Início / Antes da Viagem / Onde ficar em Cusco – Melhores hostels
A Plaza de Armas, no centro de Cusco, Peru.
A Plaza de Armas, no centro de Cusco, Peru.

Onde ficar em Cusco – Melhores hostels

No meu mochilão de quatro meses pela América do Sul, reservei cinco semanas para ficar em uma cidade especial: Cusco, cidade que é Patrimônio Mundial da Unesco.

Além de ser o principal ponto de partida para chegar em Machu Picchu, Cusco foi a capital do Tawantinsuyu, o império inca, e é uma das cidades com mais história das Américas –ou do mundo, como preferir.

– Mochilão pelo Peru: dicas de viagem, lugares para conhecer e relatos

– Machu Picchu: Como chegar, roteiro e fotos

Além de conhecer bem os cantinhos de Cusco, tive a oportunidade de me hospedar em alguns dos melhores lugares para ficar em Cusco, pelo menos para os mochileiros e para quem gosta de viajar bem e barato.

Onde ficar em Cusco – Melhores hotéis – Booking

Onde ficar em Cusco – Pariwana Hostel

Endereço do Pariwana Cusco: Meson de Estrella, 136

Site oficial

Em Cusco, fiquei no melhor hostel do meu mochilão. Na verdade, um dos melhores hostels do mundo, o Pariwana Hostel.

Em qualquer site de avaliação de hostels, pousadas, hotéis que você encontrar o Pariwana de Cusco, vai perceber que a qualificação é alta.

E no boca a boca o albergue também é muito recomendado: praticamente todo mundo que conheci que se hospedou lá aponta o albergue localizado no centro histórico de Cusco como um dos melhores do mundo, senão o melhor. E não falo só de mochileiros. No hostel, conheci casais e até famílias hospedadas.

A praça característica do prédio histórico do hostel em Cusco - foto: Divulgação

A praça característica do prédio histórico do hostel em Cusco – foto: Divulgação

Com várias opções de quartos coletivos, desde os mais baratos, para mochileiros, até os mais caros, com poucas pessoas e banheiro (além de quartos individuais por preços econômicos), o Pariwana é uma ótima opção de hospedagem em Cusco para qualquer turista.

O hostel na capital histórica do Peru está bem localizado, há duas quadras da Plaza de Armas, o coração da cidade de Cusco, lotada de atrações históricas, restaurantes, bares, baladas e agências turísticas.

Próximo ao hostel ficam várias atrações turísticas como a Catedral de Cusco, a Igreja da Companhia de Jesus e o Mercado San Pedro.

O hostel fica em um impressioante edifício histórico com estrutura dos séculos 16 e 17, com características históricas preservadas, mas bem reformado, todo arrumadinho.

O melhor hostel de Cusco tem uma ótima vida social, com um bar e restaurante que tem bons preços (o cardápio não é dos mais baratos da cidade, mas também não é caro) e uma agitada vida noturna. Todos os dias realizam-se atividades no bar no começo da noite, como aulas de salsa, cinema ou karaoke.

Entre outras coisas para fazer em Cusco, no bar, balada e restaurante do hotel tem aulas de salsa

Entre outras coisas para fazer em Cusco, no bar, balada e restaurante do hotel tem aulas de salsa

Muitas vezes, em vez de sair na balada em Cusco, curtia a noite no próprio hostel.

Os quartos são sempre limpos, as camas são boas e, uma coisa que todo mochileiro ama, os armários são espaçosos e com tomada dentro!

Além disso, o Pariwana tem uma ampla sala de internet com computadores e uma boa sala de vídeos.

O destaque para a vida social dos mochileiros é a agradável praça central, bem ao estilo da arquitertura colonial espanhola, com pufs e uma mesa de pingue-pongue.

O prédio é enorme, é bom que quem está longe do bar nem nota o agito (e a música) por lá, mas é claro que nos quartos coletivos há, normalmente, uma movimentação grande.

Quem quer uma pousada individual em Cusco, ou um quarto para casal, fica ainda mais afastado do agito —os quartos privativos ficam bem para o fundo do hostel. Conheci um deles, muito bom, compatível com um hotel econômico.

O Pariwana conta com muitos banheiros e eles estavam sempre limpos quando me hospedei lá, em julho, alta temporada de viagem pelo Peru.

O café-da-manhã não é dos mais fartos, mas uma vantagem para quem gosta de acordar tarde (ou perdeu a hora nas melhores baladas de Cusco) é que o café é servido até tarde –e durante todo o dia há chás e café de graça para os hóspedes.

O Pariwana também funciona como uma grande agência turística, dá para marcar vários tours por Cusco ali, inclusive viagens para Machu Picchu. Vale a pena se informar com as pessoas do hostel, mas os preços dos passeios turísticos da pousada estão longe dos mais baratos da capital histórica do Peru. 

Como os melhores hostels e hotels de Cusco, vale a pena fazer a reserva com antecedência. Eu, que sempre ficava renovando em cima da hora minha hospedagem, tive que mudar muitas vezes de quarto e tive duas vezes que tive que trocar de hostel só no meu mochilão por Cusco.

Onde ficar em Cusco – Millhouse Cusco

– Faça reserva on-line no Booking – Milhouse Hostel Cusco

Endereço do Milhouse Cusco: Calle Quera 270

Site oficial

O hostel tem boa área social

O hostel tem boa área social

Quando fiz uma longa viagem para Buenos Aires, fiquei em dois hostels e o melhor, disparado, foi o Millhouse Avenue. Resolvi me hospedar para conhecer o Millhouse de Cusco.

É um bom hostel, mas ainda prefiro o Millhouse de Buenos Aires, um ótimo lugar onde ficar em Buenos Aires.

Fica bem localizado, perto da Plaza de Armas e dos principais pontos turísticos de Cusco, mas a rua não é das mais bonitas, as fachadas dos prédios estão bem degradadas.

Os preços dos quartos do Millhouse Cusco variam entre cerca de 20 e 30 pesos, a moeda do Peru.

Os armários são espaçosos e as camas tem uma proteçãozinha, além de kits de tomada e luz individuais. Todo mochileiro que gosta de ler agradece.

Fiquei em um quarto coletivo com banheiro, limpo e espaçoso.

O Millhouse de Cusco tem um bar com bom cardápio, com preços um pouco mais baratos que o Pariwana, mas achei o restaurante do Pariwana melhor, com exceção do café-da-manhã: o Millhouse de Cusco tem um dos melhores desayunos que encontrei nos hostels durante meu mochilão pela América do Sul, tinha até suco de laranja natural, uma raridade.

Como outros hostels disputados em Cusco, vale a pena fazer a reserva de quarto nesse hospedagem com antecedência. Cheguei de Machu Picchu quebrado, sem reservar minha pousada, e acabei tendo que pegar minha mochila que estava guardada no Millhouse e procurar outro lugar para ficar em Cusco…

Onde ficar em Cusco – The Point Hostel

Endereço do The Point: Mesón de la Estrella 172

Site oficial do The Point Cusco

O The Point Hostel é uma boa alternativa para quem quer uma hospedagem barata e bem localizada em Cusco, mas é bem inferior ao Millhouse e ao Pariwana.

O prédio está todo desgastado, os banheiros são piores, o colchão é mais batido… Mas os preços são de 20% a 30% mais baratos do que os dos outros hostels em que consegui ficar em Cusco.

Além de ser mais econômico, o The Point Hostel faz parte da rede Hostelling International em Cusco– Albergue da Juventude, ou seja, tem um desconto para os viajantes que fazem parte do clube.

O valor mais econômico se reflete no público do Point –só conheci mochileiros no lugar, enquanto tanto no Millhouse quanto no Pariwana, o perfil era mais variado. Como disse, até famílias escolhem o Pariwana para ficar na cidade com mais história do Peru.

Onde ficar em Cusco – Loki Hostel

Endereço do Loki Cusco: Cuesta Santa Ana 601

Site oficial do Loki Cusco

O Loki é uma das franquias mais famosas de hostel da América do Sul e uma ótima opção para quem curte balada. Os hostels Loki estão entre os melhores party hostel do mundo.

– Faça reserva on-line no Booking para o Loki Hostel Cusco

O hostel é uma boa sugestão de lugar para ficar em Cusco para quem está em uma viagem pelo Peru sozinho. Sempre dá para conhecer outras pessoas que estão mochilando por Cusco sem companhia ou se juntar a um grupo de mochileiros.

– O Loki del Mar, em Mancora – Melhores baladas no roteiro de mochilão pelo Peru

Não me hospedei no Loki de Cusco, mas visitei em uma festa bem agitada. Parecia uma casa noturna.

Entre as vantagens do Loki Hostel, estão as festas, a convivência socia, os longs happy hours com bebidas mais baratas no bar e o café-da-manhã que vai até tarde. Tudo para incentivar os mochileiros que curtem sair à noite.

Um dos problemas do Loki de Cusco é a localização. Apesar de perto do centro histórico, o hostel fica no meio de uma subidinha, e quem sofre com a altitude –e acredite, muita gente sofre mesmo– vai subir devagar e cansando até a entrada do hostel. Vi que muitos hóspedes apelam para o táxi (que é barato) para ir e voltar do Loki, principalmente na madrugada, depois das melhores festas de Cusco.

Onde ficar em Cusco – Melhores pousadas – Booking

Onde ficar em Cusco – Melhores hotéis para família – Booking 

Gustavo

Gustavo está em algum lugar da América do Sul, em um roteiro de mochilão que começou em março, no Equador.

7 Comentários

  1. A subida do Loki é maldita mesmo… imagina pra quem desceu rolando? kkkkk

  2. Oi Gustavo, tudo bem?

    Estou planejando uma viagem para Cusco e meu roteiro inclui Machu Picchu. Gostei muito do hostel Pariwana e pretendo ficar lá, porém fiquei com uma dúvida se o Hostel permite que deixamos nossas malas em algum lugar seguro durante nossa ida a Machu Picchu. Você saberia me informar?

    Além disso, você ficou nesse hostel? Indica?

    Obrigada!!

    • oi Tatiana,

      Sim, o Pariwana guarda as malas gratuitamente.

      Fiquei no hostel quase um mês! É o melhor hostel que fiquei em 6 meses viajando pela América do Sul: limpo, divertido, com um bar/restaurante bom. Gostei muito mesmo!

  3. Daniele Miranda Nogueira

    Oi Gustavo,

    Estarei indo p Cusco em agosto e estou com uma dúvida: Os 4 dias que estarei na trilha contam como diárias no hostel ? E no retorno de machhu pichu, faço outra reserva, é isso?

  4. OLá Gustavo, vamos em família eu meu esposo e minha filha de 7 anos, será que podemos ficar neste hostel?

Pergunta aí! Queremos saber

O seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*