Início / Vasto Mundo / Argentina / Um passeio a pé (e barato) por Buenos Aires
viagens baratas buenos aires

Um passeio a pé (e barato) por Buenos Aires

Buenos Aires é uma cidade perfeita para andar a pé. Muito plana e com quadras simétricas (cada uma forma um quadrado de 100 metros por 100 metros), caminhar pela capital argentina não cansa e é difícil se perder no tabuleiro de xadrez quase perfeito que é o mapa de Buenos Aires.

Em uma manhã ou uma tarde na região central de Buenos Aires, é possível fazer nosso roteiro de passeio a pé e conhecer muitas das atrações históricas, culturais e turísticas da cidade –e ainda parar para tomar café no Cafe Tortoni, o mais antigo dos cafes notables da capital argentina.

– Encontre os melhores hotéis em Buenos Aires

O melhor: o nosso roteiro a pé passa nas principais atrações turistícas de Buenos Aires, você aproveita tudo e continua sendo uma viagem barata.

Aqui sugerimos um passeio bem tranquilo, que pode ser feito sem pressa e esforço em 3 horas. O mapa do roteiro em Buenos Aires vai abaixo.

Comece o passeio na Plaza del Congreso. Em frente, da praça fica o Palacio del Congreso de la Nación Argentina, a sede do Congresso do país.

Congresso argentino, onde começa nosso roteiro a pé por Buenos Aires

Congresso argentino, onde começa nosso roteiro a pé por Buenos Aires

O Palácio do Congresso (Hipólito Yrigoyen, 1835; ponto A no mapa de Buenos Aires do nosso roteiro a pé) é onde se reúnem os 72 senadores e 257 deputados argentinos.

Inaugurado em 1946, o prédio com influência arquitetônica greco-romana é uma impressionante obra de engenharia com uma cúpula a 80 metros de altura.

Vale a pena espiar o prédio de perto e ver os detalhes entalhados nas paredes e colunas. A praça do Congresso é agradável e dá para ficar bastante tempo por ali tirando fotos e até sentado esperando alguém.

Siga pela Avenida Mayo


Logo no início da caminhada pela avenida, no número 1370 (ponto B no mapa de Buenos Aires para uma viagem barata pela capital argentina), preste atenção no Palácio Barolo. O prédio foi inspirado na Divina Comédia de Dante.

De forma geral, o prédio, como a obra, é dividido em três partes: inferno, purgatório e paraíso. Seus 100 metros de altura correspondem aos 100 cantos do livro do escritor italiano. O prédio tem 22 andares, como as estrofes de A Divina Comédia.

Esses e outros detalhes podem ser conhecidos em uma visita à atração de Buenos Aires, que oferece uma vista panorâmica em 360 graus incrível da capital argentina.

Entre o Palácio Barollo e a avenida 9 de Julio, ainda na Avenida de Mayo, fica um dos nossos cafes notables preferidos de Buenos Aires, o Los 36 Billares (Avenida de Mayo, 1265, ponto C no mapa do roteiro a pé em Buenos Aires).

O Los 36 Billares é ótimo para comer bem e barato em Buenos Aires em um lugar charmoso

O Los 36 Billares é ótimo para comer bem e barato em Buenos Aires em um lugar charmoso

O Los 36 Billiares um ótimo lugar para comer bem e barato na capital argentina, com garçons atenciosos e uma decoração bem tradicional. Em junho, gastamos cerca de R$ 40 reais em uma refeição completa, com bebida e café.

Se for apenas para tomar um café, espere alguns metros: vale a pena sentar no Café Tortoni, o mais antigo cafe notable de Buenos Aires.

Caminhe e pare para observar a Avenida 9 de Julio

A via é saudada, pelos argentinos, como a mais larga do mundo, mas hoje esse título não é mais dela. Não adianta discutir com os portenhos, que se orgulham da marca. É como dizer a um paulistano que a cidade não é a pior do mundo ou a um carioca que seu bairro não é o melhor do mundo. Coisas de orgulho da terra.

Após cruzar a 9 de Julio (ponto D no mapa do roteiro a pé por Buenos Aires), ainda na Avenida de Mayo, fica um dos ícones de Buenos Aires, o Gran Cafe Tortoni (Avenida de Mayo, 825, ponto E no mapa do roteiro a pé em Buenos Aires).

Para os portenhos, a 9 deJulio é a avenida mais larga do mundo - foto: jmpznz

Para os portenhos, a 9 deJulio é a avenida mais larga do mundo – foto: jmpznz

Vale a pena  visitar o Tortoni. O preço do café é razoável, nada além do que se paga em outros bons cafés das cidade.

Não se intimide: você pode tomar apenas um café e tranquilamente usar a internet sem fio, planejar o roteiro noturno em Buenos Aires ou tirar foto pelo local que tem grande parte da sua decoração original.

Continue pela Avenida de Mayo e você vai passar pela Calle Florida (ponto F do nosso mapa para uma viagem barata por Buenos Aires).

A Florida já foi a rua mais badalada da capital portenha, mas hoje não tem grandes atrações turísticas. É um bom lugar para compras de grifes e marcas internacionais e para fazer câmbio. Mas nunca faça câmbio ilegalmente na rua (muitas pessoas vão te abordar), tampouco aceite conhecer as “casas de shows” que meninas bonitas e sapecas insistem para levar. A chance de tomar um golpe é bastante real.

Você já está pertinho do final desse passeio

O roteiro a pé continua para um lugar que, como nenhum outro, resume a história argentina: a Plaza de Mayo (ponto G no mapa do roteiro a pé de uma viagem barata em Buenos Aires)

A Casa Rosada (foto no alto), sede da presidência da Argentina, é a atração mais conhecida da praça, mas o lugar é rodeado de prédios de importância histórica, arquitetônica e da política atual. Prepare a câmera fotográfica: ali você vai encontrar o Banco de la Nación Argentina, o Cabildo de Buenos Aires, o prédio da Prefeitura de Buenos Aires e o da Catedral Metropolitana de Buenos Aires.

A Defensa é uma rua imperdível em San Telmo

A Defensa é uma rua imperdível em San Telmo

Se ainda tiver fôlego para continuar a viagem barata por Buenos Aires, vá para o bairro de San Telmo pela Defensa. No caminho, você verá vários antiquários, lojinhas de artesanatos, restaurantes bacanas e lugares para comprar roupas de grifes argentinas próprias.

A Plaza Dorrego, em San Telmo, o mais charmoso bairro de Buenos Aires, (ponto H no mapa do roteiro a pé em Buenos Aires) é um ótimo lugar para tomar uma cerveja depois da caminhada.

– Encontre os melhores hotéis, pousadas e hostels em Buenos Aires

Gustavo

Gustavo está em algum lugar da América do Sul, em um roteiro de mochilão que começou em março, no Equador.

1 Comentário

  1. Nos passeios por Buenos Aires, city tours, em restaurantes e cafés pago com pesos ou reais? Os cartões são aceitos??

Pergunta aí! Queremos saber

O seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*