é o Parque Bela Vista, na Estrada Capitão Barduíno. Em uma trilha de fácil acesso, em cerca de 10 minutos é possível alcançar a Pedra da Bela Vista a 1.240 m de altitude e de lá ter uma visão panorâmica da Serra da Mantiqueira. Os aventureiros poderão praticar o voo livre ou rapel com 100 m de altura.

Já no Eccopark Turismo de Aventura, na Estrada do Juncal, há também inúmeras atividades, como o escadal, caving (travessia de uma caverna), rapel, caminhada sob o leito do rio, canyoning, tirolesa e pista de mountain bike. O local ainda oferece uma área para camping e uma pequena lanchonete.

Outra opção de lazer em Socorro é o Kango Jango, no km 5 da Estrada Socorro-Munhoz. A imensa área verde do parque possui cachoeiras e 5 ilhotas fluviais, oferecendo atividades como o rafting, com 4 km e 7 km de percurso, acquaride, rapel, tirolesa, arvorismo, trilhas, além de 2 piscinas com água mineral, aquecidas e tratadas sem cloro.

Por fim, reserve uma manhã para conhecer a Gruta do Anjo, no km 7 da Estrada para Munhoz. No interior de uma pedreira desativada formou-se um lago de águas calmas e cristalinas. O local forma uma linda gruta, onde foi instalada boa infra-estrutura para receber turistas que podem andar de pedalinho no lago. Uma boa dica para quem está viajando com crianças.

Reserve um hotel em Socorro pelo Booking.

Pergunta aí! Queremos saber

O seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*