Início / Viajei (relatos) / Cartão Postal / Um berço de civilizações: tesouros arqueológicos do Peru
que fazer no peru conhecer ruinas arqueologicas

Um berço de civilizações: tesouros arqueológicos do Peru

Por Gustavo Villas Boas

Machu Picchu, a cidade inca no alto da montanha que ficou praticamente intocada por quase 500 anos, é o tesouro arqueólógico pré-colombiano mais conhecido do Peru, provavelmente, das Américas. Mas, para quem gosta de arquelogia, o Peru tem outros lugares que valem a pena conhecer.

– Machu Picchu – Como chegar barato na cidade inca

Além da civilização inca, o Peru fui terra de outras civilizações que deixaram várias construções impressionantes e ruínas de cidades gigantes que ainda estão sendo descobertas: são cidades e heranças das civilizações Kuelap, Moche, Nasca e Chimu, entre outras grandes culturas que floresceram entre o oceano Pacífico, os Andes e a Amazônia.

Durante meu mochilão pelo Peru e pela América do Sul, conheci algumas das mais impressionantes ruínas do país, desde lugares no litoral norte do Peru até ruínas na Isla del Sol no lago Titicaca, já do lado boliviano da fronteira.

Para ver as linhas de Nasca, foi preciso pegar um avião. As Linhas de Nasca são os famosos desenhos feitos no deserto de mesmo nome no Peru, que podem ser melhor registrados do alto.

Outras são fáceis de chegar: Cusco, que foi a capital inca, guarda várias estruturas do auge dessa civilização que conquistou parte expressiva da América do Sul antes da chegada dos espanhóis.

Fora dos limites de Cusco, no Vale Sagrado dos Incas, há outras cidades e construções inca que podem ser conhecidas em um bate e volta de um dia a partir de Cusco.

– O que fazer em Cusco

Também fiquei sabendo de outros tesouros arqueológicos um pouco mais difíceis de chegar, mas que estão atraindo cada vez mais turistas, aventureiros e mochileiros, como a cidade de Kuelap, na Amazônia, e Choquechirao, também em meio à floresta.

Se você gosta de arqueologia, o Peru é um país que vale a pena conhecer. Veja uma lista de ruínas e tesouros arqueológicos do país além de Machu Picchu.

Chan Chan

que fazer no peru conhecer ruinas arqueologicas

 

Chan Chan foi a capital do império Chimu, uma civilização que rivalizou em poder com os incas e foi duramente conquistada.

Em torno da capital Chan Chan viveram centenas de milhares de pessoas.

Localizada em Huanchaco, uma praia no norte do Peru nos arredores de Trujillo, Chan Chan é um Patrimônio Mundial da Unesco.

Huaca de la Luna

que fazer peru conhecer ver ruinas arqueologia america do sul

O Templo da Lua da civilização moche foi uma das ruínas mais legais que conheci durante o mochilão pela América do Sul.

A pirâmide dos moche fica na periferia da capital mochica, uma cidade que viveu o auge há dois mil anos, e que está sendo desenterrada do deserto agora. Ou seja, você vê os arqueólogos trabalhando. Para se ter uma ideia, a Huaca de la Luna só foi desenterrada em 1998,há menos de 20 anos!

– Chan Chan e Huaca de La Luna: Mochilão no norte do Peru

Ollantaytambo

ollanta ollantaytambu perto cusco trem machu picchu foto ruinas arqueologicas peru

No Vale Sagrado dos Incas, Ollantataytambo fica a apenas 60 km de Cusco. Chamada de Ollanta, é a base para quem vai pegar o trem para Machu Picchu Pueblo (Águas Calientes).

As ruínas inca que uma vez serviram de forte para a resistência nativa contra os invasores espanhóis são uma das mais legais que conheci durante minha viagem de seis meses pela América do Sul.

Saqsaywaman

que fazer cusco ruinas civilizacao inca perto de cuzco foto

Nas montanhas que circundam Cusco, no alto, fica a maior fortaleza militar dos Incas, Saqsaywaman.

A estrutura foi muito danificada e destruída pelos espanhóis, mais ainda guarda imensas, gigantescas, espetaculares pedras polidas trabalhadas pelos incas.

Como Saqsaywaman era a principal estrutura militar que servia para proteger Cusco, o lugar ainda oferece uma visão panorâmica incrível da região de Cusco.

Linhas de Nasca

Olha o astronauta, ou gigante, no cantinho direito; por causa do cabeção, tem gente que jura que é ET

Olha o astronauta, ou gigante, no cantinho direito; por causa do cabeção, tem gente que jura que é ET

As Linhas de Nasca são as famosas figuras no deserto de Nasca, que supostamente só podem ser vistas voando e muita gente acredita que foram feitas por extraterrestres.

Claro que trata-se de uma lenda e, para quem vê as figuras ao vivo, uma lenda até meio boba.

Por outro lado, sobrevoar as Linhas de Nasca é uma forma de conhecer a herança de uma civilização que floresceu no deserto peruano.

Kuelap

kuelap ruinas civilziacao peru foto o melhor mes do ano blog viagens camila lisboa

Kuelap fica em Chacapoyas, no norte do Peru, cruzando os Andes em direção à Amazônia.

Por motivos que agora me parecem os mais estúpidos do mundo, apesar de ter ficado meses no Peru, não fui até Kuelap, mas estou morrendo de vontade (se você for, me chama).

Para muita gente, Kuelap, construída pela civilização Chachapoya, é a nova Machu Picchu, o novo destino queridinho dos aventureiros.

De qualquer forma, é um lugar muito legal que está na minha lista de lugares para conhecer no Peru.

A Camila, do blog de viagens O Melhor Mês do Ano já foi para Kuelap e conta como é.

Choquechirao

choquechirao foto ruina civilizacao inca

Outro lugar que pulei no meu mochilão pelo Peru foi Choquechirao. Mas eu deixer de visitar as ruínas dessa incrível cidade da civilização inca por um motivo mais ou menos nobre: não tinha dinheiro para ir e chegar por conta própria em Choquechirao não é fácil.

O lado bom de ter deixado de conhecer Choquechirao é que estou moralmente obrigado por mim mesmo a voltar para o Peru.

Choquechirao é uma das mais conservadas e maiores cidades inca já descobertas.

Gustavo

Gustavo está em algum lugar da América do Sul, em um roteiro de mochilão que começou em março, no Equador.

2 Comentários

  1. Gustavo! Estou planejando um mochilão de 5 meses pela américa do Sul ano que vem com início dia 21/jan em Buenos Aires. Estou com algumas duvidas referente à roteiro (mesmo nao querendo ir com um roteiro previamente definido) e gastos. Poderia me passar um contato para trocarmos algumas dicas?
    Valeu cara,

    Abraço

Pergunta aí! Queremos saber

O seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*