Início / Vasto Mundo / Portugal / Segredo de Portugal – Caminhadas na natureza
O espigueiro, usado para secar e proteger o milho nos campos portugueses
O espigueiro, usado para secar e proteger o milho nos campos portugueses

Segredo de Portugal – Caminhadas na natureza

Por Cris Fonte – Eco Trilha

No meu último post terminei com uma questão sobre como não engordar depois de comer tanta coisa. É muito simples depois de uma boa refeição nada melhor que uma caminhada! 

O que não falta são locais para passear. Posso falar isso porque já fui gordinha e qualquer descuido engordo. Como detesto academia, procuro sempre caminhar ao ar livre.

Quase todas as grandes cidades portuguesas têm uma zona exclusiva para pedestre. Pode caminhar lá com toda a segurança que não será atropelado! Só podemos andar de carro nestas ruas nos horários indicados pela Prefeitura. A circulação de carro foi proibida para preservar os edifícios históricos e para promover o comércio local.

Se não gosta da muvulca das cidades nada melhor que um passeio numa trilha na natureza. O ar livre…o cheiro de ar fresco enquanto caminhamos através da beleza natural existente…isso é indescritível.

Portugal tem um grande potencial para fazer caminhadas. Mesmo não sendo uma pessoa dada à natureza, acredito que você deve-se dar uma chance. Dos novatos aos mais experientes, temos a certeza que você vai se surpreender com a maravilhosa natureza de Portugal e suas trilhas para caminhadas.

Se estiver no norte de Portugal encontrará com facilidade animais soltos no pasto. A abundância das precipitações explica a extensão dos magníficos pastos naturais (que aqui chamamos de lameiros).

Guia com dicas de viagens em Portugal

Bois pastam em Vila Verde | foto - Divulgação

Bois pastam em Vila Verde | foto – Divulgação

Eu que adoro vermelho evito usá-lo quando faço caminhadas com medo dos chifres dos bois, principalmente os bois da raça barrosã, tem chifres enormes! Em algumas localidades, como por exemplo Vila Verde (concelho de Braga), é normal ouvir durante a caminhada na trilha os timbres dos chocalhos dos bois que nos alertam da sua presença.

Outra presença constante nas trilhas são os lobos, os javalis e os esquilos, mas estes são super-rápidos e fogem dos humanos, é quase impossível tirar fotos. Até hoje só consegui tirar fotos das pinhas que os esquilos comeram, o que comprova a presença deste roedor.

Em compensação não me canso de tirar fotos dos espigueiros. Tenho várias fotografias! O espigueiro é uma estrutura feita de pedra e madeira, com a função de secar o milho através das fissuras laterais e ao mesmo tempo impedir a destruição do mesmo por roedores através da elevação deste. Temos trilhas especificamente criadas para dar a conhecer este monumento com por exemplo a Rota dos Espigueiros em Fafe (cerca de 30 minutos de Braga, 1h30 do Porto).

Não se esqueça seja qual for a trilha que escolher, nas cidades pequenas (ou aldeias como aqui chamamos) é indispensável o “Bom dia!”, mesmo que não conheça a pessoa é falta de educação não cumprimentar!

Para apreciar o melhor da natureza, aconselho a caminhar com um guia local, porque este dará uma explicação sobre as plantas, animais locais e as suas tradições.

Roteiro de 10 dias no Leste da Europa: Praga, Viena e Berlim

Cris Fonte – Carioca, vive em Portugal desde 1997 e é licenciada em Turismo. É a dona da agência de viagens incoming Eco Trilha Viagens.

Pergunta aí! Queremos saber

O seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*