Início / Vasto Mundo / Argentina / Molhado pelas Cataratas – O que fazer em Foz do Iguaçu
foz iguacu que fazer conhecer fotos 5

Molhado pelas Cataratas – O que fazer em Foz do Iguaçu

Gustavo Villas Boas

Foz do Iguaçu, no Paraná, na tríplice fronteira entre Brasil, Argentina e Paraguai, é um dos principais destinos turísticos do Brasil e há muito o que fazer na região, tanto do lado brasileiro, quanto na Argentina, a partir de Puerto Iguazu, e no Paraguai, na Ciudad del Este.

Neste guia de viagem de Foz do Iguaçu, no Paraná, damos as dicas dos principais lugares para você colocar no roteiro. Dá para conhecer as todas essas atrações, tanto em Foz do Iguaçu quanto em Puerto Iguazú (o lado argentino), em um roteiro de 3 dias na região, mas fica bem apertado.

foz iguacu que fazer conhecer fotos 2

– Booking: onde ficar em Foz do Iguaçu

– Booking: onde ficar em Puerto Iguazú

Mas para passear com calma nos incríveis parques (que vão além das cataratas) e aproveitar a vida noturnas e as compras no Paraguai e no duty free de Puerto Iguazú, além dos charmosos restaurantes do lado argentino,  sugiro traçar um roteiro de 5 dias na região. 

Para os turistas, é possível se hospedar em qualquer uma das três cidades (e países) e circular até de transporte público entre eles. Mas, sinceramente, não é tranquilo dormir do lado paraguaio. Para fazer compras em Ciudad del Este, recomendo fazer bate e volta para o Paraguai de Puerto Iguazú ou Foz do Iguaçu.

Para quem tem flexibilidade na viagem, nossa sugestão é dormir uma ou duas noites do lado argentino e duas noites do lado brasileiro. Em Puerto Iguazú, os hotéis são mais baratos e há boas opções de vida noturna e restaurantes charmosos.  

Resumindo, essas são as principais atrações para conhecer em Foz do Iguaçu / Puerto Iguazu. Abaixo, falamos com mais detalhes de cada uma das atrações para conhecer em Foz/Puerto.

O que fazer em Foz do Iguaçu – Lado brasileiro

  • Parque Nacional do Iguaçu
  • Parque das Aves
  • Visita a hidrelétrica de Itaipu

O que fazer em Puerto Iguazu – Lado argentino

  • Parque Nacional Iguazú
  • Refúgio de animais GüiraOga

Cataratas do Iguaçu – visão geral

Do lado brasileiro, a vista panorâmica das Cataratas impressiona

Do lado brasileiro, a vista panorâmica das Cataratas impressiona

As Cataratas do Iguaçu são o ponto turístico mais famoso de Foz do Iguaçu não por acaso. As cataratas são consideradas um Patrimônio da Humanidade pela Unesco e uma das 7 Novas Maravilhas da Natureza, entre outros títulos.

Cheguei em Foz do Iguaçu pela Argentina, pela cidade-irmã de Puerto Iguazu, então tive chance de conhecer os parques do lado argentino e do lado brasileiro.

Quem tiver tempo em uma viagem para Foz do Iguaçu deve ver os dois parques.

Do lado brasileiro, é possível ver a exuberância das Cataratas de lguaçu e ter uma noção da imensidão das quedas. A visão panorâmica é melhor.

Já no parque argentino, o destaque é andar por perto das quedas, entre passarelas, vendo no detalhe toda a beleza do parque, coberto por uma extensa floresta subtropical.

Do lado argentino, passarelas permitem sentir de pertinho o poder das águas

Do lado argentino, passarelas permitem sentir de pertinho o poder das águas

A imensidão e o poder das Cataratas do Iguaçu refletem no nome da região e da queda mais famosa. Iguaçu, em guarani, o idioma da população nativa, significa Grande Água. E a grande queda de mais de 80 metros de altura que marca a fronteira entre o Brasil e a Argentina é a Garganta do Diabo.

Parque Nacional do Iguaçu – lado brasileiro

O Parque Nacional do Iguaçu é o lado brasileiro do parque que dá acesso às cataratas.

O parque abre diariamente das 9h00 às 17h00.

Para brasileiros, o valor do ingresso para o Parque Nacional das Cataratas do Iguaçu é de R$ 31,20. Crianças de 2 a 11 anos pagam R$ 7,90. O valor do ingresso para visitar o parque inclui ônibus panorâmico que circula pela atração. É possível comprar a entrada para o parque on-line.

Os ônibus são modernos e bem cuidados e são a melhor forma de circular pelo parque até os pontos de interesse, já que o espaço é imenso.

As Cataratas do Iguaçu são um dos principais destinos turísticos do Brasil e o parque costuma ficar muito cheio. Nos melhores lugares para fotografar, pode esperar por filas.

Andar perto das quedas é certeza de se molhar... e vale muito a pena!

Andar perto das quedas é certeza de se molhar… e vale muito a pena!

Sugiro tentar ir o mais cedo possível, principalmente nos finais de semana, para conseguir passear de forma mais tranquila.

Do lado brasileiro, achei a visão das cataratas mais impressionante: o visitante tem uma vista panorâmica das quedas e consegue caminhar pertinho de algumas quedas, em passeios que ficam cobertos de garoa –logo, se prepare para ficar completamente molhado.

No mapa do Parque Nacional do Iguaçua abaixo, dá para ter uma ideia dos melhores lugares para observar de perto as quedas de água. O espaço Naipi, em especial, é um dos melhores lugares para conhecer no parque e ver as Cataratas do Iguaçu.

O que fazer no Parque Nacional do Iguaçu

Mapa do Parque Nacional das Cataratas do Iguaçu para traçar o roteiro

Mapa do Parque Nacional das Cataratas do Iguaçu para traçar o roteiro

Macuco Safari – Um dos principais passeios pagos do parque, mistura trilha e o passeio de barco até quase debaixo de uma das quedas, daqueles que você sai ensopado. Vá preparado, com uma troca de roupa e toalha.

Pelo lado argentino (ver abaixo), não é preciso enfrentar uma trilha para chegar no passeio de barco.

Voos panorâmicos de helicóptero – os voos de helicóptero sobre as Cataratas do Iguaçu não são baratos, mas ver de cima essa maravilha da natureza é uma experiência que não dá para medir só por critérios econômicos.

Luau da lua cheia – em noites de lua e cheia e bom tempo, existe um passeio para ver as cataratas iluminadas pelo prateado da lua cheia.

Parque Nacional Iguazú – lado argentino

Conheci primeiro o Parque Nacional Iguazú, o parque do lado argentino. É o parque ideal para quem quer ter uma visão de perto das cataratas e da mata da região.

Quatis, quatis por todos os lados...

Quatis, quatis por todos os lados…

O Parque do Iguazú não tem vistas panorâmicas tão impressionantes quanto o parque brasileiro, mas as trilhas e passeios são mais intimistas… pelo menos em relação à natureza, pois, assim como o acesso por Foz do Iguaçu, o parque fica lotado, com congestionamento de pessoas nos trechos mais estreitos.

Foi pelo lado argentino que fiz o passeio de barco até quase embaixo de uma (geladíssima) queda. O passeio de barco é mais barato e de acesso mais fácil do que no Brasil.

Uma dica para quem quer fazer o passeio de barco é levar toalha e roupa de banho, porque chegar perto de uma catarata é como entrar embaixo da ducha.

O que fazer em Foz do Iguaçu

Parque das Aves

Não deixe de incluir no roteiro por Foz do Iguaçu um passeio pelo Parque das Aves

Não deixe de incluir no roteiro por Foz do Iguaçu um passeio pelo Parque das Aves

Para mim, um passeio imperdível em Foz. O Parque das Aves tem centenas de aves de diversas espécies em um trecho preservado de Mata Atlântica.

Muitas das aves, como araras e tucanos, ficam em grandes jaulas em que é possível passear dentro e ver os bichos voando.

O Parque das Aves, que funciona das 8h da manhã às 5h da tarde, fica em frente ao Parque Nacional das Cataratas do Iguaçu e custa R$ 24 para brasileiros em geral.

Eu fui no mesmo dia em que visitei as cataratas, mas fazer os dois passeios em Foz no mesmo dia é um roteiro cansativo.

Se você quer ter tempo de contemplar tanto a potência das cataratas quanto a sutileza dos pássaros como vale a pena, sugiro pensar em um roteiro de dois dias em Foz do Iguaçu dedicado às duas atrações no período da manhã e tarde.

Complexo Turistíco Itaipu

A maior obra da engenharia brasileira e uma das maiores usinas hidrelétricas do mundo, a Usina de Itaipu é uma das atrações turísticas para conhecer em Foz.

Entre outros passeios, o Complexo Turistíco Itaipu oferece visita panorâmica à usina, para ter uma impressão geral do gigantismo de Itaipu, um circuito especial, para conhecer a parte de dentro da usina, um refúgio biológico, um ecomuseu e até um observatório astronômico, que permite ao turista conhecer mais da natureza da região, e até um charmoso passeio de barco pelo lago da usina.

Puerto Iguazú – Refúgio de animais GüiraOga

Um refúgio de animais da fauna da região do lado argentino, perto do Parque de Iguazú, conta com centenas de animais em recuperação ou que não tem condição a voltar a vida selvagem.

As visitas ao refúgio GuiraOga são guiadas e o santuário ecológico fica entre o centro da cidade de Puerto Iguazu e o parque, sendo possível visitar na volta do parque.

As visitas ao refúgio são guiadas e pagas e demoram mais de uma hora, então vale a pena planejar o roteiro com antecedência.

Gustavo

Gustavo está em algum lugar da América do Sul, em um roteiro de mochilão que começou em março, no Equador.

4 Comentários

  1. Cara…leio tds seus posts sobre america do sul…sao otimos. tnho vontade de fazer um mochilao parecido com o seu, mas axo q minha grana so da pra uns tres paises.. abraço e paz.

  2. Ola Gustavo…. Viajarei para Foz no reveillon/16, e pesquisando na internet, encontrei o seu post sobre a cidade e adjacências…. Suas informações foram uteis para o meu roteiro, assim como, as suas sugestões.
    Parabéns pelo trabalho, e por favor continue postando suas impressões sobre as viagens, porque sempre serão válidas para alguem. Parabéns….Paz e boas aventuras.

Pergunta aí! Queremos saber

O seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*