Início / Destinos / Bento Gonçalves – RS e as vinícolas do Vale dos Vinhedos
As parreiras dominam as paisagens em Bento Gonçalves

Bento Gonçalves – RS e as vinícolas do Vale dos Vinhedos

As viníciolas Bento Gonçalves e o Vale dos Vinhedos fazem parte do roteiro do vinho, sendo um dos lugares para conhecer no sul do Brasil.

Há muitos lugares para conhecer no sul do Brasil. Para começar, destinos como Bento Gonçalves e o Vale dos Vinhedos, por exemplo, são imperdíveis para quem pretende fazer uma viagem romântica por vinícolas no Rio Grande do Sul (RS).

Sendo assim, o estado gaúcho é um dos maiores produtores de vinho do Brasil, somando 90% da produção nacional, distribuída entre vinho (90%), espumante (85% da produção nacional) e suco de uva (90%). Mas as vinícolas também podem ser encontradas em outros estados, como as vinícolas de São Joaquim, em Santa Catarina.

A Serra Gaúcha é um interessante polo de enoturismo, com vários roteiros cativantes para explorar vinícolas, harmonizar gastronomia italiana e vinhos e também conhecer a cultura local. E, apesar de ser possível encontrar grandes e famosas produtoras de vinho, como a Casa Valduga e a vinhos Miolo, porém destaque mesmo são para as pequenas vinícolas dessa região do Rio Grande do Sul.

Vínicolas Bento Gonçalves – Vale dos Vinhedos (RS)

Confira a seguir um roteiro romântico pela Serra Gaúcha em uma viagem por vinícolas no Rio Grande do Sul, passamos por restaurantes charmosos e natureza exuberante. Certamente essa região possui alguns dos melhores lugares para conhecer no sul do Brasil.

Por Fabrício Matos

Bento Gonçalves e o seu Vale dos Vinhedos, é sem sombra de dúvidas um daqueles destinos obrigatórios para se conhecer antes de morrer. Assim, a uma distância de apenas 122 km de Porto Alegre (RS), a rota do Vale do Vinhedos é uma excelente opção para as férias, feriados, e porque não, simplesmente viajar durante todo o fim de semana.

Portanto, abaixo roteiro de viagem curtinho, de duas noites, mas muito intenso e romântico, e que você pode fazer em um fim de semana, viajando sozinho, em casal, ou com a família.

Vale dos Vinhedos (RS)

Primeiramente, para quem faz a viagem de avião e pretende alugar carro em Porto Alegre, o roteiro ideal para conhecer algumas das vinícolas do Rio Grande do Sul, consiste em chegar na 6ª a noite em Porto Alegre, pelo aeroporto Salgado Filho, voltando no domingo a noite, com fotos dos melhores lugares para conhecer no sul do Brasil.

Roteiro de 3 dias nas Serras Gaúchas

Para começar, o melhor é pegar a estrada de Porto Alegre no sábado de manhã, em torno das 7h. Você deve chegar em Bento Gonçalves antes do almoço.

SEXTA-FEIRA

vale dos vinhedos

Porto Alegre é uma moderna cidade e com bonitos parques e prédios às margens do rio Guaíba

Faça uma reserva num hotel em Porto Alegre, São Leopoldo ou Novo Hamburgo. Em São Leopoldo e Novo Hamburgo, cidades menores na região Metropolitana de Porto Alegre existem boas opções de hospedagem econômicas para pernoite, sem se afastar da BR-116. Assim, evita eventuais congestionamentos na capital, encurtando o tempo de viagem para o dia seguinte.

Chegando no aeroporto (POA), procure pelo guichê da locadora de veículos e retire seu veículo. Não se esqueça de efetuar a reserva antecipadamente, isto facilita sua vida e você ganha tempo, além de ser mais econômico. As estradas são asfaltadas, boas para qualquer tipo de carro.

Se tiver disposto, procure um lugar onde jantar em Porto Alegre, ou algum barzinho da cidade, afinal é sexta e opção legal é o que não falta por lá. Volte cedo para o hotel em Porto Alegre, e descanse. Afinal, vamos acordar cedinho no dia seguinte para conhecer no sul do Brasil, as vinícolas Bento Gonçalves, no Vale dos Vinhedos (RS).

Leia também: O que fazer em Curitiba (PR)

As vinícolas no Rio Grande do Sul

SÁBADO

vinícolas bento gonçalves vale dos vinhedos

As parreiras dominam as paisagens em Bento Gonçalves – foto: Fabrício Matos

Tome café e faça o check-in bem cedo, programe estar as 9 horas da manhã no Vale dos Vinhedos, hora em que todas as vinícolas em Bento Gonçalves (RS) iniciam suas atividades. Apenas como referência de tempo, a rota entre Porto Alegre e as vinícolas Bento Gonçalves costuma durar até duas horas.

Tire o dia pra conhecer aquelas vinícolas no Rio Grande do Sul que mais lhe agradam, como as tradicionais Miolo, Don Laurindo, Lidio Carraro, Casa Valduga. Sem dúvida, as vinícolas do sul do Brasil são incrivelmente boas, e seus vinhos são premiados no mundo todo (principalmente os espumantes), portanto, divirta-se!

Leia também: Urubici (SC), um destino de neve no sul do Brasil

Vale dos Vinhedos Bento Gonçalves RS

A Casa Valduga é uma das mais visitadas da região – foto: Fabrício Matos

Nesse sentido, a maioria das vinícolas no Rio Grande do Sul fecham entre as 12:00 h e 13:30 h, tempo ideal para almoçar (principalmente para quem tomou café cedinho). Assim, algumas vinícolas possuem seu próprio restaurante, como o renomado Restaurante Maria Valduga, uma das propriedades da família Valduga. Mas existem outras ótimas opções ao redor, como o Restaurante Sbórneas. Certamente são restaurantes para conhecer no sul do Brasil.

Neste último, o carro-chefe é a sua sequência típica italiana, que tem um preço honesto por tudo que lhe oferece, um ótimo custo benefício. Possui 4 tipos de entradas (polenta, queijos à milanesa, omelete fortaia, salada temperada com bacon). Além disso,  o rodízio de massas variadas e seis tipos de carne — vitelo, picanha, costela suína, etc. Para finalizar, sobremesas típicas do sul do Brasil.

Hotéis vinícola em Bento Gonçalves (RS)

Programe-se para fazer pelo menos uma visita guiada pelas vinícolas, pois vale a pena. A Casa Valduga é uma opção completa de visitação, você ganha uma taça muito bonita, degusta ótimos rótulos, e ainda aprende sobre o mundo dos vinhos, um passeio imperdível.

Reserve um hotel vinícola na região do Vale dos Vinhedos, ou em Bento Gonçalves. Lembre-se que se beber, não dirija (e aproveite para se hospedar perto das vinícolas). Se tiver oportunidade, experimente os hotéis vinícolas Villa Michelon ou o Hotel & Spa do Vinho.

Hotel Spa do Vinho é uma opção de hotel entre as vinícolas em Bento Gonçalves

Portanto, são opções de hospedagem inesquecíveis, hotéis vinícolas luxuosos e ao mesmo tempo acolhedores, que proporcionam uma experiência ímpar, pra relembrar pro resto da vida, destino obrigatório no roteiro de viagem de muitos casais apaixonados ou em lua-de-mel. No meio das vinícolas em Bento Gonçalves, as acomodações são confortáveis e a vista, maravilhosa.

Certamente, vale a pena passar ao menos uma noite em um belo hotel romântico para conhecer, e reservando com antecedência ainda é possível conseguir ótimos preços. No entanto, para quem não quer gastar muito, é possível escolher um hotel em Bento Gonçalves que tenha decoração e temática pensada em vinho. Ou seja, é dica de experiência para ter e hotéis para conhecer no sul do Brasil.

QUERO RESERVAR

Passeio de Maria Fumaça na Serra Gaúcha

DOMINGO

No domingo cedo, você pode optar por um belíssimo passeio de trem Maria-fumaça entre Bento Gonçalves as cidades de Garibaldi e Carlos Barbosa. Assim, são 23 km embalados por atrações típicas da região, como danças e músicas, com direito a degustação de espumantes moscatel e suco de uva numa parada em Garibaldi.

Nesse sentido, o passeio segue pelas paisagens brasileiras típicas da Sera Gaúcha até a cidade de Carlos Barbosa, onde o passeio termina, recepcionando os passageiros com muita música italiana. Assim, para reservas e maiores informações, procure pela Giordani Turismo pelo telefone (54) 3455-2788. Os passeios duram duas horas, em média, e o primeiro passeio começa as 9h, de acordo com o site da prefeitura de Carlos Barbosa. Confira vídeo:

Voltando do passeio, você ainda pode conhecer um dos outros quatro roteiros turísticos mais famosos de Bento Gonçalves:

1.  Vale do Rio das Antas

2. A Rota Cantinas Históricas

3. Rota Rural Encantos de Eulália

4. Caminhos de Pedra

Ao lado do Pórtico da cidade (portal com formato de barrica de vinho), existe um ponto de informações turísticas onde pode tirar dúvidas e adquirir os mapas de cada um dos roteiros acima, além do mapa do Vale dos Vinhedos. Ou, se preferir, todas as rotas estão detalhadas no site oficial da secretaria de Turismo.

Caminhos de Pedra – RS

Como o tempo é curto, escolhemos conhecer os Caminhos de Pedra. Experimente almoçar em algum dos restaurantes típicos desta rota charmosa e cheia de história, como o Restaurante Nona Ludia. Além do restaurante Casa Angelo ou a cantina Casa Strazapazzon. Massas, carnes, e comida típica italiana são as principais opções nos cardápios. Aliás, depois do almoço, a região ainda reserva diversas outras atrações, além de paisagens deslumbrantes para explorar.

Passeie pelos charmosos e tradicionais estabelecimentos da rota Caminhos de Pedra, pois há muitos lugares charmosos, com arquitetura típica de pedra e madeira, belíssimas construções. Assim, combinado com a paisagem de vinhedos e muito verde, temos a sensação de estarmos dentro de um quadro, uma pintura rara, uma obra-de-arte. Desse modo, são tecelagens, casas de gostosuras diversas (queijos, salames, chocolates, doces, vinhos, massas, frutas, ervas), dentre outras atrações.

Por outro lado, a região perto do Vale dos Vinhedos (RS) também possui vinícolas (não poderia faltar). Nesse sentido, a melhor vinícola por lá é a tradicional Salvati & Sirena, que impressiona pelo tamanho da sua construção de pedras basálticas, uma das maiores construções do tipo na região.

Leia também: O que fazer em São Roque, a Terra do vinho em SP

Pousadas perto de Bento Gonçalves (RS)

Por sinal, nos Caminhos de Pedra, também há opção de hotéis e pousadas. Aliás, uma das mais acolhedoras e tradicionais da região é a Pousada Cantelli, toda construída em pedra, foi erguida em 1878 pela família e era utilizada nos seus primórdios como oficinas de carroça e estrebaria, no início do século XX.

Mapa do Vale dos Vinhedos (RS)

Ao fim do dia, é hora de partir. Tudo que é bom, dura pouco. Assim, para voltar para Porto Alegre, até o Aeroporto Salgado Filho, saia com pelo menos 4 horas de antecedência da hora marcada do seu voo. Assim, o percurso com a viagem de carro pode demorar até 2h, mais o tempo para entregar seu veículo na locadora de carros, e ter tempo suficiente para despachar malas e fazer o check-in da companhia aérea.

Sem dúvida, temos a plena consciência de que um fim de semana é pouco para conhecer um lugar tão especial e romântico, e tão rico em cultura, gastronomia, paisagens do Vale dos Vinhedos e as vinícolas Bento Gonçalves (RS). Entretanto, é possível passar momentos muitíssimo agradáveis se programando com antecedência, e aproveitando ao máximo o seu tempo.

Em síntese, a única certeza que temos, é que você vai querer voltar com muito mais calma. Assim, poderá explorar cada canto do Vale dos Vinhedos e dessas terras tão belas, férteis, e acolhedoras!

Leia também: Cidades com festival de inverno no sudeste do Brasil

Quando ir para o Vale dos Vinhedos

  • Janeiro a março – Bento em Vindima – Festa de colheita das Uvas
  • Abril – Concurso Internacional de Vinhos
  • Junho – Expo Bento – Feira da Indústria, Comércio e Serviços
  • Setembro – Festival do Moscatel (Garibaldi)
  • Setembro a outubro – Festival Nacional do Vinho Colonial
  • Outubro – Bento em Dança – Festival de Danças
  • Outubro – Fenachamp – A festa do Espumante Brasileiro (Garibaldi)
  • Dezembro – Natal Bento

Por fim, para não errar na próxima viagem internacional, confira todo nosso conteúdo, com dicas de viagens, passeios, roteiros e hotéis. Assim, viaje com os relatos de quem realmente entende de turismo e esteve no local. Tire dúvidas, troque ideias e experiências.

Faça um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.