Início / Vasto Mundo / Alemanha / Um dia com os Beatles em Hamburgo
A Kaisekeller está diferente, mas os Beatles tocaram aí
A Kaisekeller está diferente, mas os Beatles tocaram aí

Um dia com os Beatles em Hamburgo

Por Cecília Lara

Não gosto de dizer que sou beatlemaníaca porque o termo adquiriu um caráter um tanto pejorativo (tem muito fã de Beatles chato por aí) mas a verdade é: sou beatlemaníaca.

Eu gosto muito de Beatles, a ponto de passar uma tarde em uma cidade desconhecida visitando pontos que têm a ver com a banda. É claro que as melhores cidades para se fazer isso são Londres e Liverpool, mas se você gosta de Beatles e estiver na Alemanha não deixe de conhecer Hamburgo.

Quem viu o filme Os cinco rapazes de Liverpool sabe: os Beatles (até então com Pete Best no lugar de Ringo e ainda com Stuart Stucliffe na banda) fizeram uma série de apresentações e viveram uma vida de sexo e drogas na cidade alemã, de 1960 a 1962.

A avenida Reeperbahn é uma zona boêmia de Hamburgo

A avenida Reeperbahn é uma zona boêmia de Hamburgo

Todos os pontos de interesse estão na área de St. Pauli, zona boêmia da cidade (uma espécie de Red Light District de Hamburgo), mais especificamente na enorme avenida Reeperbahn. A avenida tem diversas casas de entretenimento adulto e, mesmo que você não esteja muito interessado nelas, é uma área muito interessante pra passear.

Aí funcionava o Top Ten Club

Aí funcionava o Top Ten Club

Bem em frente à estação de metro está o que era o Top Ten Club, onde os Beatles tocaram e moraram por alguns meses em 1960. Não há indicação nenhuma de que o lugar é tão importante – agora ele é apenas mais uma boate! Mas se você quiser visitar, o endereço é Reeperbahn, 136 (ponto A no mapa do roteiro no final do texto). George (então com 17 anos) morava lá quando foi deportado por ser menor de idade.

Continuando pela Reeperbahn, logo chegamos à Beatles-platz (só uma praça pequena com uma boate de strip-tease enorme; ponto B no mapa do roteiro abaixo) e, virando à direita, entramos na rua Grosse Freiheit, pequena mas muito movimentada.

A rua Grosse Freiheit é repleta de pubs, casas de shows, boates e “casas adultas”, e é lá que fica o Kaisekeller, outro dos lugares em que os Beatles tocaram, também em 1960.

Hoje ela é uma casa de shows grande, e no dia em que estava lá aproveitei para ver um show do Queens of the Stone Age. O local está reformado e diferente do que era na década de 1960, mas mesmo assim foi emocionante ver um show num lugar onde os Beatles já tocaram.

A Kaisekeller está diferente, mas os Beatles tocaram aí

A Kaisekeller está diferente, mas ainda realiza grandes shows

A Indra e a placa no destaque

A Indra e a placa no destaque

Na mesma rua, do outro lado, um pouco mais pra frente, há o Indra Club, o primeiro lugar em que a banda de Liverpool tocou ao chegar na cidade  (ponto D no mapa). Hoje é um club de jazz que pareceu bastante interessante. Se eu não tivesse já ingressos para o Kaiserkeller, certamente teria entrado lá.

Na porta, há uma plaquinha indicando que em 17 de agosto de 1960 os Beatles adentraram o palco do Indra, em seu primeiro show na Alemanha, e no início de uma carreira de sucesso.

Ainda na Grosse Freiheit há o Star Club, onde eles tocaram em 1962. Mas esse eu não consegui achar. Se quiser tentar, é no número 39. Mas o prédio, ao contrário dos demais, não é mais o original da época.

Indo ate o fim da Grosse Freiheit e virando a direita, na Paul-Roosen Strasse, o ambiente começa a mudar um pouco e logo estamos em um bairro residencial.

Um pouco mais pra frente, num prédio cinza baixinho, número 39, costumava ser o Bambi Kino – um cinema, cujo dono era o mesmo do clube Indra. Os Beatles moraram nos quartos de cima, em 1960.

Um episódio famoso que aconteceu no Bambi Kino foi o dia em que Paul e Pete Best resolveram colocar fogo em uma camisinha pendurada em um prego, para iluminar o local. Foram presos por tentativa de incêndio e deportados para a Inglaterra.

Hoje é um prédio residencial normal. Imagina morar em um lugar onde já moraram Paul McCartney e John Lennon? Eu ia adorar. Há uma plaquinha indicando: “aqui moraram os Beatles” (ponto E no mapa abaixo).

O prédio onde moraram os Beatles e a placa na porta

O prédio onde moraram os Beatles e a placa na porta

Na época em que eu fiz este roteiro ainda não existia a exposição permanente chamada Beatlemania a poucos metros da Beatles-platz, onde era o Hamburg Erotic Museum.

Se você não estiver a fim de andar tudo isso sozinho, há uma excursão chamada Beatles Tour Hamburgo, inspirada na Magical Mistery Tour, que existe em Liverpool há muitos anos. O passeio, de ônibus, dura duas horas e há outros lugares no percurso. O problema é que o ônibus vai estar cheio de beatlemaniacos. Alguns deles, bem chatos.

View Larger Map

About The Author

Cecília Lara é produtora cultural e estudante de literatura. Também ataca de DJ de vez em quando. Gosta muito de escrever, comer e viajar – Facebook | Twitter

Pergunta aí! Queremos saber

O seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*