Início / Vasto Mundo / França / Passeio por uma rua charmosa – Paris além do Óbvio
paris passeio a pe alem do obvio

Passeio por uma rua charmosa – Paris além do Óbvio

Começou o roteiro de passeios em Paris além do Óbvio. Aproveite as dicas para conhecer os cantinhos da capital francesa a pé e, no final da caminhada, tome uma cerveja sentado no chafariz da Place Contrescarpe.

foto: besopha

Caminhe pela história de Paris

Diego Braga Norte

Desça na estação de metrô Censier – Daubenton (linha 7) (ponto A no mapa de Paris).

Você está no 5o arrondissement, no lado esquerdo do Sena, chamado de Rive Gauche. Paris tem 20 arrondissements, que nada mais são do que 20 subdistritos administrativos.

Cada arrondissement possui sua própria subprefeitura, as maries. O 1o arrondisssement fica bem no centro da cidade e os demais vão se seguindo em sentido horário, formando um caracol.


View Larger Map

Enfim, voltando ao roteiro. Ande pela rua Monge e vire à esquerda na rua de l’Épée de Bois.

Após alguns metros, entre à direita na rua Mouffetard (ponto B no mapa de Paris) – a primeira atração do roteiro. Essa é uma das ruas mais antigas e charmosas de Paris.

Há relatos arqueológicos indicando que ela fica na rota que era usada pelos romanos para sair de Lutécia (nome romano da cidade, antes dela se chamar Paris) e ir em direção à capital do império, Roma.

Rue Mouffetard, uma das fotos mais famosas de Cartier Bresson

Rue Mouffetard, um dos registros mais famosos do fotógrafo Cartier Bresson

A rua, que serviu de cenário e batiza uma das fotos mais emblemáticas do fotógrafo Cartier-Bresson, é repleta de bares charmosos, restaurantes aconchegantes e lojinhas descoladas.

Nas manhãs de terça a domingo, a Mouffetard abriga uma feira muito interessante e agradável.

Durante a subida da rua, entre à esquerda para conhecer a rua Pot de Fer. É um calçadão com boas opções de restaurantes à la carte e variadas modalidades de plats du jours.

Continue subindo a Mouffetard em direção à Place Contrescarpe. No caminho, atente para a creperia Au P’tit Grec (número 66; ponto C no mapa de Paris), sempre com filas de parisienses pela qualidade e preços dos crepes.

Se gostar de cinema alternativo e de arte, dê uma olhada na programação do acanhado L’Epee de Bois (número 100).

E se for para tomar um copo (os franceses têm uma expressão semelhante, boir un verre, literalmente, beber um copo), conheça o Le Vieux Chêne (número 69) – um dos bares/tavernas mais antigos da região, que funciona desde 1700 e lá vai pedrinha (é sério, o boteco funciona no mesmo local desde meados do século XVIII.)

Ao chegar na Place Contrescarpe, você vai estar no coração do chamado Quartier Latin (quarteirão latino; ponto D no mapa de Paris), uma área que fica entre o 5o e o 6o arrondissement, nos arredores dos prédios da universidade Sorbonne – daí o nome, pois antigamente as aulas na universidade eram em latim.

A praça é minúscula, mas belíssima, uma pequena pérola em meio a um emaranhado de ruas.

Tome uns copos nos bares da redondeza ou faça como fazem muitos jovens locais, compre uma cerveja num dos mercadinhos árabes da rua Mouffetard e beba-a na praça, de preferência, sentado na mureta do chafariz.

About The Author

Diego Braga Norte é jornalista e nômade errante que, de quando em vez, acerta. Já morou na Alemanha, nos EUA, na França e em Assis. Autor de Iracema, mon amourParis além do óbvio, entre outras coisas.

4 Comentários

  1. Show de informações..

  2. Olá!
    Ótimos posts! Gostei muito.
    Existem sebos, em Paris? Conhece lugares onde eu possa encontrar Lps usados…como em sebos, aqui?
    :)

  3. Ótima matéria, a começar pelo título “Paris além do óbvio”.
    Uma cidade como Paris por si só já é encantadora, então andar por suas ruelas e descobrir as maravilhas que se espalham por lá acredito que seja o mais interessante de qualquer viagem.

    Parabéns!

Pergunta aí! Queremos saber

O seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*