Home / Viajei (relatos) / Cartão Postal / O que fazer em Urubici, SC – Descubra todo o charme da Serra Catarinense
O clima das montanhas e a paisagem rural acalentam o roteiro pela Serra Catarinense

O que fazer em Urubici, SC – Descubra todo o charme da Serra Catarinense

Fazendo parte da mais nova rota turística “Caminhos da Neve”, a charmosa Urubici, SC não é apenas uma das cidades mais frias do Brasil, mas especialmente um dos melhores destinos de turismo de aventura do país.

A cidade possui diversos atrativos culturais e agências de turismo especializadas que fornecem toda a estrutura para a prática de rapel em grandes cachoeiras, canoagem e pesca esportiva nos rios e riachos da região, cavalgadas pelas montanhas, voo livre, mountain bike, arvorismo, tirolesas e, claro, caminhadas ecológicas por trilhas em roteiros deslumbrantes em um dos segredos mais bem guardados de Santa Catarina.

O que fazer em São Joaquim, SC

O que fazer em Urubici, SC

Mirante do Avencal

Mirante com vista para a cidade de Urubici, encravada na Serra Catarinense

Do Mirante do Avencal é possível encantar-se com as belezas da pequena vila, romântica e charmosa, encravada na Serra Catarinense. O local é de fácil acesso, fica bem na saída da cidade.

Serra do Corvo Branco

Serra do Corvo Branco, em Urubici – SC

Um dos lugares mais incríveis do sul do Brasil, a Serra do Corvo Branco, que liga Urubici à Grão Pará, é digna de cenários cinematográficos.

A estrada foi um dos primeiros acessos rodoviários entre o litoral e a serra catarinense. O trajeto começa no estreito de dois paredões com quase 100 metros casa, a cerca de 27 km do centro de Urubici e segue em curvas que serpenteiam as montanhas.

Apesar de parecer bastante perigosa, estreita com curvas fechadas, vale a pena descer de carro por alguns quilômetros para tirar fotos de diferentes ângulos. A subida de volta torna o visual ainda mais bonito. Teste os freios do veículo antes de iniciar a viagem e não esqueça de colocar o cinto de segurança.

Cacheiras em Urubici, SC

Cascata do Véu da Noiva, em Urubici – SC

Duas cachoeiras de fácil acesso em Urubici são a Cachoeira do Avencal e a Cascata Véu de Noiva.

Com 62 metros de altura, a Cascata Véu de Noiva fica dentro de uma propriedade particular. É necessário pagar R$5,00 por pessoa para visitar o local, bem preservado, com estacionamento, lanchonete e lojinha para compras.

O visual da água deslizando pela grande rocha, formando um pequeno lago, é bem bonito. Cercada por um imenso bosque de vegetação temperada, há opções de uma trilha curta e arvorismo no local. Consulte os responsáveis. A população é bastante receptiva.

Para chegar na cachoeira pegue a estrada para o Morro da Igreja, no Km 6,5 haverá placa e o o portal de entrada para o sítio.

Cachoeira do Avencal vista de longe

Já a Cachoeira do Avencal, uma das cachoeiras mais bonitas do Brasil, é também uma das altas. São 100 metros de queda livre.

Pode-se avistar a cachoeira do Morro do Avencal, conforme a foto acima, ou ainda chegar mais perto – do alto o acesso é feito por carro (paga-se entrada de R$7,00 por pessoa), ou ainda avistar a queda pela parte de baixo a pé, porém o trajeto é um tanto perigoso, com pedras escorregadias.

Cachoeiras em MG: 31 lugares de tirar o fôlego

Inscrições rupestres

Inscrições rupestres em rocha e a cachoeira do Avencal ao fundo, em Urubici – SC

Há quem não acredite, mas relatos arqueológicos apontam para inscrições rupestres em rochas em diversos lugares de Santa Catarina.

Em Urubici, é possível ver tais inscritos no Morro do Avencal, no Km 28 da SC-110. Os vestígios possuem mais de 4 mil anos. Segundo estudos, o local era considerado sagrado pelos povos antigos.

Igreja Matriz de Urubici

Igreja Matriz, no centro de Urubici – SC

A Igreja Matriz Nossa Senhora Mãe dos Homens tem arquitetura gótica e belos vitrais. Um fato curioso é que ao entrarmos na capela, nos deparamos com o túmulo do padre José Alberto Espíndola, fundador da construção. O padre virou uma espécie de santo protetor da população local.

Vista da Pedra Furada, Morro da Igreja

A Pedra Furada, vista do Morro da Igreja | CC

Atenção! Acesso interditado

Um dos lugares incríveis que não foi possível conhecer por conta de obras na rodovia que dá acesso ao mirante, é a vista da Pedra Furada, localizada no Morro da Igreja. Do pico da montanha tem-se um dos melhores ângulos para fotografar a exuberante rocha.

Após muitos acidentes, em uma estrada mal preservada e perigosa, foram iniciadas obras de melhorias com previsão de término para o final de 2019. Contudo, é preciso ficar atento aos feriados nacionais e eventos da cidade, pois nestas datas a prefeitura costuma abrir a estrada e liberar o acesso para os carros em alguns horário pré-estabelecidos.

Caso tenha a sorte de pegar a estrada aberta, devido à constante neblina, o melhor horário para fazer o roteiro fica entre 10h e 15h. Se tiver a oportunidade de ir, não esqueça os agasalhos e roupas de frio, pois a intensidade do vento diminui radicalmente a sensação térmica.

Curiosidade: O Morro da Igreja fica na divisa dos municípios de Bom Jardim da Serra e Orleans. É o ponto habitado mais alto do sul do Brasil, com mais de 1.800 metros de altitude. Lá foi registrada a menor temperatura do Brasil — quase 18 graus negativos, no inverno de 1996.

Lembrando que para fazer o roteiro é necessário reservar a visita com antecedência. É preciso pegar uma autorização na sede do ICMBio de Urubici, localizado na Avenida Pedro B Warmeling. Isso porque existe uma cota limite de carros e pessoas que podem acessar o ponto turístico. Para mais informações acesse o site do Parque Nacional de São Joaquim.

Outros pontos que valem conhecer na cidade de Urubici são o Morro do Campestre — formação de arenito com 1.380 metros de altitude, de onde se avista o Vale do Rio Canoas; a Gruta Nossa Senhora de Lourdes — ponto de interesse do turismo religioso, especialmente em Outubro, quando acontece a Romaria da Penitência; a Pedra da Águia e o Cânion do Espraiado.

About Danilo

Antes de começar o Muita Viagem, fui Relações Públicas e Comissário de Voo. Vivi no Canadá, fiz longas viagens nos Estados Unidos e alguns roteiros na Europa. Já estive em todas as capitais do Brasil, e em mais de 20 países pelo mundo. Quero conhecer o Oriente Médio, África e Ásia.

Comente aqui

O seu e-mail não é publicado. Preenchimento obrigatório *

*