Início / Na Viagem / Dicas / O que fazer à noite em New Orleans: os melhores bares, clubes de jazz, pubs e baladas
Preservation Hall - New Orleans | Fotos: Muita Viagem
Preservation Hall - New Orleans | Fotos: Muita Viagem

O que fazer à noite em New Orleans: os melhores bares, clubes de jazz, pubs e baladas

Antes de viajar para New Orleans não consultamos nenhuma lista com bares ou pubs para ir. O nosso foco estava na programação do festival de música.

E, ainda que possa ser questionada a utilidade de uma lista de bares em New Orleans, com tantos lugares para ouvir música e beber, após voltarmos da viagem, achamos razoável elencar dicas de lugares para curtir noite adentro.

Guarde esta lista, mas no final das contas você irá perceber que, com tantos bares legais em New Orleans, não é preciso sair em busca de algum específico, eles (os bares) irão encontrar você!!

O que fazer em New Orleans?

Bares em New Orleans

Confira a seguir bares em New Orleans, inspirados por nossa viagem no Texas e Louisiana (EUA), entre os dias 17 de abril e 05 de maio de 2016:

Bourbon Street, em New Orleans | Foto: Muita Viagem

Bourbon Street, em New Orleans

Há dois ótimos spots com bares em New Orleans. O mais turístico é a Bourbon Street, no French Quarter, que engloba também as ruas Royal, Chartres, Dumaine, St. Ann, Burgundy, Orleans, St Peter e travessas.

Já outro ponto de eferverscência musical em Nola é a Frenchmen, rua que concentra em poucos metros o “fino” das casas de jazz de New Orleans.

Como chegar nos melhores bares de New Orleans

Ruas do quarteirão francês, em New Orleans

Ruas do French Quarter

Parta do centro de New Orleans, próximo ao Saenger Theatre, onde há sempre uma boa programação (fomos no show do Smashing Pumpkins) e siga da Canal Street pela Bourbon.

Vários bares irão te atrair. Entre em algum, e quando menos perceber já vai estar com uma cerveja na mão, curtindo boa música. Deste bar, vá para algum outro, que achará ainda mais legal, e assim será sua noite, babe!

Você está em Nola! A lei é clara – pode beber na rua sem problema. Aliás, New Orleans é a única cidade nos Estados Unidos onde é permitido o consumo de bebida alcoólica em vias públicas.

A esquina da St Peter com a Bourbon | Fotos: Muita Viagem

A esquina da St Peter com a Bourbon | Fotos: Muita Viagem

Melhores bares em New Orleans

Preservation Hall — Não é bem um bar, não vende cerveja e não há banheiro lá dentro. O Preservation Hall foi fundado pelo banda de mesmo nome para manter, preservar e difundir as diferentes variantes do jazz norte-americano.

São 3 apresentações por dia (20h, 21h e 22h). É preciso chegar cedo para garantir um bom lugar e curtir 45 minutos do melhor da música de New Orleans. Os ingressos custam US$20.

Como não há bar dentro da casa, é permitido entrar com copos de cerveja. Quando fomos, compramos no Finnegan’s Easy, pub irlandês em frente ao Preservation Hall. Bebemos uma cerveja na fila e compramos uma para levar.

Endereço: 726 St. Peters St., New Orleans

Uma das melhores casas de New Orleans | Foto: Muita Viagem

Melhor banda, melhor bar de Nola

One Eye’s Jack — Foi a casa onde curtimos o melhor show da viagem. Amigos da Finlândia que estavam no hostel, já haviam indicado. Foi o último show da trip. Vimos Brian Jonestown Massacre & Tess Parks.

Também fomos no show da Thao & The Get Down Stay Down.

Com ótima programação, amplo espaço e dois bares, a casa é uma das melhores de Nola.

Pode ir. É  alegria na certa! Geralmente os ingressos custam US$20,00 (2016).

Compre antecipado, especialmente para shows de bandas conhecidas e dias com festivais ou festas em New Orleans, ou seja, é sempre bom antecipar-se.

Endereço: 615 Toulouse St, New Orleans

Mapple Leaf Bar — Localizado fora da zona mais turística, o pequeno bar é mais frequentado por moradores de New Orleans e mais chegados na cena jazzística de New Orleans. Para quem gosta de jazz, funk e soul, este é o lugar.

Por ser mais afastado, nem sempre está cheio. Para chegar no bar, com endereço na Oak Street, pegue o bondinho 12 na esquina da Canal e Carondelet.

Após 40 min., desça na S. Carrollton e caminhe até o pub. O bar fica após o Audubon Park, aliás dica de passeio – bar após o fim de tarde no parque.

Há um churrasco na porta se quiser comer antes de entrar, mas a casa também serve pratos regionais e típicos. O preço varia entre US$15 e US$20.

George Clinton e Funkadelic no bar em New Orleans

George Clinton no Republic Nola

Republic Nola — Também afastado do quarteirão francês, é outro bar muito legal em Nola.

Como vimos o show do Parliament Funkadelic, somos suspeitos em listá-lo entre os melhores bares de New Orleans.

Endereço: 828 S Peters St, New Orleans

Pub em New Orleans

Pub em New Orleans

Lafitte’s Blacksmith Shop  No limite entre o French Quarter e a Frenchmen Street, já no final da Bourbon, o bar é mais bacana para começar a beber antes de parar onde quer que seja no agito da Frenchmen.

A luz fraca e o estilo rústico nos levam ao século 18. Diz a lenda que o bar chegou a ser frequentado por piratas, sendo o boteco mais antigo dos EUA.

Endereço: 941 Bourbon St, New Orleans

Bares na Frenchmen – New Orleans

Loja de discos na Frenchmen St

Loja de discos na Frenchmen St

Como citamos no roteiro em New Orleans, a Frenchmen Street é considerada como o French Quarter fora do próprio bairro.

A Frenchmen é uma simples rua, mas concentra alguns dos melhores bares de Nola.

Alguns dos bares mais legais da Frenchmen ficam lado a lado – o D.b.a, Bamboulas, Vaso, Blue Nile e o Mason. Pode acreditar, fomos em muitos bares de Nola!

D.b.a Em zona menos turística, a Frenchmen tem bares mais autênticos e divertidos, e com menos turistas, sobra mais espaço para balançar o esqueleto.

Ao lado do bar há uma loja de discos (Music Factory), o que deixa o lugar ainda mais bacana. O pequeno bar não costuma cobrar couvert. Por isso, chegue cedo. É sempre lotado. A carta de cervejas é extensa. Peça uma IPA e vá dançar!

VASO — O bar também não costuma cobrar entrada. Em nossa opinião, é um dos melhores bares da Frenchmen Street para começar a noite ou ir além e ficar somente por lá!

Bamboulas  A animação do bar extravasa o ambiente interno, bom para os clientes, que bebem cerveja nas bancadas da calçada, do lado de fora. Quem anima, pode ir dançar pertinho dos músicos. A entrada é livre.

Blue Nile — Como a programação conta com grandes shows, o preço do ingresso costuma variar entre US$20 e U$25. Quando estávamos lá, teve show do Big Funk Nation. Não fomos, pois estava esgotado.

Na lista ainda poderíamos ter o Cornet, Saint Bar Lounge, Tropical Isle, Molly’s at the Market, Voodoo Lounge ou Black Penny. Como dissemos no início do post, em New Orleans, não importa onde você pense em ir, o bar certo irá te achar!

Danilo

Dan já foi Comissário de Voo e Relações Públicas. Hoje é um viajante. Já viveu no Canadá, fez road trip pela Califórnia e mochilão na Europa. Conhece 20 países e todas as capitais do Brasil. Quer conhecer 50 antes dos 50.

Pergunta aí! Queremos saber

O seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*