Início / Vasto Mundo / Áustria / O que fazer em Viena em roteiro de 2 dias
Eu e minha irmã Sani (grávida), em Hofburg.
Eu e minha irmã Sani (grávida), em Hofburg.

O que fazer em Viena em roteiro de 2 dias

A capital da Áustria, Viena, é uma cidade exuberante, com arquitetura belíssima e opções de passeios românticos e lugares bonitos para conhecer. Há muito o que fazer em Viena, desde museus, galerias de arte e cultura e parques para lazer.

Para quem está viajando pelo Leste da Europa, acaba sempre colocando Viena no roteiro, além de Praga e Budapeste. Fiz a viagem de ônibus de Praga até Viena, em 5 horas, com serviço de bordo cobrado e wi-fi grátis pela Agency Student ao preço de 18 Euros.

Famosa por Mozart, que mudou-se da cidade de Salzburg, onde nasceu, para a capital aos 25 anos de idade, ficando lá praticamente até o final de sua vida, e pela princesa Sissi, imperatriz da Áustria-Hungria (final do século XIX), Viena é uma cidade bonita e clássica.

O que fazer em Viena?

Dividida em 23 distritos, é o 1.º Inner City e o 2.º Leopoldstadt, onde se concentram as principais atrações turísticas. Mesmo sendo estes 2 distritos os mais visitados, todos os outros 21 podem ser visitados sem problemas. Viena é uma das capitais mais tranquilas e seguras da Europa.

onibus-1a-schottentor-vienaAndar pelas ruas de Inner City já é em si uma forma de fazer de turismo. Viena é um grande museu a céu aberto, com muitas atrações no centro. Por isso, a dica em Viena é caminhar pelas ruas com calma, observado cada detalhe dos edifícios e monumentos.

Uma dica legal para fazer um passeio barato por Viena e conhecer de uma forma geral o centro antigo é pegar o ônibus 1A, que fará praticamente o mesmo percurso daqueles ônibus turísticos, por um preço bem mais acessível.

Para você ter uma ideia, o preço deste ônibus 1A custa 2,20 Euros, já o ônibus turístico custa a partir de 14 Euros. Ou seja, uma baita economia em uma cidade que é bem carinha para quem está viajando pelo Leste europeu, com destinos mais baratos na Europa. Saiba mais sobre o sistema de transporte público em Viena no TripAdvisor.

Roteiro de 2 dias na capital da Áustria

Fiquei dois dias em Viena, e pude ver muita coisa. Faltaram muitas, é claro, mas acredito que o final de semana que passei lá foi suficiente para explorar o melhor da cidade.

A maioria das atrações são próximas e podem ser feitas em roteiro a pé, mas se quiser pegar o metrô para ir de uma estação à outra para diminuir a distância pode ser uma dica se tiver apenas uma passagem rápida pela cidade.

Ringstrasse

Este grande anel viário foi construído em torno do centro histórico de Viena e abriga importantes prédios públicos e privados, praças e parques, monumentos e ótimos cafés. Um passeio por ali pode ser o início do seu roteiro em Viena.

Em Ringstrasse você poderá admirar alguns dos edifícios mais esplêndidos da cidade, como o State Opera, o Museu de História da Arte, o Museu de História Natural, o Parlamento (foto abaixo) e o Viena City Hall.

parlamento-viena

Em Dezembro, na época do Natal, é ali também que acontece o maior mercado de Natal da cidade, com barraquinhas espalhadas em frente ao City Hall.

Após o Réveillon, entre Janeiro e Março, é possível patinar no gelo em pista (Wiener Eistraum) construída em frente à Prefeitura (foto abaixo).

Já entre Julho e Agosto é ali que acontece o festival de cinema ao ar livre de Viena, que inclui apresentações de ópera, ballet e jazz, e o melhor: é tudo grátis!

O prédio da prefeitura de Viena.

Pegando a linha 1 do trem, você consegue passear por grande parte do Ringstrasse – de Schwedenplatz para Kärntner Ring. É a forma barata, usando apenas um bilhete comum do serviço de transporte público.
Uma alternativa é utilizar o Vienna Ring Tram, projetado para o turismo, porém o preço é alto. Custa 8 Euros e tem duração de 30 minutos.

Após o passeio por tantos pontos turísticos, vale a pena sentar na grama em algum dos parques ao redor do Ringstrasse para relaxar. Opções não faltam: Burggarten, Volksgarten ou Stadtpark. Minha dica é ir até o Burggarten, onde há o célebre café Palm House. Não é barato, mas vale pedir só um cafezinho, apreciar a vista e relaxar…

Kärntner Strasse

Karntnerstrasse-viena

A Kärntner Strasse é dica para fazer compras ou só curtir o fim de tarde em Viena.

A Kärntner Strasse está para Viena assim como a Champs Elysées está para Paris. Além de um grande número de lojas, esta linda rua possui imponentes edifícios históricos e diversos cafés de rua, bem ao estilo austríaco. É uma ótima pedida para fazer compras ou simplesmente caminhar e ver as vitrines.

– Paris Além do Óbvio: roteiro com dicas inusitadas

Stephansplatz

stephanplatz

A praça Stephansplatz fica localizada bem no centro de Viena. Durante o verão na Europa, Stephansplatz se transforma em um palco para artistas de rua.

Ali no meio da praça é possível visitar a Catedral de St. Stephen, um marco da cidade. Uma dica é dar a volta pela igreja, admirando uma parte mais antiga da cidade.

As ruas de paralelepípedos de Blutgasse, Domgasse e Grünangergasse têm um charme especial.

Ali perto fica a estação U-Bahn Stephansplatz, uma das mais movimentadas da cidade, que une as linhas de metro U1 e U3. É a melhor estação de metro para descer e começar o seu roteiro por Viena.

– Confira aqui o mapa do metro de Viena.

Hofburg, o Palácio Imperial

O Museu da Imperatriz Sissi é um dos destaques de Hofburg

O Palácio Imperial é uma das atrações turísticas clássicas de Viena em Hofburg. Lá dentro você encontra o Museu Sisi, o Tesouro Imperial e a Escola Espanhola de Equitação.

O preço dos ingressos para visitar os quartos do Palácio Imperial são bem caros, assim como os do Palácio de Schönbrunn. Caso faça questão, a dica é visitar um dos dois. Em ambos os palácios, o estilo e mobiliário barroco dos quartos datam do mesmo período.

Para quem gosta de arte, vale a pena visitar, ali ao lado, o Albertina, com coleções valiosíssimas de história da arte, que vão desde o impressionismo francês até os dias de hoje. Obras de arte de Monet, Renoir, Cézanne, Miró, Picasso, entre outros podem ser vistos no Albertina. O ingresso custa 12 Euros.

– Roteiro a pé por Hamburgo, na Alemanha

Belvedere

O Palácio de Belvedere, em estilo barroco, é famoso pela vista esplêndida que se tem do edifício. Aliás, Belvedere significa “bela vista”.

O palácio abriga uma das maiores coleções de arte de Viena, com enorme acervo do pintor Gustav Klimt, incluindo o quadro “O Beijo“. A entrada no museu custa 12,50 Euros. Já para caminhar apenas nos jardins de Belvedere não se paga nada!

Palácio de Schönbrunn

O Palácio de Schönbrunn é um dos mais belos palácios barrocos da Europa. Para ter acesso aos quartos do palácio é preciso pagar cerca de 12 Euros. A dica é permanecer pelos jardins, pois é gratuito e muito bonito.

Se quiser gastar um dinheirinho, vá até o café Gloriette, localizado em uma pequena colina, com uma vista maravilhosa da cidade.

– Viagens baratas na Europa

MuseumsQuartier

museumsquartier

MuseumsQuartier, um complexo de museus em Viena.

Ao lado do Palácio Imperial, é o MusemQuartier é um complexo de museus e galerias de arte de Viena. Os destaques ficam por conta do Leopold Museum, com obras de Gustav Klimt, Oskar Kokoschka, Albin Egger-Lienz, entre outros; o Museu de Arte Moderna – MUMOK, que reúne muita coisa legal de Pop Art, Novo Realismo, etc.

Deu fome? Uma dica para comer uma boa comida por lá são os restaurantes “Kantine” e o “Glacis Beisl“.

Karlsplatz

Um dos destaques da praça é a igreja de St. Charles (Karlskirche), em estilo barroco.

Em Dezembro, na época do Natal, acontece o Mercado de Artesanato. O pavilhão Art Nouveau, construído por Otto Wagner, funciona o Club U, legal para sair à noite.

Para quem gosta de arte e história, uma atração nos arredores é o Museu Wien, com exposições sobre a cultura e história vienense desde o início do povoamento da cidade nas margens do Danúbio até os dias atuais. O ingresso custa 8 Euros.

Schwarzenbergplatz

schwarzenbergplatz-hochstranlbrunnen

Um lugar gostoso para relaxar depois de caminhar pelo centro de Viena.

O grande destaque de Schwarzenbergplatz é o Hochstrahlbrunnen, uma grande fonte com jatos de água que formam um arco-íris em dias ensolarados. Durante o verão na Europa muitas pessoas ficam ao redor do chafariz refrescando-se.

No final da Segunda Grande Guerra, em 1945, assim como a Alemanha, a Áustria foi dividida. Viena permaneceu ocupada pelos soviéticos, que construíram o monumento ao Exército Vermelho, um memorial em homenagem aos 17 mil soldados que morreram lutando contra a ditadura nazista. Há relatos de que muitas vezes as pessoas já tentaram destruir este controverso monumento.

Passeio de carruagem

Carruagem em frente ao Museu Albertina.

Viena é considerada por muitos como uma das capitais da Europa para viagens românticas, e andar de carruagem é uma das dicas para quem deseja lua de mel agradável em Viena.

A empresa Fiaker Rundfahrten oferece dois passeios – uma pequena volta pela cidade sai por nada mais, nada menos do que 55 Euros e duração de 20 minutos. Já o passeio mais longo, com duração de 40 minutos, sai por 80 Euros o casal. Veja aqui os mapas dos roteiros. Acho que só para os apaixonados recém-casados mesmo…

Vienna State Opera

O Vienna State Opera é uma das casas de ópera mais famosas do mundo.

A cidade onde Mozart e Beethoven passaram grande parte de suas vidas respira música erudita, e por quê não assistir uma ópera ou concerto no famoso Vienna State Opera?

Os ingressos podem chegar a 200 Euros, porém há uma dica! É possível pagar apenas 3 Euros para assistir ao espetáculo de pé! Isso mesmo, há um espaço dedicado para quem quiser assistir a ópera de pé, sem assento ou cadeira.

A procura é grande e é necessário chegar pelo menos 90 minutos antes do início da apresentação. Estudantes também pagam preços promocionais que variam entre 10 e 25 Euros, contudo também é preciso chegar cedo (pelo menos 30 minutos antes).

– O que fazer em Praga? As melhores dicas de turismo na República Tcheca

Mercado Naschmarkt

O Naschmarkt é um dos mais famosos mercados de rua de Viena. Você encontra de tupo por lá, desde frutas, verduras e legumes, pães, peixes e carnes e especiarias.

A dica é ir no sábado de manhã quando acontece também um “mercado de pulgas”, com muitas quinquilharias.

Há também muitos restaurantes por lá. Um dos clássicos é o Zur eisernen Zeit, um típico restaurante vienense. Os preços são acessíveis e farão você voltar no tempo.

Andando de Bicicleta em Viena

Uma das estações com aluguel grátis de bicicleta em Viena.

Além de uma cidade plana, Viena é toda adaptada para os ciclistas, com muitas ciclovias e até semáforos para bicicletas (foto). Leia informações sobre ciclismo em Viena neste site, com dicas para aluguel de bicicletas, mapas de ciclovias e leis de trânsito.

Existe um serviço de aluguel de bicicleta em Viena onde você pode pedalar sem pagar nada por 1 hora. Depois você paga 1 Euro na segunda hora, 2 Euros na terceira hora, 4 Euros na quarta hora e mais 4 Euros a cada nova hora deste período.

O serviço chama-se Citybike Wien, com mais de 100 estações de bicicletas espalhadas pela cidade. Para usufruir deste serviço, basta usar um cartão de crédito.

Caso não tenha um cartão de crédito, você pode usar o Cartão Citybike Tourist ao custo adicional de 2 Euros por dia. O cartão pode ser adquirido na Pedal Power nos endereços Ausstellungsstrasse, 3 ou em Elisabethstrasse, 13.

– Dicas de viagem na Europa: a medieval Dubrovnik, na Croácia

Para quem estiver viajando pela Áustria, recomendo visitar a cidade de Salzburg. A cidade natal de Mozart, fica a poucas horas de ônibus de Viena. Fui pra lá em minha primeira viagem à Europa, em 2007. Achei a cidade encantadora.

Onde ficar em Viena?

– Pesquise opções de hospedagens em Viena pelo Booking

Ficamos hospedados na Pension Schottentor, uma espécie de albergue com apartamentos independentes e banheiro privativo.

Gostei bastante da hospedagem e é uma dica para quem está viajando em um grupo de pessoas ou com a família, pois há quartos conjugados que acomodam até 6 pessoas.

pension-schottentor-hotel-viena

Fachada do hotel onde ficamos hospedados em Viena.

O quarto que ficamos neste hotel em Viena, por exemplo, tinha duas camas de casal em 2 quartos conjugados. Como estava viajando com minha irmã e meu irmão foi bom para ficarmos no mesmo quarto e economizar na hospedagem. Contudo, há opções de quartos para casais ou para quem viaja sozinho.

A localização é boa, com fácil acesso à linha U2 do metro. Há opções de supermercados e restaurantes, e em uma caminhada de mais ou menos 20 minutos é possível chegar até a Stephansplatz. Faça a reserva aqui pelo Booking.

O hotel fica quase em frente à igreja neo-gótica de Votivkirche, que está sendo restaurada. A igreja, construída em 1879, lembra muito a Catedral de Notre-Dame, em Paris.

– 5 cidades para conhecer viajando de trem pela Europa

Onde comer barato em Viena?

altes-rathaus-cafe-vienaAltes Rathaus-Café

Já dei algumas opções de restaurantes e cafés para comer em Viena durante os passeios, mas tirando estes lugares, uma dica que que vale a pena pelo custo x benefício é o Altes Rathaus-Café, localizado na Wipplingerstrasse 6.

Gostei do atendimento, da comida e especialmente do preço. O menu do almoço saiu por 6 Euros com direito a uma sopa de entrada + o prato principal.

Ao lado do nosso hotel chegamos a ir em 2 restaurantes diferentes – Das Kolin Café e o Café Stein.

Das Kolinkolin-viena

Este primeiro restaurante é um pouco mais requintado, com pratos gourmet.

Eu e meu irmão pedimos gnhocchi à manteiga servido em uma casquinha crocante e legumes por 9,80 Euros.

Achamos o prato pequeno e não matou muito nossa fome. Já um fillet mignon acompanhado de batata frita sai por 28 Euros. Um peixe frito custa 15,90 Euros e um hambúrguer 12,50 Euros.

stein-vienaCafé Stein

Gostamos mais do Café Stein, onde fomos bem atendidos e achamos o ambiente mais descontraído e os preços melhores.

O forte deste restaurante são os lanches, mas só para comparar, um gnhocci lá custava 8,20 Euros. Acabamos pedindo um hambúrguer com batata-frita por 8,90 Euros.

– Dicas para comer barato em Paris

Sobremesas…

Quem gosta de sorvete, irá se dar bem em Viena. Há inúmeras sorveterias na cidade.

Recomendo o Zanoni & Zanoni nos arredores de Stephansplatz. O sorvete de massa sai por 1,30 Euros (1 bola), 2 Euros (2 bolas), 2,5 Euros (3 bolas) e 3 Euros (4 bolas). Achei o sorvete sabor nougat o melhor dos que experimentei.

Outra dica de lugar para adoçar a vida em Viena é o Café Sacher, lugar famosinho para comer uma torta de chocolate. É carinho, mas dizem que vale a pena. Eu preferi manter a dieta. O preço da torta de chocolate com chantilly é de 5,30 Euros. O cafezinho expresso simples sai por 2,90 Euros.

Como ir até o aeroporto de Viena?

Após o fim de semana em Viena, segui viagem rumo à Dubrovnik, na Croácia. Para chegar ao aeroporto, peguei a linha U3 do metrô até a estação Landstrasse Wien Mitte e de lá o City Airport Train (CAT), que leva apenas 16 min. até o aeroporto.

Fotos: Muita Viagem

Danilo

Dan já foi Comissário de Voo e Relações Públicas. Hoje é um viajante. Já viveu no Canadá, fez road trip pela Califórnia e mochilão na Europa. Conhece 20 países e todas as capitais do Brasil. Quer conhecer 50 antes dos 50.

20 Comentários

  1. Fiquei com vontade de ir =) Muito explicadinho adorei as dicas

  2. Dan, eu e meu amigo vamos viajar em junho para Praga e de lá até Budapeste passando por Viena. Você fez Praga x Viena de ônibus o que é bem mais barato. É, tudo que preciso(economizar) rsrsrs. Minha pegunta é : compro a passagem pela Agency Student na internet ou posso comprar pessoalmente ? Onde você me indicaria comprar? Vou me hospedar no “Hostel Mango” próxima a Malostranska vc conhecer ? O bairro é bom? Obrigado.

    • Oi Marcos! Certamente você irá economizar em Praga, a cidade é barata em relação a outras capitais na Europa. Aviso que Viena é bem cara.

      Para comprar a passagem de ônibus na Agency Student é fácil – compre na loja da agência que tem na estação de trem Hlavní Nádraží, a principal de Praga, ali no centro turístico, perto da estação Muzeum de metrô.

      O bairro de Malostranska é super bem localizado e recomendado. Ali perto não deixe de tomar um café no Louvre, na rua Národní. Veja algumas dicas sobre Praga aqui: http://muitaviagem.com.br/o-que-fazer-em-praga-melhores-dicas/

  3. Boa Tarde Dan. Ficarei dois dias em Viena (21 e 22 julho/ 2015). Gostaria muito de ir a Salzburg de trem. Você acha que é possível em tão pouco tempo ? Como devo fazer e quanto custa ?

    Grata.

    Abraços

    Nadja Mara (Rio de Janeiro)

    • Olá Nadja!

      Acho que vale a pena sim, se você conseguir ir bem cedo. A cidade de Salzburg é bem bonita. Só de subir no castelo para ter uma vista da cidade já vale a viagem. Tome um café ouvindo artistas de rua tocarem música clássica. O preço eu não sei, como é alta estação melhor comprar antes. Dá uma pesquisada neste site da OEBB (companhia de trens da Áustria) http://www.oebb.at/

  4. Dan, tudo bom?

    Adorei, li tudo e fiquei bem animada, mas agora estou pensando em passar a virada do ano na Áustria, alguma dica?

  5. Boa noite! Irei a Viena no dia 6/12 e retornarei 12/12/15. Gostaria de ir ao campo de concentracao de Mauthausen! Consigo ir de onibus ou trem? Consigo comprar o ingresso pela internet?

    • Olá Fernanda! Nós não fomos até este campo de concentração, não podemos informar com certeza.

      Olha só – pesquisei e descobri que é possível ir tanto de trem quanto de ônibus. Ambos partem da estação Linz, mas parece que é necessário uma caminhada de 5 km ou pedir um táxi que vai custar cerca de 10 Euros.

      Boa viagem e ótima reflexão!

  6. Oi Dan,

    Estou querendo ir a Praga em outubro do ano que vem com minha esposa
    gostaria de saber qual a melhor maneira de trocar euros pela moeda do país.

    Grato,

    Maikon

    • Oi Maikon,

      O melhor lugar é em Stare Mesto, no centro de Praga. Há várias casas de câmbio por lá. Procure por http://www.exchange.cz/. Vale cotar outros dois ou três lugares e saber qual a taxa que eles cobram (mesmo que falem que não cobrem). É comum acontecer alguns “golpes”. Sempre confira o seu troco e faça as contas na hora com a calculadora do celular, na frente do caixa.

      • Oi Dan,

        Como é a imigração no Aeroporto de Praga eu e minha
        esposa não falomos inglês fluente apenas arranhamos será
        que vamos ter dificuldade na entrevista.

        Grato,

        Maikon

      • Nao lembro o nome da rua, mas no caminho indo para a Ponte Carlos há o centro de informações turísticas oficial da cidade (tem um letreiro meio lilás, escrito em branco) e lá, num guichê do lado de fora, fazem câmbio. Foi o preço mais em conta que encontramos para trocar coroas por florins (estávamos indo para Budapeste e com coroas sobrando) e por euros tb. E olha que rodamos muuuuuuito procurando!! Acredito que a cotação lá seja a melhor para vc fazer o contrario tb (euros para coroas). Ah! E é sem comissão! Agora, dependendo de qual for sua necessidade, é bom ver se vale a pena fazer isso. Em geral, sai mais em conta chegar no país e sacar o dinheiro com seu cartão em um caixa eletrônico do que converter de reais pra euros e depois de euros pra outra moeda. Vc acaba perdendo $$ na conversão dupla..

  7. Oi Dan,

    Obrigado pela dica,quanto a imigração eu faço em
    Londres ou em Praga, estou um pouco preocupado
    com a entrevista na imigração,não falo fluente inglês.

    Grato,

    Maikon

  8. Rosangela Scheithauer

    Olá Pessoal !

    Se precisarem de uma Guia Turística em Viena e Wachau (regiao dos vinhos com degustacao a 80km de Viena) entrem em contato comigo. Terei prazer em mostrar-lhes as belezas desse meu “país adotivo”.

  9. Vou a Viena 6/04/2016 e vou ficar hospedado perto da ópera e pretendo ir para praga de onibus.
    A estação Rodoviária é muito longe ?
    Melhor ir de taxi ou outro transporte mais econômico ?

    • O sistema de transporte público é todo interligado. Você descerá de ônibus na estação e, ao lado, já tem acesso ao metrô. Fique atendo apenas ao horário de chegada. Prefira chegar entre no máximo até às 22:00.

  10. Oi..

    Estou voltando pra agradecer, peguei algumas dicas aqui no seu blog para minha viagem.

    Obrigada!!!

Pergunta aí! Queremos saber

O seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*