Início / Viajei (relatos) / Diário do Brasil / O que fazer em Santo Antônio do Pinhal, o Vale do Paraíba como cenário de aventura e emoção
Vale do Paraíba visto do Pico do Agudo, em Santo Antônio do Pinhal
Vale do Paraíba visto do Pico do Agudo, em Santo Antônio do Pinhal

O que fazer em Santo Antônio do Pinhal, o Vale do Paraíba como cenário de aventura e emoção

No Vale do Paraíba, ao lado de Campos do Jordão e São Bento do Sapucaí, Santo Antônio do Pinhal, forma a santíssima trindade de cidades serranas em SP.

Com paisagens e tradições próprias, Santo Antônio, a mais próxima de São Paulo, tem como principal atração o Pico do Agudo, de onde a rapaziada salta de parapente, casais celebram a viagem romântica e os mais chegados, que vão ali só curtir o pôr do sol, de boa, no alto da Mantiqueira.

Cidades turísticas e românticas do interior de SP

As montanhas da região da Serra da Mantiqueira, em SP

As montanhas da região da Serra da Mantiqueira, em SP

A mais de mil metros de altitude, e apenas 170 km de São Paulo e 20 km de Campos do Jordão, Santo Antônio do Pinhal está entre as mais próximas cidade turísticas na Serra da Mantiqueira.

A estância climática tornou-se destino ideal para viagens curtas nas férias de julho. As baixas temperaturas desta época do ano fazem o termômetro chegar perto do zero nas manhãs frias entre junho e agosto.

Quem escolhe a cidade para viagem de inverno, foge do agito e ostentação de Campos, e encontra neste lugarzinho romântico, todo o charme da serra.

Roteiros pelas cidades serranas de São Paulo

O que fazer em Santo Antônio do Pinhal

Atelier perto da praça de São Benedito, em Santo Antônio

Atelier perto da praça de São Benedito

Além dos tradicionais ateliers e lojinhas vendendo mel, doces e compotas, comum na serra, Santo Antônio do Pinhal ganha charme especial pelo mérito de ser grande produtor de orquídea.

A linda flor, em várias cores e diferentes formatos circula, carregada nas mãos de turistas, pelas ruas do centrinho, ora por conta do festival de inverno e festa da orquídea, em julho, como na primavera, entre setembro e novembro.

Jardins, sombra e água de fontes naturais

Logo na entrada da cidade, o turista é agraciado com as sensações do Ecco Parque Jardim dos Pinhais, um restaurante com lindo parque de jardins temáticos, belíssimo de se ver, sentir e fotografar.

Praça do Artesão, no centro de Santo Antônio do Pinhal | Wikimedia Commons

Praça do Artesão, no centro de Santo Antônio do Pinhal | Wikimedia Commons

Outro ponto de interesse é a Praça do Artesão e sua imensa escultura em homenagem ao centenário da imigração japonesa (2008). O pequeno espaço concentra, aos finais de semana, boa parte dos artesanatos regionais.

Já o Boulevard Araucária é ponto de encontro de famílias, que aproveitam as áreas de descanso para curtir o solzinho e aquecer do frio. Nas férias de julho e até mesmo dezembro e janeiro, costumam ter shows.

Boulevard Auraucária, a praça dos festivais

Boulevard Auraucária, a praça dos festivais

Festival de Inverno, Artesanato e Orquídea

Exposição e venda na Festa da Orquídea

Exposição e venda de orquídea

Vale a pena conferir a programação do Festival de Inverno de Santo Antônio do Pinhal.

O evento acontece em paralelo à Feira de Artesanato e Festa da Orquídea, sempre em julho.

Várias barraquinhas na praça expõem orquídeas, artesanatos em cerâmica e bonecas de pano.

Festas populares

Outros festejos tradicionais para vivenciar a cultura caipira em Santo Antônio do Pinhal, são o Carnaval, no começo do ano, a Festa do Pinhão, no mês de maio, a Festa Junina, em junho, e o Festival da Viola, em dezembro.

Todos estes eventos contam com muita alegria, música de raiz e comida típica.

Férias de janeiro entre montanhas e cachoeiras

Jardim Suspenso da Babilônia – Festival de Jazz no SPA

O SPA Musical é uma hospedagem para relaxar. A pousada que já foi um estúdio de gravação, é hoje uma espécie de retiro de chalés nas montanhas.

No mês de outubro a tranquilidade de Santo Antônio do Pinhal ganha as cores da primavera e tons musicais com a programação da Temporada de Jazz, organizada pela pousada Jardim Suspenso.

— Faça a reserva da pousada pelo Booking

Pico do Agudo, o Vale do Paraíba visto do alto

Pico do Agudo

Voo livre a quase 2 mil metros de altura, no Pico do Agudo

Quem gosta de esportes de aventura encontra no Pico do Agudo (1700 metros) um lugar incrível para realizar voo livre com as montanhas da Mantiqueira de cenário. O local faz parte do circuito de voo livre paulista.

Roteiro em Socorro (SP), aventura no Circuito das Águas

Seguindo a placa, a partir da igrejinha de São Benedito, no centro, são 8 km de subida até o mirante. Há momentos que parece estarmos indo para o céu!

A estrada tem um trecho de terra, e não é recomendada em dias de chuva. Vá no inverno, quando não chove. Céu “cavok” e pista sem lama.

É possível estacionar no topo do pico. Não é preciso pagar, e infelizmente não há toaletes. Do alto, tem-se visão 360º do Vale do Paraíba e observar os saltos de parapente, além do belíssimo espetáculo do pôr-do-sol.

Pôr do Sol visto do Pico do Agudo, em Santo Antônio do Pinhal

Pôr do Sol visto do Pico do Agudo, em Santo Antônio do Pinhal

Para realizar o voo livre procure a equipe de instrutores no quiosque montado ao lado do estacionamento. A partir de R$300 é possível fazer o voo duplo.

Salto de Parapente do Pico do Agudo, em Santo Antônio do Pinhal

Salto de Parapente do Pico do Agudo, em Santo Antônio do Pinhal

Cidades turísticas do Circuito das Águas

Trilhas, caminhadas e cachoeiras
Para quem curte caminhadas em meio a natureza ou trilhas de bike pelas montanhas, Santo Antônio apresenta bons roteiros.

A Trilha do Mirante do Cruzeiro é a mais fácil e ainda muito bela. O percurso de 1 km começa ao lado da Igreja Matriz, no centro, e é todo cimentado, podendo ser feita por pessoas de qualquer idade.

Outro passeio bacana é o Mirante de Nossa Senhora Auxiliadora, ao lado da Estação Eugênio Lefréve, de onde partem os bondinhos para Campos do Jordão.

O que fazer em Campos do Jordão?

Trem da Estrada de Ferro Campos do Jordão, Chegando em Santo Antonio do Pinhal | Creative Commons

Trem da Estrada de Ferro Campos do Jordão, chegando em Santo Antonio | Wikimedia Commons

Já a Trilha do Tropeiro é um roteiro que exige preparo. De nível médio e com 3 km, o caminho faz parte do turismo religioso no estado, por onde passam romeiros e peregrinos, seguindo em direção à cidade de Aparecida.

A rota começa na Rodovia Monteiro Lobato, a SP 50, por volta do km 161, e termina na Estrada Fazenda Velha, km 4, ao lado da Pousada Villa Mantiqueira.

Cachoeira do Lageado – Pra ver a cachoeira do Lageado, é possível seguir pela Trilha do Zigue Zague, porém é cansativa e difícil conseguir táxi para a volta. Com 10 km de percurso, o difícil trajeto leva cerca de 4 a 5 horas.

De qualquer forma, é possível acessar a cachoeira via estradinha de terra (Estrada do Cassununga).

Apesar de não ter estacionamento no local, é possível deixar o carro por perto. Pague uma taxa de preservação ambiental (R$5,00) e divirta-se com a queda d’água de 18 metros. Há banheiros e lanchonete.

Para voltar à cidade é preciso beber da água de uma das fontes naturais, como a Fonte Santo Antônio (fracamente radioativa), Santo Estevão (ferruginosa) e/ou São Geraldo (magnesiana).

Onde comer em Santo Antônio do Pinhal

Algumas hospedagens possuem restaurantes e até recebem clientes para refeições. Não é difícil encontrar um bom lugar para comer bem em Santo Antônio. Confira algumas dicas:

  • Restaurante Arco-Íris, localizado na Av. Antônio Joaquim de Oliveira, 3363
  • Fazenda Água da Capoeira, endereço Rua Benedito Hugo de Barros – Km 2,5
  • Jd. dos Pinhais, dentro do Ecco Parque, Rodovia SP 46, na entrada da cidade

Onde ficar em Santo Antônio do Pinhal

A infraestrutura hoteleira de Santo Antônio é excelente. Com pousadas mais baratas do que a vizinha Campos do Jordão, Santo Antônio do Pinhal costuma agradar casais em viagens de lua de mel ou famílias maiores.

Há dezenas de pousadas charmosas e chalés românticos com boa avaliação no Booking. Reserve os hotéis com a maior nota. Acima de 9,0 não decepciona.

Dicas de pousadas em Santo Antônio do Pinhal — Chalé Sol Nascente, II Villaggio, Champagny, Pousada do Cedro e a Vale das Araucárias. Para uma viagem de férias em família, a casa de temporada Estância Liberdade.

Dicas de hotéis fazenda em SP, RJ e MG

Danilo

Dan já foi Comissário de Voo e Relações Públicas. Hoje é um viajante. Já viveu no Canadá, fez road trip pela Califórnia e mochilão na Europa. Conhece 20 países e todas as capitais do Brasil. Quer conhecer 50 antes dos 50.

Pergunta aí! Queremos saber

O seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*