Início / Viajei (relatos) / Mapa Mundi / Lua de mel em Zakynthos, uma ilha da Grécia
  • Grécia

    A paradisíaca praia de Navagio é uma das melhores do mundo

Lua de mel em Zakynthos, uma ilha da Grécia

Por Sani Hadek

Conhecer a Europa, viajando pelas ilhas gregas nas férias é uma ótima dica de viagem barata na Europa, especialmente no verão.

A Grécia é, sem dúvida, um excelente destino turístico, com preços baixos em relação a outros países europeus, e um dos lugares mais lindos do mundo para uma viagem romântica de lua-de-mel.

Viajar para a Grécia é viajar para praias paradisíacas e de águas cristalinas, um cenário romântico sem igual no mundo. E a lha de Zakynthos, que conheci em 2010, é um sonho em forma de praia.

Foto – Andy Flisher

Lua de Mel em Zakynthos

Eu precisava ir para um lugar diferente, precisava ver o sol e caminhar na praia! Olhei minha conta no banco, pensei na geladeira que ainda precisava ser comprada, namorei roteiros de viagem e, no fim das contas, decidi viajar para a Grécia.

A paradisíaca ilha grega de Zakynthos

A paradisíaca ilha grega de Zakynthos

Escolhemos a Ilha de Zakynthos, ou Zante, uma das seis ilhas Iônicas localizada na parte ocidental da Grécia, citada por Homero na Odisseia e apenas a 300Km da capital Atenas.

Acostumada a viajar de mochila nas costas, totalmente independente, a ideia de um pacote turístico não me atraiu muito, mas por ser alta temporada, ter pouco tempo para planejar a viagem e estar atolada de serviço na empresa, decidi apostar no pacote de viagem, relaxar e ver no que daria.

A pior coisa desse tipo de viagem é que a agência –nesse caso a Fischer de Praga— acaba sempre fazendo parceria com companhias aéreas de baixo custo, e voar pela Smart Wings pagando preço de Air France ninguém merece.

Tivemos um pequeno problema no voo da ida, que acabou demorando para recarregar o óleo e assim perdendo a posição do seu espaço aéreo, e acabamos tendo que esperar quase 2 horas dentro do avião, aguardando ordens para decolar.

A ilha de Zakynthos, um paraíso na Grécia

Mas enfim chegamos a Zakynthos. Nosso hotel, Zante Sun, ficava na parte sul da ilha, numa pequena vila chamada Ágios Sostis, apenas 10 minutos de caminhada da agitada e famosa praia Laganas. Paz e tranquilidade era tudo o que eu mais queria. Chegamos por volta das 18h e o sol ainda brilhava no céu.

E se eu tivesse que escolher uma única palavra no meio das milhares existentes na nossa língua portuguesa para definir a beleza da Grécia e suas ilhas, eu sinceramente não saberia qual usar. Estonteante, talvez. Exuberante. Paradisíaca. Uma beleza estarrecedora e sobrenatural.

Uma água de um azul turquesa e transparência que meus olhos jamais tinham visto igual. Um azul que nunca vi sequer em computador ou loja de tinta. Uma beleza divina, que faz com que você não tenha dúvidas da existência de um Criador maior.

De scooter pela ilha grega de Zakynthos

A ilha de Zakynthos é relativamente pequena, e a melhor forma de conhecer esta linda ilha grega é alugando uma scooter e sair dirigindo.

Os preços não variam muito, já que a competição é bem acirrada, e um dia inteiro de aluguel da scooter na Grécia saiu por 24 Euros, incluindo seguro. Com a gasolina, gastamos mais 9 Euros e rodamos o dia inteiro.

Não deixe de alugar uma scooter na Grécia | foto - Leszek Golubinski

Não deixe de alugar uma scooter na Grécia | foto – Leszek Golubinski

Zakynthos é repleta de montanhas, o que faz com que nem sempre seja possível dirigir ao redor da orla, mas faz o passeio de scooter muito mais interessante.

Dirigimos por pequenas vilas no meio do nada, nos perdemos algumas vezes com a falta de sinalização fora da rodovia principal, mas o povo grego é bastante atencioso e em quase todo lugar é possível encontrar alguém que fale inglês. Mas a Grécia que se vê nesses vilarejos é muito diferente daquela mostrada em sites de viagem. É um mundo absolutamente à parte.

Existem dezenas de praias e pequenas ilhas escondidas, e mesmo sem ter permissão para dirigir –para os aventureiros e loucos– é possível alugar um barco e sair desbravando o mar grego.

Os preços são quase sempre negociáveis, e na média giram em torno de 25 Euros a primeira hora e 10 Euros para cada hora adicional. Para os menos aventureiros, as agências de turismo de Zakynthos oferecem excursões em grandes barcos por 20 Euros.

Apenas de barco, independente ou com agência, é possível chegar a famosa praia Navagio, de águas azul turquesa e beleza de tirar o fôlego, onde está afundado o navio, cartão postal conhecido mundialmente.

Alguns minutos a frente, as Grutas Azuis (Blue Caves) são parada obrigatória para mergulho e como em qualquer lugar da ilha é possível comprar óculos de mergulho, não deixe de comprar um se não tiver levado seu óculos para mergulho na Grécia. Eu nem me arrisco a descrever o mundo embaixo d’água.

Grutas azuis na Grécia

As Grutas Azuis na são uma das atrações do mar da Grécia | foto – Steffen Temp

Comendo e bebendo na Grécia

Muito também se escuta sobre o vinho grego. Não sem motivo: em qualquer lugar da ilha de Zakynthos, seja no quintal de uma casa ou num terreno a beira da estrada, você encontra parreiras carregadas de uva.

Como boa apreciadora de vinho que sou, quis provar todos os vinhos gregos que tive oportunidade. A maioria dos vinhos tintos são servidos gelados e são bem adocicados. Já a culinária da Grécia é repleta de muito queijo feeta, gyros e azeitonas. Um prazer para o paladar!

About The Author

Sani Hadek já morou em 4 países e ama viajar desde criança. Em 2004 deixou tudo para trás e aventurou-se no mundo atrás de respostas para suas tantas perguntas. Desde então, roda o mundo com sua mochila suja e não desgruda da câmera fotográfica. Escreve sobre suas aventuras no Muita Viagem e sobre vida saudável em Raw4Happiness.

5 Comentários

  1. Verdadeiro paraíso…lindo.

  2. Andréa Karlla Souza chavante

    Olá! Gostaria de saber se vc indica essa ilha grega no mês de outubro: de 16/10 a 26/10?!

    • A partir de outubro as temperaturas começam a cair, mas ainda assim, é sim, possível curtir. O clima na Grécia varia entre 22º durante o dia e 17º mais à noite.

  3. Ótimo! Dan, mas consigo curtir o mar das ilhas de dia nessa época? Tomar banho de mar e coisas afins… Ou fica uma viagem mais focada no centro turístico das ilhas?

Pergunta aí! Queremos saber

O seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*