Início / Souvenir / Listas de viagens / Os países mais e menos receptivos ao turista

Os países mais e menos receptivos ao turista

O Fórum Econômico Mundial publicou relatório – Competitividade no setor de Viagem e Turismo (2013), com classificação de países quanto a sua receptividade a turistas.

Uma síntese de quais países têm melhor estrutura para receber o viajante, desde a entrada do turista no país, deslocamentos, etc. O índice classifica 140 países de acordo com a sua atratividade e capacidade de desenvolver a sua indústria de viagens e turismo.

Tivemos acesso à pesquisa e destacamos os 5 países que melhor recebem o turista viajante na América do Sul, além dos piores e melhores do mundo quando o assunto é hospitalidade.

A ideia de receptividade ou hospitalidade não é muito clara no relatório, mas acho que acaba sendo uma referência. Uma forma de ter  dicas para viagens internacionais se estiver planejando mochilão, escolher o destino, cuidados, etc.

– Cotação seguro viagem internacional

5 países mais hospitaleiros na América Latina

O Brasil ficou em 51º lugar. 

A longa praia de Ipanema e a praia do Arpoador, separadas pela pedra

O Rio de Janeiro continua lindo?

Na América Latina, os “5 Mais” são Barbados (27º), Panamá (37º), México (44º), Costa Rica (46º) e Brasil (51º).

barbados-2014

Barbados é o país que melhor recebe o turista na América Latina | Foto: Sandmand5

Porto Rico ficou em 52º, o Chile em 56º e o Uruguai em 59º.

O Panamá apresentou um considerável avanço, passando da 56ª para a 37ª posição do último relatório, 2 anos atrás, em 2011. O índice classifica 140 países de acordo com a sua atratividade e capacidade de desenvolver a sua indústria de viagens e turismo.

– Mochilão pela América do Sul

10 países mais hospitaleiros do mundo

O país mais bem avaliado continua sendo a Suíça, seguida por AlemanhaÁustriaEspanhaReino UnidoEUA, França, Canadá, Suécia e Singapura.

Suíça e Alemanha mantém a dobradinha, na primeira e segunda posição, respectivamente. Bem como EUA (6º) e Singapura (10º), que continuam nas mesmas posições da última pesquisa.

Alguns destaques foram a Espanha, que subiu de 8º para o 4º lugar.  Importantes avanços foram registados também pelo Reino Unido – que subiu dois lugares, ocupando agora o 5º, além do Canadá, que passou do 9º para o 8º lugar.

Destaque de perda de posição foi a Suécia. O país escandinavo mantém-se na lista dos “Dez Mais”, mas caiu do 5º para o 9º lugar. Já a França desceu 4 posições e está na 7º.

Países menos amigáveis com turistas

Abaixo alguns dos países que menos recebem bem turistas. Como citamos, a pesquisa relaciona 140 países. Na América do Sul, os destaques negativos são Venezuela (113º) e Paraguai (115º).

Um país tão lindo na América do Sul. Legal para mochileiros, destino para quem está de férias e deseja ir para o Caribe acaba desistindo por conta da falta de segurança no turismo do país.

Estou falando da Venezuela (113º). Eu mesmo desisti de ir até Isla Margarita e Los Roques, no Mar do Caribe (com voos de Caracas) por conta da violência atual do país.

[Nota do blog em Agosto de 2014]

Fui à Los Roques, na Venezuela, em Agosto de 2014 e confesso que amei o país e o povo. Além das belezas do lugar, é um destino barato e a receptividade do povo é excelente. A dica é ter sempre contato com pessoas de confiança, facilmente indicadas por agências de viagens. Vou contar esta minha viagem em breve aqui no Muita Viagem.

venezuela

Muitas vezes chegar na Venezuela pode ser um balde de água fria. | Foto: Ilgoico

O Gustavo está indo fazer mochilão na América do Sul viajar para alguns países que estão lá no final da lista, começando por Equador (81º), Peru (73º) e Bolívia (110º). Depois volta pra contar!

– Mochilão pela América do Sul

O Irã (98º) também é um país nada muito fácil. A Flávia, do blog Viagem para Mulheres foi.

iran-deserto-viagem-2014

Não é qualquer um que entra no Irã, pouco hospitaleiro. | Foto: JM

Entre os 10 últimos destinos menos hospitaleiros da lista estão a paradisíaca ilha de Madagascar (130º) e outros lugares que enfrentam problemas, como o Yemen (133º), a Mauritania (134º), Serra Leoa (137º) e o Haiti, último da lista.

O que você achou dessa lista feita pelo World Economic Forum? 

Muita Viagem

Muita Viagem - Dicas e histórias de viagens. É feito por Gustavo, jornalista, Danilo, comissário, e amigos, que vivem viajando pelo Brasil e no mundo.

2 Comentários

  1. Já estive em Madagascar. Embora tenha passado a maior parte do tempo na ilha de Nosy Be e uma outra ilha distante 60km do litoral, passei dois dias na capital, Antananarivo.

    A chegada ao aeroporto é tranquila, em termos de receptividade das autoridades, ao contrário da grosseria e intimidação em Zanzibar, por exemplo. O local é um caos, o trânsito é louco, a pobreza é generalizada e até chocante para uma capital.

    Andando na região central, perto do palácio presidencial, não nos sentimos ameaçados, embora todos nos olhassem como se fôssemos ETs. Os pedintes te seguem por centenas de metros, incessantemente te pedindo dinheiro. Você se livra de um e logo vem outro, mas ninguém toca em você. Foi a primeira vez que ouvi mendigagem em francês.

    À noite nos arriscamos apenas uns 200m longe do hotel, pois parecia meio sinistro. Nos locomovemos exclusivamente de “shuttle”. Povo no geral bem simpático, na rua, no comércio, etc. Apesar dessas dificuldades, achei exagerado o lugar ficar nas últimas colocações. Por exemplo, andar em alguns lugares do Rio, à noite, é pedir para arranjar encrenca, não é exclusividade de Madagascar. Pobreza extrema há na Índia, talvez até pior.

Pergunta aí! Queremos saber

O seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*