Início / Dicas / Quanto vale o dólar e para onde viajar com a moeda nas alturas
Comprar dólar
Dicas para viagens internacionais

Quanto vale o dólar e para onde viajar com a moeda nas alturas

Dólares a euros

Para viagens pós pandemia, o melhor mesmo será curtir as férias no Brasil. Leia a análise abaixo e perceba para onde ficou mais caro viajar neste ano.

Para exemplificar, em 01 de Outubro de 2014, o dólar turismo era cotado a R$ 2,60. No ano seguinte, em 25 de Setembro de 2015, a moeda era vendida a R$ 4,19 (alta de 60%).

Já o euro, nas mesmas datas, era vendido a R$ 3,13 em 2014. Em 2015, a R$ 4,45 (alta de 40%). Hoje, com a alta do dólar por conta da pandemia, a moeda americana está perto de R$ 5,35, em setembro de 2020. O dólar fechou setembro com valorização de 2,5%, no ano já sobe 40%!!

Isso já responde a pergunta – com dólar alto, melhor Europa ou Estados Unidos? Brasil!!

Quanto vale o dólar

Tipos de dólar

Existem 3 tipos de dólar, cada um com uma cotação diferente:

  • Dólar comercial – para negociações entre bancos, instituições financeiras e empresas;
  • Dólar turismo – para negociações entre bancos e pessoas físicas que queiram viajar ou comprar fora do país;
  • Dólar paralelo – para negociações não autorizadas entre pessoas e empresas.

Conversor de moeda

Veja como converter dólar em real:

Para fazer a cotação de preço do dólar hoje, comprar dólar ou até vender, uma dica é usar um conversor de moeda. O Conversor Dólar da Toro Investimentos, por exemplo, mostra o valor da moeda estrangeira praticado no momento da busca em centenas de casas de câmbio no Brasil.

Afinal, cada moeda do mundo tem um determinado valor, a taxa de câmbio. Essa taxa varia de acordo com as flutuações do mercado financeiro. Ou seja, a oferta e a demanda pela moeda nas bolsas mundiais fazem com que ela se valorize ou perca valor.

Onde o dólar é aceito?

Fora os Estados Unidos, muitos alguns outros países têm o dólar como sua moeda oficial, além de possuir ampla aceitação em diversos outros destinos. Então, para muitas viagens internacionais, não é necessário trocar dinheiro pela moeda local, basta comprar dólares, o que é bem mais fácil e barato.

O dólar é usado como moeda oficial no Equador, El Salvador, Ilhas Virgens Britânicas, Ilhas Turcas, Porto Rico, Timor-Leste, Zimbabwe, entre outros. Além disso, o dólar é amplamente aceito em Barbados, Camboja, Curaçao, Ilhas Cayman, Nicarágua, Saint Martin, Saint Kitts e Nevis, Vietnã.

A exceção é Cuba. Prefira levar Euros à Dólar na ilha Caribenha.

Como economizar durante a viagem?

Se há uma forma de diminuir os gastos de uma viagem, ela se chama planejamento. Decidir a data da viagem, comprar passagem aérea e reservar hotel com antecedência são a chave do sucesso para viajar mais barato.

Quanto antes planejar a viagem, melhor. Mais tempo terá para pesquisar o preço das passagens aéreas, aguardar promoções e organizar roteiros a pé.

Para pesquisar passagens aéreas costumo utilizar o Skyscanner e o Momondo. Já para pesquisar ofertas espertas, utilizo o Booking (sempre ele). Viajar com amigos também ajuda economizar com hotel, passeios e restaurantes.

Hoje em dia não tem como escapar de pagar o IOF em viagens internacionais. Tudo o que você gasta lá fora com cartão de crédito irá pagar IOF. E, se optar em carregar um cartão pré-pago (Visa Travel Money), irá pagar o IOF na hora da conversão na casa de câmbio. A taxa cobrada é de 6,38%.

O único jeito de economizar é comprar o papel moeda. Ou seja, ir na casa de câmbio com a melhor cotação e levar tudo em dinheiro vivo. A taxa de IOF para esta transação é de 0,38%.

Fazer isso pode ser bastante perigoso. Apesar de economizar 6% nas compras no exterior, você fica sujeito a perder tudo e não ter a mesma sorte que tive quando deixei mais de US$ 2 mil no carro que aluguei na Califórnia.

Além do mais, a Receita Federal limita em R$ 10 mil o valor máximo que o viajante pode sair do país sem declarar e, claro, pagar o devido imposto.

Como comprar dólar mais barato?

Para comprar dólar mais barato, consulte no site do Banco Central,  ranking com as melhores taxas para o câmbio, seja dólar, euro ou outra moeda.

Siga a dica que todo economista dá na hora de comprar o dólar para a viagem internacional – comprar dólar aos poucos é o melhor jeito de adquirir a moeda com o preço médio. Não vai conseguir a melhor cotação (o que é algo difícil de prever), mas sobretudo não terá prejuízos com variação repentina.

Evite o uso do cartão de crédito. Prefira carregar um cartão pré-pago aos poucos antes da viagem. Dessa forma, segue a regra da compra de dinheiro em espécie – não terá o dólar mais barato, mas evita um super alta. Pagar o valor médio, é sempre a melhor solução.

Como parte do planejamento de uma viagem internacional, a primeira dica é acompanhar a cotação do dólar. Existem várias ferramentas e aplicativos para acompanhar as variações e o preço atual do dólar. Afinal, saber a tendência da moeda ajuda a comprar dólares para viagem.

O que você gasta hoje no seu cartão de crédito, paga com a cotação do fechamento da fatura. E hoje em dia, com esta alta que não vê fim, tem boas chances de pagar bem mais do que cogitou.

Vale a pena ler o que já escrevemos para você economizar na viagem – escolha do roteiro, compra da passagem, dicas de hospedagem e milhas aéreas.

Melhores destinos para fugir da alta do dólar

Viaje pelo Brasil – roteiros em SP, MG e RJ

Campos do Jordão

Campos do Jordão é um destino legal para fugir do calor e do dólar alto | Muita Viagem

Para ser sincero, a desvalorização do real frente às outras moedas é uma pedida para descobrir as belezas do Brasil. Há destinos divinos na Serra Gaúcha, praias bonitas no Nordeste e roteiros gostosos para a família no interior de SP, MG e RJ.

Viajar para a America do Sul ainda é barato

oasis peru mochileiros paisagens america sul backpack 4

A lagoa do oásis no Peru é cercada de restaurantes, bares e hostels

Como alternativa para fugir da alta exacerbada do dólar, mantendo um destino internacional, sugerimos Chile, Argentina ou Peru, na América do Sul.

Se o real é uma moeda fraca, o peso chileno, argentino e o soles peruano não ficam muito atrás, ainda que o real tenha se desvalorizado em relação a estas moedas também.

Sobre Danilo

Antes de começar o Muita Viagem, fui Relações Públicas e Comissário de Voo. Vivi no Canadá, fiz longas viagens nos Estados Unidos e alguns roteiros na Europa. Já estive em todas as capitais do Brasil, e em mais de 20 países pelo mundo. Quero conhecer o Oriente Médio, África e Ásia.

Deixe uma resposta

O e-mail não será publicado. Campos obrigatórios *

*