Início / Viajei (relatos) / Cartão Postal / Guia de Galápagos: Atrações grátis e os melhores passeios pagos
Uma foto de pertinho do pinguim de Galápagos
Uma foto de pertinho do pinguim de Galápagos

Guia de Galápagos: Atrações grátis e os melhores passeios pagos

Gustavo Villas Boas – Mochilão pela América do Sul – Equador – Galápagos

Estou fazendo um mochilão econômico pela América do Sul e um dos motivos que comecei pelo Equador foi para poder por um destino-ostentação no começo da viagem: Galápagos.

O arquipélago não é um destino de viagem barato como o resto do roteiro, mas dá para fazer um esquema mochileiro nas ilhas equatorianas, que têm atrações grátis, pousadas baratas e comida em conta.

Nesse texto, mostro quanto custa uma viagem econômica para Galápagos.

Agora vou falar do que fazer nas ilhas. Há muitas opções de passeios de graça e tours pagos que valem a pena.

Em uma viagem econômica para Galápagos tirei foto com pinguins...

Em uma viagem econômica para Galápagos tirei foto com pinguins…

... fiz trilha em um campo de lava vulcânica...

… fiz trilha em um campo de lava vulcânica…

... e tirei uma foto íntima das tartarugas gigantes

… e tirei uma foto íntima das tartarugas gigantes

Um dos arquipélagos mais famosos do mundo, Galápagos, uma província do Equador, é um ótimo lugar para observar animais, mergulhar e fazer trilhas, inclusive ao lado de uma cratera vulcânica ou caminhando no campo de lava fria.

Turismo em Galápagos: dos tubarões aos vulcões

Em seis dias passando a pé e de barco pelas ilhas, mergulhei perto de tubarões, nadei com tartarugas marinhas gigantes, vi um grupo de mais de 20 arraias –algumas enormes, de 2, 3 m de largura– a poucos metros do barco, centenas de leões marinhos.

Também vi animais endêmicos que fazem a fama das ilhas, que serviram de inspiração para Charles Darwin formular a teoria da evolução das espécies em meados do século 19.

– Para se inspirar: baixe grátis o livro A Origem das Espécies em português

Nas praias, é comum cruzar com iguanas marinhas –e nas ruas e trilhas, com iguanas terrestres.

Uma homenagem ao cientista inglês Charles Darwin, que colocou Galápagos no mapa-mundi

Uma homenagem ao cientista inglês Charles Darwin, que colocou Galápagos no mapa-mundi

Durante um mergulho com snorkel, se quisese, tocava um pinguim de Galápagos (os únicos pinguins do mundo que vivem, em estado selvagem, no hemisfério norte, já que a linha do Equador cruza Galápagos).

Também conheci dois centros de reprodução dos galápagos, as gigantesconas tartarugas terrestres que deram nome ao grupo de ilhas isoladas a quase mil quilômetros do Equador continental.

Foram os únicos animais, dos filhotinhos aos monstruosos, além de algumas iguanas, que vi em cativeiro que vi nas ilhas.

Entre as trilhas e caminhadas, fiz um tour que margeia a cratera do vulcão Sierra Negra. Com 10 km de diâmetro, é uma das maiores crateras vulcânicas do mundo. Mesmo com o dia nublado, foi bem interessante ver como é dentro de um vulcão ativo.

Foto do campo de lava do vulcão Chico

Foto do campo de lava do vulcão Chico

Além de praias, Galápagos tem paisagens que parecem de outro planeta

Além de praias, Galápagos tem paisagens que parecem de outro planeta

No mesmo tour, caminhei no campo de lava de outro vulcão. Parece outro planeta. E tem lugar em que sai calor do chão!

Santa Cruz, San Cristóbal e Isabela

As principais ilhas de Galápagos para turistas são Santa Cruz, San Cristóbal e Isabela –além delas, Fernandina também tem um pequeno centro urbano com pousadas e hotéis, mas poucos turistas ficam por lá.

Além dos tours pagos em agências turísticas, as três ilhas tem passeios grátis e lugares para mergulhar de snorkel por conta, entre outras atrações para mochileiros que querem uma boa relação custo-benefício.

Santa Cruz é a ilha com mais infraestrutura, com muitas agências turísticas, e com o maior centro urbano: Puerto Ayora.

San Cristóbal, a ilha onde pousei

San Cristóbal, a ilha onde pousei

O píer de Puerto Ayora, o centro urbano mais movimentado de Galápagos

O píer de Puerto Ayora, o centro urbano mais movimentado de Galápagos

Mercado Municipal de Isabela, minha ilha preferida em Galápagos

Mercado Municipal de Isabela, minha ilha preferida em Galápagos

Em Puerto Ayora existem caixas eletrônicos, muitos restaurantes descoladinhos, bastante opção de estadia e até um super-mercado. Galápagos é um ponto isolado no mapa-mundi, fica a 1000 km da costa do Equador, então se prepare para mercados desabastecidos, mas eles estão lá.

O estilo lembra muito outras pequenas cidades de praia bem turísticas pelo mundo.

Eu não gostei muito de Santa Cruz para ficar. Passei uma tarde na ilha e voltei para uma noite –meu voo de volta para o continente partia do aeroporto de Baltra, acessível por Santa Cruz.

Minha ilha preferida foi Isabela, a maior do arquipélago, mas a terceira em população.

Isabela é a ilha habitada mais selvagem e tem muitas opções de passeios, trilhas e lugares para mergulhar grátis, além de ter dois excelentes tours pagos em Galápagos: o mergulho com snorkel nos tunneles (formações submarinas de lava vulcânicas) e a trilha do vulcão Sierra Negra.

Não há caixas eletrônicos em Isabela.

San Cristóbal é a ilha dos lobos-marinhos; eles sempre saem nas fotos

San Cristóbal é a ilha dos lobos-marinhos; eles sempre saem nas fotos

A capital de Galápagos fica em San Cristóbal: Puerto Barequizo Moreno.

Foi a cidade em que cheguei; fiquei duas noites. É um lugar intermediário entre o estilo descoladinho de Puerto Ayora e a rústica Isabela.

Quanto tempo ficar em cada ilha

Se você não pretende fazer nenhum tour pago pelas ilhas (o que é ruim para quem já gastou tanto para comprar passagens aéreas, entrar no arquipélago etc), dois ou três dias completos são o suficiente para visitar quase todas atrações grátis nas ilhas.

Se você for fazer tours pagos e quer realmente economizar, três dias em uma ilha são suficientes: os passeios ocupam, normalmente, uma manhã ou uma tarde e o resto do dia fica livre para explorar as opções gratuitas.

Viajando entre as ilhas de Galápagos

Como dá para ver no mapa de Galápagos, de leste a oeste, as ilhas são San Cristobal, Santa Cruz e Isabela (a única do arquipélago que é cruzada pela ilha do Equador).

Os barcos que viajam entre as ilhas partem em dois horários: às 7 da manhã e às 14h ou 15h da tarde.

Cada trecho entre ilhas demora cerca de duas horas de lancha e custa US$ 30.

Para ir de San Cristóbal par Isabela (ou vice-versa) é obrigatório passar por Santa Cruz.

A lancha entre as ilhas chacoalham bastante e quem se sente mal no mar pode se preparar.

O que fazer em Galápagos

O que fazer em Galápagos – Isabela

Uma ilha geologicamente jovem, Isabela, a maior do arquipélago, ainda está em formação por causa da atividade vulcânica.

Há muitas coisas para fazer de graça e por conta própria em Isabela. É a melhor ilha para mochileiros e para quem faz uma viagem econômica.

Para começar, um exaustivo passeio grátis.

Uma trilha de 5 km tranquila leva até o Muro de las Lágrima, uma construção de pedras erguida por presidiários na década em meados do século 20, quando a ilha era uma prisão.

Na trilha grátis em Isabela, existem caminhos que levam a poços

Na trilha grátis em Isabela, existem caminhos que levam a poços

No caminho até as ruínas, há várias pequenas trilhas pequenas que levam a praias isoladas, desertas, e a pequenas lagoas, onde dá para ver alguns pássaros.

Além disso, um mirante quase no final da trilha permite uma visão privilegiada de Isabela.

O Muro de Lágrimas, no final da trilha grátis em Galápagos

O Muro de Lágrimas, no final da trilha grátis em Galápagos

Foto de Isabela vista do mirante

Foto de Isabela vista do mirante

Vale a pena alugar uma bicicleta para percorrer a trilha. O começo fica pertinho do centro de Isabela, a 1km ou 2km.

Uma manhã e um pouco da tarde são suficientes para percorrer a trilha com calma.

Isabela também tem um grande centro de reprodução das tartarugas terrestres gigantes, a 1 km do centro urbano da ilha.

Achei o centro de reprodução de tartarugas gigantes de Isabela melhor do que o Centro Charles Darwin, que fica em Santa Cruz.

Nesses centros, é possível ver desde tartaruguinhas novas até bichões centenários –e gigantescos. Flagrei até um macho cortejando a fêmea. Sexo de tartarugas gigantes!

Tartarugas gigantes do centro de reprodução de Isabela: passeio gratuito

Tartarugas gigantes do centro de reprodução de Isabela: passeio gratuito

As galápagos vivem mais de 100 anos

As galápagos vivem mais de 100 anos

Uma foto das tartarugas em um momento íntimo

Uma foto das tartarugas em um momento íntimo

O caminho até o centro, apesar de curto, é bem interessante: uma trilha ecológica, bem bonita, com entradinhas para poços d´água e túneis vegetais.

Um pouco à frente do centro de reprodução dos galápagos em Isabela, fica uma lagoa de flamingos.

Esperava ver mais desses pássaros rosa (na minha cabeça, os flamingos andam em bandos gigantes) mas quando eu fui tinha 5 ou 6 animais…

A visita ao centro, percorrendo a trilha ecológica, e à lagoa dos flamingos me tomou uma manhã.

A lagoa dos flamingos: fácil chegar a pé, sem gastar nada

A lagoa dos flamingos: fácil chegar a pé, sem gastar nada

O pássaro rosa posa para a foto do blog Muita Viagem

O pássaro rosa posa para a foto do blog Muita Viagem

Outro ponto de fácil acesso em Isabela (e grátis) é Concha y Perla, uma piscina natural a 500 metros do porto.

Eu nadei lá sem snorkel, mas todo mundo fala que o fundo do mar na piscina guarda boas surpresas para quem tem equipamento de mergulho –às vezes, tartarugas ficam presas na piscina quando a maré baixa, em outras dá para ver arraias.

De qualquer forma, Concha y Perla está entre as mais bonitas piscinas naturais que já conheci.

 

Concha y Perla é um lugar de fácil acesso e grátis para megulhar em Isabela, minha ilha preferida de Galápagos

Concha y Perla é um lugar de fácil acesso e grátis para megulhar em Isabela, minha ilha preferida de Galápagos

Em Isabela, há praticamente apenas três tours pagos: a visita de barco ás tintoreras, uma área de snorkel onde bem pertinho, que custa em torno de US$ 45.

Eu preferi fazer um tour pago para mergulhas de snorkel nos tunneles (em torno de US$ 70), formações submarinas de lava vulcânica que moldam túneis.

Excelente opção de tour pago em Galápagos: nas águas geladas dos tunneles, nadei com uma tartaruga marinha gigante, com peixes coloridos e vi de pertinho meia-dúzia de tubarões, alguns com quase 1,5m.

Arraias-gigantes no caminho do barco até os tunneles

Arraias-gigantes no caminho do barco até os tunneles

O incrível cenário dos tunneles

O incrível cenário dos tunneles

Uma foto de pertinho do pinguim de Galápagos

Uma foto de pertinho do pinguim de Galápagos

Além disso, o cenário é lindo nos tunneles, diferente de tudo que conhecia.

Além de ver tubarões, tartarugas, as formações dos tunneles são boas para observar pássaros.

Por lá, cheguei pertinho dos pinguins de Galápagos, umas gracinhas de quase 45 cm que só existem nas ilhas, e do piquero azul (blue footed booby), o famoso pata-azul.

Os tunneles são uma boa opção de tour pago em Galápagos. Sai em torno de 8h30, volta às 14h, para em dois pontos de mergulho de snorkel e o almoço (um lanchinho bobo e fruta) estava incluído. A água é bem fria e muito, muito salgada.

O outro tour pago que fiz no arquipélago também foi em Isabela, mas para longe do mar: o passeio desta vez foi para a cratera do vulcão Sierra Negra e para o campo de lava do vulcão Chico.

Sai calor do buraco no campo de lava do vulcão Chico, em Isabela

Sai calor do buraco no campo de lava do vulcão Chico, em Isabela

Parece foto de outro planeta

Parece foto de outro planeta

A trilha é longa, em alguns lugares há subidas e descidas inclementes, de nível intermediário.

São 5 km margeando a cratera do vulcão Sierra Negra e mais uns 2 km no campo de lava do Chico.

De novo, estava em um cenário único.

A cratera do Sierra Negra tem 10 km de diâmetro (é uma das maiores do mundo), e você consegue ver direitinho como é dentro de um vulcão.

Quer dizer… o dia em que eu fui estava nublado, então não enfrentamos o sol, mas tivemos poucos momentos para ver o colossal vulcão –ainda assim, a vista impressiona.

O campo de lava do vulcão Chico me impressionou mais. Parece que você está caminhando em um filme de ficção científica tipo Mad Max.

A trilha é paga, mas é um tour em Galápagos que vale a pena

A trilha é paga, mas é um tour em Galápagos que vale a pena

Dá para entender melhor como foram formados os túneis de lava, existem buracos que saem calor do chão (o magma está muito perto da superfície, disse o guia), com certeza uma paisagem única.

O passeio para os vulcõs de Isabela custa em torno de US$ 40.

Como eu marquei tanto o tour para mergulhar nos tunneles quanto o passeio pelos vulcões na mesma agência, tudo saiu por US$ 100.

O que fazer em Galápagos – San Cristóbal

San Cristóbal é a ilha dos lobos marinhos. Apesar de você ver esses animais por todos os lados no arquipélago, é nessa ilha em que eles se concentram as dezenas, centenas, talvez milhares.

Tem uma bonitinha praia urbana, a Playa Mann, um lugar legal para ver o pôr do sol –fica cheia, tem barraquinha de cerveja, de comida e, claro, lobos marinhos.

San Cristóbal tem muitos lobos-marinhos

San Cristóbal tem muitos lobos-marinhos

Muitos mesmo!

Muitos mesmo!

Perto da Playa Mann fica o Centro de Interpretación de San Cristóbal, uma espécie de museu e centro de educação ambiental.

O Centro de Interpretación de San Cristóbal foi melhor lugar que encontrei para ter informações de como as ilhas Galápagos se formaram, a importância do ecossistema das ilhas, o que faz do arquipélago um lugar único no mundo. Vale a visita com calma.

San Cristóbal foi a ilha onde Charles Darwin primeiro desceu a terra em Galápagos, em sua mítica viagem a bordo do navio Beagle em 1835 e que serviu como inspiração para o naturalista inglês desenvolver a teoria da evolução das espécies.

A estátua mais famosa do cientista inglês nas ilhas fica em Cierro Tijeretas, o morro das fragatas, um lugar usado por essas aves para reprodução.

Vista de um dos mirantes do Cierro Tijeretas: trilha grátis em Galápagos

Vista de um dos mirantes do Cierro Tijeretas: trilha grátis em Galápagos

O Cierro Tijeretas, pertinho da Playa Mann e do Centro de Interpretacion, tem várias trilhas, com mirantes para ver San Cristóbal do alto.

Uma das trilhas leva a uma boa área para fazer snorkel –fica a 15 minutos a pé do centro de Puerto Barequizo Moreno.

... mergulhar com lobos-marinhos

… mergulhar com lobos-marinhos

Depois do Cierro, há a praia de Punta Carola, excelente lugar para ver o pôr do sol e para surf.

Em outra direção, perto do aeroporto, há a Loberia, uma praia onde se encontram muitos lobos marinhos (daí o nome) e iguanas marinhas nas pedras.

No final da praia, há uma boa área para mergulho, onde sempre aparecem tartarugas e arraias.

Consegui nadar com um grupo grande de tartarugas gigantes, mas não vi nenhuma arraia, infelizmente.

Um táxi até a Loberia custa US$ 1. A pé, a caminhada dura uns 30 minutos.

A noite, vale a pena caminhar no malecón, o pier de San Cristóbal.

Os lobos-marinhos estão por todos os cantos (alguns chegam a andar na rua!), mas existe um cantinho na praia que eles se concentram aos montes.

Dá para ver os filhotes de lobo-marinho mamando… O mais engraçado é a sinfonia de roncos das dezenas de animais.

Lobos-marinhos se juntam para dormir em um cantinho em San Cristóbal

Lobos-marinhos se juntam para dormir em um cantinho em San Cristóbal

E são muitos lobos!

E são muitos lobos!

Só fiz passeios grátis em San Cristóbal, mas existem alguns tours, tanto para atrações turísticas na terra quanto no mar.

Um dos mais famosos leva ao centro de reprodução de tartarugas da ilha e ao Junco, uma lagoa na cratera de um vulcão.

O passeio sai por em torno de US$ 60 para um grupo, mas não encontrei ninguém para dividir comigo.

O que fazer em Galápagos – Santa Cruz

Puerto Ayora é o centro mais turístico do arquipélago, mas foi o lugar que eu menos gostei.

Ainda assim, há coisas interessantes para fazer. Para mim, que estava de passagem na ilha, na viagem entre San Cristóbal e Isabela.

Primeiro, fui ao Centro Darwin de reprodução de Galápagos.

Mais uma foto do animal que batiza o arquipélago

Mais uma foto do animal que batiza o arquipélago

Gostei mais da galapaguera de Isabela, mas vale a visita (aliás, quando não vale visitar um lugar que reproduz, às centenas, tartarugas únicas:).

No caminho do porto de Puerto Ayora até o centro de reprodução, existe uma famosa peixaria. Fiquei encantado.

Os lobos-marinhos e os pelicanos ficam ali, como cachorros pidões, esperando um pedaço, que quando chega… é divertido.

Chegou um pedaço

Chegou um pedaço

Parece minha cachorrinha Nina

Parece minha cachorrinha Nina

Depois voltei ao porto e fui até Las Grietas. Para chegar, é necessário cruzar um trecho de 200 metros de mar em um water taxi (US$ 0,50).

O táxi-marinho deixa no começo de uma trilha. Primeiro, você passa por uma bela praia e depois anda até Las Grietas, que também é pertinho.

Uma linda praia no Equador no caminho até Las Grietas, mais um passeio grátis em Galápagos

Uma linda praia no Equador no caminho até Las Grietas, mais um passeio grátis em Galápagos

Mas fiz alguma bobagem e não cheguei até as duas altas paredes de pedra que formam uma piscina natural no meio.

Não sei onde tinha para errar na trilha, mas como não sabia o que era Las Grietas (só me contaram depois, errei. Um saco.

Cruzeiros baratos por Galápagos

Puerto Ayora é o local para quem quer fazer um cruzeiro mais barato por Galápagos.

São famosos os cruzeiros de última hora pelo arquipélago.

Na internet há sites especializados em vender esses cruzeiros com desconto. Também em Quito muitas agências turísticas anunciam cruzeiros por Galápagos com desconto de última hora (em geral, a passagem aérea fica por conta do turista).

Mas o melhor lugar para comprar cruzeiros mais baratos com desconto de última hora em Galpápagos, segundo todos os mochileiros que arriscaram que conheci, é mesmo Puerto Ayora.

O que as pessoas dizem é que fora de temporada, em um ou dois dias procurando, você consegue um cruzeiro com desconto de até 40% por Galápagos.
para comprar, segundo todos os mochileiros que arriscaram que conheci, é mesmo Puerto Ayora.

O que as pessoas dizem é que fora de temporada, em um ou dois dias procurando, você consegue um cruzeiro com desconto de até 40% por Galápagos.

Gustavo

Gustavo está em algum lugar da América do Sul, em um roteiro de mochilão que começou em março, no Equador.

39 Comentários

  1. Bianca Magalhães, vc vai ter uns dias de férias no início de julho ? Quer me acompanhar nesta viagem?

  2. Cara, gostei muito de suas dicas!!!! Estou indo com minha mãe em novembro e desceremos em Baltra. Quero me hospedar onde for melhor pra fazer os mais passeios mais ligados aos animais e mergulhos, e praias. Até que os vulcões estão em segundo plano, mas aí vc me recomenda é ficar em Isabela ne? E vc tem um hostel pra indicar de la?

    • Oi Ana, para ver animais e mergulho baseada nas ilhas, Isabela é beeeeem legal, foi a que mais gostei.

      Fiquei na Posada del Caminante, é simples, como a maioria dos lugares da ilha, e boa. O pessoal que trabalha foi super legal, eu recomendo.

      abs

  3. Olá! Preciso muito de dicas práticas pra fazer uma viagem em conta e adequada aos meus sonhos. Pode me ajudar? Obrigada!

  4. Goste muito de suas dicas.
    Estamos indo em novembro.
    Você aconselharia ficarmos uns 3 dias em Isabela 3 outros em Santa Lucia?
    Abraços

    • Oi Fatima,

      Isabela, com certeza, tem muito o que fazer em 3 dias, ou até 4, em um ritmo mais tranquilo. Santa Cruz é uma boa base para passeios de barco, mas talvez 3 noites seja muito lá. De qualquer forma, nao acho que seria inadequado.

  5. Olá Gustavo. Gostei de suas dicas, porém gostaria que me ajudasse em meu roteiro.
    Ficarei 6 dias em Galapagos agora em janeiro. Como você dividiria as ilhas com o melhor custo benefício?
    Pretendo uma viagem econômica aproveitando ao máximo o que cada ilha oferece. Poderia, também, por gentileza, indicar locais baratos de hospedagem em cada ilha? Obrigado

  6. Oi Gustavo…
    Estarei indo a Galápagos em abril… viagem sozinha de 10 dias….. tuas dicas nortearam meu roteiro… show…
    Queria te perguntar uma coisinha… com relação as trilhas, tu acha que posso fazer sozinha, tranquilamente? Levando em conta que estou acostumada com trilhas, pergunto no sentido de acabar me perdendo e não chegar a lugar nenhum… heheheheh… quero muito conhecer Las Grietas e li que tu não encontrou… fiquei com um pouco de receio… (tu acha que preciso de um guia?)
    Abração!

    • oi Kelly,

      Não precisa de guia não para fazer as trilhas, elas estão bem sinalizadas e as pessoas locais que trabalham com turismo são simpáticas e prestativas.

      Guarde o dinheiro para mergulhos, barcos e trilhas que você não pode fazer por conta –por exemplo, circundar o vulcão Sierra Negra.

      Em Las Grietas eu marquei bobeira, mas aposto que você vai achar :)

      abraço!

  7. Olá Gustavo!
    Eu e meu marido vamos agora em Janeiro para Galápagos, ficamos do dia 5 até dia 9 (corrido), e nos inspiramos bastante no seu relato.
    Estamos com algumas dúvidas, vc consegue nos ajudar?

    Nosso roteiro:

    5/1

    Chegada em galápagos, Baltra, as 10:45
    Conhecer um pouco Santa Cruz, Peixaria e Centro de Reprodução

    Ferry para Isabela final da tarde

    6/1

    Sierra Negra e Tunelles. Talvez Concha de Perla

    7/1

    Ida para San Cristobal

    8/1

    San Cristobal: Loberia, snorkel, centro.

    9/1
    manhã livre
    Retorno para quito as 16:55 pelo aeroporto de San Cristobal.

    Perguntas:

    1) O Ferry que sai de Santa ruz para Isabela só sai as 7 e as 16 mesmo? Quanto tempo demora?
    2) Você acha que dá tempo de fazer o vulcão Sierra Negra e os tunelles no mesmo dia?
    3) Você acha que a ida de Isabela para San Cristobal leva um dia inteiro? É melhor sair as 7h ou dá pra ir no final da tarde pra lá?
    3) Aconselha alguma mudança no nosso roteiro?

    Grande abraço!

    Viviane

    • oi Viviane, vamos lá:

      Em Santa Cruz, se você andar rapidinho, dá tempo de ir nas Las Grietas, ou pelo menos atravessar de barco-táxi para pegar a praia no caminho (demora 15 min.).

      1) Quando eu fui, era só 14h ou 15h mesmo; demora cerca de 2 horas.
      2) Não dá para ir nos dois no mesmo dia. Dá para ir facinho na Concha de Perla indo em qualquer um dos dois, ou até pela manhã.
      3) Para ir de San Cristóbal a Isabela no mesmo dia, leva o dia inteiro.
      4) Sim, eu iria para San Cristobal dia 8 e iria para o Sierra Negra e para os Tunneles. Em boa forma, dá para conhecer a Loberia e outro ponto de mergulho em San Cristobal em 5 horas. De qualquer forma, nem um nem outro, para mim, se compara com as atrações de Isabela.

      abs

  8. Muiito obrigada Gustavo! Vou rever o meu roteiro aqui!
    :)

    • Ah, para quem tem pouco tempo e mais dinheiro que eu, vale a pena consultar voos entre as ilhas. Não sei como funciona horário, mas os preços são razoáveis, pelo que pesquisei rapidamente quando estava lá. Só que os aviões são pequenos e tem turbulência!

  9. Olá Gustavo, tudo bem?
    Estou aqui novamente para lhe pedir ajuda no roteiro.
    O que você acha da seguinte programação:
    Dia 01 – Chegada em Baltra. Santa Cruz – Conhecer Las grietas e Centro reprodução Charles Darwin
    Dia 02 – Ferry para Isabela. A tarde centro reprodução Isabela
    Dia 03 – Trilha Muro de Las Lagrimas e Vulcões (Sierra Negra/Chico)
    Dia 04 – Concha y perla. E Snorkel tunneles
    Dia 05 – Ida p/ San Cristobal. Por do sol em playa mann e pier San Cristobal
    Dia 06 – Loberia durante o dia e retorno p/ Santa Cruz
    Dia 07 – Baltra, retorno p/ Brasil

    O que você acha? Mudaria algo? Qualquer sugestão é muito bem vinda. Desde logo agradeço sua atenção.
    Abraços

    • oi Guilherme,

      Passe na peixaria em Santa Cruz, mas está no caminho para o centro, não tem erro.

      Em Isabela, vá no Centro de Reprodução e na sequência à lagoa dos flamingos. Dá para ir no mesmo dia também para o Muro das Lágrimas.

      Não vá ao vulcão e ao muro no mesmo dia, vai ser muito cansativo. Existe a hipótese de alugar bike para ir ao muro!

      Não deixe de ir aos tunneles.

      Concha y Perla é pertinho do centro de Isabela, dá para ir todos os dias, muito fácil.

      Faça as trilhas perto da Playa Mann em San Cristobal, é facinho. Leve um snorkel, tem um ponto de mergulho livre bem bonito.

      Mas acho bom seu roteiro, você vai conseguir fazer isso tudo sim.

      abs

  10. Gustavo, gostaria de saber sobre os preços de hospedagem e cada ilha e no total quantos dias vc ficou, tem como me mandar seu roteiro de galápagos ?

  11. Gustavo estou querendo ir para o Equador agora em junho. Passar uns dias no continente e outros em Galápagos. Decidi agora e estou vendo a passagem para Quito. Vc sugere comprar a passagem para Galápagos aqui ou dá pra comprar lá?

    • oi Valeria,

      Tenho a impressão que a passagem para Galápagos varia pouco de preço ao longo do ano, então é razoavelmente tranquilo comprar lá, mas se você quer ir com certeza para Galápagos, e quer ir por conta, eu, neste caso, compraria daqui mesmo.

      abs

  12. Oi Gustavo,

    Suas dicas são ótimas!
    Antes eu tinha dúvidas sobre valer a pena ir para Galápagos, mas depois de ler seus relatos tive erteza que quero ir.
    Só tem um problema: Tive que reduzir os meus dias de viagem no Equador por conta do preço da passagem, e agora chego lá dia 01/07 e volto dia 11/07.
    Dia 1 chego às 10h da manhã e tem um voo pra Galápagos chegando lá às 13h, mas pensei em comprar a volta pro dia 5, pra poder aproveitar também o restante do país.
    Você acha que só esses dias vale a pena?

    Pensei em visitar Las Grietas no próprio dia 1 a tarde e ficar em baltra, pegando passeios saindo de lá nos outros dias para Isabela e San Cristóban.

    • oi Talita,

      Acho que 4 dias só em Galapagos é pouco tempo. Não sei se tem passeios de Baltra para Isabela e San Cristobal, mas tem outros passeios interessantes com certeza.

      De qualquer forma, tem 3 ou 4 bons passeios bate e volta no Equador a partir de Quito, para facilitar uma programação curta. A partir de Guayaquil, os passeios curtos são menos interessantes, na minha opinião.

      abs

  13. Amei as dicas, é a viagem dos meus sonhos, preciso me organizar melhor, mas suas dicas foram ótimas, obrigada por compartilhar suas experiências . Abraços!

  14. Oi Gustavo, adorei suas dicas. Tenho um certo receio em relacao ao transporte de Baltra a puerto Ayora. Vou com meu filho e tenho medo de que seja complicado este transporte. Pode me dar umas dicas?

    • Oi,
      Não sei se sei dar dicas :/ Ele tem problemas ao andar de barco? Se tiver, acho que caberia conversar com um médico para sugerir algum remédio para não ficar com enjoo… Espero ter ajudado :)

  15. Vou em julho e gostaria de saber se neste periodo de alta estacao ‘e possivel comprar os passeios quando chegar la ou preciso comprar com antecedencia pela internet.

  16. Oi Gustavo, suas dicas e seus posts sobre Galápagos foram muito úteis quando fui pra lá, no mês passado, muito obrigada… Eu amei Puerto Ayora, mas tive a sorte de fazer amizade com moradores que me levaram a muitos locais de lá. Fiquei uma semana no total em Galápagos, mas creio que com 10 dias teria aproveitado ainda mais, é muita coisa pra ver hehe

    Super beijo e obrigada pelas dicas!

  17. Olá!!! Estou indo pra Galápagos em janeiro. Chego em Baltra às 9h da manhã, qual a sua dica para eu ir direto para Isabela e aproveitar bem esse primeiro dia?
    Abraços

    • oi Gisele, você deve tentar ir no centro Charles Darwin em Santa Cruz e depois pegar o barco para Isabela as 14h, chegando no final da tarde na ilha.

      Se os procedimentos de desembarque forem tranquilos, você consegue fazer isso…

      abs

  18. Parabéns pelo post. Consegui uma promo pra lá e estarei indo fim do ano, super ansioso. Sabes se existe alguma atividade em que é proibido de se fazer por conta própria? Fora ir de barco entre as ilhas maiores, pretendia fazer o resto caminhando e nadando sozinho mesmo.

    • oi Matheus, acho que tem pouca coisa que é proibido fazer por conta própria, mas muita coisa é impossível fazer… Mas dá para fazer muita coisa alugando bike, mergulhando em pontos fáceis de chegar, visitando o centro Darwin etc.

      Sugiro, de qualquer forma, poupar um dinheirinho para fazer coisas pagas também :) abs

      abs

  19. Olá Gustavo! Iremos no mês de agosto para Galápagos e ficaremos 10 dias. Qual os preços de mergulhos em Galápagos, você indica alguma escola de mergulho? E qual a melhor ilha para realizar o mergulho de cilindro? e de Snorkell? Pode me passar algumas dicas legais de onde ficar e quando dias ficar em cada lugar? priorizamos muito fazer snorkell e mergulho de cilindro…. Grande abraço e muito obrigada!

    P.s: Juntamente com suas dicas, pode passar os nomes das pousadas e aonde comer? rs
    Um abraços! =)

    Paula.

  20. Oi, Gustavo!
    Muito legal o seu post! Saberia me dizer se é melhor ir com mochilão, ou se dá para ir com uma mala de rodinhas?
    Obrigada, Tais

  21. Bom dia, adorei suas dicas e vou pedir auxílio, eu e meu marido vamos no fim de novembro, temos 5 dias e meio na ilha. Pensei no seguinte roteiro, veja se tem dicas ou mudanças que pode apontar:
    1-chegada as 15, largar tudo no hotel e visitar Santa Cruz ( Peixaria e Centro de Reprodução)
    2-Ferry para Isabela cedo, já que chega as 10 lá será que é possível conciliar passeios dos tunelles ou os vulcoes para aquela tarde? Procuramos assim que desembarcarmos ou consigo fechar em Santa Cruz?
    3- Tunelles ou vulcoes de manha e o Bay tour de tarde, além de tentar esticar para as praias.
    4- Muro das lagrimas, centro de reproducao e flamingos e pegar o ferry das 15 para santa cruz.
    5- ir de ferry para san cristobal fazer os passeios de la, dormir na ilha e voltar no ferry dodia seguinte de manha. ou pegar o tour de 1 dia para san cristobal, o que vc acha que vale mais a pena?
    6- Se voltar de ferry de manha para santa cruz, fazer passeios em santa cruz ou talvez um bay tour, ou, se ja tiver dormido em santa cruz será que vale a pena pegar um tour de 1 dia para outra ilha (Floreana seymour ou BArtolome)? ou ficar mais tranquilo em santa cruz?
    7- aeroporto pela manha.

    • Parece um ótimo roteiro, Lidia!

      As dúvidas você mesmo irá resolver quando estiver lá. É uma viagem incrível! Aproveite!!

    • oi Lidia, vou responder em ordem :)

      1. Sim, dá para fazer isso.
      2. Creio que não é possível fazer isso no mesmo dia.
      3. Sugiro planejar um passeio por dia apenas.
      4. Sim, dá para fazer.
      5. Se tiver tour fechado, acho que vale mais a pena, o ferry é bem cansativo.
      6. Santa Cruz é a mais chatinha das ilhas de Galápagos, saia o quanto puder :)

Pergunta aí! Queremos saber

O seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*