Início / Destinos / Galápagos: quanto custa viagem para as ilhas no Equador
Uma foto de pertinho do pinguim de Galápagos

Galápagos: quanto custa viagem para as ilhas no Equador

Depois de fazer um roteiro pelos Andes e passar pela Amazônia equatoriana, chegou a vez de conhecer algumas praias do Equador, mas não qualquer praia: as ilhas Galápagos eram o próximo destino do mochilão pela América do Sul.

Fiz um roteiro de viagem econômico para Galápagos, mas com muitas atrações: não parei na semana que passei no isolado arquipélago.

Com tudo, das passagens a passeios e comida, gastei menos de US$ 1000. Mergulhei perto de tubarões e andei em campos de lava vulcânica. Vi os pinguins e as tartarugas gigantes. Andei horas de barco e em trilhas isoladas.

As ilhas ficam a 1000 km do Equador continental e estão em uma área de confluência de três correntes marítimas.

Formadas por vulcões, alguns ainda em atividade, as condições extremas transformaram o arquipélago em “um pequeno mundo em si mesmo”, segundo o naturalista inglês Charles Darwin, que visitou Galápagos em meados do século 19 e se inspirou para desenvolver a teoria da evolução das espécies.

Viagem pelo Equador

Os centros de reprodução das tartarugas gigantes estão entre as atrações grátis das ilhas Galápagos

Os centros de reprodução das tartarugas gigantes estão entre as atrações grátis das ilhas Galápagos

As tartarugas terrestres vivem mais de 100 anos

As tartarugas terrestres vivem mais de 100 anos

A visita do cientista colocou o arquipélago descoberto no século 16 definitivamente no mapa-mundi. Galápagos hoje é um dos principais laboratórios naturais do mundo, um lugar de natureza única, um patrimônio mundial da humanidade, de acordo com a Unesco.

9308-EcuadorMap2

Uma viagem barata para Galápagos de uma semana custa de US$ 850 a US$ 1000, com tudo, de passagens aéreas (voando do Equador para as ilhas) e taxas para entrar no arquipélago, a tours e hotéis. A moeda do Equador é o dólar americano.

Por US$ 1000, dá para conhecer as três ilhas que mais recebem turistas, fazer mergulhos, ver os animais mais famosos de Galápagos, caminhar em trilhas em vulcões, entre outras atrações.

Não ficou uma viagem tão barata como o resto do meu mochilão pela América do Sul, mas as ilhas de Galápagos são um lugar isolado e único no mundo. Vale a pena conhecer!

Com certeza a viagem teve uma boa relação custo-benefício para um mochileiro.

Animais endêmicos, como a iguana marinha de Galápagos, estão por todos os lugares

Animais endêmicos, como a iguana marinha de Galápagos, estão por todos os lugares

Galápagos é mais caro que o resto do Equador, mas dá para comer uma refeição completa por em torno de US$ 3,50 e ficar em uma boa pousadinha familiar ou quarto coletivo por em torno de US$ 15.

Roteiro econômico por Galápagos – dicas

A primeira coisa que decidi ao escolher as ilhas como um dos destinos do roteiro de mochilão pela América do Sul foi esquecer os cruzeiros marítimos.

Claro que deve ser ótimo, mas nas principais ilhas existem coisas de graça para fazer e muitos tours marcados a partir das ilhas habitadas levam para paisagens incríveis e lugares únicos –embaixo ou acima d´água.

O tour até os tunneles, em Isabela, custa US$ 70 e reserva paisagens como esta da foto, além de encontros com pinguins, tubarões, tartarugas...

O tour até os tunneles, em Isabela, custa US$ 70 e reserva paisagens como esta da foto, além de encontros com pinguins, tubarões, tartarugas…

Definitivamente, há muito o que fazer além dos cruzeiros marítimos pelo arquipélago.

As ilhas vulcânicas equatorianas estão entre melhores lugares do mundo para mergulhar e para ver animais selvagens –e contam com vulcões em plena atividade.

Há muitas atrações de graça, de trilhas a pontos de mergulho com snorkel, além de praias.

O arquipélago é formado por dezenas de ilhas e ilhotas, mas apenas quatro são habitadas (total da população: 25 mil pessoas) e recebem turistas para dormir: Santa Cruz, San Cristóbal, Isabela e Fernandina.

Estive nas três primeiras, as mais conhecidas e estruturadas.

Galápagos é um conjunto de ilhas que forma uma província do Equador (um estado) e a maioria da sua área forma o Parque Nacional Galápagos.

A região, que recebe cerca de 120 mil turistas por ano e foi apontada como um Patrimônio Mundial da Humanidade pela Unesco, também é sede da Reserva Biológica Marinha Galápagos.

Ciência e turismo se misturam na natureza de Galápagos. Eu gostei muito.

No roteiro econômico de uma semana em Galápagos, você vai passar muitas vezes pelos portos...

No roteiro econômico de uma semana em Galápagos, você vai passar muitas vezes pelos portos…

A seguir, vou dar dicas de como comprar passagens mais baratas para Galápagos, saber para qual ilha voar, o que tem para fazer de graça em cada ilha, quais passeios valem a pena e como conseguir hotel barato em cada uma das ilhas.

Quanto custa ir para Galápagos

Não dá para dizer que é barato viajar para Galápagos.

Um roteiro econômico no arquipélago de sete dias, com dias bem ocupados (há muitas coisas grátis para fazer em Galágos), custa entre US$ 850 e US$ 1000.

Esse valor inclui os gastos fixos e também passagens aéreas de Guayaquil, acomodações, alguns passeios que valem muito a pena, transporte entre as três ilhas mais visitadas, comida e as taxas para entrar e circular na província do Equador.

Passagens aéreas para Galápagos

O arquipélago tem dois aeroportos que recebem voos do continente.

É bom  conhecer o mapa de Galápagos antes de escolher o aeroporto para pousar e para voltar ao continente.

Mapa de Galápagos, com os aeroportos do arquipélago em destaque

Mapa de Galápagos, com os aeroportos do arquipélago em destaque

Basicamente, a ordem das três ilhas mais habitadas é San Cristóbal, Santa Cruz e Isabela. Para ir de San Cristóbal para Isabela, é necessário passar por Santa Cruz. Cada trecho de viagem entre as ilhas custa US$ 30 e demora 2 horas.

O Aeroporto de Baltra (na ilha de Baltra, colada à ilha de Santa Cruz) é o mais antigo da província.

Em San Cristóbal fica o aeroporto mais novo.

Os principais voos para as ilhas partem de Quito, capital do Equador, e Guayaquil,  maior cidade do país e a única do continente que tem viagens diretas de avião para Galápagos. Os voos duram cerca de 1h50.

O preço das passagens aéreas para Galápagos não flutua muito durante o ano.

As passagens para os para não-equatorianos, de ida e volta, custam em torno de US$ 450.

Os voos mais baratos para Galápagos partem de Guayaquil –em geral, custam US$ 80 menos do que as viagens a partir de Quito.

Existem muitas promoções relâmpago para Galápagos e ofertas de última hora. Vale a pena monitorar o preço das passagens aéreas para o destino em ferramentas como o buscador de promoções relâmpago SkyScanner para conseguir voos promocionais.

As ofertas de viagem de avião de última hora para Galápagos acontecem porque muitas agências de viagem ocupam com antecedências os assentos do avião.

Quando as passagens não são vendidas nos pacotes turísticos pelas agências de viagem, muitas vezes os voos para Baltra e San Cristóbal são oferecidos por preços promocionais por outros caminhos.

Atenção antes pegar o voo para Galápagos

Quem me contou sobre as ofertas aéreas  mais baratas foi um galapagueño que conheci na fila de espera de passagens e lugares no avião, justamente por causa da confusão na fila causada por uma agência turística.

Nós dois perdemos o voo e esperavamos vaga em um próximo avião (depois relato como perdi o voo, é comum acontecer).

Os voos para Galápagos da TAME são válidos por um ano, e é fácil remarcar, eu paguei US$ 11 para entrar em outro voo. O difícil foi ter vaga no avião.

Leia o contrato para ver a validade do seu; quem comprou passagens promocionais tem que pagar a diferença.

As minhas passagens foram compradas na TAME e o balcão da companhia no aeroporto de Guayaquil é uma bagunça, as informações dos funcionários eram completamente desencontradas.

Foi uma loucura. Além de lidar com a má-vontade dos funcionários da linha aérea equatoriana, perdi 27 horas no aeroporto e um dia da minha viagem para Galápagos, mas teve um lado bom.

Tinha comprado os voos de ida e volta para o mesmo aeroporto em Galápagos (Aeroporto de Baltra, o mais famoso) e consegui vaga para outro aeroporto de chegada (Aeroporo de San Cristóbal), o que ajudou a deixar o roteiro mais redondinho e a viagem mais econômica.

Porque perdi o voo para Galapágos

Para entrar em Galápagos, é preciso que sua bagagem passe por um check-in biológico no aeroporto.

A mala é revistada (brevemente) em um balcão do governo do Equador: é proibido levar sementes, entre outros produtos orgânicos, para Galápagos.

A coisa é bem controlada, inclusive nas viagens de barco entre as ilhas há checagem, e é importante colaborar.

O controle biológico é para proteger o ecossistema das ilhas. Inclusive, pouco antes do avião pousar, os comissários de bordo fumigam inseticida (autorizado pela Organização Mundial de Saúde) no compartimento de bagagem de mão .

Voltando ao aeroporto. Depois que a mala é lacrada pela vigilância biológica, o turista tem que comprar uma ficha de entrada na província, que custa US$ 10, que deve ser preenchida com alguns dados básicos.

Os dois procedimentos necessários para entrar em Galápagos são feitos já no aeroporto, antes do embarque, e pode ter fila.

O dia que eu fui, perto do feriado da Semana Santa, os voos estavam bem cheios, assim como fila do check-in biológico, que não tem relação com a linha aérea.

Para piorar, um funcionário de agência guardou lugar para, sei lá, umas 30 pessoas que passaram com suas malas com frutinhas na minha frente.

Por alguns minutos, perdi o voo –assim como outras pessoas.

Dizem que, além dessa história horrível de guardar lugar na fila, às vezes pode cair o sistema etc., portanto, reserve ao menos uma hora para fazer esse check-in biológico e pagar a taxa para essa ficha necessária para pegar o voo para as ilhas Galápagos.

Taxa de entrada em Galápagos – Tenha dólares

Na chegada a qualquer um dos aeroportos de Galápagos, brasileiros precisam pagar ainda US$ 50 (equatorianos pagam US$ 10 e não sul-americanos US$ 100) para o Parque Nacional. O pagamento é em espécie, dinheiro vivo.

Para onde voar em Galápaos

Aeroporto de Baltra

O aeroporto mais antigo e famoso é o aeroporto de Baltra, que fica na pequena ilha de Baltra, colada à ilha de Santa Cruz.

Em Santa Cruz fica o maior centro urbano de Galápagos, Puerto Ayora, por onde mais circulam turistas.

Puerto Ayora é bem descolete, com restaurantes mais sofisticados e hotéis maiores. O clima em Puerto Ayora é bem turístico.

Puerto Ayora, em Santa Cruz, é o principal centro urbano no arquipélago

Puerto Ayora, em Santa Cruz, é o principal centro urbano no arquipélago

De Puerto Ayora partem os cruzeiros por Galápagos e lá fica a maior parte das agências que oferecem tours, aulas de mergulho, passeios de barco etc.

Comida, super-mercado, hospedagem, tudo na ilha de Santa Cruz é um pouco mais caro do que nos centros urbanos de Isabela e San Cristóbal, outras ilhas que visitei em Galápagos.

Baltra, onde fica o aeroporto, é uma ilha árida, com jeito de caatinga, e tem apenas com o aeroporto e instalações militares, além de um pequeno porto para fazer a conexão com Santa Cruz.

Para chegar no porto que liga Baltra a Santa Cruz, é preciso pegar um ônibus da linha aérea no aeroporto.

Depois, para atravessar para Santa Cruz, toma-se um rápido ferry (US$ 1) até a ilha.

Ainda é preciso tomar um ônibus até o terminal (US$ 1,80) e depois um táxi (US$ 1) até o centro de Puerto Ayora, a cidadezinha mais badalada de Galápagos.

Esse trajeto pode levar bastante tempo, portanto, se for voltar por Baltra ou chegar para ir direto a um cruzeiro, reserve ao menos três horas para fazer com folga o caminho entre Santa Cruz e o aeroporto de Baltra.

Voando para Galápagos – Aeroporto de San Cristóbal

San Cristóbal é a ilha dos lobos marinhos; os animais estão em todos os lugares e se misturam às pessoas

San Cristóbal é a ilha dos lobos marinhos; os animais estão em todos os lugares e se misturam às pessoas

O outro aeroporto, onde pousei, foi o Aeroporto de San Cristobal, na ilha de mesmo nome, a porção de terra mais ao leste do arquipélago.

O aeroporto de San Cristóval fica a uns 20 minutos a pé do centro de Puerto Baquerizo Moreno, capital da província de Galápagos.

Tame e AeroGal vendem passagens aéreas para esse aeroporto.

O Aeroporto de San Cristóbal recebe menos voos que o de Baltra.

Onde ficar em Galápagos – Hotéis e hostels

Não vi nenhum grande hotel de luxo, mas há bons hotéis e, para os mochileiros e viajantes econômicos, hostels e pousadas familiares.

Não encontrei nenhuma acomodação por menos de US$ 15 e em nenhum dos lugares que fiquei tinha café da manhã.

Como os centros urbanos são pequenos nas ilhas habitadas, em geral, qualquer hotel de Galápagos vai estar bem localizado a 15 minutos a pé do centro da ilha, onde ficam restaurantes, mercadinhos, agências de turismo etc.

No Booking, dá para encontrar algumas boas opções de hospedagem nas ilhas.

Além disso, indico abaixo os lugares que fiquei. São hospedagens simples, sem qualquer luxo, mas achei boa a relação custo-benefício. As três pousadinhas atenderam bem minhas expectativas (de mochileiro).

Hotel em San Cristóbal – Galápagos

Na ilha de San Cristobal, fiquei em uma ótima pousadinha barata familiar, a Casa d´Cristhi.

Para um quarto sozinho, com banheiro privado, wi-fi, possibilidade de usar a cozinha da casa, paguei US$ 15 por noite.

O mais legal é que a Cristhi e seu marido são bem atenciosos, dão dicas do que fazer em San Cristobal e nas outras ilhas, emprestam snorkel e máscara…

A pousada em Galápagos fica no Barrio las Peñas Altas; Calles Narciso Olaya y Guido Sanchez, perto do Seguro Social IESS.

Depois de dormir duas noites San Cristóbal (já dou algumas dicas do que fazer de graça na ilha), fui para Isabela em um só dia (tem que passar por Santa Cruz).

Hotel em Isabela – Galápagos

Em Isabela, fiquei na Posada del Caminante, que tem quartos compartilhados e privativos.

Também paguei US$ 15 por um quarto compartilhado bem amplo no hostel em Galápagos. O quarto era quase uma casinha, com cozinha (sem muita coisa), banheiro privativo, dois cômodos.

Faça reserva on-line pelo Booking na Posada del Caminante, um lugar baratinho para ficar na linda ilha de Isabela, em Galápagos.

Hotel em Santa Cruz – Galápagos

Em Santa Cruz, onde dormi uma noite, paguei um pouco mais caro na hospedagem, mas mesmo assim um preço bom para um quarto sozinho com banheiro em Galápagos.

A noite no quarto privativo no Hostal Lirio del Mar custou US$ 17.  Era um quarto bem simples, com ventilador portátil, banheiro com paredes cruas etc. Mas para um viajante econômico ou um mochileiro, está ok.

Em Santa Cruz, encontrei mais opções de pousadas e hotéis econômicos em Galápagos, mas não foi minha ilha preferida.

O que fazer em Galápagos – Equador

Estou fazendo um mochilão econômico pela América do Sul e um dos motivos que comecei pelo Equador foi para poder por um destino-ostentação no começo da viagem: Galápagos. Há muito o que fazer na ilha de Galápagos e compartilho as aventuras.

O arquipélago não é um destino de viagem barato como o resto do roteiro, mas dá para fazer um esquema mochileiro nas ilhas equatorianas, que têm atrações grátis, pousadas baratas e comida em conta.

Ilha de Galápagos: Atrações grátis e os melhores passeios pagos

Uma selfie na água com um pinguim de Galápagos. Tem coisa que só a GoPro faz para você

Nesse texto, mostro quanto custa uma viagem econômica para Galápagos.

Agora vou falar do que fazer nas ilhas. Há muitas opções de passeios de graça e tours pagos que valem a pena.

O que fazer em Galápagos – Equador

Galápagos foto com pinguins

Em uma viagem econômica para Galápagos tirei foto com pinguins…

Galapagos Equador

… fiz trilha em um campo de lava vulcânica…

Galápagos tartarugas gigantes

… e tirei uma foto íntima das tartarugas gigantes

Um dos arquipélagos mais famosos do mundo, Galápagos, uma província do Equador, é um ótimo lugar para observar animais, mergulhar e fazer trilhas, inclusive ao lado de uma cratera vulcânica ou caminhando no campo de lava fria.

A Ilha de Galápagos – Equador

Turismo em Galápagos: dos tubarões aos vulcões

Em seis dias passando a pé e de barco pelas ilhas, mergulhei perto de tubarões, nadei com tartarugas marinhas gigantes, vi um grupo de mais de 20 arraias –algumas enormes, de 2, 3 m de largura– a poucos metros do barco, centenas de leões marinhos.

Também vi animais endêmicos que fazem a fama das ilhas, que serviram de inspiração para Charles Darwin formular a teoria da evolução das espécies em meados do século 19.

– Para se inspirar: baixe grátis o livro A Origem das Espécies em português

Nas praias, é comum cruzar com iguanas marinhas –e nas ruas e trilhas, com iguanas terrestres.

Galápagos Charles Darwin

Uma homenagem ao cientista inglês Charles Darwin, que colocou Galápagos no mapa-mundi

Durante um mergulho com snorkel, se quisese, tocava um pinguim de Galápagos (os únicos pinguins do mundo que vivem, em estado selvagem, no hemisfério norte, já que a linha do Equador cruza Galápagos).

Também conheci dois centros de reprodução dos galápagos, as gigantesconas tartarugas terrestres que deram nome ao grupo de ilhas isoladas a quase mil quilômetros do Equador continental.

Foram os únicos animais, dos filhotinhos aos monstruosos, além de algumas iguanas, que vi em cativeiro que vi nas ilhas.

Entre as trilhas e caminhadas, fiz um tour que margeia a cratera do vulcão Sierra Negra. Com 10 km de diâmetro, é uma das maiores crateras vulcânicas do mundo. Mesmo com o dia nublado, foi bem interessante ver como é dentro de um vulcão ativo.

vulcão Chico Galápagos

Foto do campo de lava do vulcão Chico

praias em Galápagos

Além de praias, Galápagos tem paisagens que parecem de outro planeta

No mesmo tour, caminhei no campo de lava de outro vulcão. Parece outro planeta. E tem lugar em que sai calor do chão!

Santa Cruz, San Cristóbal e Isabela

As principais ilhas de Galápagos para turistas são Santa Cruz, San Cristóbal e Isabela –além delas, Fernandina também tem um pequeno centro urbano com pousadas e hotéis, mas poucos turistas ficam por lá.

Além dos tours pagos em agências turísticas, as três ilhas tem passeios grátis e lugares para mergulhar de snorkel por conta, entre outras atrações para mochileiros que querem uma boa relação custo-benefício.

Santa Cruz é a ilha com mais infraestrutura, com muitas agências turísticas, e com o maior centro urbano: Puerto Ayora.

San Cristóbal Galápagos

San Cristóbal, a ilha onde pousei

Puerto Ayora Galápagos

O píer de Puerto Ayora, o centro urbano mais movimentado de Galápagos

Mercado Municipal de Isabela em Galápagos

Mercado Municipal de Isabela, minha ilha preferida em Galápagos

O que fazer em Galápagos – Equador

Em Puerto Ayora existem caixas eletrônicos, muitos restaurantes descoladinhos, bastante opção de estadia e até um super-mercado. Galápagos é um ponto isolado no mapa-mundi, fica a 1000 km da costa do Equador, então se prepare para mercados desabastecidos, mas eles estão lá.

O estilo lembra muito outras pequenas cidades de praia bem turísticas pelo mundo.

Eu não gostei muito de Santa Cruz para ficar. Passei uma tarde na ilha e voltei para uma noite –meu voo de volta para o continente partia do aeroporto de Baltra, acessível por Santa Cruz.

Minha ilha preferida foi Isabela, a maior do arquipélago, mas a terceira em população.

Isabela é a ilha habitada mais selvagem e tem muitas opções de passeios, trilhas e lugares para mergulhar grátis, além de ter dois excelentes tours pagos em Galápagos: o mergulho com snorkel nos tunneles (formações submarinas de lava vulcânicas) e a trilha do vulcão Sierra Negra.

Não há caixas eletrônicos em Isabela.

San Cristóbal ilha dos lobos-marinhos

San Cristóbal é a ilha dos lobos-marinhos; eles sempre saem nas fotos

A capital de Galápagos fica em San Cristóbal: Puerto Barequizo Moreno.

Foi a cidade em que cheguei; fiquei duas noites. É um lugar intermediário entre o estilo descoladinho de Puerto Ayora e a rústica Isabela.

Quanto tempo ficar em cada ilha

Se você não pretende fazer nenhum tour pago pelas ilhas (o que é ruim para quem já gastou tanto para comprar passagens aéreas, entrar no arquipélago etc), dois ou três dias completos são o suficiente para visitar quase todas atrações grátis nas ilhas.

Se você for fazer tours pagos e quer realmente economizar, três dias em uma ilha são suficientes: os passeios ocupam, normalmente, uma manhã ou uma tarde e o resto do dia fica livre para explorar as opções gratuitas.

Viajando entre as ilhas de Galápagos

Como dá para ver no mapa de Galápagos, de leste a oeste, as ilhas são San Cristobal, Santa Cruz e Isabela (a única do arquipélago que é cruzada pela ilha do Equador).

Os barcos que viajam entre as ilhas partem em dois horários: às 7 da manhã e às 14h ou 15h da tarde.

Cada trecho entre ilhas demora cerca de duas horas de lancha e custa US$ 30.

Para ir de San Cristóbal par Isabela (ou vice-versa) é obrigatório passar por Santa Cruz.

A lancha entre as ilhas chacoalham bastante e quem se sente mal no mar pode se preparar.

O que fazer em Galápagos – Equador

Ilha Isabela

Uma ilha geologicamente jovem, Isabela, a maior do arquipélago, ainda está em formação por causa da atividade vulcânica.

Há muitas coisas para fazer de graça e por conta própria em Isabela. É a melhor ilha para mochileiros e para quem faz uma viagem econômica.

Para começar, um exaustivo passeio grátis.

Uma trilha de 5 km tranquila leva até o Muro de las Lágrima, uma construção de pedras erguida por presidiários na década em meados do século 20, quando a ilha era uma prisão.

trilha Galápagos

Na trilha grátis em Isabela, existem caminhos que levam a poços

No caminho até as ruínas, há várias pequenas trilhas pequenas que levam a praias isoladas, desertas, e a pequenas lagoas, onde dá para ver alguns pássaros.

Além disso, um mirante quase no final da trilha permite uma visão privilegiada de Isabela.

Muro de Lágrimas em Galápagos

O Muro de Lágrimas, no final da trilha grátis em Galápagos

Isabela mirante

Foto de Isabela vista do mirante

Vale a pena alugar uma bicicleta para percorrer a trilha. O começo fica pertinho do centro de Isabela, a 1km ou 2km.

Uma manhã e um pouco da tarde são suficientes para percorrer a trilha com calma.

Isabela também tem um grande centro de reprodução das tartarugas terrestres gigantes, a 1 km do centro urbano da ilha.

Achei o centro de reprodução de tartarugas gigantes de Isabela melhor do que o Centro Charles Darwin, que fica em Santa Cruz.

Nesses centros, é possível ver desde tartaruguinhas novas até bichões centenários –e gigantescos. Flagrei até um macho cortejando a fêmea. Sexo de tartarugas gigantes!

Tartarugas gigantes Galápagos

Tartarugas gigantes do centro de reprodução de Isabela: passeio gratuito

tartarugas galápagos vivem mais de 100 anos

As galápagos vivem mais de 100 anos

Uma foto das tartarugas Galápagos

Uma foto das tartarugas em um momento íntimo

O caminho até o centro, apesar de curto, é bem interessante: uma trilha ecológica, bem bonita, com entradinhas para poços d´água e túneis vegetais.

Um pouco à frente do centro de reprodução dos galápagos em Isabela, fica uma lagoa de flamingos.

Esperava ver mais desses pássaros rosa (na minha cabeça, os flamingos andam em bandos gigantes) mas quando eu fui tinha 5 ou 6 animais…

A visita ao centro, percorrendo a trilha ecológica, e à lagoa dos flamingos me tomou uma manhã.

A lagoa dos flamingos: fácil chegar a pé, sem gastar nada

A lagoa dos flamingos: fácil chegar a pé, sem gastar nada

Muita Viagem

O pássaro rosa posa para a foto do blog Muita Viagem

Outro ponto de fácil acesso em Isabela (e grátis) é Concha y Perla, uma piscina natural a 500 metros do porto.

Eu nadei lá sem snorkel, mas todo mundo fala que o fundo do mar na piscina guarda boas surpresas para quem tem equipamento de mergulho –às vezes, tartarugas ficam presas na piscina quando a maré baixa, em outras dá para ver arraias.

De qualquer forma, Concha y Perla está entre as mais bonitas piscinas naturais que já conheci.

Passeios em Galápagos – Equador

ilha de Galápagos

Concha y Perla é um lugar de fácil acesso e grátis para megulhar em Isabela, minha ilha preferida de Galápagos

Em Isabela, há praticamente apenas três tours pagos: a visita de barco ás tintoreras, uma área de snorkel onde bem pertinho, que custa em torno de US$ 45.

Eu preferi fazer um tour pago para mergulhas de snorkel nos tunneles (em torno de US$ 70), formações submarinas de lava vulcânica que moldam túneis.

Excelente opção de tour pago em Galápagos: nas águas geladas dos tunneles, nadei com uma tartaruga marinha gigante, com peixes coloridos e vi de pertinho meia-dúzia de tubarões, alguns com quase 1,5m.

Arraias-gigantes no caminho do barco até os tunneles

Arraias-gigantes no caminho do barco até os tunneles

tunneles

O incrível cenário dos tunneles

Além disso, o cenário é lindo nos tunneles, diferente de tudo que conhecia.

Além de ver tubarões, tartarugas, as formações dos tunneles são boas para observar pássaros.

Por lá, cheguei pertinho dos pinguins de Galápagos, umas gracinhas de quase 45 cm que só existem nas ilhas, e do piquero azul (blue footed booby), o famoso pata-azul.

Os tunneles são uma boa opção de tour pago em Galápagos. Sai em torno de 8h30, volta às 14h, para em dois pontos de mergulho de snorkel e o almoço (um lanchinho bobo e fruta) estava incluído. A água é bem fria e muito, muito salgada.

O outro tour pago que fiz no arquipélago também foi em Isabela, mas para longe do mar: o passeio desta vez foi para a cratera do vulcão Sierra Negra e para o campo de lava do vulcão Chico.

Sai calor do buraco no campo de lava do vulcão Chico, em Isabela

Sai calor do buraco no campo de lava do vulcão Chico, em Isabela

Galápagos

Parece foto de outro planeta

A trilha é longa, em alguns lugares há subidas e descidas inclementes, de nível intermediário.

São 5 km margeando a cratera do vulcão Sierra Negra e mais uns 2 km no campo de lava do Chico.

De novo, estava em um cenário único.

A cratera do Sierra Negra tem 10 km de diâmetro (é uma das maiores do mundo), e você consegue ver direitinho como é dentro de um vulcão.

Quer dizer… o dia em que eu fui estava nublado, então não enfrentamos o sol, mas tivemos poucos momentos para ver o colossal vulcão –ainda assim, a vista impressiona.

O campo de lava do vulcão Chico me impressionou mais. Parece que você está caminhando em um filme de ficção científica tipo Mad Max.

Dá para entender melhor como foram formados os túneis de lava, existem buracos que saem calor do chão (o magma está muito perto da superfície, disse o guia), com certeza uma paisagem única.

O passeio para os vulcõs de Isabela custa em torno de US$ 40.

Como eu marquei tanto o tour para mergulhar nos tunneles quanto o passeio pelos vulcões na mesma agência, tudo saiu por US$ 100.

O que fazer em Galápagos – San Cristóbal

San Cristóbal é a ilha dos lobos marinhos. Apesar de você ver esses animais por todos os lados no arquipélago, é nessa ilha em que eles se concentram as dezenas, centenas, talvez milhares.

Tem uma bonitinha praia urbana, a Playa Mann, um lugar legal para ver o pôr do sol –fica cheia, tem barraquinha de cerveja, de comida e, claro, lobos marinhos.

lobos-marinhos

San Cristóbal tem muitos lobos-marinhos

animais galápagos

Muitos mesmo!

Perto da Playa Mann fica o Centro de Interpretación de San Cristóbal, uma espécie de museu e centro de educação ambiental.

O Centro de Interpretación de San Cristóbal foi melhor lugar que encontrei para ter informações de como as ilhas Galápagos se formaram, a importância do ecossistema das ilhas, o que faz do arquipélago um lugar único no mundo. Vale a visita com calma.

San Cristóbal foi a ilha onde Charles Darwin primeiro desceu a terra em Galápagos, em sua mítica viagem a bordo do navio Beagle em 1835 e que serviu como inspiração para o naturalista inglês desenvolver a teoria da evolução das espécies.

A estátua mais famosa do cientista inglês nas ilhas fica em Cierro Tijeretas, o morro das fragatas, um lugar usado por essas aves para reprodução.

Cierro Tijeretas em Galápagos

Vista de um dos mirantes do Cierro Tijeretas: trilha grátis em Galápagos

O Cierro Tijeretas, pertinho da Playa Mann e do Centro de Interpretacion, tem várias trilhas, com mirantes para ver San Cristóbal do alto.

Uma das trilhas leva a uma boa área para fazer snorkel –fica a 15 minutos a pé do centro de Puerto Barequizo Moreno.

ilha galápagos

… mergulhar com lobos-marinhos

Depois do Cierro, há a praia de Punta Carola, excelente lugar para ver o pôr do sol e para surf.

Em outra direção, perto do aeroporto, há a Loberia, uma praia onde se encontram muitos lobos marinhos (daí o nome) e iguanas marinhas nas pedras.

No final da praia, há uma boa área para mergulho, onde sempre aparecem tartarugas e arraias.

Consegui nadar com um grupo grande de tartarugas gigantes, mas não vi nenhuma arraia, infelizmente.

Um táxi até a Loberia custa US$ 1. A pé, a caminhada dura uns 30 minutos.

A noite, vale a pena caminhar no malecón, o pier de San Cristóbal.

Os lobos-marinhos estão por todos os cantos (alguns chegam a andar na rua!), mas existe um cantinho na praia que eles se concentram aos montes.

Dá para ver os filhotes de lobo-marinho mamando… O mais engraçado é a sinfonia de roncos das dezenas de animais.

Lobos-marinhos em San Cristóbal

Lobos-marinhos se juntam para dormir em um cantinho em San Cristóbal

foto lobo marinho

E são muitos lobos!

Só fiz passeios grátis em San Cristóbal, mas existem alguns tours, tanto para atrações turísticas na terra quanto no mar.

Um dos mais famosos leva ao centro de reprodução de tartarugas da ilha e ao Junco, uma lagoa na cratera de um vulcão.

O passeio sai por em torno de US$ 60 para um grupo, mas não encontrei ninguém para dividir comigo.

O que fazer em Galápagos – Santa Cruz

Puerto Ayora é o centro mais turístico do arquipélago, mas foi o lugar que eu menos gostei.

Ainda assim, há coisas interessantes para fazer. Para mim, que estava de passagem na ilha, na viagem entre San Cristóbal e Isabela.

Primeiro, fui ao Centro Darwin de reprodução de Galápagos.

arquipélago galápagos

Mais uma foto do animal que batiza o arquipélago

Gostei mais da galapaguera de Isabela, mas vale a visita (aliás, quando não vale visitar um lugar que reproduz, às centenas, tartarugas únicas:).

No caminho do porto de Puerto Ayora até o centro de reprodução, existe uma famosa peixaria. Fiquei encantado.

Os lobos-marinhos e os pelicanos ficam ali, como cachorros pidões, esperando um pedaço, que quando chega… é divertido.

animais américa do sul

Chegou um pedaço

mochilão américa do sul

Parece minha cachorrinha Nina

Depois voltei ao porto e fui até Las Grietas. Para chegar, é necessário cruzar um trecho de 200 metros de mar em um water taxi (US$ 0,50).

O táxi-marinho deixa no começo de uma trilha. Primeiro, você passa por uma bela praia e depois anda até Las Grietas, que também é pertinho.

praia no Equador Galápagos

Uma linda praia no Equador no caminho até Las Grietas, mais um passeio grátis em Galápagos

Mas fiz alguma bobagem e não cheguei até as duas altas paredes de pedra que formam uma piscina natural no meio.

Não sei onde tinha para errar na trilha, mas como não sabia o que era Las Grietas (só me contaram depois, errei. Um saco.

Cruzeiros baratos por Galápagos

Puerto Ayora é o local para quem quer fazer um cruzeiro mais barato por Galápagos.

São famosos os cruzeiros de última hora pelo arquipélago.

Na internet há sites especializados em vender esses cruzeiros com desconto. Também em Quito muitas agências turísticas anunciam cruzeiros por Galápagos com desconto de última hora (em geral, a passagem aérea fica por conta do turista).

Mas o melhor lugar para comprar cruzeiros mais baratos com desconto de última hora em Galpápagos, segundo todos os mochileiros que arriscaram que conheci, é mesmo Puerto Ayora.

O que as pessoas dizem é que fora de temporada, em um ou dois dias procurando, você consegue um cruzeiro com desconto de até 40% por Galápagos.
para comprar, segundo todos os mochileiros que arriscaram que conheci, é mesmo Puerto Ayora.

O que as pessoas dizem é que fora de temporada, em um ou dois dias procurando, você consegue um cruzeiro com desconto de até 40% por Galápagos.

Post publicado em 6 de maio de 2016. Atualizado em 30 de agosto de 2021 por Muita Viagem.

Sobre Gustavo Villas Boas

-- "Vamo? Vamo! (ou não)" Jornalista e editor do Muita Viagem Gosta de praias, baladas e comidas diferentes. A Amazônia é o destino que o emociona. Antes de embarcar no Muita Viagem, trabalhou no jornal Folha de São Paulo e no Estado de São Paulo na cobertura de tecnologia, cultura e cidades. Mas lia o caderno de turismo.

63 comentários

  1. 125 Azul- Blog de Viagens

    Excelente Post! Vou viajar pela América do Sul para o ano que vem, mas Galápagos vai ter que ficar para outra vez, porque mesmo com orçamento reduzido, fica caro, como você explicou tao bem!

  2. Olá Gustavo, tudo bem? Então, estou montando o meu roteiro de galápagos seguindo as suas dicas, valeu. Li que agora tem uma exigência é que desde fevereiro/ 2012, o acesso às ilhas é alternado, uma vez que a regra agora é que um barco somente pode ancorar em uma ilha a cada 14 dias (antes eram 7 dias), ou seja, uma semana o barco navega pelas ilhas mais ao norte, na semana seguinte o barco vai para as ilhas do sul,
    Bom, essa exigência acontece apenas para os cruzeiros ou serve também para os Tours diários?
    Aguardo resposta. Obrigada.

  3. Só para os cruzeiros…

    abraços

  4. Gustavo, tudo bem? Estou querendo visitar o Equador incluindo as ilhas, tenho apenas 08 dias e gostaria de visitar além das ilhas ,Quito e outras cidades, será que vc pode me ajudar a montar esse roteiro. Agradeço

  5. oi Ana, em 8 dias, acho que dá para ir para as ilhas e conhecer Quito. Menos de uma semana nas ilhas é pouco tempo, a não ser que você pegue um cruzeiro de 3 ou 4 dias ou queira conhecer algo específico.

    Próximo a Quito, recomendo muito Otavalo, Mindo e, principalmente, Banos.

    Temos bastante coisas sobre Quito e alguns lugares ao redor no site, dê uma olhada 🙂

  6. Oi Gustavo, adorei suas dicas, fiquei louca aqui. Só pretendo ir no ano que vem mas ja estou querendo ficar por dentro de tudo. Acha que é complicado(muito caro) sair do Rio para Galapagos sem agencia? Meu espanhol é inexistente, só me viro no ingles e muito mal. Valeu!!!!

  7. Oi Dayane,

    Para ficar mais barato, vá sem agência. Dá para se virar só com inglês e portunhol, se você começar a estudar um pouquinho online espanhol já consegue dar um jeito!

    Abs!

  8. Oi quanto custaria 7 dias em galápagos partindo de Curitiba?contando os imprevistos

  9. Oi sou do RJ como faço para ir p galápagos? Quais vôos onde compro? Onde ficar? Quais passeios devo fazer? Me ajuda

  10. Cara, queria muito saber os preços dos passeios entre as ilhas e dos mergulhos. vc tem ai?

  11. Oi Ana,
    entre as ilhas custa 30 dolares, mergulho depende do que for fazer. No blog tem os que eu fiz… abs!

  12. Oi Gustavo:

    Nao achei no site os passeios que fizesses, somente a chegada e pousadas…..podes me mandar o link?
    Vou com a familia, esposa e dois filhos (4 e 7). Tens dicas de snorkeling? Outras?

    Obrigado,

  13. oi Guilherme, na categoria sobre Galápagos abaixo tem bastante dica de passeio. Existem muitos pontos de snorkeling gratuitos. Em Isabela, tem uma piscina natural sensacional de fácil acesso, o passeio pago para os Túneis em Isabela também é mágico para snorkeling.

    abraços

  14. Oi Gustavo.

    Obrigado pela iniciativa. Gostaria de trocar email com voce. vou passar 8 noites entre 29/12/14 e 06/01/15 com a filha de 15 anos. Chego e saiu de Baltra. Alguma dica de visitar ilhas independetemente e sem gastar uma fortuna? Agradeço ajuda.

  15. oi Lin, você leu os dois posts de Galápagos? Não acho que tenho muito mais a acrescentar… abs

  16. Oi Gustavo, tudo bem?
    Queria saber quanto tempo antes você começou a planejar tudo. Estou querendo ir em março e estou na dúvida se já compro a passagem e reservo os hosteis.
    Os hosteis você acha que na hora dá para achar vaga? E os passeios são tudo na hora?
    Obrigada! Lucia

  17. Lucia, eu comprei as passagens um mês antes, talvez menos. Já estava no Equador.

    As passagens giram em torno de US$ 500 o ano inteiro, eventualmente tem promoção, mas mais para equatorianos, que pagam um preço diferente e exclusivo. Como é (ou era) fácil e comum remarcar voo para Galápagos, eu compraria a passagem já, mas é uma decisão extremamente pessoal…

    Eu não marquei nada antes, só a passagem de avião mesmo, e fui em um feriado importante, quanto a isso, não há preocupação.

    abs

  18. Olá gustavo ! Pode me ajudar com as dúvidas abaixo ?
    Chegar em Galápagos do Rio de Janeiro, é muito perrengue ?
    Os aviões são grandes ou aqueles teco-teco claustrofóbicos ?
    Os passeios são em barcos grandes ?
    Sou meio claustrofóbica e enjoo em barcos pequenos que balançam muito, mas morro de vontade de conhecer o local…
    Esta viagem é pra mim ? rs

  19. Oi Marcia,

    Não sei como faz para chegar do Rio de Janeiro. De São Paulo, tem voo direto para Quito, de Quito tem que voar para Guayaquil e de lá para Galápagos. O avião não é teco-teco, é grande, mas parece que sempre tem turbulência ao chegar.
    Os passeios são em barcos pequenos, tipo lancha. Os barcos entre as ilhas grandes demoram cerca de 3 horas e muita gente fica mareada.
    Não sei se é para você rs

  20. Gustavo, tudo bem? estava pesquisando sobre Galápagos e encontrei o seu blog! Gostaria de trocar umas ideias com vc sobre a viagem ilhas. Minha intenção é aproveitar ao máximo os mergulhos! Não achei mto sobre isso no seu texto. Vc acha que com os cruzeiros da para aproveitar ao máximo as ilhas e fazer os mergulhos? quanto custa mais ou menos para mergulhar? vc acha q uma semana é suficiente? Se vc puder me encaminhar seu e-mail gostaria de fazer mais perguntas. Mto obrigada.

  21. oi Evelyn, você quer fazer mergulhos livres ou com tanque de oxigênio? De qualquer forma, uma semana é pouco em Galápagos. Não sei te dizer quanto aos cruzeiros, não fiz. abs!

  22. Gustavo,

    Vou ficar 8 dias e mais um dia em Quito! Acho que vou ficar hospedado na Ilha Santa Cruz e ir passar um dia na Ilha de San Cristobal e um dia em Isabela… Quanto tempo leva o transporte em barco de Santa Cruz para as outras duas? É um barco só por dia? Talvez fique um dia mais em alguma outra ilha… Chegando em Ilha de Santa Cruz, acredito que deva existir opções de empresas que fazem este tour as outras duas ilhas, certo? Tem ideia de preço? Desde já agradeço e parabéns pelo informe… Gostei muito! Abço

  23. Ah já vi que você havia escrito sobre as minhas dúvidas em outro link! Se tiver alguma outra dica… Obrigado! Abraço

  24. Oi Marcos, que bom que encontrou! abs

  25. Olá Dayane
    Eu pretendo ir ao Ecuador no mês de Maio, pois até abril chove bastante no País todo. Será minha primeira vez e irei sozinha, quem sabe não combinamos de ir juntas caso Vc queira e/ou também irá sozinha. Estou pesquisando aos poucos e as dicas do Gustavo são ótimas e fico agradecida pela ajuda dele. Pense e se quiser entre em contato comigo, Ok

  26. Parabéns pelo post. Uma cooisa a esclarecer: você gastor cerca de mil dolares na ilha? ou seja, passeios, hospedagem e alimentação?

  27. oi Sayonara,

    foram mil dólares com tudo, incluindo as passagens aéreas a partir de Guayaquil, taxas para entrar em Galápagos e nas ilhas, transporte entre ilhas, passeio, alimentação…

    abs

  28. Oi Gustavo, td bem?
    Onde fizeram o seu check in biológico, antes de embarcar para galápagos? Ou foi quando vc já havia pousado, no próprio aeroporto em galápagos?

  29. Oi Danúbia,

    O check in biológico é antes de embarcar no continente, em Quito ou Guaiaquil. É antes de despachar as malas.

    abs

  30. Olá Gustavo. Adorei seu post. Vou á Galapagos em dezembro e ficarei na Casa D’Cristhi em san cristobal, mas não achei sobre a localização da pousada. ´Pode me dizer se fica longe do centrinho da ilha? Grata

  31. oi SHirley,

    a pousada fica a cerca de 15 minutos a pé do centrinho ou menos. É bem tranquilo para chegar a pé.

    abs

  32. Olá. Agradeço seus posts. São ótimos. Vc acha muito punk fazer essa viagem com 2 crianças? De 4 e 7 anos? Valeeeeeu!!!

  33. Oi Patê,

    viajar com crianças pequenas para Galapagos não deve ser fácil, principalmente porque os barcos entre as ilhas demoram duas horas em mar aberto. Eu fiquei mareado pela primeira vez.

    Mas tinha pequenos de 7, 8 anos. De 4, sinceramente, não lembro de ter visto.

    Mas eles vão amar: ver lobos-marinhos, tartarugas gigantes e outros animais, muitos soltos na natureza…

    abs

  34. Oi Gustavo! Tudo bom?

    Você gastou menos de 1000 dólares com a passagem incluída de Equador para as ilhas, mas você saberia me dizer o quanto seria para estar lá e fazer mais ou menos o que você fez?

    Obrigada!

  35. oi Renata, foram 500 dolares de passagens e 500 nas ilhas…

    abs

  36. Boa tarde Gustavo!
    Belo post e acho q conseguirá me ajudar.
    Galápagos está no meu próximo roteiro de férias, faço a prática do mergulho com cilindro como hobby e é por isso o maior interesse em conhecer a ilha, porém não estou achando nada muito relacionado a esse tipo de passeio. Mesmo eu sendo amador, é possível fazer esses mergulhos com cilindro por lá? Tbm é possível o mergulho entrar nesse orçamento de baixo custo? Cheguei a conversar com alguns mergulhadores mais profissionais e tbm vi alguns posts relacionados onde atividades como estás não saiam por menos de 500 dólares/dia.
    Essa informação procede ou é sim possível fazer bons mergulhos com tubarões, entre outras espécies por um valor mais acessível?
    Grande abraço

  37. oi Nicholas, pelo que vi, mergulho com cilindro em Galápagos é meio caro sempre. Porém eu mergulhei com snorkel com tubarões, tartarugas e muitos peixes 🙂

    abs

  38. Olá a todos! Obrigada pelas dicas Gustavo. Tô indo pra Quito dia 8 de outubro próximo, descendo em Galápagos dia 9 de outubro. Queria saber se tem alguem daqui indo sozinho pra lá também nessas datas pra nos fazermos companhia. Grata! Fran de S.Paulo.

  39. oi Fran, procure também no Couch Surf, lá é possível encontrar 🙂

  40. Boa tarde Gustavo, estou querendo ficar do dia 2 ao dia 15 em Galápagos, estava vendo cruzeiros, mas não fecham com que eu quero. MInhas Dúvidas:
    Peso de mala, para ir de uma ilha para outra, qual o peso máximo? Já li que quem vai mudar de ilha o procedimento demora mais do que quem vai num bate e volta. Estou pensando em deixar uns 4 dias para Isabela, 3 para San Cristóbal e o resto em Santa Cruz e ir num bate e volta para outras ilhas.
    Isabela em Puerto Villamil como é para chegar em Vincente Roca? quanto custa normalmente as atrações? Quanto custa em média um almoço e jantar?
    Abraço e bons rumos!

  41. Olá, estou a viajar para Galápagos agora em Dezembro e estou levando dicas suas comigo, que me ajudaram a elaborar o roteiro.

    Gostaria de uma informação: sou fotógrafo e gosto de tranquilidade e tempo para construir imagens. Em Galápagos há a necessidade de guias somente para os passeios pagos, ou pode-se ir a lugares sem guias? Exemplo, poderia ir a Cerro Dragon em Santa Cruz, ver as iguanas, sozinho, a pé ou de bike, sem precisar estar acompanhado de um guia?

    Pergunto pois todas as informações que busco me dizem que não pode transitar sem guia em Galápagos…

    Agradeço, grande abraço!

  42. Oi Edmir,

    Tem bastante coisa para fazer sem guia nas três ilhas, mas nem tudo pode ser feito sem guia. As coisas que digo que são de graça podem ser feitas por conta. Boa viagem!

  43. Gustavo, estou montando meu roteiro, acha que em janeiro é uma boa época? Pois estarei de férias e se indica alguma escola de mergulho autonomo. Muito obrigado pelas dicas.

  44. oi Francisco, me parece que o clima em Galapagos é constante o ano inteiro -fica bem em cima da linha do Equador. Mas não sei dizer especificamente de janeiro… Sobre a escola, não fiz mergulho, prefiro nào indicar. Mas existem muitas opções boas na ilha de Santa Cruz. Abs

  45. Permita ajudá-lo, Francisco. Fui em dez/2015, verão como janeiro. É Alta Temporada, os preços estejam mais caros, acredito. Ainda mais que é tudo em dólar. Encaramos poucas, mas algumas chuvas. Ou eram fracas e logo dissipavam e abria para o sol, ou eram no fim das noites. Pegamos mais tempo nublado do que chuvas, mas sempre havia um solzinho. O clima é predominantemente quente e com sol intenso, a brisa do mar ajuda a refrescar. Bem típico de litoral. Se já foi à praia alguma vez, não sentirá tanta diferença para Galápagos. A não ser sobre a intensidade de radiação solar que na região equatoriana é mais forte e que não se percebe, por estar em atividades. Proteja-se com protetor solar UV50 e as medidas como em qualquer praia, qto aos horários de sol, bonés, óculos escuros etc. Sou branco e a combinação de Protetor solar UV50 + protetor labial e uso eventual de gel pós sol e outro hidratante antes de dormir, deu para ficar de boa em Galápagos, sem reclamação de queimaduras! Achei Isabela bem mais abafada do que São Cristóbal e Santa Cruz. Aproveite bem a viagem, lá é muito lindo e há muitas coisas a serem feitas e vistas! Não deixe de mergulhar, atividade obrigatória! León Dormido em San Cristóbal é uma das melhores, mas Tuneles em Isabela e Seymour em Santa Cruz não perdem em nada! Boa viagem!

  46. Olá Fran, usei o couchsurfing em Galapagos em agosto desse ano e deu super certo, recomendo.

  47. Você pode andar a ilha toda sozinho Edmir.
    Claro que muitas áreas são de parques preservados, mas não proíbem de fotografar e transitar só ou para andar de bicicleta… nos passeios pagos já está incluído um guia que vai explicar várias coisas e só. No Cerro por exemplo, você pode ir de de carro e lá tem várias fazendas que criam as tartarugas, paga-se 2 dolares e vc pode ve-las (mas também pode ver em vários outros centros de criação mais proximas do centro de Puerto Ayora por exemplo)
    nas próprias empresas de turismo locais eles já falam o que você pode fazer sozinho e o que é necessário um acompanhamento do guia.
    Boa sorte e aproveite!

  48. Que viagem deliciosa, Gustavo! Obrigada por me inspirar.

  49. Ola, Gustavo
    Eu estava montando uma viagem ao Equador 15 dias neste final do ano.

    Alugando um carro dando uma volta do Pais para conhecer Vulcão Cotopaxi e Chimborazo e cidades Cuenca e Guayaquil e voltando nas costas de litoral Equador.

    apos ver sua dica de viajar Ilhas de Galapagos gostei muito a conhecer (pensei q ia gastar mais de U$2mil dolares) sera q é possível ver ate as ilhas com 15 dias no meu roteiro?

    Se tiver algumas outras sugestões gostaria de ouvir.

    Abs,

  50. oi Antonio, acho que é muito pouco tempo para todo esse roteiro. Galápagos merece pelo menos 4 ou 5 noites, e tem que fazer as coisas com muita energia, porque cansa.

    Tem bastante post do Equador, pode perguntar 🙂

    abs

  51. Bom dia Gustavo. Primeiramente obrigado pelas dicas de seu excelente blog.
    Tenho planos de passar 20 dias em galapagos em março. Planejo visitar as 3 principais ilhas . Quantos dias sugere que eu reserve para a ilha de Santa Cruz? Ouço comentários que o melhor de Galápagos e opções de passeios está em Isabela e San Cristobal.Obrigado

  52. oi Carlos… Santa Cruz é a ilha mais urbanizada de Galápagos, onde estão as principais agências com muitas opções de passeios pagos para outros pontos.

    A ilha mesmo oferece pouca coisa. Eu ficaria lá 4 dias no máximo, isso para fazer as coisas devagar sem estresse. Se você tivesse pouco tempo, dormir uma noite em Santa Cruz tá bom.

    Isabela é a mais bonita, selvagem e com atrações gratuitas. Eu ficaria mais tempo por lá e depois San Cristobal. Há uma quarta ilha onde turistas podem dormir, mas não tô lembrado o nome agora. Com 20 dias, eu iria investigar como ir para essa ilha também.

    abs

  53. Gustavo, muito boa suas dicas. Informações valiosas!

    Não sei se comi bola, mas não comentar sobre bikes (se comentou, peço desculpas por não encontrar a informação)

    Eu costumo levar a bike pra viajar. Você acha que as ilhas possuem uma topografia fácil para usar bike?
    Sabe se existe franquia de pelo menos uma mala despachada na cia. aérea?

    obrigado

  54. oi Giu, eu acho que eu comi bola.

    Em Isabela, tem lugares para andar de bike, é possível alugar bicicleta por lá e tem até grupos de cicloturismo. Acho que em todas tem lugares para andar de bike.

    Sobre a mala, não sei responder, desculpe.

    Abs!

  55. Gustavo!
    nem precisa se desculpar!@
    Você já fez um relato muito bom sobre o Equador e em especial, Galápagos.

    Bom saber que é possível andar de bike por lá.
    Eu viajo com a minha. Vou mandar outro email para a cia. aérea (enviei a 10 dias e sem resposta até agora) pra saber a franquia de bagagens deles.

    valeu mesmo.
    abraços

    Giu

  56. Ola, gostaria de saber se e tranquilo ir para Galapagos e opiniao quanto ao roteiro abaixo
    03/jun Rio de Janeiro – Guayaquil
    04/jun Guayaquil – Galapagos
    05/jun San Cristobal – Isla lobo, las Tijeretas, Punta Corola
    06/jun San Cristobal – Isla Espanola
    07/jun San Cristobal – mergulho no Leao Dormido
    08/jun San Cristobal – Santa Cruz fazer centro e Tortuga
    09/jun Santa Cruz – isla Floreana
    10/jun Santa Cruz – South Plaza
    11/jun Santa Cruz – Bartolome
    12/jun Santa Cruz – North Seymour
    13/jun Santa Cruz – Isabela
    14/jun Isabela – Sierra Negra
    15/jun Isabela – mergulho
    16/jun Isabela – não sei
    17/jun Isabela – Baltra – Guayaquil – Rio de Janeiro
    18/jun Rio de Janeiro

  57. oi Carolina, eu não costumo viajar com um roteiro tão definido, mas parece bom.
    abs

  58. FABIANA PEIXOTO DA SILVA

    gustavo,

    podemos passar a mao nos bichinhos?

  59. oi Fabiana, não pode não, mas eles não fogem. O que fazer?!?

  60. Aline (blog Nas Andanças)

    Estou preparando a minha viagem para lá e foi muito bom encontrar esse post excelente e bem detalhado.

  61. oi Aline, legal, depois volte para nos contar.
    abs

  62. Gustavo, li os dois posts que escreveu. Incrível! Estou comprando passagens para o final de fevereiro, graças as descrições precisas que postou. Merecia comissão por isso… vou falar as agência de turismo de lá! haha

    Duas dúvidas nada relevantes, mas lá vão:

    1) Por que gostou mais do centro de reprodução de Isabela que a de SC? Dependendo, fico comendo peixe enquanto aguardo Ferry para Isabela ou S Cristóbal.

    2) Vida noturna, além dos bichos, possui em SC? 1 rolezinho nas férias não seria mal para quem vai sozinho.

    Valeu! Forte abraço!

  63. Oi João,
    To puxando pela memória, mas acho que vale a pena conhecer os dois centros, e é bem fácil chegar no de Santa Cruz. Mas o de Isabela é maior, com um estilo mais selvagem.
    Vida noturna era fraquíssima lá, ainda acho que é, mas dá para tomar um drink em SC não muito tarde, mas não tem balada não… Porém Guayquil tem!

    abraços e obrigado!

Deixe uma resposta

O e-mail não será publicado. Campos obrigatórios *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.