Início / Viajei (relatos) / Diário do Brasil / As trilhas para bike em Joaquim Egídio-SP, pertinho de Campinas
trilhas bike sp

As trilhas para bike em Joaquim Egídio-SP, pertinho de Campinas

por Gustavo Villas Boas

A região de Sousas e Joaquim Egídio, dois distritos de Campinas pertinhos um do outro e a pouco mais de 100 km de São Paulo, guarda algumas das melhores trilhas para bike de São Paulo.

As trilhas são fáceis de chegar, já que Sousas e Joaquim Egidío têm fácil acesso pela rodovia Dom Pedro e lugares para estacionar o carro e já começar a pedalar nas vias de acesso às trilhas.

De sábado e domingo, as vagas mais práticas ficam bastante ocupadas, mas nunca vi faltar lugar para parar o carro.

E além das facilidades, como restaurantes e bares para comer, três ou quatro bicicletarias, Sousas e Joaquim Egídio ficam em uma região de natureza protegida por uma Área de Proteção Ambiental e cortada por rios, morros e matas.

Joaquim Egídio é um dos lugares mais charmosos da região de Campinas

Joaquim Egídio é um dos lugares mais charmosos da região de Campinas

Como moro em Sousas, sempre descubro novos caminhos e trilhas para pedalar por perto.

Os caminhos são novidade para mim, já que estão compilados no Mapa de Trilhas de Joaquim Egidío e Região, muito bem feito por Alessandro Casella, além de serem bastante conhecidos há tempos.

As trilhas de Sousas e Joquim Egídio enchem aos finais de semana

As trilhas de Sousas e Joquim Egídio enchem aos finais de semana

Centenas de ciclistas, praticantes de motocross e bugueiros tomam as vias a cada final de semana. Quase sempre, nos finais de semana, cruzo com agentes da Guarda Civil Metropolitana de bicicleta nas trilhas, aumentando a sensação de segurança.

Entre as atrações das estradas e trilhas de Joaquim Egídio estão fazendas deslumbrantes, como a histórica Fazenda Santa Maria ou a Fazenda Bonfim, minha preferida, tesouros arquitetônicos como a Usina Salto Grande, uma das primeiras hidrelétricas do país, ou o Bar da Cachoeira, com decoração bucólica e frequentado por praticantes de motocross, jipeiros e, claro, pessoas fazendo trilhas de mountain bike.

As Pedra da Águia e Pedra da Agulha fazem parte da paisagem do Pico das Cabras, o ponto mais alto de Campinas

As Pedra da Águia e Pedra da Agulha fazem parte da paisagem do Pico das Cabras, o ponto mais alto de Campinas

E essa região do interior de São Paulo também é privilegiada pelas paisagens, com relevo único e áreas de mata protegida pela Área de Proteção Ambiental de Sousas e Joaquim Egídio.

Algumas trilhas cruzam o rio Jaguary, com trechos de água cristalina, ou o rio Atibaia.

Outra sobe até o Pico das Cabras, o ponto mais alto de Campinas, a 1050 metros de altitude. A vista é incrível e dá para caminhar por um cenário bem diferente no interior de SP, com destaque para a Pedra da Águia e a Pedra da Agulha.

Por lá fica o Observatório Municipal de Campinas Jean Nicolini, de onde é possível ver um lindo pôr do sol. Aos domingos, a partir do começo da noite, dependendo do clima, dá para observar o céu por um potente telescópio. Tem que pagar para entrar, mas o ingresso para o observatório é baratinho e dá para chegar de carro. Um ótimo programa para fazer com crianças em Campinas.

A estrada que dá acesso à maior parte das trilhas de bike tem lindas paisagens

A estrada que dá acesso à maior parte das trilhas de bike tem lindas paisagens

A região é tão boa para peladar por perto de São Paulo também para quem prefere ficar no asfalto. A estrada Sousas – Morungaba (SP081) é reconhecida como uma rodovia de valor paisagístico e dá acesso a várias trilhas. Muitas vezes eu pedalo só nessa estrada e passo as trilhas.

Trilhas de Joaquim Egidío-SP que valem a pena conhecer

Há dezenas de circuitos para quem parte da região de Joaquim Egidío e Sousas, de dificuldades diferentes.

Gosto bastante de indicar duas trilhas.

TRILHA DA BOCAINA

Uma trilha legal perto de SP é a trilha da Bocaina, com um circuito de cerca de 35 km a partir de Sousas.

A trilha da Bocaina é muito bonita e oferece vários tipos de terreno. Não é das mais fáceis, mas é indicada para iniciantes na mountain bike justamente por oferecer paisagens bonitas e terrenos diferentes para quem a encara.

TRILHA DO PICO DAS CABRAS

A trilha do Pico das Cabras é para quem já tem pernas e pulmões. Em cerca de 15 km, você sobe de cerca de 650 metros de altitude para 1050 metros.

Mas vale a pena.

No alto, dá para ter uma visão privilegiada da região, enxergando a cidade inteira de Itatiba entre campos.

Praticamente no ponto mais alto de Campinas também tem um bar, uma área para camping e algumas trilhas e fontes para quem tiver um tempinho extra –ou for de carro.

O lugar fica especialmente cheio nas noites de lua cheia.

O circuito, a partir de Sousas, tem cerca de 40 km.

Trilhas e viagens de bike

Abaixo, segue algumas dicas para descobrir novas trilhas e planejar aventuras de bike por SP.

Roteiros e trilhas do Pedal.com.br Uma ótima coleção de trilhas e caminhos para ciclistas, com descrição das trilhas, como nível de dificuldade, tipo de terreno e outras informações.

Galeria de trilhas do Trilhas de Bike – dezenas de trilhas comentadas. Um bom site para quem procura companhia para pedalar, já que o grupo organiza grupos para enfrentar trilhas para iniciantes de mountain bike e também roteiros para ciclistas mais experientes.

Vá de Bike – Cicloturismo – O Vá de Bike é um dos melhores sites para quem pedala, seja como esporte de final de semana, seja para quem usa a bicicleta no dia a dia. Bem feito, organizado e com muito conteúdo interessante, a seção de cicloturismo é inspiradora para quem planeja fazer uma viagem de bicicleta.

Cicloturismo na Revista Bicicleta – Desde que comecei a andar de bicicleta com frequência, fico de olho na Revista Bicicleta. A seção de cicloturismo tem ótimos relatos de viagens de bike pelo Brasil e pelo mundo.

Viagens de bicicleta – Bela na Bike – O Bela na Bike é um bom blog “para mulheres que querem pedalar com estilo” que tem uma alentada seção de relatos de viagens de bike.

Gustavo

Gustavo está em algum lugar da América do Sul, em um roteiro de mochilão que começou em março, no Equador.

10 Comentários

  1. Tem como alugar bicicleta lá?

  2. Olá, tudo bem? Indiquei este post no post de hoje do meu blog, sobre passeios no interior de São Paulo!!! Abraços!
    LIliane
    @trilhasecantos

  3. Oi Gustavo! Sabe se tem algum lugar pra acampar por ali?

  4. Christine A. Ahlgrimm

    Ola Gustavo! Essas trilhas também são indicadas para quem gosta de caminhar? Não costumo andar de bike, então tenho a intenção de fazer a trilha a pé! Obrigada.

  5. Poderiam indicar uma trilha para iniciantes? Minha esposa e eu estamos começando a andar de bike em Campinas e gostaríamos de fazer trilhas de bikes com grupos (para dar mais segurança) e trajetos beeeem fáceis, para iniciantes mesmo.

    • oi Tadeu, para começar, vale a pena fazer a trilha de um km que começa no começo de Joaquim e termina em Joaquim mesmo. Não passam carros, está sempre movimentada e segura é plana. Lá vocês podem tomar confiança e melhorar o condicionamente para, dali mesmo, conhecer outras trilhas e grupos.

      abs

Pergunta aí! Queremos saber

O seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*