Início / Antes da Viagem / Real desvalorizado combina com EUA ou Europa?
Comprar dólar
Comprar dólar aos poucos é a melhor forma de economizar com a moeda.

Real desvalorizado combina com EUA ou Europa?

O medo toma conta das pessoas com viagem marcada para os Estados Unidos ou Europa. A alta desenfreada da moeda causa pânico nos viajantes, que viram o dólar atingir R$ 4 pela primeira vez na história, na última semana.

Para ajudar quem já está com a viagem marcada, reunimos as melhores dicas para se prevenir do dólar alto ao planejar viagens internacionais.

As dicas reunidas são baseadas em experiência pessoal de viajante, vida de comissário de voo internacional, intercâmbio no exterior e conhecimento adquirido com a leitura de livros, jornais, revistas e sites especializados.

Como comprar passagem aérea com o dólar alto?

Dólar alto – Estados Unidos ou Europa?

Se mesmo com este câmbio maluco você quiser viajar para os EUA ou Europa, leia a análise abaixo e tire suas próprias conclusões para onde ficou mais caro viajar no último ano.

Quem tem 30 anos, como eu, deve lembrar de quando o real foi criado, em 1994. R$ 1,00 era igual a US$ 1,00.

Para o ilustre leitor ter uma ideia, em 01 de Outubro do ano passado, o dólar turismo era cotado a R$ 2,60. Já, em 25 de Setembro de 2015, a moeda era vendida a R$ 4,19 (alta de 60%).

Já o euro, nas mesmas datas, era vendido a R$ 3,13 em 2014 e agora, em 2015, a R$ 4,45 (alta de 40%).

Isso já responde a pergunta – com dólar alto, melhor Europa ou Estados Unidos? Eu escolheria Europa, mesmo porque há destinos incrivelmente baratos no velho continente.

Sugestões de lugares para fugir da alta do dólar no final do artigo.

Como economizar durante a viagem?

Se há uma forma de diminuir os gastos de uma viagem, ela se chama planejamento. Decidir a data da viagem, comprar passagem aérea e reservar hotel com antecedência são a chave do sucesso para viajar mais barato.

Quanto antes planejar a viagem, melhor. Mais tempo terá para pesquisar o preço das passagens aéreas, aguardar promoções e organizar roteiros a pé.

Para pesquisar passagens aéreas costumo utilizar o Skyscanner e o Momondo. Já para pesquisar ofertas espertas, utilizo o Booking (sempre ele). Viajar com amigos também ajuda economizar com hotel, passeios e restaurantes.

Hoje em dia não tem como escapar de pagar o IOF em viagens internacionais. Tudo o que você gasta lá fora com cartão de crédito irá pagar IOF. E, se optar em carregar um cartão pré-pago (Visa Travel Money), irá pagar o IOF na hora da conversão na casa de câmbio. A taxa cobrada é de 6,38%.

O único jeito de economizar é comprar o papel moeda. Ou seja, ir na casa de câmbio com a melhor cotação e levar tudo em dinheiro vivo. A taxa de IOF para esta transação é de 0,38%.

Fazer isso pode ser bastante perigoso. Apesar de economizar 6% nas compras no exterior, você fica sujeito a perder tudo e não ter a mesma sorte que tive quando deixei mais de US$ 2 mil no carro que aluguei na Califórnia.

Além do mais, a Receita Federal limita em R$ 10 mil o valor máximo que o viajante pode sair do país sem declarar e, claro, pagar o devido imposto.

Vagens baratas: dicas para viajar sem gastar muito

Como comprar dólar mais barato?

Para comprar dólar mais barato, consulte no site do Banco Central,  ranking com as melhores taxas para o câmbio, seja dólar, euro ou outra moeda.

Siga a dica que todo economista dá na hora de comprar o dólar para a viagem internacional – comprar dólar aos poucos é o melhor jeito de adquirir a moeda com o preço médio. Não vai conseguir a melhor cotação (o que é algo difícil de prever), mas sobretudo não terá prejuízos com variação repentina.

Evite o uso do cartão de crédito. Prefira carregar um cartão pré-pago aos poucos antes da viagem. Dessa forma, segue a regra da compra de dinheiro em espécie – não terá o dólar mais barato, mas evita um super alta. Pagar o valor médio, é sempre a melhor solução.

O que você gasta hoje no seu cartão de crédito, paga com a cotação do fechamento da fatura. E hoje em dia, com esta alta que não vê fim, tem boas chances de pagar bem mais do que cogitou.

Vale a pena ler o que já escrevemos para você economizar na viagem – escolha do roteiro, compra da passagem, dicas de hospedagem e milhas aéreas.

Melhores destinos para fugir da alta do dólar

Viaje pelo Brasil – roteiros em SP, MG e RJ

Viajar para Campos do Jordão

Campos do Jordão é um destino legal para fugir do calor (e do dólar alto).

Para ser sincero, a desvalorização do real frente às outras moedas é uma pedida para descobrir as belezas do Brasil. Há destinos divinos na Serra Gaúcha, praias bonitas no Nordeste e roteiros gostosos para a família no interior de SP, MG e RJ.

Viajar para o interior de SP: cidades turísticas do Estado

Viajar para o Litoral Norte de SP: dicas das melhores praias

Viajar para cidades turísticas de Minas Gerais: dicas e roteiros

Viajar para o Rio de Janeiro: dicas de turismo e roteiros baratos

Viajar para a America do Sul ainda é barato

oasis peru mochileiros paisagens america sul backpack 4

A lagoa do oásis no Peru é cercada de restaurantes, bares e hostels

Como alternativa para fugir da alta exacerbada do dólar, mantendo um destino internacional, sugerimos Chile, Argentina ou Peru, na América do Sul.

Se o real é uma moeda fraca, o peso chileno, argentino e o soles peruano não ficam muito atrás, ainda que o real tenha se desvalorizado em relação a estas moedas também.

Viajar para o Peru, por exemplo, ficou 40% mais caro. Chile e Argentina, 10%. – a conta foi feita com base na variação cambial de cada moeda no site do UOL.

Viajar para o Peru: guia com dicas para planejar um mochilão

Viajar para o Chile: guia com dicas de turismo em Santiago e litoral

Viajar para Córdoba: guia com dicas para uma viagem barata na Argentina

Roteiros no Leste da Europa

Viagens baratas na Europa

Lake Bled, na Eslovênia, é apenas uma amostra das belezas dos Balcãs.

Viajar para Bósnia, Croácia e Eslovênia: roteiros e dicas

Viajar para Praga: dicas com roteiro de 5 dias na República Tcheca

E que tal uma viagem barata para a Ásia?

Praia bonita da Tailândia

Koh Phi Phi é a praia mais bonita da Tailândia.

Por último, a partir de Novembro* já é legal viajar para o Sudeste Asiático. Países como Tailândia, Camboja e Vietnã são extremamente baratos para viajar.

*Em Novembro já não há riscos de tsunamis e tempestades, bem frequente na região entre Abril e Outubro, evento conhecido como monções asiáticas.

Viajar para a Tailânida: dicas para mochilão no Sudeste Asiático

Fotos: Muita Viagem | Fonte da pesquisa de variação cambial: UOL

Danilo

Dan já foi Comissário de Voo e Relações Públicas. Hoje é um viajante. Já viveu no Canadá, fez road trip pela Califórnia e mochilão na Europa. Conhece 20 países e todas as capitais do Brasil. Quer conhecer 50 antes dos 50.

Pergunta aí! Queremos saber

O seu email não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*