Início / Viajei (relatos) / Diário do Brasil / Lençóis Maranheses: aventuras entre dunas e água

Lençóis Maranheses: aventuras entre dunas e água

Por Gustavo Villas Boas – Nordeste 40

Os Lençóis Maranhenses são o ponto de partida para quem faz a Rota das Emoções do Maranhão ao Ceará. O roteiro de viagens pelo Nordeste passa pelo Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, pelo Delta do Parnaíba, na divisa entre Maranhão e Piauí, e pelo Parque Nacional de Jericoacoara.

As dunas dos Pequenos Lençóis Maranhenses em Vassouras

As dunas dos Pequenos Lençóis Maranhenses em Vassouras

O que fazer em Lençóis Maranhenses? Percorri o roteiro com apoio da Rastro Nordestino, agência especializada na Rota das Emoções. Valeu a pena pela variedade de cenários, com dunas, rios, praias, mangues, e pela riqueza cultural desses estados nordestinos.

– Como chegar nos Lençóis Maranhenses

– Onde ficar nos Lençóis Maranhenses

– Onde comer em Barreirinhas, porta de entrada dos Lençóis

– O que fazer nos Lençóis Maranhenses de Barreirinhas

– Qual a melhor época para ir para os Lençóis Maranhenses

– Acompanhe o Muita Viagem no Facebook

– Leia os relatos sobre o mochilão de 40 dias pelo Nordeste

Dicas de turismo nos Lençóis Maranhenses

O Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses está entre aqueles destinos que povoam meus sonhos: as dunas, as lagoas, o sol rachando, o cenário dominado pela natureza, o Maranhão.

Quando programei o mochilão de 40 dias pelo Nordeste, tinha os Lençóis Maranhenses como o principal destino. Valeu a pena.

Apesar de novembro, quando eu fui, não ser considerada a melhor época para conhecer os Lençóis, não me arrependo nada. Voltaria de janeiro a dezembro para aquele lugar.

Como chegar nos Lençóis Maranhenses – Barreirinhas

Para chegar aos Lençóis, desci no aeroporto de São Luís, cidade cujo centro histórico é patrimônio mundial da humandade pela Unesco e na qual eu me diverti por quatro dias antes de partir para Barreirinhas, cidade de 50 mil habitantes no interior do Maranhão que é porta de entrada para o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses e as dunas dos Grandes Lençóis.

Exibir mapa ampliado
Da rodoviária de São Luís tem ônibus para chegar em Barreirinhas, mas, apesar de ser contra a regra dos mochileiros, vale a pena ir de transfer privador, que dá para agendar no hotel ou hostel.

Como eu não agendei, fui de ônibus, que para bastante. Saí de São Luís às 6h e cheguei em Barreirinhas às 10h30. O ônibus custou R$ 30. O transfer sai por R$ 40 e é direto.
Não tive problema para achar onde ficar em Barreirinhas, a cidade, banhada pelo rio Preguiças, gira em torno do turismo.

Onde ficar nos Lençóis Maranhenses – Barreirinhas

Fiquei na pousada Vitória do Lopes, que tinha o melhor preço para um lugar com internet (R$ 50). É uma pousada bem simples, com quarto é pequeno e meio… sujinho. O café da manhã é nota 6. A pousada fica bem perto do rio Preguiças e perto da praça da prefeitura de Barreirinhas. Eu não recomendo a pousada, mas minha avaliação é bem comprometida: só fiquei nela por causa da internet, que não funcionou.

Barreirinhas é a principal cidade para quem quer visitar os Lençóis e recebe turistas do mundo inteiro, com muitas opções de hotéis e até resorts, mas não tem hostel. As pousadas mais baratas nos Lençóis Maranhenses que encontrei foram por a partir de R$ 30.

Existem várias opções de hotel em Barreirinhas para quem quer sofisticação, como o Porto Preguiças Resort, que fica na beira do rio Preguiças, entre outras pousadas do tipo.

– Encontre hotéis e pousadas Baratas em Barreirinhas

-Faça reserva no Porto Preguiças Resort on-line

Onde comer em Barreirinhas

Existem muitas opções de restaurantes na beira do rio Preguiças, mas nenhum me animou muito para comer. Achei os pratos repetitivos, sem personalidade e caros, muito caros.

Eu comia sempre no Restaurante do Gaúcho, em uma esquina da praça da prefeitura. O prato feito saía por R$ 12 e era o lugar mais barato para comer em Barreirinhas que encontrei. Não era comidinha caseira (o arroz era parbolizado, por exemplo), mas para quem estava começando o mochilão no Nordeste estava ótimo.

O que fazer nos Lençóis Maranhenses a partir de Barreirinhas

A atração mais famosa de Barreirinhas são as dunas dos Grandes Lençóis Maranhenses. É fácil agendar passeios pelos Lençóis a partir da cidade para quem ainda não fechou com uma agência.

Os 4x4 pegam os turistas em Barreirinhas

Os 4×4 pegam os turistas em Barreirinhas

Os passeios pelos Lençóis Maranhenses a partir de Barreirinhas partem em dois horários, de manhã e à tarde. Os viajantes vão de carros 4×4 por uma sinuosa estrada de areia por 12 km mais ou menos até a entrada do parque e o passeio dura o período inteiro.

Tem que dar uma ralada a pé e andar pelas dunas é cansativo, mas vi famílias com criancas pequenas e pessoas com idade mais avançada caminhando. Recomendo fazer o passeio à tarde, para pegar o pôr-do-sol nos Lençóis Maranhenses.

Também vale a pena descer o rio Preguiças até Caburé, na foz do rio. Esse passeio de barco passa por Vassouras, onde as dunas dos Pequenos Lençóis se deitam sobre o rio Preguiças, incrível, e pelo Farol do Mandacaru, que tem uma das vistas mais alucinantes que já experimentei.

As dunas se encontram com o rio em Vassouras

As dunas se encontram com o rio em Vassouras

A vista do Farol de Mandacaru

A vista do Farol de Mandacaru

Caburé é uma praia onde venta muito, na foz do rio, uma paisagem diferente e sempre mudando por causa dos ventos. Tem alguns poucos restaurantes (caros) e pousadinhas. Leve dinheiro em nota, apesar de os lugares aceitarem cartão, a rede pode ficar fora do ar.

De Caburé, o passeio de barco pode voltar para Barreirinhas ou seguir para Atins, um pequeno povoado à beira-mar que vale a pena conhecer e passar uma ou duas noites.

– Encontre pousadas em Atins, nos Lençóis Maranhenses

– Descobrindo Atins, uma praia isolada e pouco conhecida

Uma experiência nos Lençóis que não faz parte do cardápio para turistas e que vale a pena é pegar o pau-de-arara de Barreirinhas para Paulino Neves, outra cidade do roteiro nos Lençóis Maranhenses. São 38 km de muitas paisagens diferentes e pequenas vilas no Maranhão. Leia nosso relato sobre esse roteiro pelo interior do Maranhão.

Além disso, existem caminhadas que cruzam os Lençóis Maranhenses e duram dias. Quero fazer a jornada em uma próxima vez.

Qual a melhor época para ir aos Lençóis Maranhenses

Para mim, vale a pena ir o ano inteiro. Eu fui em novembro, quando as famosas lagoas que se formam entre as dunas já estão secas –restavam poucas.

A Lagoa do Peixe ainda tinha água nos Lençóis Maranhenses em novembro

A Lagoa do Peixe ainda tinha água nos Lençóis Maranhenses em novembro

Entre janeiro e maio é o chamado inverno, quando chove e as lagoas se formam. A partir de junho, as centenas (ou milhares) de lagoas estão cheias. Julho o parque fica lotado de turistas brasileiros. Setembro e agosto é a temporada dos estrangeiros, principalmente europeus. Se o inverno foi chuvoso, ainda restam boas lagoas em outubro. Em novembro e dezembro são poucas lagoas, mas dá para molhar o pé.

Gustavo

Gustavo está em algum lugar da América do Sul, em um roteiro de mochilão que começou em março, no Equador.

1 Comentário

  1. OTIMAS DICAS,PARABENS COLEGA,sucesso em tuas viagens…

Pergunta aí! Queremos saber

O seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*