Início / Vasto Mundo / Argentina / Um passeio a pé (e barato) por Buenos Aires

Um passeio a pé (e barato) por Buenos Aires

Buenos Aires é uma cidade perfeita para andar a pé. Muito plana e com quadras simétricas (cada uma forma um quadrado de 100 metros por 100 metros), caminhar pela capital argentina não cansa e é difícil se perder no tabuleiro de xadrez quase perfeito que é o mapa de Buenos Aires.

Em uma manhã ou uma tarde na região central de Buenos Aires, é possível fazer nosso roteiro de passeio a pé e conhecer muitas das atrações históricas, culturais e turísticas da cidade –e ainda parar para tomar café no Cafe Tortoni, o mais antigo dos cafes notables da capital argentina.

– Encontre os melhores hotéis em Buenos Aires

O melhor: o nosso roteiro a pé passa nas principais atrações turistícas de Buenos Aires, você aproveita tudo e continua sendo uma viagem barata.

Aqui sugerimos um passeio bem tranquilo, que pode ser feito sem pressa e esforço em 3 horas. O mapa do roteiro em Buenos Aires vai abaixo.

Comece o passeio na Plaza del Congreso. Em frente, da praça fica o Palacio del Congreso de la Nación Argentina, a sede do Congresso do país.

Congresso argentino, onde começa nosso roteiro a pé por Buenos Aires

Congresso argentino, onde começa nosso roteiro a pé por Buenos Aires

O Palácio do Congresso (Hipólito Yrigoyen, 1835; ponto A no mapa de Buenos Aires do nosso roteiro a pé) é onde se reúnem os 72 senadores e 257 deputados argentinos.

Inaugurado em 1946, o prédio com influência arquitetônica greco-romana é uma impressionante obra de engenharia com uma cúpula a 80 metros de altura.

Vale a pena espiar o prédio de perto e ver os detalhes entalhados nas paredes e colunas. A praça do Congresso é agradável e dá para ficar bastante tempo por ali tirando fotos e até sentado esperando alguém.

Siga pela Avenida Mayo


Logo no início da caminhada pela avenida, no número 1370 (ponto B no mapa de Buenos Aires para uma viagem barata pela capital argentina), preste atenção no Palácio Barolo. O prédio foi inspirado na Divina Comédia de Dante.

De forma geral, o prédio, como a obra, é dividido em três partes: inferno, purgatório e paraíso. Seus 100 metros de altura correspondem aos 100 cantos do livro do escritor italiano. O prédio tem 22 andares, como as estrofes de A Divina Comédia.

Esses e outros detalhes podem ser conhecidos em uma visita à atração de Buenos Aires, que oferece uma vista panorâmica em 360 graus incrível da capital argentina.

Entre o Palácio Barollo e a avenida 9 de Julio, ainda na Avenida de Mayo, fica um dos nossos cafes notables preferidos de Buenos Aires, o Los 36 Billares (Avenida de Mayo, 1265, ponto C no mapa do roteiro a pé em Buenos Aires).

O Los 36 Billares é ótimo para comer bem e barato em Buenos Aires em um lugar charmoso

O Los 36 Billares é ótimo para comer bem e barato em Buenos Aires em um lugar charmoso

O Los 36 Billiares um ótimo lugar para comer bem e barato na capital argentina, com garçons atenciosos e uma decoração bem tradicional. Em junho, gastamos cerca de R$ 40 reais em uma refeição completa, com bebida e café.

Se for apenas para tomar um café, espere alguns metros: vale a pena sentar no Café Tortoni, o mais antigo cafe notable de Buenos Aires.

Caminhe e pare para observar a Avenida 9 de Julio

A via é saudada, pelos argentinos, como a mais larga do mundo, mas hoje esse título não é mais dela. Não adianta discutir com os portenhos, que se orgulham da marca. É como dizer a um paulistano que a cidade não é a pior do mundo ou a um carioca que seu bairro não é o melhor do mundo. Coisas de orgulho da terra.

 

Após cruzar a 9 de Julio (ponto D no mapa do roteiro a pé por Buenos Aires), ainda na Avenida de Mayo, fica um dos ícones de Buenos Aires, o Gran Cafe Tortoni (Avenida de Mayo, 825, ponto E no mapa do roteiro a pé em Buenos Aires).

Para os portenhos, a 9 deJulio é a avenida mais larga do mundo - foto: jmpznz

Para os portenhos, a 9 deJulio é a avenida mais larga do mundo – foto: jmpznz

Vale a pena  visitar o Tortoni. O preço do café é razoável, nada além do que se paga em outros bons cafés das cidade.

Não se intimide: você pode tomar apenas um café e tranquilamente usar a internet sem fio, planejar o roteiro noturno em Buenos Aires ou tirar foto pelo local que tem grande parte da sua decoração original.

Continue pela Avenida de Mayo e você vai passar pela Calle Florida (ponto F do nosso mapa para uma viagem barata por Buenos Aires).

A Florida já foi a rua mais badalada da capital portenha, mas hoje não tem grandes atrações turísticas. É um bom lugar para compras de grifes e marcas internacionais e para fazer câmbio. Mas nunca faça câmbio ilegalmente na rua (muitas pessoas vão te abordar), tampouco aceite conhecer as “casas de shows” que meninas bonitas e sapecas insistem para levar. A chance de tomar um golpe é bastante real.

Você já está pertinho do final desse passeio

O roteiro a pé continua para um lugar que, como nenhum outro, resume a história argentina: a Plaza de Mayo (ponto G no mapa do roteiro a pé de uma viagem barata em Buenos Aires)

A Casa Rosada (foto no alto), sede da presidência da Argentina, é a atração mais conhecida da praça, mas o lugar é rodeado de prédios de importância histórica, arquitetônica e da política atual. Prepare a câmera fotográfica: ali você vai encontrar o Banco de la Nación Argentina, o Cabildo de Buenos Aires, o prédio da Prefeitura de Buenos Aires e o da Catedral Metropolitana de Buenos Aires.

A Defensa é uma rua imperdível em San Telmo

A Defensa é uma rua imperdível em San Telmo

Se ainda tiver fôlego para continuar a viagem barata por Buenos Aires, vá para o bairro de San Telmo pela Defensa. No caminho, você verá vários antiquários, lojinhas de artesanatos, restaurantes bacanas e lugares para comprar roupas de grifes argentinas próprias.

A Plaza Dorrego, em San Telmo, o mais charmoso bairro de Buenos Aires, (ponto H no mapa do roteiro a pé em Buenos Aires) é um ótimo lugar para tomar uma cerveja depois da caminhada.

– Encontre os melhores hotéis, pousadas e hostels em Buenos Aires

Gustavo

Gustavo está em algum lugar da América do Sul, em um roteiro de mochilão que começou em março, no Equador.

Um comentário

  1. Nos passeios por Buenos Aires, city tours, em restaurantes e cafés pago com pesos ou reais? Os cartões são aceitos??

Comente! Queremos saber o que pensa.

O e-mail não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*