Início / Vasto Mundo / O que fazer em Caracas?
caracas
caracas

O que fazer em Caracas?

Vou confessar que não é muito agradável chegar em Caracas. A cidade é ofuscada por uma política complicada. Para o povo, Hugo Chávez é tido como um grande defensor dos interesses da população.

A cidade é um grande centro financeiro, bastante populosa e com atrações para todos os gostos – saiba onde comer, o que fazer, onde ficar em Caracas. Destaque para as belezas naturais das florestas e da montanha de Ávila.

– Onde ficar na Venezuela?

A cidade de Caracas foi fundada em 1567 pelo espanhol Diego de Losada, que inicialmente batizou a região de Santiago de León de Caracas.

Existem várias teses para a origem do nome da cidade; nenhuma comprovada. Contudo, a versão mais aceita é que “caraca” era o nome dado pelos índios locais a uma planta abundante na região.

Como toda cidade de colonização espanhola, Caracas cresceu em torno de uma praça central. Foi nela que nasceu em 1783 Simón Bolívar, “O Libertador”, uma das figuras históricas mais veneradas na América Latina.

Bolívar foi o líder da revolução que levou seu nome e culminou na independência da Venezuela, Colômbia, Equador, Peru, Panamá e Bolívia. A sua influência na cultura e no imaginário venezuelano continua forte e viva até hoje.

grafite-chavez-bolivar-higuerote-caracas

A importância de Bolívar é tamanha que se tornou a principal inspiração do falecido ex presidente da Venezuela, Hugo Chávez. Em seus pronunciamentos, era comum comparar a luta contra o capitalismo e o imperialismo norte-americano à Revolução Bolivariana.

O clima é intertropical, com baixa variação de temperatura entre os meses mais frios e os mais quentes.

Além disso, há duas estações muito bem definidas. A seca, entre Novembro e Dezembro e entre Abril e Maio, e a úmida, durante todo o resto do ano.

Cuidado! Entre Junho e Outubro há uma grande incidência de tempestades elétricas, devido à localização da cidade. Evite andar em lugares descampados, ficar próximo à árvores e aparelhos eletrônicos na tomada.

A melhor época para ir é mesmo na seca, entre Novembro e Dezembro ou Abril e Maio. Há poucas chuvas e você aproveita melhor a viagem.

Lembre-se que Caracas fica localizada em uma região bem montanhosa e banhada pelo rio Guaire.

Como se locomover em Caracas?

caracas-hotel-aeroporto

Petroleo é barato, mas não vale alugar carro. Táxi só de “confiança” | Foto: MV

Apesar de razoável transporte público, com 50 estações de metrô divididas em 4 linhas e ônibus circulando (veículos em sua maioria importados do Brasil, grande parceiro econômico, companheiro), a dica é pegar táxi, apenas com “pessoas de confiança” (assim que se referem às pessoas indicadas. sempre peça referências antes de entrar num carro de desconhecido).

O Aeroporto Internacional Simón Bolívar (CCS), fica a apenas 26 KM do centro de Caracas. O aeroporto na verdade fica localizado na cidade de Maiquetía, por isso muitas vezes chamado apenas de Aeroporto de Maiquetía.

O Aeroporto de Caracas ou Maiquetía possui 2 terminais – um para voos domésticos; outro para voos internacionais.

O que fazer em Caracas?

Dentre os lugares mais visitados estão El Ávila e seu teleférico de 2 mil metros; a Plaza Bolívar; a casa na qual Simón Bolívar nasceu e foi transformada em um pequeno museu; o Panteón Nacional, que homenageia os heróis locais, e o Museu de Arte Contemporânea, um dos mais importantes da América do Sul.

A cidade é um pouco suja e mal cuidada, com muitos carros velhos e poluição. É possível, porém admirar arquitetura colonial, museus, galerias e muitas referências ao libertador Simón Bolívar, além de parques e área preservada.

Capitólio Nacional

Com grandiosos dourados e decoração neoclássica, o capitólio ocupa um quarteirão inteiro e, desde 1870, é usado como a sede do Congresso. Sua sala mais famosa é o Salão Elíptico, que tem um domo coberto por murais e paredes de retratos.

Casa Natal de Bolívar

casa-natal-simon-bolivar

Pedras na rua em frente à casa natal de Simón Bolívar, em Caracas | Foto: Rufino Uribe

Reconstruída, a casa onde nasceu Simón Bolívar em 24 de Julho de 1783 foi transformada em museu. Sua exposição inclui relíquias de Bolívar e objetos da época como armas e cartazes.

Catedral

Localizada no leste da Plaza Bolívar, a Catedral de Caracas foi construída entre 1665 e 1713. Sua ornamentação inclui deslumbrantes altares dourados, 32 colunas que suportam a nave central e charmosas capelas laterais.

Museo de Bellas Artes

O Museo de Bellas Artes promove mostras de arte contemporânea e ilustrações. www.gan.org.ve. Ao lado há a galeria e coleção que engloba cinco séculos da expressão artística da Venezuela.

Chama atenção também pelo seu design desenvolvido pelo arquiteto venezuelano Carlos Raúl Villanueva. A graciosa construção se abre para um pátio em estilo neoclássico com um lago e salgueiros-chorões.

Museo de Arte Contemporânea de Caracas

Localizado no complexo do Parque Central, o Museo de Arte Contemporáneo é um dos mais renomados da América do Sul.

São 12 salas com grandes e, às vezes, chocantes obras dos mais conhecidos artistas venezuelanos, incluindo Jesús Soto, famoso por suas peças cinéticas.

Também estão expostas pinturas de Chagall, Matisse, Monet e Miró, além de uma coleção de Picasso, criada entre 1931 e 1934.

Museo Histórico Del Poder Popular

Criado para o polêmico processo revolucionário iniciado por Hugo Chávez, tem como objetivo ressaltar a herança cultural do povo venezuelano através de mostras do progresso de movimentos sociais, os feitos do heróis revolucionários e supostos crimes do imperialismo norte-americano.

Panteón Nacional

panteon-venezuela-chavez

A arquitetura de Caracas chama a atenção. | Foto: Juan Carlo Rodriguez

A mais venerada construção da Venezuela foi inicialmente uma igreja, mas recebeu um novo propósito e se tornou um lugar de descanso final dos venezuelanos que se destacaram. Vale assistir a cerimônia de troca de guarda que acontece várias vezes ao dia.

foto-panteon-caracas-venezuela

Plaza Bolívar

A praça é agitada. Ao longo de tulipas africanas e jacarandás, está sempre cheia de pessoas que se encontram para conversar com pássaros e esquilos. No centro, se encontra o monumento de Bolívar montando seu cavalo.

Parque Nacional El Ávila

A principal atração é o teleférico que leva ao topo da montanha de mais de 2 mil metros em poucos minutos.

Não cheguei a ir, mas lá de cima é possível ver toda a cidade e ainda ter visão privilegiada da cordilheira terminando no mar caribenho.

Para quem gosta de fazer trilhas nas viagens, uma caminhada no parque é legal com dezenas de trilhas em meio a florestas e cachoeiras. São trilhas que duram de algumas horas até 2 dias!

Uma das praias de Caracas. São sempre lotadas no verão.

Onde comer em Caracas?

Quem viaja a Caracas deve experimentar a comida mais tradicional do país, ‘La Arepa’. Apesar de um pouco gordurosas, são deliciosas!

Não existe pessoa no mundo que tenha provado e não tenha gostado. Com suas inúmeras combinações de recheio, elas agradam qualquer tipo de paladar. Além disso, a cidade possui algumas opções de restaurantes.

La Gorda: Para saborear uma autêntica comida criolla, com gostinho e preços caseiros a dica é o simpático La Gorda, um tradicional restaurante que tem noites concorridas e bastante animadas. Endereço: Calle Santa Rosalia, 32.

Mokambo (Calle Madrid – Las Mercedes): Combina os elementos da culinária caribenha e para em pratos como nhoque de yucca (um tipo de flor) e carpaccio de polvo. É possível fazer as refeições no terraço no jardim do Mokambo.

La Guayaba Verde: O restaurante oferece fartas porções de tradicional cozinha venezuelana em menus variados. Fica na Av. Este, 2. Candelária. Site.

Viagem de Lua de Mel Barata

los-roques-dos-mosquices

Los Roques é um dos destinos mais paradisíacos do Caribe. | Foto: MV

– Como chegar em Los Roques?

– Onde ficar em Los Roques, arquipélago no Caribe da Venezuela

Embaixada do Brasil em Caracas: Calle Los Chaguaramos com Avenida Mohedano Centro Gerencial Mohedano – Piso 6, Caracas. www.embajadabrasil.org.ve

Danilo

Dan já foi Comissário de Voo e Relações Públicas. Hoje é um viajante. Já viveu no Canadá, fez road trip pela Califórnia e mochilão na Europa. Conhece 20 países e todas as capitais do Brasil. Quer conhecer 50 antes dos 50.

Pergunta aí! Queremos saber

O seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*