Início / Viajei (relatos) / Mapa Mundi / Roteiro de viagem em Ho Chi Minh (Saigon), Vietnã
vietna-frutas

Roteiro de viagem em Ho Chi Minh (Saigon), Vietnã

A mulher que adora colocar a mochila nas costas e a câmera fotográfica pendurada no pescoço, continua sua viagem de mochilão pelo Sudeste Asiático.

Agora, já no Vietnã, contará aos leitores do Muita Viagem algumas de suas aventuras por lá!

Confira alguns dos relatos já publicados:

– De repente Ásia:  roteiro pela Tailândia

– Cruzando a fronteira entre a Tailândia e o Camboja 

– Homestay em Kampong Cham, na área rural do Camboja

Por Sani Hadek

posto-gasolina-vietna

Posto de gasolina no Vietnã…

As 6 horas de viagem de Phnom Phen a Ho Chi Minh foram tranquilas, assim como a imigração, o que me deixou bastante aliviada depois de ter lido tantas coisas sobre esquemas e trapaças com turistas.

– SOS Viajantes: dicas na hora de viajar!

O ônibus parou bem próximo de onde eu queria ficar, então apenas tive que arrumar um hotel para ficar, mas opções não faltam. Minha única exigência era que a diária não custasse mais do que 10 dólares.

As primeiras tentativas giravam em torno de 20 dólares, mas acabei achando um hotel barato, um lugar numa das ruas principais da cidade pela barganha de 8 dólares com ventilador, sem nome, bem feinho, mas por apenas uma noite serviu.

– Confira uma lista com mais de 650 opções de hospedagens pelo Booking.

Ao fazer uma reserva com os links acima você ajuda o blog Muita Viagem sem pagar mais nada por isso e colabora para mais relatos e dicas de viagens.

Ho Chi Minh (Saigon), no Vietnã

bicicletas-vietna

Não preciso nem dizer que o trânsito por lá é caótico, preciso?!

Ho Chi Minh, antigamente chamada de Saigon, é uma das maiores cidades do Vietnã, localizada ao Sul do país, e apesar do trânsito infernal, do barulho das motos, e de o simples fato de cruzar a rua parecer uma odisseia, adorei a cidade.

Saigon tem alma, tem uma energia boa, luzes, não tem gente esmolando, e sim muita gente trabalhando.

Vendedores se aproximam, mas vão embora na primeira negativa. Além disso, não encontrei um tuk-tuk sequer, apenas motos… Muitas motos!

Na rua onde fiquei hospedada era possível ver bares para turistas de um lado da rua, com comida e cerveja a preços mais elevados. Já do outro lado, bares locais, mais simples e baratos.

Adivinha aonde fui?

Escolhi um bar local no cara ou coroa, sentei em uma mesinha baixinha de plástico, quase no chão, e pedi o tradicional Pho Bo, uma sopa de macarrão de arroz, caldo de carne e ervas.

Roteiros em Mekong Delta

vietna-barcos

Local de onde partem os passeios de barco.

Comprei um pacote para passar dois dias no Mekong Delta, dormindo em homestay, e no dia seguinte logo cedo já estava na estrada. Um roteiro que altamente recomendo se esta é a sua primeira vez, mas que eu já não faria em uma segunda visita.

A dica é pesquisar bastante, ler opinião de quem já foi, e escolher a agência que providenciará o tour de acordo com suas prefências.

Boa parte dos turistas fazem o tour de apenas um dia, para conhecer o Mekong, enquanto a grande maioria dos mochileiros opta por roteiros mais longos, ao menos uma noite de estadia.

saigon-vietna

O Rio Saigon, que banha a cidade de Ho Chi Minh.

passeio-barco-vietna

Mulher vietnamita

O tour inicial incluiu uma visita a uma fazenda de abelhas, outra em um local onde se produz folhas de arroz, e um passeio de barco pelos canais do rio, para mim a parte mais sem graça, ainda mais quando, a cada barco que passava na direção contraria, as mulheres vietnamitas, que conduziam os barcos, pediam para os turistas “não esquecerem” de deixar uma gorjeta.

A cada parada, uma nova chance de tirar dinheiro dos turistas, ou melhor, dito em inglês – a new chance to milk the tourist cow.

Se você tiver apenas um dia para conhecer o Mekong, vá preparado para uma experiência turística, não importa a empresa ou agência de viagens que você escolha.

Passamos a noite em um homestay em Can Tho, em casa de família, em uma vila no meio do nada, e o segundo dia seguiu muito mais interessante e menos turístico. Muito mais autêntico. Passamos por campos de arroz, e também pelo mercado flutuante, e durante todo o percurso, é possível ver como muitas pessoas usam o rio como meio de sobrevivência.

Portanto, se você tem espírito aventureiro, não se contenta apenas com as rotas turísticas e deseja conhecer a região mais a fundo, de uma maneira mais intensa, um tour de 2 dias é o recomendável!

Queria ter tido a oportunidade de viajar mais ao redor do Vietnã, passando alguns dias em Bali antes de finalizar o meu mochilão de 3 meses pelo Sudeste Asiático, porém meu tempo estava escasso, e, em poucos dias, já precisaria embarcar de volta à Bangkok.

A viagem da mochileira já estava chegando ao fim e, com os dias contados, tive que fazer algumas escolhas.

Optei por conhecer duas praias do Vietnã, sentido Norte, porém não tive tempo de conhecer nada ao redor de Hanoi, mais ao norte do país. De qualquer forma, já anotei na minha lista de destinos para o próximo mochilão!

About The Author

Sani Hadek já morou em 4 países e ama viajar desde criança. Em 2004 deixou tudo para trás e aventurou-se no mundo atrás de respostas para suas tantas perguntas. Desde então, roda o mundo com sua mochila suja e não desgruda da câmera fotográfica. Escreve sobre suas aventuras no Muita Viagem e sobre vida saudável em Raw4Happiness.

Pergunta aí! Queremos saber

O seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*