Início / Viajei (relatos) / Mapa Mundi / Turismo em Praga – dicas de passeios e roteiros por quem mora lá
Viajar para Praga - República Tcheca
Além de linda, Praga é uma cidade barata.

Turismo em Praga – dicas de passeios e roteiros por quem mora lá

Praga,capital da República Tcheca, é normalmente descrita por quem a visita como uma cidade mágica e de arquitetura antiga.

Outros vão além e a caracterizam como “linda para visitar mas não para morar”. Com o aval da experiência de quem vive na República Tcheca há 7 anos, acredito que posso dizer com certa propriedade que qualquer descrição seria injusta e insuficiente.

A arquitetura antiga, de uma beleza dourada e deslumbrante, fez meu queixo cair boquiaberto da primeira vez que sai da estação de trem.

Ruas estreitas de paralelepípedo contrastam com avenidas movimentadas, enquanto as muitas igrejas acrescentam ao cenário um toque romântico, como parte de uma produção épica.

Não importa a época do ano, centenas de turistas de diversas partes do mundo – com alemães, russos e italianos ganhando em quantidade – lotam as ruas razoavelmente limpas, o que me faz crer que visitar Praga está de moda.

A cidade deve ser explorada a pé, para que cada detalhe possa ser apreciado. Caminhe olhando para cima, pois os detalhes da arquitetura são encantadores.

Dicas de viagens e guia de turismo em Praga

Kafka, o símbolo de Praga

Mas o sistema Disney parece ter tomado conta do mundo, e Praga não ficou de fora. Para qualquer lugar que se olhe, é possível encontrar centenas de lojas de souvenir que vendem o mesmo tipo de reprodução barata: camisetas, chaveiros, canecas, bonés, ímãs de geladeira, canetas, gorros de inverno e o que mais a imaginação permitir no quesito tranqueiras. E como estamos no velho mundo, sai Mickey e entra o escritor Franz Kafka, que, nascido em praga, é símbolo da cidade.

Tchecos são normalmente pessoas reservadas, porém educadas em sua maioria, por isso não tenha medo de treinar seu tcheco com frases simples como Dobry den (bom dia, usado durante o dia inteiro), Prosím (por favor) e Díki (obrigado, em sua forma popular). Você também vai agradecer saber falar Jeden pivo, prosím (uma cerveja, por favor!).

Lindas mulheres, altas, magras, rostos cuidadosamente maquiados e quase sempre com mexas coloridas nos cabelos de cortes mais do que modernos destacam-se na multidão, dividindo espaço com dezenas de cambistas que juram de pés juntos terem a melhor taxa de câmbio da cidade.

Cuidado! A prometida “Taxa zero, sem comissão” quase sempre é uma farsa.Um bom lugar para trocar seu dinheiro, esteja ele em dólar ou euro, é a casa de câmbio Exchange, no centro velho. Apesar de estar localizada no centro, oferece as melhores taxas.

– Praga: uma cidade para comer bem e barato

Um passeio por Praga – Comece o dia bem

O Národní Muzeum fica na saída da estação Museum de Praga, na linha vermelha

O Národní Muzeum fica na saída da estação Museum de Praga, na linha vermelha

Se for a sua primeira vez visitando Praga, acorde cedo para explorar tudo o que a cidade tem a oferecer.

Aproveite o café da manhã do seu hotel, mas não se preocupe em “levar uma fruta para comer depois”, pois comer e beber em Praga é relativamente barato, e você sem dúvida precisa experimentar a culinária local – pesada, não muito apropriada para vegetarianos, mas extremamente apetitosa.

Comece o passeio descendo na estação Muzeum do metrô (linha vermelha). Na  saída, você poderá visitar o museu nacional (Národní Muzeum).

No momento (Maio/2013) o prédio principal do museu encontra-se em reforma, e as exposições estão disponíveis no novo prédio, ao lado, mas vale uma foto em frente ao prédio antigo e a bela vista da cidade.

O famoso relógio astronômico (Orloj), no topo da torre da antiga prefeitura de Praga

O famoso relógio astronômico (Orloj), no topo da torre da antiga prefeitura de Praga

Caminhe pela Václavské náměstí (Praça Venceslau, a praça principal da capital da República Tcheca) rumo ao centro velho (Staroměstská), e não deixe de visitar o famoso relógio astronômico (Orloj), no topo da torre da antiga prefeitura.

O relógio tem seus encantos e uma história curiosa: o artista responsável pela construção teve os olhos perfurados a mando do rei, para evitar que outro relógio similar fosse construído. Coisas do século XV.

Tudo muito bonito, mas mantenha sua bolsa próxima ao corpo, pois batedores de carteira são frequentes no local, sempre esperando um turista distraído com a apresentação do relógio, que acontece de hora em hora.

Cruze o rio Vltava pela famosa Ponte Carlos (Karluv Most), uma das tantas pontes que cruzam o rio, onde artistas locais brindam os passantes com seus fabulosos trabalhos e de onde se tem uma vista impagável da cidade.

Ao final da travessia, vale a pena enfrentar a subida para visitar o Castelo de Praga (Pražský Hrad), onde a cada hora cheia acontece a troca de guarda.

Onde ficar em Praga: dicas de hotéis

Encontre a comida típica tcheca. E por um preço justo!

Nas redondezas do lindo Castelo de Praga, você vai encontrar dezenas de restaurantes aconchegantes e convidativos, de portas pequenas, escondidos em ruas pequenas, porém os preços próximo ao Castelo de Praga podem ser abusivos.

Quer comer uma autêntica comida tcheca, regada a uma boa caneca de cerveja (ou duas, ou três!), em um restaurante frequentado não somente por turistas, mas também por pessoas locais, pagando um preço justo?

Vá almoçar no pub U Provaznice, um dos mais antigos pubs de Praga, localizado em uma travessa escondida atrás da estação Mustek e da loja New Yorker, ao final da Václavské náměstí.

Nele você vai poder saborear um autêntico Hovězí guláš ou o famoso Svicková na smetaně. Escolha entre as cervejas Pilsner Urquell (a preferida entre os tchecos, de sabor mais amargo), Gambrinus (mais barata e popular) ou Kozel (também com opção escura – minha favorita!). As refeições são muito bem servidas e vem em pratos individuais. Espere gastar uma média de Kc220 por pessoa (cerca de R$22!), incluindo comida e bebida. Altas gorjetas não são costumes, e não existe o famoso 10% incluso nas contas, mas gorjetas são esperadas e altamente apreciadas. A dica é arredondar a conta.

Cesky Krumlov: cidade medieval perto de Praga

Turismo em Praga, um centro cultural

Praga é uma cidade que transpira cultura, e oferece ao visitante uma vasta diversidade em concertos de música clássica e peças de teatro, encenadas em teatros de luxo ou no interior de antigas igrejas, com concertos iniciando a partir das 11h, e galerias de arte com exposições magníficas de artistas renomados a preços relativamente acessíveis. Por mais que você olhe, seus olhos nunca irão se cansar do que estão vendo.

Termine a noite assistindo a uma ópera no Teatro Nacional (Narodní Divadlo), onde os preços são extremamente acessíveis e você vai ter uma experiência única.

Enquanto espera o espetáculo, tome um café no renomado Café Slavia, localizado bem em frente ao teatro, antigamente frequentado por ícones da cultura mundial como Kafka, Goethe e Havel, e prefira sentar próximo a janela para apreciar a sensacional vista do rio e do Castelo iluminado – isso se você der a sorte de encontrar um lugar vago!

Dicas de restaurantes vegetarianos em Praga

Endereços e dicas de Praga

  • Exchange casa de câmbio: Kaprova, 14/13, Praga 1 (metro Staroměstská)
  • Restaurante U Provaznice: Provaznická, 3, Praga 1 (metro Mustek)
  • Café Slavia: Smetanovo nábřeží 1012/2, Praga 1 (Bondes 6, 9 e 22)

Chegando em Praga: se você não estiver com muitas malas, ao invés de pegar um táxi prefira utilizar o transporte público para chegar ao hotel, que em Praga é eficiente e barato.

Saindo do aeroporto, você vai encontrar o ponto de ônibus, com opções para duas estacoes de metro, Zlícin (linha amarela) e Dejvická (linha verde). Vai depender de onde for o seu hotel, mas a melhor opção é pegar o ônibus 119, com sentido a Dejvická, que leva cerca de 30 minutos até a estação de metrô. O mesmo ticket que você usou para o ônibus vale para o metrô.

Tickets de metrô: compre-os nas cabines automáticas dentro das estações do metrô, o não esqueça de validá-los na catraca, pois fiscais do metrô passam com frequência checando os tickets e você não vai querer ter que pagar uma multa (na hora) de cerca de Kc700 (ou R$70!). Os tickets custam Kc32 e tem validade de 75 minutos, mesmo que você saia da estação do metrô.

About The Author

Sani Hadek já morou em 4 países e ama viajar desde criança. Em 2004 deixou tudo para trás e aventurou-se no mundo atrás de respostas para suas tantas perguntas. Desde então, roda o mundo com sua mochila suja e não desgruda da câmera fotográfica. Escreve sobre suas aventuras no Muita Viagem e sobre vida saudável em Raw4Happiness.

Pergunta aí! Queremos saber

O seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*