Início / Na Viagem / Dicas / Dicas para economizar em Fernando de Noronha
Praias de Noronha
Praia da Baía dos Porcos, em Fernando de Noronha | Muita Viagem

Dicas para economizar em Fernando de Noronha

É preciso suar a camisa para fazer uma viagem barata para Fernando de Noronha. O preço de uma viagem para o arquipélago, a 545 km da costa do Estado do Pernambuco, pode variar muito de acordo com o estilo da viagem. 

Se optar em viajar com agência, ficar em pousadas de luxo, mergulhar com cilindro, entre outros passeios caros, certamente a viagem ficará salgada.

Caso queira ir por conta própria, hospedando-se em pousadas domiciliares, optar por caminhadas ao invés de táxi e fazer a mala direitinho, a viagem para Fernando de Noronha poderá ficar bem mais em conta.

Melhores resorts para as férias no Nordeste

Leia a seguir as dicas para economizar em Fernando de Noronha. 

Ingresso ao Parque Nacional

Quem vai à Noronha tem que desembolsar logo de cara R$89 (preço para brasileiros) para ter acesso ao Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha. Além disso, é preciso pagar a taxa de preservação ambiental diária no valor de R$64,25 por dia na ilha. (tarifas de 2016)

Leia no link abaixo, mais explicações sobre as taxas cobradas no arquipélago.

Dicas básicas antes de ir para Fernando de Noronha: informações preliminares e mapas para planejar a sua viagem.

Ilha Tour – Economize fazendo ou não

Lado a lado, a Baía do Sancho (à dir.) e a Baía dos Porcos, em Noronha, estão entre as melhores praias do Brasil

Lado a lado, a Baía do Sancho (à dir.) e a Baía dos Porcos, em Noronha, estão entre as melhores praias do Brasil | Divulgação

O Ilha Tour é o principal passeio em Fernando de Noronha e por isso um tanto quanto controverso. Ratifico a indicação do roteiro na ilha, porém até concordo em deixar de lado caso fique acima de 5 dias em Noronha.

O preço do passeio gira em torno de R$150. Para fazer ainda é preciso ter desembolsado o valor do ingresso com acesso ao Parque Nacional Marinho.

De qualquer forma, como explicamos no início, o ingresso é um valor que você irá ter que desembolsar ao viajar para Fernando de Noronha.

Algumas praias, como a Baía do Sueste e a Baía do Sancho, ficam dentro de áreas protegidas do parque. O acesso é controlado e tarifado, por isso é preciso comprar o passaporte com direito a 10 dias de visitação.

Voltando ao Ilha Tour, fazer o passeio rende a possibilidade de visitar as principais praias e pontos turísticos do arquipélago em um único dia – as praias mais bonitas do Brasil – Praia do Leão, Baía do Sancho e Baía dos Porcos, pôr do sol no mirante do Boldró e até mergulho com tartarugas.

Como o ideal é ficar 5 dias na ilha para não gastar muito com hospedagem, fazer o Ilha Tour poderá ajudar a conhecer em pouco tempo a melhor parte de Noronha, mesmo que de passagem.

Não fazer o passeio (Ilha Tour) também é uma forma de economizar. Você consegue conhecer todos os pontos turísticos do roteiro, com calma, indo de ônibus e até a pé. A ressalva fica por conta do tempo gasto.

Lugares para curtir o réveillon em praias do Brasil

Praia de Fernando de Noronha

Baía do Sancho, a praia mais fotografada da ilha | Muita Viagem

Por conta própria, sem alugar carro ou contratar uma agência, você precisará de 3 a 4 dias para conseguir ver tudo o que se vê no Ilha Tour, mas aproveitando melhor. A dica é planejar os passeios e utilizar o ônibus circular, que passa a cada 30 minutos, em média.

Outra dica fundamental para economizar em Fernando de Noronha é levar o seu próprio equipamento de mergulho.

Leve o seu snorkel e evite alugar por cerca de R$30 (a diária). A Baía do Sueste, o Porto de Santo Antônio e a Baía do Sancho são os melhores lugares para mergulho livre e de graça. Basta ter o passaporte de acesso ao Parque.

Na Baía dos Porcos e na Baía do Sueste são os melhores lugares para nadar ao lado de tartarugas gigantes.

Praias Noronha

Baía do Sueste, em Fernando de Noronha | Muita Viagem

Caso tenha uma câmera subaquática, leve-a. O aluguel e tudo o que precisar comprar por lá (pilhas, toalhas, chinelos, remédios, etc) será bem caro.

Mergulhar é algo caro, e apesar de ser uma experiência bem bacana, é possível curtir a viagem sem fazer o mergulho com cilindro. Apenas snorkeling já é sensacional.

A primavera é a melhor estação para fazer mergulho em Fernando de Noronha. Entre os meses de outubro e novembro, época de seca, a visibilidade dentro da água é impecável.

O Pôr do Sol é de graça e há pelo menos 3 lugares para ver este espetáculo da natureza no arquipélago de Fernando de Noronha.

Mirante Fernando de Noronha

Mirante Morro Dois Irmãos, em Fernando de Noronha

Dicas de lugares para viajar em outubro

Trilhas em Fernando de Noronha

A trilha da Praia do Atalaia, um dos melhores passeios em Fernando de Noronha, é de graça, porém é preciso agendar previamente na sede do ICIMBio. A dica é fazer tão logo quanto possa.

O acesso diário à praia é restrito e depende da maré, por isso nem sempre o turista consegue fazer o passeio durante a viagem. 

Assim que chegar no arquipélago de Fernando de Noronha já corra atrás destas informações. Aproveite os passeios grátis, como as palestras e projetos do Tamar. Além da trilha do Atalaia, participe da observação às tartarugas marinhas.

Acorde bem cedo e vá ao mirante dos golfinhos, na Baía do Sancho (basta ter o ingresso do parque).

Levar protetor solar é essencial. Na dúvida, leve 2 ou até 3 frascos.

Comprar as coisas em Fernando de Noronha é acrescentar custo extra no orçamento. Por isso, além de protetor solar, vale a pena levar um par extra de chinelos, boné, óculos escuro, repelente, kit médico e algumas comidinhas.

Checklist de viagem: o que levar na mala

Para economizar com água, uma dica é comprar o squeeze Noronha, onde é possível reabastecer mais barato em alguns pontos da ilha.

Quando fomos, compramos o cantil de 700 ml por R$10 com direito a dois refil grátis em algum dos 3 postos do Parque Nacional – Sueste, TAMAR e Sancho.

Tire uma manhã para fazer o passeio de barco em Noronha com a Trovão dos Mares. É possível ver centenas de golfinhos. O trajeto da catamarã contorna todo o mar de dentro com vista para praias do mar de fora.

Apesar de caro, é imperdível. Pense que por um lado você irá economizar com a refeição do dia, pois é servido buffet em uma das paradas. O passeio custa R$230 (sem o prancha sub), que é dispensável. (Leve o seu snorkel)

O que fazer perto de Recife, no Pernambuco

Por fim, desfrute das praias paradisíacas de Fernando de Noronha, faça trilhas e caminhe, curtindo este paraíso sem gastar muito com refeições caras, festival gastronômico, mergulho de cilindro, pousadas luxuosas, aluguel de bugue, etc.

Pousadas em Fernando de Noronha

Escolher uma pousada boa e barata exige conhecer um pouco os bairros em Fernando de Noronha. Além das pousadas domiciliares, em sua maioria bastante simples, porém aconchegantes e até charmosas, algumas pousadas realizam promoções na baixa temporada, que vai de março a maio.

Avalie viajar para Noronha durante a época de chuva, especialmente no mês de abril, pois alguns passeios são cancelados. Neste período, prefira ficar alguns dias a mais.

Melhores pousadas em Fernando de Noronha: 69 dicas de hotéis na ilha

Comer bem e barato em Noronha

Para as refeições, uma boa dica é aproveitar o serviço de marmita no restaurante Quentinha do Valdênio, ali na Vila do Trinta. Funciona de seg. à sáb. das 11h às 15h das 19h às 22h. (Faz entrega nas pousadas.)

Outros lugares para comer e não gastar muito é a pizzaria do centro histórico e o self service (comida por kg) do restaurante Ousadia, na Praça Flamboyant. São os lugares mais baratos para comer em Fernando de Noronha.

Danilo

Dan já foi Comissário de Voo e Relações Públicas. Hoje é um viajante. Já viveu no Canadá, fez road trip pela Califórnia e mochilão na Europa. Conhece 20 países e todas as capitais do Brasil. Quer conhecer 50 antes dos 50.

Pergunta aí! Queremos saber

O seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*