Início / Vasto Mundo / Argentina / O que fazer em Rosário?
Aeroporto de Rosário, na Argentina. | Foto: MV
Aeroporto de Rosário, na Argentina. | Foto: MV

O que fazer em Rosário?

Descubra Rosário, na Argentina: A terra de Lionel Messi, Che Guevara e as mulheres mais bonitas da Argentina

Já estive em três cidades na Argentina – Buenos Aires, Córdoba e Rosário, e confesso que esta última tornou-se a minha preferida, não apenas pelos ótimos restaurantes e bares, mas pelo clima de cidade universitária, que mescla elementos de uma cidade do interior, porém agitada e moderna.

Rosário fica localizada na província de Santa Fé, compondo com Córdoba (400 km) e Buenos Aires (300 km), o trio de maiores cidades portenhas. Até mesmo por sua localização, Rosário torna-se ponto de passagem obrigatório para quem segue da capital até a região das vinícolas de Mendonza.

Há muitos estudantes brasileiros que vivem em Rosário justamente pela quantidade de faculdades na cidade. É uma alternativa mais barata para quem pretende cursar Medicina. Falarei mais sobre este tema no final do post.

Para quem viaja à Rosário com intuito de fazer turismo, elaboramos roteiro de um dia com os principais pontos de interesse para conhecer na cidade.

Roteiro a pé – O que fazer em Rosário?

Iniciei o roteiro saindo do Hotel Holiday Inn Express, onde fiquei hospedado. Segui a rota acima, porém é possível alterar a ordem dos pontos por conta da facilidade de se caminhar na cidade. As ruas têm uma certa lógica, são quadriculadas, paralelas e com numeração ordenada.

É fácil caminhar pelas ruas do centro, com exceção do monte de cocô de cachorro que se vê pelas calçadas. Realmente um ponto bem negativo para quem caminha a pé pela cidade.

Centro Cívico – o berço da bandeira argentina

plaza-25-mayo-rosario

Local onde a Argentina declarou a Independência. | Foto: MV

O passeio começa no Centro Cívico, na Plaza 25 de Mayo, lugar importante na história dos hermanos por ter sido o local inicial do assentamento do exército que lutou na Revolução de 25 de Maio de 1810, quando a Argentina iniciou o seu processo de independência do Reino da Espanha.

A praça é pequena. Destaque apenas para a Coluna da Liberdade no centro dela. Além disso, em seu entorno há o Palácio dos Leões (prédio da prefeitura) de um lado, e do outro, a Catedral N. Senhora do Rosário. Entretanto, a grande atração é o Parque Nacional da Bandeira à frente.

Parque Nacional da Bandeira

Lugar preferido de muitos argentinos e turistas, o Monumento da Bandeira fica a poucos metros da praça. Foi lá o lugar onde pela primeira vez ergue-se a bandeira argentina como nação livre, em 1812.

monumento-bandeira-rosario

O cartão-postal estampa as notas de Dez Pesos. | Foto: MV

fogo-eterno-rosario

Fogo eterno.

O lugar é muito visitado por viajantes e locais. Os argentinos são bastante patriotas e muitos consideram o monumento um dos mais importantes do país.

Algo que chama a atenção entre as colunas é a chama do fogo eterno, que fica sob uma urna com as cinzas do mártir San Martin, um dos libertadores da América, morto no exílio, em 17 de agosto de 1850.

Ainda vale a pena subir na Torre Central do monumento para ter uma visão panorâmica de 360.º de Rosário. Perfeito para tirar fotos!

É possível subir a pé, mas são centenas de degraus e não vale o esforço. Pague 8 pesos para subir até o topo de elevador, e ainda assim escalar 48 degraus antes de entrar no ascensor.

– Viaje para lá: O melhor de Buenos Aires

torre-central-rosario

A torre foi projetada para que a sombra, refletida nas águas do Rio Paraná, desse a ideia da proa de um navio. | Foto: MV

dicas-rosario-2015

Vista do monumento do alto da Torre Central. | Foto: MV

Uma possibilidade no roteiro da viagem é deixar a visita à torre para o final da tarde para ver o sol se por.

Outra sugestão é ir até a Estação Fluvial, que fica ali do lado do Parque das Bandeiras para fazer um passeio de barco. É possível atravessar o rio para almoçar ou passar o dia em uma das ilhas. Uma empresa que realiza o passeio é a Island Explorer.

— Passagens aéreas baratas para Buenos Aires

Observatório e Planetário de Rosário

planetario-rosario

O Observatório faz parte da Faculdade Livre de Rosário. | Foto: Divulgação

Por falta de tempo, a opção que escolhi foi seguir do Monumento das Bandeiras, caminhando pela Avenida Belgrano, na orla do Rio Paraná, até passar pelo Observatório e Planetário Municipal e seguir até a Fuente de las Utopias.

Parque da Independência

parque-independecia-rosario

Siga a rota pela Av. Pellegrini até chegar ao Parque da Independência, principal área verde da cidade. Reserve meia hora para um passeio de pedalinho ou explore o parque, que abriga museus, jardins, hipódromo e área para crianças.

À noite é possível presenciar o espetáculo das Águas Dançantes, dizem que é bem bacana, mas não pude conferir. Além disso, é ali ao lado do parque que fica o estádio de um dos clubes de futebol da cidade, o Newell’s Old Boys.

2 times da cidade são o Rosário Central e Newell’s Old Boys, este último me faz lembrar da final da Libertadores de 92. O São Paulo ganhou de 1×0 com gol do Raí e levou a decisão para os pênaltis. Zetti se consagrou e deu o 1.º título da Libertadores ao Tricolor.

— Roteiro: Caminito e La Boca – estádio La Bombonera, Buenos Aires

Boulevard Oroño – a rua dos bares e baladas

O roteiro pode seguir pelo Boulevard Oroño. Esta bela rua é uma grande passarela ornada de muitas araucárias em seu canteiro central. A região fica bem agitada à noite, com muitos bares e restaurantes, dentre os quais destaco o Beatmemo, Johnny B. Good, O’Connell’s Irish Pub e Rock & Feller´s.

Onde comer em Rosário?

Johnny B. Good

Na própria Boulevard Oroño você irá ver diversos lugares para comer, mas a dica é jantar e já ficar para a balada em uma dos pubs da região.

Dos bares para sair à noite em Rosário, minha dica é ir no Johnny. No entanto, para entrar sem ficar na fila de espera por muito tempo é bom chegar antes das 20h, especialmente de quinta, sexta e sábado.

comer-rosario-argentina

O amendoim que vem com a cerveja é grátis. Meu prato saiu por 115 pesos e um sanduíche 85.

Tem dias da semana com happy hour das 18h às 21 com chopp Quilmes em dose dupla. O preço da caneca de 500 ml foi 39 pesos. A jarra com quase 2 litros saia por 118. A garrafa da deliciosa cerveja Patagônia custava 76 pesos. Há também opções de pratos e lanches por preços caros pero no mucho.

El Viejo Balcón

el-viejo-balcon-comer-rosario

Dica de lugar para almoçar ou jantar em Rosário, Argentina.

Uma sugestão de restaurante para comer bem e barato na hora do almoço é El Viejo Balcon, localizado na Rua Itália com a Wheelright. Para chegar lá continue caminhando pelo Boulevard Oroño e virar na Rua Montevidéu.

Já fui duas vezes lá e recomendo! O entrecot bovino acompanhado de purê ou fritas sai por 115 pesos. A parrilla completa para duas pessoas sai por 265.

Puerto España

Se ainda tiver pique, siga até o Museu de Arte Contemporânea (torres coloridas) e termine o dia no Puerto España, às margens do Rio Paraná. É um antigo porto marítimo revitalizado, e ao lado, o Parque de Las Colectividades.

– Dicas sobre Rosário no TripAdvisor

Balneários em Rosário, as praias de rio…

praia-rio-florida-rosario

O balneário La Florida, famosa praia de rio em Rosário. | Foto: Max

Ainda é possível aproveitar as praias de água doce ao longo do Rio Paraná. Eu não cheguei a conhecer as praias de Rosário, mas há algumas opções.

O balneário mais famoso é la Playa Florida, uma praia particular, que nada mais é do que se pagar uma pequena taxa para ter acesso.

É bem diferente das praias que estamos acostumados a ver no Nordeste do Brasil, litoral norte de SP ou Rio de Janeiro, mas têm a sua graça, mesmo porque o povo lá é bem animado e há bares para curtir o fim de tarde nos dias quentes.

Compras em Rosário

Fazer compras em Rosário é bem mais barato do que em Buenos Aires pelo simples fato de ser uma cidade bem menos turística.

Por isso, se pretende fazer compras caminhe pela Av, Córdoba que certamente encontrará roupas, sapatos e acessórios com bons preços. Além disso, você ainda poderá comprar vinhos e alfajores, que são baratos em qualquer canto do país.

Estudar em Rosário: intercâmbio na Argentina

Como disse no começo deste post, Rosário é uma cidade universitária, que até me lembrou um pouco o meu tempo de Unesp, em Bauru, no interior de São Paulo. Mas, enfim, fato é que a cidade tem grande prestígio no que se refere ao campo da pesquisa e muita gente vai pra lá para estudar.

Além de muita gente que vai fazer curso de intercâmbio, muitos jovens buscam realizar o curso superior na cidade, que conta com faculdades e universidades com cursos gratuitos, como por exemplo a Universidade Nacional de Rosário (UNR) e a Universidade Tecnológica Nacional (UTN).

Os processos de seleção começam em Dezembro e o ano letivo começa em Março. Para fazer uma faculdade de Medicina na UNR, por exemplo, é preciso participar de vários encontros, conhecidos como Módulo de Inclusão Universitária.

Além das universidades nacionais, a cidade ainda conta com instituições de ensino pagas, como o Instituto Universitário Italiano de Rosário (IUNIR), a Universidade Aberta Interamericana, Universidade Austral (UA), Universidade Católica Argentina (UCA) e a Universidade do Centro Educativo Latinoamericano (Ucel).

Custo de Vida em Rosário

O custo de vida em Rosário, assim como vários destinos na Argentina é mais barato do que em muitas cidades brasileiras, especialmente para quem está acostumado com os custos de vida em São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte. Confira neste link algumas ideias de quanto é o custo de vida em Rosário (aluguel, alimentação, transporte, saúde e lazer).

— Veja neste link mais informações sobre estudar na Argentina.

Curiosidades sobre Rosário

Além de muitas universidades, especialmente na área de medicina, Rosário também é a terra natal de muitos jogadores do futebol argentino.

Dentre os craques que nasceram na cidade estão Di María, Garay, Maxi Rodriguez e o melhor do mundo – Messi. Além disso, é tida como a cidade com as chicas más bellas do país. Sim! Há muitos mulheres muito lindas por lá!

Outro famoso nascido é Rosário foi o revolucionário Che Guevara, porém ele apenas nasceu na cidade e bem pequeno, com apenas 5 anos, sua família mudou-se para Córdoba, onde viveu a juventude até mudar-se para fazer a faculdade de medicina em Bogotá, na Colômbia.

Como a maior parte da vida, Che Guevara viveu em Córdoba, é lá que há o Museu Casa Ernesto Che Guevara, como relata o blog RoteirosdaLu. Conheça mais sobre a vida do revolucionário argentino aqui.

Danilo

Dan já foi Comissário de Voo e Relações Públicas. Hoje é um viajante. Já viveu no Canadá, fez road trip pela Califórnia e mochilão na Europa. Conhece 20 países e todas as capitais do Brasil. Quer conhecer 50 antes dos 50.

13 Comentários

  1. Matheus Trivilato

    Parabéns pelo post.. Confesso que me surpreendi com essa cidade. Até animei de fazer um intercâmbio curto para aprimorar meu espanhol. Belo trabalho!

  2. Olá!
    Vou a Rosario para um congresso em Setembro. Chegarei em Buenos Aires e pretendo ir até Rosario de ônibus. Você sabe me dizer se é recomendável comprar a passagem de ônibus com antecedência ou é fácil conseguir em Buenos Aires?
    Obrigada!

  3. Olá… Você não falou sobre os Casinos… Como são ??

  4. João Paulo castelli Haeser

    Entrei no site pela primeira vez à procura de informações sobre Rosario provincia de Santa Fe Argentina e já de cara informações erradas e palavras mal traduzidas.Vejamos então o general San Martin morreu em 1850 no exílio na França e não em 1813 na batalha de San Lorenzo e “entrecot” e um corte de carne e não “entrecorte” que não consigo saber porque assim o traduziram.Em todo o caso vejam que vocês devem ter muita responsabilidade para divulgar informações às pessoas que acessam site. E não me respondam que a informação foi dada por argentinos lá em Rosario.

  5. ola vc indica alguma empresa de turismo??

Pergunta aí! Queremos saber

O seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*