Início / Destinos / Austin, Texas – o que fazer na cidade mais “weird” dos EUA
Morcegos em Austin
Milhares de morcegos sobrevoam a ponte da avenida Congress, em Austin-TX.

Austin, Texas – o que fazer na cidade mais “weird” dos EUA

Austin é uma cidade vibrante e animada, com diferentes estilos de bares e todos os tipos de pessoas. Austin, apesar de ser somente a 4.ª cidade mais populosa do Texas, é a capital do estado. É comum as pessoas confundirem Dallas ou Houston como se fosse a capital. Há muitos lugares para visitar em Austin!

Austin é a capital da música ao vivo também. Escrevemos no blog, confira o post com dica de 10 bares em Austin para ouvir bandas de rock, blues, jazz e country de pertinho. Dançar e beber boa cerveja. A seguir outras dicas sobre o que fazer em Austin.

O que fazer em Austin, Texas

Ouvir música ao vivo em um típico bar de Austin

O Continental Club, em Austin, é um dos mais antigos bares da cidade.

O Continental Club, em Austin, é um dos mais antigos bares da cidade.

Esta é, portanto, uma das melhores coisas para fazer em Austin. Entrar em um bar de onde esteja saindo um som bacana, se soltar, conversar com as pessoas, que são bem friendly, e dançar ao som de boa música.

6th Street – Bares em Austin

A 6th Street, no centro de Austin, é famosa por suas dezenas de bares com música ao vivo.

A 6th Street, no centro de Austin, é famosa por suas dezenas de bares com música ao vivo.

Caminhar pela 6th Street é outro passeio que deve ser feito várias vezes em Austin. Conhecer muitos bares e ouvir diferentes bandas ao vivo.

Apesar de bares mais turísticos, há locais bem divertidos na 6th St.

O Barcelona é animado, o Blind Pig toca mais black music, o Pandora é bem amplo, além do Soho Lounge e do Maggie Mae’s, que são excelentes.

Festivais de música em Austin

Shows do SXSW no Ladybird Park, Austin - Texas.

Shows do SXSW no Ladybird Park, Austin – Texas.

Falando em música, Austin é local de importantes festivais. Quase toda semana está rolando algo novo na cidade. Há ao menos uma dezena de festivais de diferentes estilos musicais ao longo do ano.

Para citar apenas alguns, há o carnaval brasileiro no começo do ano, o South by Southwest – SXSW e Urban Music Festival em março.

Logo em seguida já rola o festival de reggae, música latina, eletrônica, o Pecan Street Festival em setembro, e o Austin City Limits Festival em outubro, sem contar o réveillon Austin’s New Year.

SXSW, em Austin-TX

O maior festival de música do mundo

SXSW é a sigla para South by Southwest. O SXSW é o maior festival midiático do mundo. Acontece em Austin, Texas, nos Estados Unidos (EUA).

O SXSW dura 9 dias, sendo os últimos 5 dias dedicados à música.

Estivemos na cidade em 2016, na última semana do festival. Nossa viagem para os EUA começou em Austin durante o SXSW e voltamos para lá, depois de passar 10 dias em San Antonio, Texas.

A ideia deste post é dar dicas para quem pretende viajar para Austin durante o South by Southwest, com a ressalva de que a cidade sem o evento é bem mais tranquila e tão ou até mais legal quanto os dias do festival, em março.

Portanto, quem planeja viajar para Austin, Texas, e só tem uma semana, nossa sugestão é evitar os dias de SXSW. Os hotéis custam até o dobro do preço durante o festival e fica tudo lotado.

Onde ficar em Austin? Roteiros no Texas

A 6th Street é fechada durante o SXSW e fica lotada de gente e artistas tocando.

6th Street durante o SXSW – lotada de gente estranha e músicos.

Se a capital texana já respira música durante todos os dias “normais”, durante o SXSW o ritmo de shows é esquizofrênico, com suspense de nomes e grandes filas. Pode ser frustrante tentar e não conseguir ver algum show.

Outro ponto a considerar é que o festival é caro. Comprar o badge com acesso às palestras, filmes e shows custava US$700 às vésperas do evento (2016). Para pagar barato é preciso antecipar a compra o quanto antes. Caso queira ir, planeje-se e tente comprar os ingressos no primeiro lote.

De qualquer forma, mesmo que você pague US$350 pelo ingresso, o que seria bem barato, com menos dinheiro é possível conhecer dezenas de bares legais em Austin, e até ir à shows não oficiais, até melhores.

SXSW atrai mais de 400 mil pessoas durante os dias do festival.

SXSW atrai mais de 400 mil pessoas durante os dias do festival.

O SXSW em si gira muito em torno de debates. O público mais interessado são os profissionais do setor audiovisual, cinematográfico e tecnológico, que palestram sobre temas atuais da produção musical e audiovisual.

O alto do SXSW 2016 foi o show do Iggy Pop. Contudo, rolou show fora da programação oficial, no Moody Theater. Ou seja, se você planejar consegue ver shows mesmo sem participar oficialmente da feira.

Outro destaque deste ano (2016), 30.º aniversário do SXSW, foi a presença do presidente Obama, que proferiu palestra no evento.

Festivais na Europa: calendário de shows

Dicas para ver shows

Uma dica para quem pretende viajar para Austin durante o SXSW mas não vai comprar o ingresso oficial, é arriscar a sorte com o RSVP. O RSVP é uma empresa de relações públicas que divulga shows e festas durante o SXSW.

Patrocinadores anunciam de última hora shows em casas noturnas de Austin. Tais festas são divulgadas nas mídias sociais e via newsletter RSVP.

Você paga um valor de cerca de US$50 e passa a receber convites para festas e shows. O RSVP envia entradas para estas festas. Basta imprimir ou guardar uma cópia no celular e chegar cedo. (primeiro a chegar, primeiro a entrar).

Show grátis da Thao & the get down stay down no Cedar Street, durante o SXSW, Austin.

Show grátis da Thao & the get down stay down, em bar, durante o SXSW.

O convite não é certeza de entrar nos lugares e mesmo sem convite é possível acessar as festas, como o show da Thao & The Get Down Stay Down que fui no bar Cedar Street, e o palco no Lady Bird Park. Foram os melhores shows que fui durante o SXSW e não precisava ter o RSVP.

Durante o SXSW acontecem shows gráts no Ladybird Park, Austin.

Durante o SXSW acontecem shows grátis no Lady Bird Park, Austin.

A dica boa e grátis é o Guest Pass SXSW. Faça o cadastro e tenha acesso gratuito a alguns eventos do festival, como os shows no Lady Bird Park, palestras e sessões de filmes.

Algumas festas necessitam chegar cedo para pegar a “pulseira de acesso” (badge) e sempre ter muita paciência para ficar nas filas. Em 2016, não conseguimos entrar na festa do Youtube, nem no show do Bloc Party no Pandora por conta das filas enormes horas antes dos shows.

De qualquer forma, a capital da música ao vivo sempre tem espetáculos gratuitos. Outra dica é ficar de olho no app DO512.com, para saber sobre shows em Austin.

Lugares para viajar no réveillon: pacotes, cruzeiros, passagens e destinos baratos

10 bares em Austin, a capital da música ao vivo

Austin, Texas – EUA, tem o título de capital mundial da música ao vivo.

Guitarra em Austin

A cidade que respira música tem guitarras em todos os cantos.

Há música em todos os lugares. Dezenas de bandas tocando country, jazz, blues e americana nos bares da 6th St., 4th St., Rainey St. e outros cantos da cidade.

Estivemos em Austin este ano durante e após o SXSW, maior festival de música, cinema e mídia do planeta, e selecionamos 10 bares para ver shows com música ao vivo, beber e se divertir no Texas.

6th Street e os bares em Austin – Texas

A 6th Street, no centro de Austin, é famosa por suas dezenas de bares com música ao vivo.

A 6th Street, em Austin, é famosa por seus inúmeros bares com música ao vivo.

Para conhecer os bares em Austin é preciso ir à 6th Street. É lá onde estão concentrados a grande parte dos botecos e baladas da cidade, mas os melhores bares de Austin ficam em outras regiões. O relato a seguir trás 10 dicas.

De qualquer forma, um passeio pela 6th Street faz parte do roteiro em Austin, Texas, e há algumas opções interessantes por lá, como o Soho Lounge, Maggie Mae’s, Cedar Street, Barcelona e Pandora. Alguns estão em nossa lista abaixo.

6th St. fechada e lotada de gente e barulho durante o SXSW.

A 6th Street fecha durante o SXSW – muita gente estranha, artistas de rua e músicos.

Vai lá! Festivais de música na Europa

Antone’s, o melhor bar de Austin

O Antone's é o melhor bar com música ao vivo em Austin, Texas.

O Antone’s é o melhor bar com música ao vivo em Austin, Texas.

Em nossa opinião, o Antone’s é o melhor bar da cidade. A animação do show do Lazy Lester, em abril de 2016, pode ter influência em nossa avaliação, porém o lugar é realmente muito bom. O bar é espaçoso e aconchegante, tem várias mesas, balcão, palco amplo e acústica fantástica.

Endereço: 305 E 5th Street – Austin. Aberto todos os dias das 17:00 às 02:00.

Cactus Cafe – Universidade do Texas (UT)

O café e bar universitário sempre tem shows inéditos e intimistas.

O café e bar universitário sempre tem shows inéditos e intimistas.

O pequeno bar universitário costuma receber shows exclusivos, como o do saxofonista Mr. Jeff Lofton, o qual fomos durante a viagem. O bar fica dentro da universidade. As apresentações começam cedo, mas você consegue curtir o show sentado à mesa e pedir bebida numa boa.

Endereço: 24th Street com a Guadalupe, dentro da UT. Não abre todos os dias. Confira a programação. Abre às 20:00 e os shows começam às 20:30.

Continental Club

O Continental Club, em Austin, é um dos mais antigos bares da cidade.

O Continental Club, em Austin, é um dos mais antigos bares da cidade.

É um dos mais antigos espaços para shows em Austin. O Continental Club é rústico e pequeno. Há cadeiras enfileiradas para o público assistir aos shows, balcão e área underground com sinuca aos fundos. O bar costuma ter 2 shows por noite. O primeiro é sempre sem a cobrança de couvert. Apenas tips.

Endereço: 1315 S. Congress Ave. Fica mais afastado do centro, é preciso atravessar a ponte (Congress Ave) e seguir por 1 km. De segunda a sexta funciona a partir das 18:00. Aos finais de semana, começa às 15:30.

Elephant Room

O Elephant Room é um dos melhores bares em Austin.

O Elephant Room é um dos melhores bares em Austin.

O bar fica no porão de um pequeno prédio na Congress, a avenida mais importante de Austin, entre a 5th e a 4th Street. Em geral o bar não cobra couvert durante a semana e sempre tem ótimas bandas no final da noite.

Endereço: 315 Congress Ave. A entrada é pequena. Entre e desça a escada. De seg. a sexta funciona das 16:00 às 2:00. No final de semana das 20:00 às 2:00.

Roteiro The Beatles em Hamburgo, na Alemanha.

the Hole in the Wall

Hole in the wall é um dos bares bacanas em Austin.

Hole in the wall é um dos bares bacanas em Austin.

Além da ótima localização, longe da bagunça da 6th St. e perto da universidade e do hostel onde ficamos após o SXSW, o bar tem bandas ao vivo quase todos os dias da semana. Na época, abril de 2016, o hostel em parceria com o bar dava uma cerveja de brinde por dia por hóspede. Era só avisar na recepção.

Endereço: 2538 Guadalupe Street. Ao lado do 7 Eleven, esquina com Drifter Jack’s Hostel. Do outro lado da rua da UT. De quinta à domingo das 15:00 às 00:00.

Cedar Street

O Cedar Street é um dos melhores bares em Austin.

O Cedar Street é um dos melhores bares em Austin.

O bar é composto de um jardim, palco, terraço e dois bares. É preciso conferir as apresentações que irão rolar, mas certamente é um dos melhores lugares para curtir música ao vivo em Austin. Uma das vezes que fomos, vimos a ótima Thao & the Get Down Stay Down.

Endereço: 208 W. 4th Street. Abre das 16:00 às 02:00 de segunda à sexta; e das 18:00 às 02:00 no final de semana.

Guia de compras em Nova York: as melhores lojas

Craft Pride

O legal deste bar na animada Rainey Street são as centenas opções de cervejas.

O legal deste bar são as centenas de cervejas e a pizzaria no backyard.

A Rainey St. conta com diversos barzinhos e é bem animada, especialmente no finzinho da tarde. O Craft Pride tem menu com centenas de cervejas do Texas e outras partes do mundo. A dica é pedir a cerveja no bar e seguir para o jardim comer algo no Via 313, food truck com uma das melhores pizzas de Austin.

Endereço: 61 Rainey Street. Funciona de segunda a sexta, das 16:00 às 2:00. De sábado, das 13:00 às 02:00 e domingo das 13:00 até 01:00.

Festival em Dana Point, na Califórnia, uma das paradas no road trip.

Maggie Mae’s

O Maggie Mae's é um dos bares bacanas da 6th Street.

O Maggie Mae’s é um dos bares bacanas da 6th Street.

A 6th St. é o reduto dos bares em Austin. É lá que está a muvuca. Faça um pub crawl pelos divertidos Soho Lounge, Barcelona, Pandora, mas termine no Maggie Mae’s – o melhor bar da rua. Na linda cobertura (rooftop) rola a paquera.

Endereço: 323 E 6th Street.

Road trip nos Estados Unidos: roteiros para viagens de carro nos EUA

Historic Scoot Inn

Show de funk com o The Meters, em Austin - Texas.

Show com George Porter Jr. do The Meters, em Austin – Texas.

O Scoot Historic Inn é afastado, mas tem ótimas apresentações, como o Funky Meters, em abril de 2016. Além de ambiente coberto com bar, há palco na área aberta e um mezanino. É um lugar especial se for rolar um show legal.

Endereço: 1308 E 4th Street. Fica após a linha do trem. Funciona de terça a domingo das 18:00 às 2:00.

Carousel Lounge, um lugar pra lá de “weird”

"Keep Austin Weird", se quiser um bar com a cara do lema de Austin, o Carrousel é o lugar.

Keep Austin Weird, se quiser um bar com a cara de Austin, o Carousel Lounge é o lugar.

O lema da cidade – Keep Austin Weird, encaixa-se perfeitamente neste espaço surreal ao norte de Austin. O espaço imita um circo. A crítica já resenhou o bar como cena de filme do David Lynch. Não é um dos melhores, mas entrou na lista por ter a cara de Austin, bem weird. Vá aos finais de semana.

Endereço: 1110 E 52nd Street. Fica afastado, dá pra ir de ônibus e voltar de Uber.

Pontos turísticos esquisitos em Austin

O lema da cidade é Keep Austin Weird – “Mantenha Austin Esquisita”, e não a toa rola muita coisa bizarra para fazer em Austin, Texas.

Morcegos na Congress Ave.

lugares para visitar em austin

Milhares de morcegos sobrevoam a ponte da avenida Congress, em Austin-TX.

Entre abril e setembro, especialmente em agosto, por volta das 19:15, cerca de 45 minutos antes do pôr do sol, milhares de morcegos sobrevoam a ponte da avenida Congress.

Os morcegos saem em busca de alimentos e estão em processo de migração para o México.

O lugar tornou-se um dos pontos turísticos mais bizarros do mundo.

Hi How Are You? - uma das inúmeras artes de rua em Austin. | Foto: Luciana Misura

Hi, How Are You – arte de rua em Austin. | Foto: Luciana Misura

Caminhar pelas ruas de Austin é também um passeio legal.

Você sempre vê algo diferente. O tour pelos murais e grafites da cidade é uma dica maneira para quem gosta de arte de rua.

A Luciana, do blog Colagem, fez recentemente este roteiro e postou o relato. Vai lá ver.

Lojas de discos e música

Austin tem excelentes lojas para quem gosta de discos de vinil.

Austin, Texas, tem excelentes lojas para quem gosta de discos de vinil.

Quem gosta de discos de vinil, CD’s e livros, Austin tem várias lojas legais. A Half Price Books, no 2929 S. Lamar Blvd, é ideal para comprar discos usados. Vi álbuns do David Bowie, Doors, Beatles por menos de US$20.

A Encore Records, no 809 E 6th St, a End of an Ear, no 2209 S 1st St, e a Waterloo Records, no 600 N Lamar Blvd, são outras lojas bacanas.

Austin ainda tem pontos turísticos mais comuns, como prédios públicos, museus e parques. Abaixo, dicas de atrações para incluir no roteiro em Austin.

Food trucks em Austin, Texas

Uma das atrações da cidade são os foodt rucks.

Há comidas de todos os tipos, desde feijoada, churrasco, frango empanado, sanduíches, enfim. Escrevemos mais no post onde comer em Austin. Vai lá conferir

BBQ Austin

Restaurante tradicional em Austin, Texas.

Uma das coisas legais de se fazer em Austin é experimentar as diferentes variedades de refeições em food trucks e restaurantes.

Os food trucks estão espalhados pela cidade. Como têm rodas, estes restaurantes podem mudar de lugar, mas é fácil encontrá-los. Estão em toda parte.

Temos dica de 6 restaurantes e food trucks em Austin. As indicações foram da Luciana Misura, ela é blogueira e mora nos EUA. Aliás, em um dos restaurantes fomos juntos, encarar uma fila de 4 horas para almoçar.

Boteco ATX, churrasco com samba, Guaraná e farofa

Churrasco brasileiro no food truck Boteco, em Austin - Texas.

Churrasco e Guaraná no food truck brasileiro Boteco, em Austin – Texas.

Para começar, um dos melhores lugares para comer em Austin. O food truck Boteco é comandado pelo chef mineiro Fernando, e todos os dias tem um prato brasileiro diferente no menu.

Experimentei o churrasco de picanha, com direito a arroz, feijão, dedo de moça e uma farofa espetacular. Tem coxinha e pastel de feira também. A vontade é voltar para comer a feijoada e a moqueca. Você vai gastar cerca de US$17.

Endereço: 1403 E 7th Street. Fica afastado, é preciso ir de carro ou ônibus.

Via 313 – a melhor pizza da cidade

Deliciosas pizzas no food truck Via 313, na Rainey Street, em Austin.

Deliciosas pizzas no food truck Via 313, na Rainey Street, em Austin.

Paulistano indicar um bom lugar para comer pizza não é tarefa fácil, mas recomendo o Via 313. A pizza quatro queijos é divina. O food truck fica no quintal do Craft Pride, pub com centenas de cervejas. Você vai gastar uns US$21.

Endereço: 61 Rainey Street. Fica próximo ao Lady Bird Lake.

East Side King, food truck sensacional

O food truck East Side King é um dos mais famosos de Austin.

O food truck East Side King é um dos mais famosos de Austin.

Localizado dentro do Space 24 Twenty, área com outros food trucks, o espaço é um convite para passar algumas horas. O food truck é pra quem gosta de comida oriental. Comi um frango empanado apimentado. Você vai gastar uns US$17.

Endereço: 2420 Guadalupe St. Do outro lado da rua da Universidade do Texas.

Franklin BBQ

O Franklin BBQ é considerado o melhor churrasco dos EUA.

O Franklin BBQ é considerado o melhor churrasco dos EUA.

Onde já se viu, chegar às 9:00 da manhã para ir almoçar depois do meio-dia? Ficar de 3 a 4 horas na fila? Paguei para ver e fui com a Luciana, do blog Colagem e Aprendiz de Viajante, conferir o melhor churrasco dos EUA.

Durante o SXSW 2016, o Presidente Barack Obama foi almoçar lá. Dizem que o Serviço de Inteligência Americana ligou para o restaurante e, pela primeira vez na história, alguém não pegou fila para provar as carnes do tio Franklin.

Estas pessoas estavam atrás de nós, e na nossa frente outras 50 pessoas.

Estas pessoas estavam atrás de nós, e na nossa frente outras 30 pessoas.

Quando a Luciana comentou não acreditei. Marcamos de ir. Cheguei às 9:15 e logo avistei ao menos 30 pessoas em pé ou sentadas em cadeiras portáteis, bem de americano, na frente do restaurante.

E conforme o tempo ia passando, mais pessoas chegavam. Por volta das 9:30, uma funcionária anota mais ou menos o pedido da galera para ter uma noção quem na fila corre o risco de ficar sem churrasco.

Quando chega sua vez no balcão para fazer de fato o pedido, é tudo muito rápido. Minha sugestão para quem está viajando e vai querer comer só ali, na hora, é pedir 1 linguiça, 2 pedaços de peito sem gordura, um pouco de carne de porco e alguns pedaços de costelinha (o melhor, a carne salta do osso e derrete na boca).

A ressalva é que é caro. Eu gastei US$50. Exagerei, tive comida por uns 3 dias e ainda joguei fora. Se pedir a minha sugestão vai gastar menos de US$25.

Endereço: 900 E 11th Street. Chegue cedo. O ideal é chegar entre 08:30 e 09:30.

Ruby’s BBQ

O Rudy's BBQ é um restaurante tradicional em Austin, Texas.

O Ruby’s BBQ é um restaurante tradicional em Austin, Texas.

O Ruby’s BBQ é outra churrascaria tradicional em Austin. É totalmente diferente do Franklin BBQ ou do Salt Lick, mas serve uma deliciosa comida caseira num ambiente rústico e aconchegante. Além das carnes, é preciso citar a salada de batatas com mostarda e a espiga de milho. Você vai gastar uns US$22.

Endereço: 512 W 29th Street. Fica próximo da universidade também.

Torchy’s Tacos

Taco no,

O Torchy’s, com cardápio variado, é um lugar para comer bem e barato.

Claro que não poderia faltar um bom restaurante de comida mexicana. O Torchy’s tem várias opções de tacos, os melhores são o democrat e o crossroads. É uma boa dica para comer bem e barato em Austin. Você vai gastar US$12.

Endereço: 2801 Guadalupe Street. Fica próximo à Universidade do Texas.

Museus e parques em Austin

Bullock – Museu com História do Texas

O museu é uma ótima forma de conhecer mais sobre o Texas.

O museu Bullock é uma ótima forma de conhecer mais sobre o cultura do Texas.

O Bullock, museu de história, tem entrada grátis no primeiro domingo do mês.

O ingresso custa US$12. É um museu excelente que vale a visita.

Exposição Our Global Kitchen, no Bullock - Austin, Texas.

Exposição itinerante Our Global Kitchen, no museu Bullock – Austin, Texas.

As melhores alas do museu são a exibição de filmes de Hollywood retratando o velho oeste e o estereótipo do cowboy, e a exibição de trechos de apresentações de músicos e bandas na cidade, de BB King a Radiohead.

Quem gosta de arte pode visitar, ao lado do Bullock, o Blanton Museum of Art.

Quinta-feira a entrada é grátis.

Na época que estávamos em Austin estava rolando uma exibição chamada Come As You Are – Art of the 1990’s.

Texas Capitol State

austin texas

O edifício do Congresso, em Austin – Texas;

O edifício do Congresso fica no alto de um parque.

Muitas pessoas fazem esportes, piqueniques, fotos e curtem o amplo espaço verde. Descobrimos um refrescante bebedouro em um dos cantos do parque.

É possível visitar o interior do prédio, em tour grátis. Saiba mais no site oficial.

Parques em Austin – Texas

Parques em Austin

Os parques de Austin são bons para caminhar, correr ou pedalar.

Um dos lugares bacanas para correr no fim de tarde são as trilhas do Lady Bird Lake às margens do rio Colorado.

Após atravessar a ponte da Congress Ave. você desce para a pista e pode caminhar, correr ou pedalar.

A vista para a cidade é linda de vários pontos da trilha.

lugares para visitar em austin

Pessoas praticam caiaque e stand up paddle no rio Colorado, em Austin

Aos finais de semana as pessoas praticam caiaque e SUP no Town Lake, ao longo do rio.

É possível ir até o Zilker Park, complexo que abriga o Jardim Botânico e a piscina natural de Barton Springs.

Quem gosta de passeios ao ar livre e contato com a natureza, pode ainda subir até o Mount Bonnell, com uma bonita vista da cidade de Austin, no Texas.

Fórmula 1 em Austin – Circuito das Américas

O autódromo de Austin

O autódromo de Austin, no Texas. | Foto: Patrick

Por fim, o grande prêmio de Fórmula 1 de Austin, Texas, também é uma época legal para visitar a cidade. Há gente do mundo todo. Em 2016, a corrida de Fórmula 1 em Austin será entre os dias 21 e 23 de outubro.

Apesar de não termos mais um campeão nas pistas, Ayrton Senna venceu duas vezes em Austin, em 1990 e 91. O grand prix de Austin – Circuito das Américas, tem até curvas inspiradas no “S” de Senna, do autódromo de Interlagos.

Onde ficar em Austin, Texas

Mesmo detendo o título de a “Capital da música ao vivo” e ser reconhecida por suas esquisitices (Keep Austin Weird é o slogan da cidade), Austin, no Texas, consegue ser ao mesmo tempo uma cidade divertida e tranquila para quem, após a noite na balada, deseje, claro, um lugar silencioso e aconchegante para cair na cama, dormir e estar inteirão para o dia seguinte.

Turismo em Austin - Texas

Os arranha céus de Austin vistos às margens do rio Colorado

A cidade em si é bastante tranquila. Há boas opções de hotéis e hostels para quem precisa recuperar as energias após a farra nos bares com música ao vivo, espalhados por todos os bairros de Austin, em especial na 6th Street.

Apesar de ter me hospedado em 2 lugares na cidade, neste post falarei sobre a melhor opção que encontrei – um hostel em Austin, bom, barato e pra lá de simpático!

Na recente viagem que fiz nos EUA, minha estada e roteiro em Austin se dividiu em duas partes – a primeira delas durante o Festival SXSW, e por conta da grande demanda de turistas, não encontrei opções de hotéis baratos.

A alternativa foi reservar um quarto pelo AirbnB, que de fato foi ótimo, porém dada a época do festival, tive que ficar mais afastado do centrão.

A procura por hospedagens em Austin aumenta de tal maneira durante o SXSW que além de ficar difícil encontrar quartos vagos em hotéis da cidade, os preços ficam super caros.

Desta forma, vou conter-me a falar do hostel barato em Austin que encontrei durante a segunda parte da minha viagem no Texas. Confira a avaliação a seguir.

Hostel bom e barato

A melhor área onde ficar em Austin é mesmo no centro expandido, que vai de Downtown até The Drag, onde está localizada a Universidade do Texas (UT) e também o hostel que recomendamos.

A região central de Austin é pequena e não é difícil fazer quase tudo a pé por lá.

onde ficar em austin

O Drifter Jack’s Hostel é dica de hostel bom e barato em Austin

Faço parte daquele grupo de viajantes que quando voltam de viagem precisa comprar um par de tênis novo de tanto andar a pé. Costumava fazer quase todos os dias o trajeto do hostel até Downtown caminhando.

São cerca de 3 km de distância, que levava de 30-40 minutos.

E mesmo quem não é adepto a caminhadas na viagem, andar de ônibus em Austin é bem fácil.

Há uma parada de ônibus em frente ao hostel e várias opções de linhas que operam inclusive durante a madrugada.

O hotel bom e barato em Austin que recomendamos após ficarmos lá por uma semana é o Drifter Jack’s Hostel.

Super bem localizado, no n.º 2602 da Guadalupe Street (uma das principais avenidas da cidade), o hostel fica perto de alguns bares bem bacanas, food truck’s e restaurantes bons e baratos, além de lojinhas e mercadinhos de conveniência.

Beliche no hostel em Austin, Texas

Beliche em um dos dormitórios do hostel em Austin, Texas

Gostou?

Faça a sua reserva neste hostel pelo Booking

O hostel é pequeno, por isso os 9 quartos costumam se esgotar rapidamente.

Há um dormitório feminino com 6 camas exclusivo para mulheres, acomodações masculinas e mistas com opções de 4 ou 6 camas, além de um único quarto privativo (incomum ficar disponível).

Coisa rara em hostels nos Estados Unidos, o Drifter Jack’s oferece café da manhã gratuito (panquecas, frutas, café e chá) e deixa a cozinha à disposição dos hóspedes para que façam as refeições por lá. Há uma geladeira, fogão e diversos utensílios para uso comum.

Não gosto de panquecas ao estilo americano, mas comia frutas – banana, maçã e mexerica, e bebia café, que costumava ter na cafeteira mesmo após às 10:00.

Para a minha alegria, após 20 dias de viagem e muita roupa suja na mala, o hostel tem máquinas de lavar e secar roupas ao custo de apenas 2 dólares (cada uma). Usei e aprovei.

Há uma sala com sofás, TV, som, revistas, livros e jogos de tabuleiro, onde a galera costumava se reunir antes de sair para os bares e baladas. No mesmo cômodo há um espaço para guardar as malas e o mochilão se você precisar fazer o check-out antes de seguir viagem.

Na hora do check-in é necessário deixar US$10,00 como depósito para a chave do quarto e porta principal. No check-out o dinheiro é devolvido.

Uma coisa bacana de ficar no hostel é a cortesia de uma cerveja por dia de hospedagem no Hole in the Wall, um dos melhores bares da cidade.

Antes de ir ao boteco é preciso pegar uma ficha na recepção. A promoção é válida após às 16:00. É uma ótima forma de começar bem a noite em Austin.

Ah, o hostel também tem wi-fi grátis, que funciona muito bem.

Post atualizado em 30 de agosto de 2021.

Sobre Danilo Hadek

Antes de começar o Muita Viagem, fui Relações Públicas e Comissário de Voo. Vivi no Canadá, fiz longas viagens nos Estados Unidos e alguns roteiros na Europa. Já estive em todas as capitais do Brasil, e em mais de 20 países pelo mundo. Quero conhecer o Oriente Médio, África e Ásia.

Deixe uma resposta

O e-mail não será publicado. Campos obrigatórios *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.