Início / Souvenir / Listas de viagens / Roteiro de patrimônios históricos para visitar no litoral paulista, além das praias
Roteiro de carro pela Rio-Santos ajuda entender nossa história
Roteiro de carro pela Rio-Santos ajuda entender nossa história

Roteiro de patrimônios históricos para visitar no litoral paulista, além das praias

Secretaria de Cultura do Estado de SP – Está no litoral paulista e quer fazer um passeio diferente pela rodovia Rio-Santos?

A seguir, lista de patrimônios históricos tombados pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado de SP em Santos, Cananeia, Iguape, Itanhaém, São Sebastião, Ilhabela e Ubatuba.

São centros históricos, museus, igrejas e teatros que farão você mergulhar na história do litoral paulista e aprender mais viajando pela Rio-Santos.

Dicas de viagens em São Paulo

Roteiro de viagem em Santos

Bolsa Oficial do Café

Bolsa do Café, Santos-SP

Bolsa do Café, Santos-SP

A Bolsa do Café foi criada para atender ao grande movimento comercial do café na cidade de Santos, em função da expansão ferroviária e do escoamento do produto para o exterior através do seu porto.


Até 1929, as atividades da instituição foram intensas, mas, acompanhando a crise mundial, a Bolsa entrou em declínio, culminando com o seu fechamento em 1937.

Projetado pela Companhia Construtora de Santos, sob a direção do engenheiro Roberto Simonsen, o edifício, em estilo eclético, foi concluído em 1922. Na construção, empregou-se mármore de Carrara no piso, vitrais coloridos e painéis pintados por Benedito Calixto. Desde 1998, abriga o Museu do Café.

Passeios de trem em SP

Igreja e Mosteiro de São Bento

Dotado da imagem mais antiga do Brasil com autor conhecido, a de Nossa Senhora da Conceição, de Antonio Gonçalves, a Igreja e Mosteiro de São Bento abriga o Museu de Arte Sacra de Santos. O local possui mais de 400 peças em exposição, em um acervo organizado em seis espaços temáticos.

A Sala Principal conta com a imagem mais antiga (1540), de Santa Catarina de Alexandria, onde também se destacam as imagens de Santana Mestra, avó de Nª Sra. e padroeira dos professores; Nª Sra. das Dores, com cabelo humano; Sta. Escolástica, que era irmã de São Bento e fundou a primeira irmandade religiosa feminina, e São Bento, com o Livro de Regra, que contém as normas da Ordem Beneditina.

Teatro Coliseu

O Teatro Coliseu foi inaugurado em 1924, para um público de 2.300 pessoas. A decoração destaca, no salão nobre, a arte do italiano Adolfo Fonzari, iluminada por 39 lustres.

Em forma de ferradura, a plateia permite a observação de todos os detalhes das cenas e o fosso da orquestra comporta 100 profissionais. O edifício já foi usado para atividades políticas e o teatro, restaurado, voltou a funcionar em 2006.

Cadeia Velha

A Cadeia Velha, ou Casa de Câmara e Cadeia abrigava, em 1865, tropas da região que retornavam da Guerra do Paraguai. Mais tarde, o prédio de pedra e cal, construído em estilo colonial, sediou o Fórum, a Prefeitura e o Conselho Municipal de Recursos.

Em 15 de novembro de 1894, a Câmara Municipal promulgou a primeira e única Constituição Municipal, ocupando as instalações da Cadeia Velha.

Na década de 50, a cadeia foi desativada. Hoje, o imóvel é sede da Delegacia Regional de Cultura e de oficinas e cursos de teatro, cinema, artes plásticas e dança, entre outros.

Casa com Frontaria Azulejada

A Casa da Frontaria Azulejada foi construída em 1865 para residência e armazém do comendador português Manoel Joaquim Ferreira Netto.

O prédio possui dois pavimentos e ficou conhecido por sua fachada de influência neoclássica, formada por azulejos em alto-relevo importados de Portugal.

Concebida em forma de ‘U’, a construção tinha a abertura voltada para o porto. Com o passar dos anos, o sobrado passou a ser utilizado como escritório, hotel, armazém de cargas e, por fim, como depósito de adubos químicos. Atualmente, abriga o Arquivo Público Municipal da Prefeitura.

Passeio em Cananéia

Centro Histórico

O município de Cananéia fica entre os portos de Paranaguá e de Iguape e foi de grande importância nos primeiros tempos da colonização, com a instalação de estaleiros para prover transporte às tropas que se dirigiam ao sul. Do núcleo inicial da cidade, ainda estão conservados o traçado das ruas e os becos.

O centro possui casas modestas com fachadas de pedra entaipada e argamassa de areia e cal, datadas do final do século XVIII e início do XIX.

A Igreja de São João Batista, construída pelos jesuítas no século XVI, é uma das mais antigas do país e foi usava como fortificação pelos portugueses durante a colonização.

Roteiro de viagem em Iguape

Centro Histórico

A importância inicial de Iguape esteve relacionada ao ouro de lavagem que a transformou em centro de distribuição de riquezas, período em que se construiu a Casa de Fundição. A cidade tem o maior acervo preservado de construções coloniais do estado, com um núcleo histórico com casas de pedra e cal.

Alguns destaques no centro são a Basílica do Senhor Bom Jesus, local de peregrinação de devotos que abriga o Museu de Arte Sacra e Casa do Patrimônio, centro cultural com biblioteca, videoteca e exposições sobre a história da cidade

Pontos turísticos em Itanhaém

Itahaém, no litoral de SP

Pontos turísticos em Itahaém, no litoral de SP

Casa de Câmara e Cadeia

Durante o período colonial, as casas de câmara e cadeia funcionavam em um único edifício, em dois pavimentos, prática que avançou até o século XIX – como é o caso deste imóvel.

O patrimônio foi construído em 1624, sendo desativado em 1964, e ainda conserva as pesadas grades de ferro nas janelas do pavimento térreo, o que ainda evidencia o antigo uso de cadeia.

Igreja e Convento de Nossa Senhora da Conceição

O patrimônio foi construído por frei Miguel de São Francisco por volta de 1713 no alto do Morro Itaguaçu e se tornou um dos principais pontos de peregrinação do Brasil. O convento, construído em dois pavimentos, possui vitrais de Benedito Calixto e azulejos com arabescos pintados.

Turismo religioso: dicas de roteiros

Igreja Matriz de Santana

Data de 1654 o início das obras para a construção da primitiva Matriz de Santana. Na sua reconstrução, cinqüenta anos depois, foram reaproveitadas algumas de suas paredes antigas.

A igreja possui imagens muito antigas e valiosas que permaneceram enterradas por um longo período a fim de serem preservadas. Uma delas, a mais famosa, é a da Virgem da Conceição.

Passeio em São Sebastião

Centro Histórico

O Centro Histórico de São Sebastião abriga um preservado casario colonial, com prédios datados dos séculos 17 e 18. Os principais destaques da área tombada de sete quadras são a Igreja Matriz, a Casa de Câmara e Cadeia Pública, a Capela de São Gonçalo (com Museu de Arte Sacra) e a Casa Esperança.

As melhores praias de São Sebastião

Passeio em Ilhabela

Um dos pontos turísticos históricos em Ilhabela, SP

Um dos pontos turísticos históricos em Ilhabela, SP

Sede da Fazenda Engenho D’Água

Marco histórico da cidade, a Fazenda Engenho d’Água foi construída no período da produção açucareira do litoral, em meados do século XVIII.

Em sua área territorial de mais de 43 m² está a casa sede, feita de alvenaria de pedra e cal e de pau-a-pique e a casa maior, que segue a tradição das ilhas atlânticas, em um sobrado avarandado.

Em 2015, a prefeitura de Ilhabela transformou o local no “Parque Municipal Fazenda Engenho D’Água”.

Guia com dica de turismo em Ilhabela

Passeios em Ubatuba

Residencial Irmãos Gomes, em Ubatuba-SP

Residencial Irmãos Gomes, em Ubatuba-SP

Guia com dicas de viagens em Ubatuba

Residência dos Irmãos Gomes

O projeto da residência de veraneio, concebido em 1958 e realizado em 1962, foi encomendado pelo Senador Severo Gomes ao arquiteto Rino Levi, um dos principais expoentes da arquitetura moderna brasileira, sempre considerando a continuidade espacial com a natureza.

Situada num grande terreno plano entre a montanha e a praia, procura unir a características das casas urbanas à contemplação com a paisagem.

Unidades Habitacionais de Picinguaba

Praia e comunidade de Picinguaba

Praia e comunidade de Picinguaba, em Ubatuba-SP

Desde as primeiras décadas do século XIX, Picinguaba constava da lista dos bairros integrantes da Terceira Companhia de Ordenanças de Ubatuba. Era um dos mais populosos e prósperos da cidade e seus habitantes se dedicavam à pesca e à agricultura.

As habitações caiçaras têm por características a frente voltada para o mar as construções em pau-a-pique, com telhados cobertos por sapé ou folhagem, chão de terra batida e poucas janelas.

A vila é considerada como um dos últimos redutos do litoral paulista a conservar tradições caiçaras no eixo da estrada Rio-Santos.

Muita Viagem

Muita Viagem - Dicas e histórias de viagens. É feito por Gustavo, jornalista, Danilo, comissário, e amigos, que vivem viajando pelo Brasil e no mundo.

1 Comentário

  1. Ótimas dicas de passeios!

Pergunta aí! Queremos saber

O seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*