Início / Mundo / Alemanha / Berlim, na Alemanha – dicas e lugares descolados na cidade mais cool da Europa
No Raw Tempel, sempre aos domingos, um mercado de pulgas com muitas opções

Berlim, na Alemanha – dicas e lugares descolados na cidade mais cool da Europa

À frente do tempo e autêntica, a capital alemã é de surpreender

Berlim, com certeza, é uma das cidades mais fascinantes da Europa.

Talvez pelo seu passado pesado de guerra, não se espere algo tão vívido e criativo na capital alemã. E não digo isso em termos artísticos, mas pelo lifestyle e pela capacidade de renovação.

Por isso, não é ao menos que Berlim chama tanto a atenção entre os jovens europeus e de empreendedores, pois é uma cidade que permite e estimula o novo com respeito à liberdade.

A vista do rio Spree que corta a cidade de Berlim | Cristiane Nunes

O espírito livre berlinense pode ser percebido de forma mais intensa nos bairros mais alternativos. As regiões de Kreuzberg e Neukölln, por exemplo, se destacam por serem os pontos mais efervescentes da cidade.

Majoritariamente habitado por imigrantes e jovens, esses dois bairros lideram no quesito criatividade e renovação, compondo a cena mais cool de Berlim.

Assim, dispensamos os pontos batidos e turísticos e selecionamos aqui o que há de mais interessante para você se sentir quase um local pela cidade!

Ah, e a dica é: vá de bike! A rede de metrô é extensa, mas a cidade é plana e super fácil para pedalar. Com certeza, você vai sentir muito mais a verdadeira vibe de Berlim de bicicleta (principalmente se for durante a primavera ou o verão!).

Onde ficar em Berlim?

Arte & Cultura em Berlim

Hamburger Bahnhof

A arquitetura da antiga estação aproveitada pelo museu

Uma antiga estação de trem que foi transformada em um museu de arte contemporânea nos anos 90.

Esse é o Hamburger Bahnhof, que possui um espaço amplo, e te conduz a uma verdadeira imersão na arte, e ainda conserva alguns aspectos da velha estação, como os grandes arcos de ferro, dando um aspecto singular ao museu. Imperdível!

Invalidenstraße, 50 – Moabit
facebook.com/hamburgerbahnhof

KINDL – Zentrum für zeitgenössische Kunst

O café do centro KINDL tem um visual impactante e único

Como os alemães são bons em reaproveitar espaços, aqui vai mais um: antiga cervejaria no bairro de Neukölln virou um centro de arte contemporânea.

Bem conservado o local, ainda resguarda o maquinário da cervejaria, que compõe a decoração do café do centro. Diria que foi um dos lugares que mais me chamou atenção em Berlim pela sua originalidade.

Am Sudhaus, 3 – Neukölln
http://www.kindl-berlin.de/

KW Institute for Contemporary Art

Instalação em vídeo no Kw Institute

Um lugar dedicado à arte contemporânea que ocupa um belo casarão no bairro de Mitte. Em cada andar, uma sala com alguma ocupação artística: pinturas, instalações, performances ou audiovisual.

Vale a visita pelo ambiente e pela curadoria do instituto.

Auguststraße, 69 – Mitte
www.kw-berlin.de/en

Do You Read Me?!

Um lugar especial para os amantes de livros e revistas se esbaldarem

Na mesma rua do KW Institute, já dá para emendar o passeio caso você seja um amante de revistas e livros de design, moda, fotografia, arte e afins.

Dá para perder horas em meio a variadas publicações de diferentes países e garimpar coisas bem bacanas!

Auguststraße, 28 – Mitte

Helmut Newton Foundation no Museum für Fotografie

A entrada da galeria dedicada ao fotógrafo de moda Helmut Newton

No Museu de Fotografia, há uma galeria de dois andares dedicada ao grande nome da fotografia de moda Helmut Newton.

O célebre fotógrafo já clicou David Bowie, Andy Warhol, Madonna, entre outras celebridades e top models. Vale a pena conferir sua vasta obra.

Jebensstraße, 2 – Charlottenburg
helmutnewton.com

König Galerie

Espaço imponente da galeria König com uma exposição em vídeo

Uma igreja da época socialista, com uma arquitetura brutalista, que mais se assemelha a um bunker, hoje é o espaço de uma galeria de arte contemporânea.

A grandiosidade das formas e estrutura do prédio dá um aspecto monumental à galeria.

Alexandrinenstraße, 118 – Kreuzberg
www.koeniggalerie.com

Cafés & Restaurantes em Berlim

Arabica Berlin

A decoração minimalista e industrial do Arabica dá um visual clean ao café

A proposta da loja Arabica é servir café com grãos selecionados. Com várias unidades ao redor do mundo, a flagship da Europa fica em Berlim, no bairro de Kreuzberg.

A ambientação é bem minimalista, no melhor estilo da combinação café & design.

Reichenberger, 36 – Kreuzberg
arabica.coffee/en/

Bonanza Coffee

Com ambiente super moderno, Bonanza é um dos melhores cafés de Berlim

O conceito é unir inovação com tradição. Ao entrar no café Bonanza, provavelmente, você já vai sentir essa vibe.

Existe todo um cuidado com a seleção dos grãos, e na forma que é feito o café.

A ambientação ainda que seja industrial oferece uma sensação de conforto, com móveis de madeira e plantas.

Adalbertstraße, 70 – Prenzlauer Berg
bonanzacoffee.de

The Barn Roastery

Grãos altamente selecionados pelo The Barn

Café é coisa séria aqui! Com direito até a workshops para quem quiser aprender mais sobre técnicas de preparo e a torra do grão de café.

Com várias unidades, a principal fica na região de Prenzlauer Berg, próximo à Mitte.

A ambientação segue uma linha mais clean com um toque rústico.

Schönhauser Allee, 8 – Prenzlauer Berg
thebarn.de

Paper + Tea

Ambiente clean e minimalista do Paper & Tea

Falamos muito sobre café aqui, mas não nos esquecemos do chá! Um lugar todo especial oferece chá 100% natural e orgânico em uma loja incrivelmente linda com uma decoração clean e minimalista.

O estabelecimento tem todo um ritual para degustar os mais variados tipos de chá, além da venda de utensílios próprios para consumir a bebida.

Bleibtreustraße, 4 – Charlottenburg
www.paperandtea.com

Cocolo

Um dos melhores ramen de Berlim é no Cocolo

Para quem não vive sem ramen, aqui vai a dica de um lugar em Kreuzberg que oferece um dos bons! A comida é bem autêntica e ainda com um preço em conta, numa lugar inspirado na tradição oriental.

No verão, o local ainda conta com um deck externo bem aconchegante.

Paul-Lincke-Ufer, 39 – Kreuzberg
kuchi.de/restaurant/cocolo-ramen/

The Klub Kitchen

Ambientação sofisticada do The Klub Kitchen que inspira harmonia

A paleta de cores do local, que varia do branco ao cinza, colorida apenas pelo verde das plantas, dá uma sensação de serenidade que apenas um design harmonioso consegue trazer!

O melhor fica por conta do cardápio que tem opções de pratos saudáveis e saborosos a preços acessíveis.

Almstadtstraße, 9 – Mitte
www.theklubkitchen.com

Burgermeister

Bem embaixo de uma ponte e literalmente no meio da rua, eis o Burgermeister

Embaixo de uma ponte, onde era um antigo banheiro público (calma, gente! O lugar é limpo, é apenas a estrutura), o esquema do Burgermeister é bem street food, porque aqui você come bem no meio da rua!

Aliás, esse é o atrativo do lugar, que oferece boa comida sem firulas.

Oberbaumstraße, 8 – U1 Schlesisches Tor
burger-meister.de

Roamers

No Roamers, pode ter certeza de que a beleza das fotos acompanha em sabor

Aquele brunch digno de Instagram! Com uma ambientação rústica entre plantas, aqui serve-se toast de avocados, bruschettas, e bowls de frutas, tudo com muita cor e muito sabor! Vale a pena provar.

Pannierstraße, 64 – Neukölln
www.roamers.cc

Daluma Berlin

Comida saudável é o lema do Daluma

Com um ambiente clean e sofisticado, mas ainda sim aconchegante, aqui é um lugar ideal para comer uma refeição bem healthy.

A ideia é utilizar somente ingredientes de alta qualidade e saudáveis para compor o cardápio, que oferece smoothies, bowls, saladas, matchá, entre outros.

Weinbergsweg, 3 – Mitte
www.daluma.de

BBI Berlin Burger International

Para os fãs de hambúrguer, tudo é muito bem servido no BBI

Paredes pichadas, videogame Nintendo, objetos vintage e cozinha aberta com visão direta para a chapa.

Em um pequeno lugar em Neukölln, você vai encontrar um hambúrguer de tamanho reforçado! Consegue encarar?!

Pannierstrasse, 5 – Neukölln

Schiller Burger

Schiller Burger resume bem o clima do bairro de Neukölln

Se você quer se sentir um verdadeiro local, esta aí uma dica bem alternativa. No bairro de Neukölln, uma hamburgueria bem informal e simples, mas que não perde no sabor.

Com opções veganas e vegetarianas, além dos tradicionais de carne, comer nas mesinhas externas, entre bicicletas encostadas na rua, te faz sentir pertencente a Berlim.

Herrfurthstraße, 7 – Neukölln
www.schillerburger.com

Markthalle Neun

Todo tipo de comida que você quiser no mercadão em Kreuzberg

Nada como um mercadão para resumir o que há de melhor na gastronomia de uma cidade. De comida africana à asiática, as opções são diversas!

O local é histórico, datando do fim do século XIX, e tem como proposta servir slow food a preços acessíveis.

Eisenbahnstraße, 42 – Kreuzberg
markthalleneun.de

Bares em Berlim

Klunkerkranich

O pôr do sol é um dos melhores momentos no Klunkerkranich

Esse lugar é prioridade na lista de lugares cool de Berlim! Um bar rooftop com ótima música em Neukölln, do início da tarde até o início da madrugada, é um dos lugares mais legais da cidade.

O bar fica no terraço de um shopping, e o acesso é pelo estacionamento. O clima é bem informal e descontraído. Chegue cedo e aproveite!

Karl-Marx-Straße, 66 – Neukölln

Rooftop eco park Neukölln Arcaden
klunkerkranich.org

Twinpigs

O Twinpigs é um bar descolado em Berlim

Com um ambiente mais intimista, Twinpigs é um bar para você tomar um bom drink e curtir uma boa música. Um dos bares mais bacanas do bairro de Neukölln. Às segundas, rola jazz ao vivo.

Boddinstraße, 57A – Neukölln
facebook.com/twinpigsbar

Nathanja & Heinrich

Bar intimista em Berlim

Velas, móveis antigos, decoração vintage e flores. A sensação é de quase estar em um antiquário!

O espaço é amplo, mas ainda conversa um clima intimista. Ótima opção para bater um papo e tomar bons drinks num lugar bem cool!

Weichselstraße, 44 – Neukölln
nathanja-heinrich.de

Club der Visionaere

Um club para curtir música eletrônica com vista para um canal

Situado em um canal, o Club der Visionaere é um lugar para curtir o melhor da música eletrônica do início da tarde até o começo da manhã do dia seguinte.

Com uma pista na área interna e um deck delicioso para o canal, na época do verão, o lugar simplesmente ferve!

Am Flutgraben – Treptow-Köpenick
clubdervisionaere.com

Berghain

Com três andares de música eletrônica, a Berghain é conhecida por ser uma das baladas mais difíceis de entrar | Wikipedia

O santuário da música eletrônica. Mas não é para qualquer um, não! Aqui o segurança escolhe quem da fila pode entrar ou não. Grupos de pessoas falantes e barulhentas estão fora! Estilo playboy ou patricinhas também não tem vez.

Cada um que entra é escolhido a dedo, e ainda não é permitido o uso de celular dentro da balada.

Como esta balada em Berlim não tem hora para acabar, a dica é: vá sozinho ou apenas com mais uma pessoa, use preto, visual low profile, sem conversas e sorrisos na fila, e experimente ir durante a semana ou em um domingo de manhã. Boa sorte!

Am Wriezener Bahnhof – Friedrichshain
www.berghain.de

Raw Tempel

Raw Tempel é um lugar que sintetiza a cultura alternativa de Berlim | Flickr Jonny__B_Kirchha

O Raw Tempel é na verdade um centro criativo que representa bem a cultura alternativa de Berlim.

Composto por galpões antigos, ao lado de vias ferroviárias, o lugar oferece arte, bar, música, pista de skate, comida de rua, shows, exposições… de tudo um pouco! Você pode chegar durante o dia e estender até a noite para a balada.

Revaler Strauss, 99 – Friedrichshain

Roteiro de 5 dias em Berlim

Parques & Flea Markets em Berlim

Tempelhofer Park

A pista de aterrissagem do antigo aeroporto virou um lugar perfeito para praticar esportes |Foto: visitberlin.de

O Tempelhofer Park era aeroporto usado durante a Guerra Fria pelos americanos para abastecer a Berlim Ocidental.

Após a queda do muro, foi desativado e o espaço foi aproveitado para virar um parque em 2010.

Por sua área ampla com pista, o parque é ótimo para andar de bicicleta, skate e patins. Mas também tem local para fazer um piquenique ou simplesmente relaxar!

O parque fica próximo à estação de metrô S+U Tempelhof Berlin.

Treptower Park

O Treptower Park fica em frente ao rio Spree | Foto: berlin.de

Uma das coisas mais interessantes desse parque, além da localização maravilhosa em frente do rio Spree, é o memorial soviético.

Monumentos e um cemitério com mais de 5 mil soldados sepultados que lutaram durante essa época fazem parte do memorial.

O parque fica próximo à estação de metrô S Treptower Park.

Teufelsberg

Street Arte e o antigo prédio da NASA no Teufelsberg | Wikmedia

O local mais alto de Berlim é conhecido como a montanha do diabo. O motivo são os escombros da Segunda Guerra Mundial, com uma antiga escola nazista soterrada, e um antigo prédio da NASA que era usado para espionagem.

Sendo um lugar turístico hoje em dia, você vai encontrar aqui muita street arte e murais. Imperdível a visita!

Mauerpark Flea Market e Karaokê

Karaokê sempre aos domingos no Mauerpark | Flickr Robert Agthe

Aos domingos, acontece no Mauerpark um dos mais conhecidos mercado de pulgas da cidade.

Provavelmente, um dos mais turísticos. Mas indicamos esse rolê porque também tem o karaokê que qualquer um pode participar. Basta ter coragem de encarar o grande público que é atraído para o evento!

Gleimstraße, 55 – Prenzlauer Berg

Nowkoelln Flea Market

Nowkoelln é o mercado de pulgas na região hypada de Neukölln | Foto: nowkoelln.de

Próximo a um canal, um dos lugares mais bacanas para garimpar roupas, livros, discos e produtos de design.

Por não ser tão grande e o mais popular, conserva uma boa curadoria de itens. O mercado sempre acontece aos domingos, da primavera até o outono, fazendo uma pausa durante o inverno.

Maybachufer, 31 – Neukölln
www.nowkoelln.de

Raw Flea Market

Aos domingos, um grande mercado de pulgas, com roupas vintages, acessórios e objetos de artistas e designers, móveis e street food, toma conta do espaço do Raw Tempel. (Foto em destaque).

Revaler Strauss, 99 – Friedrichshain
raw-flohmarkt-berlin.de

Boxhagener Platz Flea Market

Mercado de pulgas aos domingos no bairro de Friedrichshain na praça Boxhagener | Foto: Flickr La Citta Vita

Aos sábados, acontece a feira de agricultores com street food a preço super acessíveis, e aos domingos, o mercado de pulgas, conhecido pelas opções de livros, discos de vinil e objetos para casa.

O local é pequeno, ocupando a praça, o que permite olhar com mais atenção cada barraca.

Boxhagener Platz – Friedrichshain

Este post está saboroso! Com as dicas desta nossa viagem para a Alemanha, você terá sugestões de restaurantes para experimentar a gastronomia alemã em roteiro de 3 a 5 dias em Berlim.

Descobrimos na viagem à Berlim, que comer comida tipicamente alemã pode ser uma grande diversão se você for no restaurante Hackethal´s; uma experiência gastronômica se você for no Tiergarten Quelle, restaurante underground estilo pub; o melhor hambúrguer de Berlim – Burgermeister; e economizar no Walhalla, restaurante bom e barato para comer comida típica de Berlim.

Restaurantes bons e baratos em Berlim

Tiergarten Quelle

tiergarten-quelle-berlin

O melhor lugar onde comemos em Berlim foi o restaurante Quelle. A indicação foi do atendente do hostel e de lá é possível ir a pé.

O restaurante fica localizado na rua Bachstrasse – S-Bahnbögen 481/482. É uma rua escura ao lado da estação de metrô S-Bahn Berlin-Tiergarten.

Meu irmão pediu um joelho de porco, o maior que já vi na vida. Experimentei o tradicional Wiener Schnitzel e pedi uma cerveja local Lemke. Apesar de ser citado em alguns fóruns de viagens, o lugar não é turístico e por isso barato. Gastamos para comer e beber menos de 15 euros cada.

Restaurante medieval em Praga, na República Tcheca

***

Hackethal´s

hackethals-pub-berlim

Ótima dica para sair à noite para comer e beber. | Foto: Zauberhafte

O lugar vale uma visita só para conhecer o dono, Sie Frank. O cara é uma figura!

Fomos à noite, passamos em frente e parecia estar fechado. De súbito Frank apareceu nos convidando (detalhe: ele não fala inglês), chamou alguém, parecia ser cliente e amiga, sentou-se à mesa e traduziu o menu.

Meu irmão novamente exagerou, pediu o maior dos pratos. Eu experimentei uma costela com legumes enrolados no bacon (foto) inacreditavelmente saborosos.

menu-restaurante-hacketals-berlim

Meu bife com fritas

Antes de chegar o prato, cerca de 20 minutos, foi servido amendoins e nuts enquanto bebíamos uma cerveja Radeberger Weizenbier.

Depois do jantar, o dono foi tão simpático que pedimos outra cerveja.

Ficamos bebendo e conversando, até vir com uma garrafa de vodka Zubrowka beber com a gente.

O restaurante fica na rua Pflugstr., 11, em Mitte. As estações de metrô ou trem mais próximas são U6 Schwartzkopffstr ou S25 S-Bahn da Estação do Norte.

***

Burgermeister

Hamburguer em Berlim

A hamburgueria Burgermeister fica em uma área underground de Berlim. Hoje, virou atração turística e vive com filas enormes. Não sei se era a fome ou se o hambúrguer é bom mesmo, mas comi 2 e tive vontade de pedir um terceiro.

Os lanches são bons e baratos. O preço varia entre 3,80 e 6,50 euros. Pedi o lanche “da casa”, com hambúrguer, cebola e bacon. A porção de batata-frita é à parte e sai por 1,80 euros. A Coca-Cola, 1,50 euros.

comer-barato-berlim

Os lanches “meister aller klassen” e “meisterburguer” estavam muito bons!

Para chegar lá é preciso pegar o trem até a estação U Schlesisches Tor. A lanchonete fica exatamente embaixo de uma ponte, e funciona em um antigo banheiro público desativado e reformado.

***

Walhalla

Walhalla Berlim

Restaurante barato em Berlim, na Alemanha.

O restaurante não tem garçom, você faz o pedido direto na cozinha e busca o prato. É o jeitinho alemão de oferecer comida boa e barata em Berlim.

Fizemos uma refeição à noite lá. Os pratos custam entre 9,30 e 15,90 euros. Pedi um Cordon bleu com batatas fritas e salada por 9,70 euros. Meu irmão dessa vez foi devagar e pediu o prato típico de Berlim, o Wienerschnitzel com molho de pimenta verde, fritas e salada gastando 10,40 euros.

Como de costume, há uma grande variedade de cervejas no cardápio. Pedimos a cerveja alemã Rothaus (3 euros 0,4 l) e a tcheca Konrad (3,2 euros 05, l).

A comida não é nada demais, mas é lugar bom e barato perto do hostel. Uma caminhada de 3 minutos e você chega na rua Krefelder Straße, 6.

***

Cervejaria em Berlim

Não fomos, mas o restaurante e cervejaria Brauhaus Lemke parece ser uma dica para degustação de cervejas em Berlim.

***

Dica para o café da manhã

Uma dica extra de lugar para comer, na verdade para tomar café-da-manhã ao lado do hostel, são as bakeries Back Factory e Baker’s Back & Coffee. Nestas padarias você consegue comprar sanduíches prontos por cerca de 2 euros + café por 1,5 euro.

Berlim – Roteiro de 5 dias na capital da Alemanha

Berlim, a capital da Alemanha, respira história e cultura; é limpa, organizada e conta com excelente rede de transporte público, perfeita para roteiros a pé, ou mesmo para quem gosta de andar de bicicleta.

O Muro de Berlim, Museu dos Judeus, Memorial do Holocausto, Catedral de Berlim, Campo de Concentração e Potsdam são os passeios mais recomendados em roteiros de 3 a 5 dias em Berlim.

Fizemos a viagem para Berlim, na Alemanha, no mês de Outubro, Outono na Europa. O clima estava ameno, sol pela manhã e friozinho a partir das 3 da tarde.

Abril, Maio, Setembro e Outubro são os melhores meses para fazer uma viagem boa e barata na Europa. São épocas nem tão frias, nem tão quentes, sem preços caros e lotação nos lugares.

Os principais pontos turísticos de Berlim estão elencados abaixo com dicas, preços e horários para facilitar a sua viagem.

Foram 4 noites e 5 dias na cidade. Com este tempo foi possível fazer muitas coisas por lá. Foi bem fácil se locomover utilizando as linhas de metrô e este app de roteiro de viagem.

O que fazer em Berlim

Roteiro de 5 dias na Alemanha

Comprando o ticket para o dia todo (Day Pass) – o preço deste passe do metrô é 7,90 euros, você facilita sua vida e economiza tempo nos deslocamentos para as atrações turísticas da cidade, otimizando o trajeto do roteiro.

1.º Dia – Chegada pelo Aeroporto de Berlim até o Hostel

Cheguei no aeroporto de Berlim – Berlin Tegel Airport (TXL) e fui atrás de um ônibus para ir ao centro.

Após desembarcar, perguntei como faria para pegar um ônibus até o bairro onde estava localizado o hostel. Indicaram o ônibus 11 ou 12 não me recordo bem, mas é fácil achar – é o ponto de ônibus da primeira plataforma logo após o desembarque.

Fui até o hostel Amstel, onde fiquei hospedado, junto com meu irmão, que já estava lá. Naquela noite apenas saímos para comer.

Onde ficar em Berlim?

Ali pertinho do hostel, na rua Wiclefstrasse, há várias opções de restaurantes. Comemos uma pizza, compramos umas cervejas no supermercado e fomos para o hostel planejar o roteiro dos próximos dias.

2.º Dia – Tiergarten, Brandeburg Gate, Reichstag, Memorial do Holocausto e Checkpoint Charlie

Acordamos e seguimos pelo Tiergarten até o Brandenburg Gate e o Reichstag.

Dentre todas as estátuas e monumentos do parque Tiergarten, destaco a Coluna da Vitória, atração de quase 70 metros de altura, localizada em rotatória central do parque. Ali, figuras remetem à Guerra Franco – Prussiana.

Portão de Brandenburgo

brandenburg-gate

O Portão de Brandenburgo dividia a Alemanha do regime nazista | Foto: Groman

No final do parque já avistamos o Portão de Bradenburgo. O portal que já dividiu as “Alemanhas”, hoje une o centro histórico de Berlim ao Tiergarten, ReichstagPotsdamer Platz.

O Portão de Brandemburgo está localizado na parte ocidental do centro de Berlim, entre as avenidas Unter den Linden e Ebertstraße, perto da Pariser Platz, Palácio Reichstag e Checkpoint Charlie.

Se quiser poderá incluir neste dia do roteiro, o Museu Madame Tussauds ou o Museu DDR (carros antigos). Para visitar a cúpula Bundestag já adiante a reserva online* antes da viagem.

Roteiro pelo Leste Europeu

***

Reichstag e Bundestag

Reichstag

O Reichstag é a sede do parlamento alemão. O edifício fica localizado ao lado Brandenbrug Gate, em Mitte. A arquitetura impressiona e certamente um passeio legal para fazer em Berlim é visitar a cúpula de vidro.

Para visitar o Bundestag:

Você entra no site do Deutscher Bundestag, passa o mouse na aba Visit the Bundestag e seleciona a opção Online Registration.

Você deverá escolher o tipo de visita (escolha visit to the dome para visitar a cúpula) ou escolha outro tipo de visita. As reservas podem ser feitas com até 2 meses de antecedência.

Siga os passos, porém, infelizmente após receber o e-mail é necessário ir antes do horário agendado, para poder confirmar a visita. Cheguei lá 30 minutos antes do horário que eu tinha agendado, mas não consegui.

A dica é fazer o pré-cadastro online e depois ir lá para confirmar, preferencialmente 3 dias antes.

***

A Catedral nas margens do Rio Spree

catedral-viagem-berlim

Logo ali, beirando as margens do rio Spree, que atravessa Berlim, já é possível ver a Catedral de Berlim. A igreja é magnifica, uma das mais bonitas que já vi, porém não conseguimos entrar por causa do horário. Fomos em Outubro, lembra?

A catedral fica aberta de segunda a sábado, das 9:00 às 20:00 e aos domingos e feriados, das 12:00 às 20:00. De Outubro a Março, fecha mais cedo, às 19:00.

***

Memorial do Holocausto – Stiftung Denkmal

Memorial do Holocausto

O memorial do Holocausto – Stiftung Denkmal fica bem no centro de Berlim. É uma obra que ocupa todo um quarteirão da Cora Berliner com a Hannah Arendt.

O Memorial aos Judeus Mortos da Europa impressiona. Fica a reflexão dos 6 milhões de judeus mortos durante o Nazismo. Para fazer o áudio tour da exibição, você paga 4 euros (50% de desconto para estudantes) em inglês ou alemão. Já o Memorial Walking Tour, feito para grupos de até 25 pessoas, tem duração de 3 horas e custa 120 euros.

Dica de viagem: O que fazer em Amsterdam, Holanda

3.º Dia – Potsdam: a cidade dos castelos perto de Berlim

O terceiro dia da viagem caiu em um domingo. Logo, decidimos fazer o roteiro de bicicleta nos parques e jardins de Potsdam. Saindo do hostel, é bem fácil chegar. Pegamos o trem S-Bahn sentido Potsdam Hfb via Zoologischer.

A dica é comprar o bilhete do metrô para um dia (Tageskarte), porém válido para as zonas ABC. Custa 7,90 euros e dá direito a viagens ilimitadas em transporte público no dia da validação.

Os castelos mais bonitos de Potsdam são nesta ordem: Sanssouci, Neus Palais, Neue Kammern e o moinho, Orangerieschloss e Schloss Charlottenhof.

Jardins e castelos de Potsdam

Sanssouci-castelo-potsdam-bonito

Jardins do castelo Sanssouci, em Potsdam – Alemanha | Foto: Wolfgang Staudt

moinho-potsdam

O moinho de Neue Kammern | Foto: MV

Nue Palais

Neus Palais, logo na entrada do parque | Foto: MV

Roteiro Hamburgo, Alemanha

Dica: Já saia de Berlim com uma bicicleta alugada, por exemplo, do hostel. Alugar bicicleta em Potsdam não é tarefa simples. Só encontramos uma loja aberta, na própria estação, contudo fechava às 16:00.

4.º Dia – Muro de Berlim, Museu Judeu e Museu Anne Frank

East Side Gallery

SaveOurEarth-Berlin-Wall

Em toda cidade há fragmentos do muro, porém a parte do muro mais fotografada, sem dúvida, é a East Side Gallery. Este é o ponto alto da viagem na História quando se visita a Alemanha. Você parece voltar no tempo e sente o quão real foi da Segunda Grande Guerra.

A East Side Gallery é uma grande galeria de arte ao ar livre. É a parte leste do famigerado Muro de Berlim. São mais de 100 pinturas de artistas de todo o mundo que teve início na década de 1990. Fica perto do centro de Berlim, na rua Mühlenstraße em Friedrichshain-Kreuzberg, margeando o rio Spree.

Para chegar lá de transporte público, vá até a estação S+U Warschauer Str.

***

Museu dos Judeus

O Jüdisches Museum Berlin possui as instalações mais apavorantes e sombrias das quais já experimentei em museus.

A sala totalmente escura na qual ficamos presos ao som de batida de um imenso portão de ferro é páreo somente com o corredor repleto de cabeças sem rostos de peças fundidas em aço que fazem barulho horripilante.

6 milhões de judeus foram mortos em toda Europa durante o domínio Nazista.  A arquitetura do museu possui eixos vazios em várias partes da construção. Estes “vácuos” se estendem verticalmente por todo o museu e representam a ausência dos judeus da sociedade alemã. É de arrepiar.

Não tem o que falar. Você precisa ir. […]

O Museu dos Judeus fica localizado na rua Lindenstraße 9-14. O local fica aberto de Segunda das 10:00 às 22:00; e de Terça a Domingo das 10:00 às 20:00. Entrada permitida até 1h antes do fechamento.

Onde comer bem e barato em Berlim?

***

Museu Anne Frank

anna-frank-museuTivemos o azar de deixar para visitar o Museu Anne Frank na Segunda-feira, único dia fechado. O museu abre de Terça a Domingo das 10:00 às 18:00.

Anne Frank nunca foi à Berlim, porém após sucesso de uma exposição contando sua história e trajetória em 1994, marcando 50 anos da libertação dos judeus do Regime Nazista, deu início ao museu.

***

Dicas para incluir no roteiro do dia:

1.ª visita à torre de TV na Alexander Platzt. Custa 13 euros. A torre tem 203 m. O elevador chega ao topo em 40 segundos; 2.ª subir no balão de ar. Este custa 20 euros. O balão sobe a 150 metros e o passeio leva cerca de 15 minutos.

– O que fazer em Viena, roteiro na Áustria

5.º Dia – Campo de Concentração Sachsenhausen

Campo de Concentração Nazista

“Arbeit macht frei”, O trabalho liberta, em alemão. | Foto: MV

Deixamos para o último dia. Tínhamos apenas uma manhã. O passeio foi corrido, mas valeu a pena e fechou a viagem em Berlim. É triste. Momento de reflexão. Lágrimas escorrem, impossível conter.

Como li no blog De Volta à nave mãe, da Ivana, “a dimensão do espaço é superlativa e o horror é ainda maior quando se imagina que Sachsenhausen foi um dos menores campos (de concentração)”.

– Praga – Turismo na República Tcheca

***

Como ir até Sachsenhausen?

Sachsenhausen

Para quem quer conhecer e ir em algum campo de concentração em Berlim, na Alemanha. É fácil ir até lá.

Como era nosso último dia, deixamos nossas malas e bagagens no hostel e pegamos o trem sentido zona C. Para chegar em Oranienburg deve se tomar o S1 (Wannsee – Oranienburg). Após cerca de 40 minutos você chega lá. Compre o bilhete do dia por 7,90 euros.

Chegando na estação, desça e aguarde o ônibus #804 Malz ou #821 Tiergarten. O bilhete do ônibus custa menos de 2 euros e leva menos de 5 minutos. Ambos te levam ao campo de concentração nazista em Berlim Sachsenhausen.

Se quiser ir a pé, são aproximadamente 20 minutos de caminhada. Siga as placas, só cuidado para não se perder. O app com mapa e GPS pode ser bem útil!

O ideal é reservar uma manhã e meia para fazer todo o bate-volta. Tivemos que ver tudo correndo porque tínhamos voo para Praga. A visita é gratuita.

Onde ficar em Berlim?

Quer saber onde ficar em Berlim? Quais os melhores hostels, hotéis e bairros da cidade?

Berlim é uma cidade imensa, porém os bairros centrais de Tiergarten e Mitte concentram as principais atrações turísticas da capital da Alemanha. Deste modo, a dica é escolher um hotel bom e barato nestes bairros.

Saber onde ficar em Berlim é uma dica assertiva deste post. Em busca de um hotel barato em Berlim, encontramos um hostel muito bem localizado, com ótima infraestrutura, limpo e organizado. Além disso, o preço é bastante justo pela qualidade e atendimento.

Hostel Amstel House

berlim onde ficar bairros

Staff da recepção do Hostel Amstel House em Berlim

O hostel Amstel House é a hospedagem em Berlim que recomendo. O hotel fica localizado na Waldenserstraße, 31, no bairro de Tiergarten, em Berlim. É destaque a arquitetura do edifício, tombado patrimônio histórico Art Nouveau.

Apesar da tranquilidade do bairro, este hostel em Berlim fica em local de fácil acesso e com conexões com o metrô para locais turísticos, parques e museus. E ainda por cima, fica pertinho da Kurfürstendamm, rua comercial de Berlim.

O hostel também oferece café-da-manhã por 5 euros, mas ponto em destaque são os lugares para comer ali por perto, como a Back Factory, perfeita para tomar café-da-manhã (leia o post – Onde comer em Berlim); e também a proximidade com a estação U-Bahn de metrô Turmstrasse.

Pessoal da recepção sempre atencioso quando solicitados, inclusive nos indicaram ótimas opções de lugares e restaurantes onde comer comida típica alemã.

A Internet funciona bem no térreo, mas no quarto o sinal do wi-fi fica ruim e some. Usávamos a rede de outro estabelecimento que era livre e pegava bem.

A área comum do hostel é bem legal. Tem um grande salão de jogos no subsolo com mesa de ping pong, sinuca e video-game. Além disso, há um amplo espaço para quem deseja preparar a sua própria comida na cozinha do hostel.

A quantidade de sofás no lobby não é tão grande, mas acho que ajuda evitar muita muvuca. Há muitas vezes sim, e um bar e balcão com bebidas pela metade do preço entre as 17h e 19h. (conferir validade)

hostel berlim

Só planejando o roteiro na primeira noite…

Comprávamos cervejas na liquid store e bebíamos no quarto. É possível fazer degustação de cerveja dada variedade e quantidade de cervejarias alemãs, belgas, holandesas e tchecas.

Fiz a reserva pelo Booking com cartão de crédito, que passei novamente na hora do check-out. No check-in é tive que deixar 5 euros por cada chave do quarto (cartão magnético). Pagamos, eu e meu irmão, 200 euros por 4 noites em quarto com duas camas e banheiro compartilhado.

Escolha onde ficar em Berlim de acordo com bairros

Para quem optar em ficar em outro bairro em Berlim, elencamos abaixo as melhores regiões da cidade para ficar hospedado. Os bairros listados são os mais procurados e que oferecem mais opções de hostels e hotéis em Berlim.

– Escolha hotéis em Mitte (bem localizado)

– Escolha hotéis em Tiergarten (tranquilo)

– Escolha hotéis em Kreuzberg (boêmio, legal)

– Escolha hotéis em Prenzlauer Berg (muro de Berlim, legal)

– Escolha hotéis em Wedding (barato)

– Escolha hotéis em Friedrichshain (jovens universitários, barato)

– Escolha hotéis em Kurfürstendamm (área comercial)

Segundo artigo do Estadão, os bairros mais descolados de Berlim são justamente Mitte, Kreuzberg e Prenzlauer Berg.

O hostel que escolhemos fica entre os bairros de Mitte e Tiergarten. Na minha opinião, os mais estratégicos para quem quer ficar bem localizado.

Utilize os links abaixo para fazer a reserva pelo Booking, lendo as avaliações (opte por notas acima de 7.5) e comentários, principalmente os negativos, que são os que mais dizem sobre a hospedagem. Evite enrascadas!

Sobre Cristiane Nunes

Jornalista, curiosa nata, e adora descobrir novos lugares. É apaixonada por fotografia, moda e street art. Trabalhou no Estado de S. Paulo e na Discovery Channel.

Um comentário

  1. Olá Pessoal. Gostei bastante da reportagem. Acabei de vir de Berlin. Achei a cidade muito linda. Tenho uma sugestão para todos que viajam e vocês podem até fazer um reportagem sobre o assunto. Usei um aplicativo muito legal de “controle de despesas de viagem”. Assim consegui colocar todos os gastos que tinha antes e durante a viagem, assim conseguia controlar por dia e no final da viagem saber exatamente quanto gastei. Vocês conseguem baixar no Google Play. Recomendo muito.

Deixe uma resposta

O e-mail não será publicado. Campos obrigatórios *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.