Início / Vasto Mundo / Equador / Equador, um destino barato de muitas paisagens
Galápagos é um dos destinos de ecoturismo mais bonitos do mundo
Galápagos é um dos destinos de ecoturismo mais bonitos do mundo

Equador, um destino barato de muitas paisagens

Consagrado como o melhor destino verde de 2013, o Equador é um país da América do Sul pouco explorado pelos turistas brasileiros e que oferece atrações turísticas de todos os tipos.

E o melhor: conhecer o Equador é uma das viagens mais baratas para fazer pela América do Sul. Em 2014, não é preciso visto para entrar no Equador, existe um voo direto de São Paulo para Quito –e várias companhias aéreas vendem passagens aéreas para o Equador— e o país oferece passeios de luxo e opções para mochileiros que estão traçando um roteiro pela América do Sul.

O destino turísticos (e científico) mais famoso do país são as Ilhas Galápagos, um lugar onde a natureza é tão exuberante que serviu de inspiração para Charles Darwin consolidar seu livro a Evolução das Espécies.

Montañita é um badalado destino para mochileiros na América do Sul

Montañita é um badalado destino para mochileiros na América do Sul

Outro lugar muito procurado por mochileiros, surfistas e quem gosta de balada é Montañita, uma vila de praia considerada como um dos melhores lugares para surfar no oceano Pacífico. Outras praias de destaque são Manta e Canoa.

O surf é tão sério no país que existe um site oficial com os melhores roteiros de surf –e de praias equatorianas. Vale a pena consultar se você quer fazer um surf trip pela América do Sul ou incluir lugares badalados em um roteiro de mochilão.

A Rota Spondylus, ao longo da costa, é um dos melhores roteiros de viagem para conhecer não só as paisagens, a flora e a fauna do país, mas também os tesouros arqueológicos pré-colombianos e a colorida cultura equatoriana.

Já a capital do país, Quito, é a capital de maior altitude do mundo –fica a 2.800 metros acima do nível do mar– e seu centro histórico é considerado Patrimônio Mundial da Humanidade pela Unesco. Um monumento na cidade marca La Mitad del Mundo, a linha do Equador. Quito é ainda bordeada pelo vulcão Pichincha –ainda ativo.

O centro histórico de Quito é Patrimônio Mundial da Humanidade

O centro histórico de Quito é Patrimônio Mundial da Humanidade

Também se destaca no Equador Otavalo. Na cidade no interior do país acontece a maior feira ao ar livre do mundo, a Feira de Otavalo.

E ainda não falamos da amazônia equatoriana, as montanhas, os tesouros arqueológicos… Culturalmente, o Equador é um país muito diverso: são mais de 14 milhões de habitantes na serra, no litoral, na Amazônia. O país tem mais de 15 etnias indígenas

Uma nova atração turística do país é uma boa oportunidade para transitar por esse caleidoscópio de paisagens: o Tren Crucero, uma composição do início do século 20 remodelada para percorrer, com algum luxo, o trajeto entre Quito e Guayaquil, as duas principais cidades do país.

Pelo vídeo, dá para ver que é uma atração turística do Equador sensacional.

É verdade que a viagem de trem pelo Equador não é barata, mas não dá para dizer que não é incrível: recortando os cenários entre o Pacífico e os Andes, o trem turístico passa por lugares como a Avenida de Vulcões, o Nariz do Diabo e o Bosque Nublado –vai do nível do mar a 3.600 metros de altitude. Existem opções mais curtas de viagens no trem, que são mais baratas, mas ainda assim os preços são salgados: o dia completo mais barato está por US$ 236.

Ir para as Ilhas Galápagos também não é barato. Dá para ir de avião, com voos partindo de Quito ou Guayaquil, ou de cruzeiro. A dica, para quem tem tempo, é comprar os cruzeiros para Galápagos na última hora, quando aparecem grandes descontos na viagem. Operadoras turísticas brasileiras têm pacotes para Galápagos que saem por preços atrativos.

Como é uma viagem que exige planejamento, vale a pena consultar agências de turismo para quem tem pouco tempo ou paciência para cuidar de detalhes.

Tanto Galápagos, pela exuberância, dificuldade de acesso e necessidade de proteção, quando o Tren Crucero, pelo luxo, são atrações turísticas mais caras, mas o Equador é um dos países mais baratos da América do Sul para viajar. Vale a pena incluir o lugar em um roteiro de mochilão, por exemplo, antes de descer para o Peru.

A moeda oficial do Equador é o dólar e, de hospedagem a alimentação, além dos passeios e transporte, os preços são ótimos se comparados com o Brasil, Argentina ou Chile, por exemplo.

Precisa de vacina para entrar no Equador?

Nenhuma vacinação é obrigatória para entrar no país, mas a vacina de febre amarela é altamente recomendável.

Precisa de visto para viajar para o Equador?

Para entrar no Equador como turista não é necessário visto. Para entrar no país é preciso apresentar o RG em boas condições e menos de 10 anos de emissão ou passaporte válido –é sempre recomendado que a validade seja por mais de seis meses.

Passagens aéreas para o Equador

O Brasil tem um voo direto para o Equador, entre São Paulo e Quito. O voo é operado pela empresa TAME, uma linha aérea do equatoriana. A viagem de avião para SP-Quito dura cerca de 5 horas e 40 minutos. Também vendem passagens aéreas para Quito a American Airlines, Avianca, United, Copa, Delta e Lan, entre outras companhias.

fotos – Divulgação

4 Comentários

  1. RICARDO DECHICHI MACEDO

    Estou planejando uma viagem para Colômbia, Equador logo após o Natal. Em consultas de passagens, não estou achando passagens relativamente “baratas”. Tem alguma sugestão a me dar? O blog é fantástico, parabéns! Ricardo

  2. Oi Gustavo, muito bacana o seu relato pelo Equador! Estou pensando em passar uns 45 dias lá, sendo que 30 seriam trabalhando num hostel em Quito onde eu faria a minha “base”, queria perguntar pra você quanto você gastou em todo esse tempo que você ficou por lá? Não tive oportunidade de ler todos os seus posts ainda pra saber se vou fazer tudo o que você fez, mas queria ter uma base pra saber se vou ter a grana pra gastar por lá.
    Valeu!

    • oi Ligya,
      Fiz muita coisa, com 30 dólares por dia você fica bem tranquila no Equador, inclusive com passeios e tours. É fácil encontrar lugares para ficar pagando entre 6 dólares e 12 dólares, refeições completas por 3 dólares e ônibus por cerca de 1 dólar a cada hora de viagem pelo país. Ônibus urbano custa centavos.

      abs

Pergunta aí! Queremos saber

O seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*