Início / Viajei (relatos) / Diário do Brasil / Tiradentes-MG: Passado, ecologia e cultura
Cidades históricas de MG
A Igreja Matriz de Santo Antônio em Tiradentes-MG

Tiradentes-MG: Passado, ecologia e cultura

por Roberto Farias – Viagens para as cidades históricas de MG

A aproximadamente 200 Km de Belo Horizonte, 330 km do Rio de Janeiro e 500 Km de São Paulo, no Estado de Minas Gerais, você pode marcar um encontro com a rica história do Brasil Colonial e, ao mesmo tempo, curtir uma bela paisagem de montanhas e ainda um pouco de mata preservada.

A rua Direita, de Tiradentes, com a serra de São José ao fundo

A rua Direita, de Tiradentes, com a serra de São José ao fundo

É nesta região que encontramos as cidades históricas das Minas Gerais: Ouro Preto, Tiradentes, Mariana, São João Del Rei e Congonhas do Campos.

– Viagens curtas e baratas de final de semana

São cidades ricas em belíssimos monumentos do tempo colonial, a maioria deles ligados à história da igreja católica, mas também à escravidão e à exploração do ouro e madeira pelos portugueses e bandeirantes paulistas.

Mas quero falar de Tiradentes.

Tiradentes-MG

Tiradentes é uma cidade histórica no roteiro da Estrada Real no sopé da serra de São José

Tiradentes é uma cidade histórica no roteiro da Estrada Real no sopé da serra de São José

É uma cidade de aproximadamente 7000 habitantes que falam um minerês típico e muito bonito. É tudo de bão, uai.

Apesar do seu tamanho, está bem preparada para o turismo (segundo os dados oficiais, é um dos principais destinos turísticos do Brasil), com inúmeras pousadas.

A cidade histórica está muito bem preservada e os passeios pelas suas ruas lhe remete imediatamente às histórias dos bandeirantes, da inconfidência mineira, da colonização portuguesa no Brasil e o papel da igreja católica no nosso país.

Fica ao pé de uma bela serra chamada São José.

Recebeu o nome de Tiradentes em homenagem ao seu filho mais ilustre, mártir da inconfidência mineira (para ver a história, consulte a Wikipédia ou sites oficiais).

Fora do centro histórico é uma típica cidade do interior de Minas, com casas terminando diretamente nas calçadas, geminadas, com pouco quintal e com muitas plantas ornamentais. Alías, a cidade tem ainda muito verde, com muitas flores e belas árvores.

O que visitar em Tiradentes-MG

Na parte histórica de Tiradentes encontramos uma série de monumentos que valem a pena ser visitados:

Comece pelo Bosque da Matriz, atrás, como o nome indica, da Igreja Matriz. É um lindo bosque, com pequenos cursos de água e muito verde.

A Igreja Matriz de Santo Antônio em Tiradentes-MG

A Igreja Matriz de Santo Antônio em Tiradentes-MG – foto Amanda Rossi

Visite, em seguida, a Matriz de Santo Antônio, uma igreja de arquitetura barroca, grandiosa e bela. Segundo os guias turísticos é a segunda em riqueza do Brasil (a primeira seria a de São Francisco, na Bahia) com quase 500 Kg em ouro distribuídos pelos altares e outros enfeites. Sua fachada foi planejada por um “arquiteto” mineiro muito conhecido: o Aleijadinho. No seu pátio se encontra um relógio de sol original, construído provavelmente no séc. XIX.

Logo abaixo se encontra a Casa da Câmara, de 1717.

À direita da Igreja Matriz, a algumas dezenas de metros, outra igreja, mais simples, mas também muito bonita: a igreja São João Evangelista.

Ao lado dessa igreja está a casa que, no passado, foi a residência de um importante líder da Inconfidência Mineira, o Padre Toledo. Segundo os livros de história foi aí que se deu a primeira reunião para tramar a Inconfidência. Hoje está transformado em museu, com importantes peças da época e belos murais no teto.

Um pouco mais abaixo encontra-se a Igreja do Rosário, construída pelos escravos durante a noite. Segundo a história corrente, levavam ouro escondido nas unhas e cabelos, subtraídos dos seus “senhores”, para decorar a igreja.

Descendo a rua, encontra-se um outro prédio, também muito bonito, cheio de pesadas grades: a cadeia dos sec. XVII, XVIII e XIX, hoje transformado em museu.

O Carnaval de Tiradentes-MG acontece no Largo das Forras, em torno de figueiras centenárias

O Carnaval de Tiradentes-MG acontece no Largo das Forras, em torno de figueiras centenárias

Continuando a caminhada rua abaixo chegamos na praça principal da cidade, onde ocorre o gostoso Carnaval da cidade e outras atividades artísticas ao longo do ano: o Largo das Forras (onde os escravos recebiam sua carta de alforria).

Destacam-se as maravilhosas figueiras centenárias (durante o carnaval de 2014, uma delas foi vitimada por um raio durante uma tempestade dessas típicas de verão). Nada mais gostoso que, depois de horas de caminhadas, cansativas – diga-se – pelas tortuosas ruas, algumas íngremes ladeiras e com calçamento irregular do tempo do império, descansar à sombra dessas maravilhosas árvores.

Nessa praça pode ser contratado um gostoso passeio pela cidade com as carruagens puxadas por cavalos. Há que se tolerar o cheiro de urina e estrume.

Se você descer a Ladeira da Matriz vai encontrar um belíssimo chafariz, construído no século XVIII. Servia para as escravas lavarem roupas das madames, para os viajantes darem água a seus cavalos e como local de coleta de água para abastecer as residências da vila.

Hoje os turistas o utilizam como fonte dos desejos: bebem da sua água, jogam moedas e fazem pedidos. Segundo alguns, os amorosos são os mais facilmente atendidos. Vários namoros e casamentos foram conseguidos ali.

Atrás do chafariz está o bosque Mãe d’água, com mais ou menos 1 km de extensão. É muito bonito e interessante seguir o aqueduto construído pelos escravos até a fonte de água que o abastece.

Tem outras igrejas e atrações turísticas de Tiradentes-MG que não tive tempo de visitar e vai ficar para outra oportunidade.

Passeios Ecológicos em Tiradentes-MG

Para quem aprecia mato, cachoeiras e trilhas, não faltam oportunidades de passeio. Só fui a uma cachoeira deliciosa na Estrada Real, em direção a São João Del Rey. Fica localizada bem no marco zero da Estrada Real. Para um dia quente de verão, nada melhor que se refrescar nessas águas.

Uma das cachoeiras perto da cidade histórica de Tiradentes-MG

Uma das cachoeiras perto da cidade histórica de Tiradentes-MG

Embora não tenha feito, há ofertas de inúmeros passeios ecológicos: descida de rio com botes, várias trilhas para serem feitas a pé ou de bicicleta, visitas a várias cachoeiras e até visita monitorada a caverna. Ficará para uma próxima vez.

Compras em Tiradentes-MG

Um quadro típico do artesanato de Tiradentes

Um quadro típico do artesanato de Tiradentes

Outra riqueza da região é o artesanato. Peças maravilhosas de artesãos locais (será se nascem artesãos ou a região os atrai?) estão expostas em inúmeras lojinhas espalhadas pelas ruas históricas do centro ou no povoado chamado de Bichinho.

Aí se pode comprar a preços módicos belas obras de arte em pedra-sabão, madeira, tecido e ou ferro. São quadros tridimensionais com figuras esculpidas a mão (flores, pessoas, pássaros, bolsas femininas, carro, e tudo mais que a imaginação mandar). São móveis muito bonitos, feitos com madeira de demolição, imitando peças antigas. São os vários tapetes, capas para almofadas, e lençóis bordados a mãos ou feitos com fuxico e pedaços de tecidos, cada um mais bonito que o outro.

A Gastronomia – comida mineira

Mas nem tudo são flores: prepare-se para engordar. A comida mineira, deliciosa, diga-se, é ultra calórica – carne de porco, linguiças variadas, variações com feijão (tutu, farofa, feijoada, etc), arroz de vários tipos, frangos ( fritos, ensopados ou ao molho pardo), etc, etc, etc (e ponha etc nisto).

Um prato famoso da região é frango ou carne de porco com Ora pro nobis.

O Ora pro nobis é uma verdura da região que é cozida e misturada ao frango ou carne de porco ensopada. Faz muito sucesso entre os turistas, embora, particularmente, não tenha me agradado tanto.

No Largo da Forra se encontram ótimos restaurantes com comida mineira a preços módicos, tanto a la carte quanto self-service.

Além da comida típica, encontram-se também cantinas com comida italiana e pizzarias.

Há ainda os doces. Ah, os doces: cocadas, doces de leite de vários tipos, de figo, de abóbora e outros tantos. Quanta tentação! Em Tiradentes, é famosa a doceria do Chico: um velhinho “sacudido”, esperto e ágil, que prepara e vende doces maravilhosos. Sua iguaria mais famosa é o canudinho de doce de leite.

Gustavo

Gustavo está em algum lugar da América do Sul, em um roteiro de mochilão que começou em março, no Equador.

1 Comentário

  1. Tiradentes é uma graça! E definitivamente um lugar pra fugir se estiver de dieta! Não tem só boas opções de comida mineira não, tem muitos restaurantes mais sofisticados tb. Estive 2 vezes lá, uma vez correndo em um feriado com amigos e outra vez com calma com meus pais. Da 2a vez, ficamos uma semana entre Ouro Preto e Tiradentes e não deu tempo de comer em todos os restaurantes que tínhamos vontade!

Pergunta aí! Queremos saber

O seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*