Início / Destinos / Colonia del Sacramento, uma cidade charmosa no Uruguai

Colonia del Sacramento, uma cidade charmosa no Uruguai

Colonia del Sacramento, no Uruguai, encanta até o turista mais carrancudo. A cidadezinha é tão graciosa que deve ser colocada no roteiro, seja a partir de Buenos Aires, ou de Montevidéu.

Colonia del Sacramento transborda romantismo em cada canto da cidade.

Localizada a 177 km de Montevidéu e uma volta de barco de Buenos Aires, Colonia del Sacramento, foi fundada por portugueses, em 1680.

A partir daí, foram quase 100 anos de conflitos e o domínio alternado entre Portugal e Espanha, porém em 1777 passou a ser controlada pela província de Buenos Aires, leal à coroa espanhola.

Toda esta história, bons hotéis e pousadas, restaurantes, cafeterias e, claro, o charme das casas antigas feitas de barro, e ruazinhas bucólicas, arborizadas e floridas, transformam Colonia del Sacramento em uma das cidades mais visitadas no Uruguai.

O clima ameno favorece o turismo em Colonia del Sacramento em qualquer época do ano. Vale mesmo pena!

Como chegar em Colonia del Sacramento?

Por terra ou por água, quem chega em Colônia logo se encanta. Afinal, a pequena vila colonial, na costa oeste do Uruguai, é mesmo um lugarzinho mágico.

Localizada a 180 km da capital uruguaia, Colônia do Sacramento fica também, a uma curta distância de barco pelo Rio da Prata a partir de Buenos Aires.

É uma viagem comum tanto para quem está em Montevidéu, no Uruguai, quanto para quem sai da Argentina.

Muitos a comparam com Paraty (RJ). De fato, há semelhanças. Mas concluímos que é um destino único. Um lugar romântico, bonito e cheio de vida.

Lugares românticos na América do Sul

colonia del sacramento

Centro velho da pequena vila colonial | Muita Viagem

Por seu charme e beleza, são muitos os viajantes que incluem Colonia del Sacramento no roteiro, dentro do Uruguai ou a partir da Argentina.

Quem está em Buenos Aires, pode pegar o barco e atravessar o Rio da Prata em trajetos que levam de uma hora e meia a 3 horas, de acordo com o tipo de embarcação. Escolha sempre a mais rápida!

Já quem está em Montevidéu, pode pegar estrada — de carro alugado ou ônibus, ou ainda uma catamarã.

Caso já esteja no Uruguai, vá até a rodoviária, pegue um ônibus e pé na estrada. É fácil e barato.

No final do artigo, explicamos como ir de ônibus, pois seguimos viagem de Colonia del Sacramento para Montevidéu, e então, Punta del Este.

Dicas de hotéis em Montevidéu

Quem começa a viagem por Buenos Aires, basta seguir as dicas abaixo:

Como ir de Buenos Aires para Colonia del Sacramento

uruguay

A pacata vila colonial é ideal para passeios românticos. | Muita Viagem

Os turistas que estão na Argentina e desejam conhecer Colônia do Sacramento, têm a opção de fazer a viagem bate-volta, ou continuar o roteiro, dormir uma noite (ou não) em Colônia, e seguir para Montevidéu.

Todos estes trechos podem ser feitos via fluvial, sendo que os trajetos dentro do Uruguai podem ser feitos via terrestre, em ônibus econômico e confortável.

Conhecemos as duas principais agências de turismo que realizam o trajeto de barco — a Buquebus e a SeaCat Colonia.

A Buquebus tem o monopólio das viagens realizadas por água. Seja para ir de Buenos Aires para Colonia, Montevidéu ou Punta del Este, a Buquebus domina a bacia do Mar da Prata. Ou seja, dependendo do horário da viagem, você terá como opção apenas a Buquebus. Escolhemos a SeaCat Colonia.

Pagamos cerca de 50% mais barato na passagem.

Para comprar o bilhete de embarque não tem segredo. O ponto de venda de ambas as empresas ficam localizados na Av. Córdoba, na altura do número 700, um de cada lado da avenida.

Vá primeiro na SeaCat. Se encontrar horário que se encaixe no seu roteiro, não hesite e compre. Caso contrário, terá que optar pelas embarcações da Buquebus.

O ponto de embarque da SeaCat Colonia é o mesmo da Buquebus, ali no Porto Madero. Aliás, a embarcação é a mesma. A única dúvida que tivemos foi essa, pois não sabíamos.

Há uma terceira empresa que realiza as viagens — a Colonia Express, com ponto de embarque em outro local. Portanto, cuidado para não confundir e saia do hotel com tempo hábil.

viagem colonia del sacramento

Colonia del Sacramento fica às margens do Rio da Prata | Muita Viagem

Para ir até Colonia, confirmamos o trajeto com o aplicativo Uber um dia antes (isso gerou uma economia de mais de R$ 25). É uma dica para economizar caso a sua viagem esteja agendada para um horário de pico.

As empresas recomendam chegar com 1 hora de antecedência, o que acreditamos ser mais do que suficiente.

Por fim, a alfândega é feita de uma só vez — tanto a saída da Argentina, quanto a entrada no Uruguai é feita simultaneamente. A viagem de barco é bem tranquila. Não balança quase nada, sendo um passeio bem agradável. Nós dormimos durante o trajeto.

A embarcação ainda conta com lanchonete, free shop e loja de câmbio. Recomendamos trocar moeda somente quando desembarcar no Uruguai, ali na própria estação portuária. É seguro e estava com taxas mais em conta do que na Argentina e dentro da catamarã.

Quanto custa viajar: dicas para o orçamento da viagem

Como ir de Colonia para Montevidéu de ônibus

Ao lado da estação portuária de Colonia del Sacramento fica localizada a rodoviária, de onde partem os ônibus para Montevidéu. Há algumas opções de empresa. Utilizamos a COT, achamos melhor.

Na rodoviária há um guarda-volume onde é possível deixar as malas para fazer o roteiro de um dia na cidade.

Como não ficaríamos em Montevidéu, compramos também a passagem de ônibus de Montevidéu para Punta del Este.

A viagem foi bem tranquila, porém o ônibus faz várias paradas, e chega a ter pessoas em pé em alguns trechos. Isto porque estas linhas de ônibus, além de levar turistas, é também o principal meio de transporte que estudantes e moradores de cidades do interior do Uruguai utilizam no dia-a-dia.

A viagem dura cerca de 3 horas. Nunca mais do que meia hora de atraso.

Leve água, algo para comer e boa viagem!

Leia também: Lugares românticos e baratos na América do Sul

O que fazer em Colônia do Sacramento

Uma das esquinas mais fotografadas da pequena vila colonial

O centro histórico

Após desembarcar pelo porto, deixe as malas no guarda volume da rodoviária ou no hotel ou pousada onde estiver hospedado e siga em direção ao centro histórico de Colonia del Sacramento. O centro da vila é um dos mais importantes tesouros patrimoniais do Uruguai.

Em 1995, após um século de restaurações, a cidade finalmente foi considerada patrimônios histórico e cultural tombado pela Unesco.

Uma voltinha pelas ruas de paralelepípedo do bairro histórico, observando as ruínas de construções antigas, casas no reboco, com plantas e trepadeiras cobrindo a fachada de algumas, admirando e ouvindo o canto dos passarinhos e as construções rústicas nos fazem voltar ao século XVII.

Visite as ruínas do centrinho, caminhe até o Portal da Cidade – Puerta de la Ciudadela, o Convento de São Francisco e a Igreja Matriz, a primeira igreja católica construída no Uruguai e a Casa del Virrey.

Após caminhar, escolha um dos restaurantes ou cafés espalhados no entorno da praça central – Plaza Mayor, para fazer uma refeição. Dali, siga por uma das esquinas mais fotografadas da vila turística — a calle de los suspiros.

La Calle de los Suspiros

Calle d-los Suspiros, na cidade histórica de Colonia del Sacramento, Uruguai

Com um charme incomum, a pequena rua de pedras é pitoresca e chama a atenção por conta de sua simplicidade.

As casas eram feitas de barro e pedra, muitas delas são construções portuguesas e espanholas do século XVII.

Há duas lendas que rondam o imaginário popular sobre a origem do nome da rua.

O romântico conta que é o barulho que o vento fazia vindo do oceano. Ao passar pela rua estreita emite ruídos como que sussurros. Já o malicioso conta que a rua era uma antiga zona de prostituição, e das casas ecoavam gemidos e sussurros das prostitutas, que atendiam os soldados, a maior parte da clientela.

O que fazer em Buenos Aires: dicas para um roteiro romântico

Puerta de la Ciudadela

A pacata vila colonial é ideal para passeios românticos.

Cercada por lindas árvores, o portão da cidade é uma bela construção com data de 1745. Feito em pedras trabalhadas, o portal possui uma ponte levadiça, e era uma das entradas da cidade durante a dominação portuguesa.

O fosso da fortaleza hoje abriga um interessante centro histórico e arquitetônico com lojinhas de artesanatos que encantam os olhos de turistas e viajantes.

Farol de Colonia del Sacramento

Ruínas e farol de Colônia do Sacramento.

A localização estratégica de Colônia do Sacramento, no litoral do Rio da Prata, de frente para a cidade de Buenos Aires, na outra margem do rio, motivou muitas batalhas entre Portugal e Espanha pelo domínio da região.

A disputa se dava especialmente à noite, por isso a criação do farol — alertar e comunicar sobre ataques. O farol foi construído entre 1855 e 1857 já sob domínio da República do Uruguay.

É permitido subir no farol, que foi totalmente reconstruído em 1920. Hoje funciona lá o Museu Histórico Nacional.

A entrada custa cerca de R$5,00 (25 pesos). É baratinho. Você sobe por uma escada caracol estreita. Lá de cima você tem uma visão 360 da baía do Prata. O farol de Colonia del Sacramento fica na Calle San Francisco, perto da Plaza Mayor.

Colonia del Sacramento, Uruguai.

Bastion del Carmen

O local foi construído pela coroa portuguesa como forma de proteger a cidade colonial. A estrutura original remetia a uma diamante, com os canhões apontados para a Baía do Prata.

Hoje, além de algumas ruínas, ainda resta uma chaminés de uma antiga fábrica. Revitalizado, o lugar cedeu lugar ao teatro e centro cultural Bastión del Carmen.

Dica de hotel em Montevidéu

Porto e marina

Colonia del Sacramento fica às margens do Rio da Prata

O pequeno porto abriga pequenos iates e uma passarela florida com canteiros e bancos para descansar. Ao entardecer, é possível ver o sol desaparecer no meio da das águas do Rio da Prata. Passeio romântico com espetáculo bonito de se ver.

Museus

E como toda cidade histórica, o que não poderia deixar de faltar em Colonia del Sacramento são museus. Há dezenas deles.

Podem até passar despercebidos, mas nas ruas e travessas do centro histórico, timidamente escondidos em construções antigas, há diversos museus na cidade.

Em frente à Plaza Mayor, por exemplo, há o  Museu del Período Histórico Português. No paseo San Gabriel, o Museu del Azulejo, e o Museu Indígena, Casa Nacarelo e o Museu Municipal, na Calle del Comércio, entre outros mais afastados.

Leia também: Como ir de Montevidéu à Punta del Este.

Post atualizado em 29 de setembro de 2021.

Sobre Danilo Hadek

Antes de começar o Muita Viagem, fui Relações Públicas e Comissário de Voo. Vivi no Canadá, fiz longas viagens nos Estados Unidos e alguns roteiros na Europa. Já estive em todas as capitais do Brasil, e em mais de 20 países pelo mundo. Quero conhecer o Oriente Médio, África e Ásia.

Deixe uma resposta

O e-mail não será publicado. Campos obrigatórios *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.