Início / Destinos / Tiradentes, MG / O que fazer em Tiradentes, a mais charmosa cidade histórica de Minas Gerais
Tiradentes-MG é a mais charmosa das cidades históricas de Minas

O que fazer em Tiradentes, a mais charmosa cidade histórica de Minas Gerais

Tiradentes é uma síntese do melhor que as cidades históricas de Minas Gerais e do circuito da Estrada Real oferecem aos viajantes.

Com igrejas e casarões bem conservados ao longo das ladeiras com o tradicional calçamento de pedra do Brasil colonial, a história se apresenta em cada cantinho do centrinho da cidade a 200 km de Belo Horizonte e a 480 km de São Paulo.

Em torno de Tiradentes, vilarejos como a bucólica Bichinho e cidades como São João del Rei convidam os turistas a experimentar tradições mineiras: comida, festas tradicionais, causos.

Além das delícias como cachaças, queijos, doces, o artesanato e a arte também se apresentam, fazendo jus ao legado de artistas como Aleijadinho, entre outros mestres da escola barroca mineira.

As ruas históricas de Tiradentes recebem eventos e coisas para fazer o ano inteiro

A região é um dos melhores lugares do Brasil para comprar móveis de fazenda, de demolição e artigos de decoração para casa. As bonitas peças de artesanato saem da região para todo o Brasil.

O calendário turístico de Tiradentes tem uma variada programação, com celebração especial de feriados religiosos, como Páscoa e Natal, eventos de gastronomia, encontros de motos e o famoso Festival de Cinema de Tiradentes. 

– Booking: Melhores pousadas em Tiradentes

Tudo isso é emoldurado pela Serra São José e pelo relevo acidentado da região no interior mineiro, que formam cenários bucólicos que guardam, entre a mata, cachoeiras, trilhas e belezas naturais.

As riquezas históricas, naturais e culturais de Tiradentes são palco, ainda, de uma vasta programação de eventos durante o ano inteiro.

A Serra São José emoldura a paisagem em Tiradentes, na Estrada Real

Quando ir para Tiradentes-MG

Tiradentes fica cheia no feriado de Carnaval e recebe um dos melhores carnavais de rua de Minas Gerais, é palco de uma importante Mostra de Cinema e fica movimentada durante toda a Semana Santa, quando circuitos religiosos atraem turistas do Brasil inteiro.

O feriado da Semana Santa atrai fiéis do turismo religioso, que fazem um circuito de capelas que só abre durante o período. Além desse circuito de fé, a principal igreja da cidade recebe concertos de órgão especiais, entre outras atrações para fazer.

Mas o mais charmoso dos eventos em Tiradentes é o Festival Internacional de Cultura e Gastronomia, que reúne centenas de atrações culinárias e artísticas nas ruas da cidade.

Os chalés da pousada na cidade histórica de Minas ficam cercados de árvores, em um cenário muito charmoso

Além da gastronomia, que reúne desde o melhor das receitas típicas de Minas Gerais em comidas feitas a céu aberto até a sofisticada culinária internacional contemporânea em restaurantes charmosos (e estrelados), o festival de gastronomia conta com coisas para fazer para crianças, famílias e atrações artísticas.

Outra atração que reúne milhares de pessoas em Tiradentes é o Festival de Motos – Bikefest Tiradentes. O evento, regado a cerveja e blues, reúne motociclistas de todo o Brasil que cruzam as estradas sinuosas do interior de Minas Gerais para se encontrar na cidade histórica.

Para quem quer tranquilidade, a melhor época para ir para Tiradentes é durante a quaresma, entre o feriado de Carnaval e o feriado da Semana Santa, quando a cidade fica mais vazia.

O que fazer em Tiradentes

Tiradentes é uma cidade histórica no roteiro da Estrada Real no sopé da serra de São José

Tiradentes é uma cidade histórica no roteiro da Estrada Real no sopé da serra de São José

É uma cidade de aproximadamente 7000 habitantes que falam um minerês típico e muito bonito. É tudo de bão, uai.

Apesar do seu tamanho, está bem preparada para o turismo (segundo os dados oficiais, é um dos principais destinos turísticos do Brasil), com inúmeras pousadas.

A cidade histórica está muito bem preservada e os passeios pelas suas ruas lhe remete imediatamente às histórias dos bandeirantes, da inconfidência mineira, da colonização portuguesa no Brasil e o papel da igreja católica no nosso país.

Fica ao pé de uma bela serra chamada São José.

Recebeu o nome de Tiradentes em homenagem ao seu filho mais ilustre, mártir da inconfidência mineira (para ver a história, consulte a Wikipédia ou sites oficiais).

Fora do centro histórico é uma típica cidade do interior de Minas, com casas terminando diretamente nas calçadas, geminadas, com pouco quintal e com muitas plantas ornamentais. Aliás, a cidade tem ainda muito verde, com muitas flores e belas árvores.

CENTRO HISTÓRICO

Na parte histórica de Tiradentes encontramos uma série de monumentos que valem a pena ser visitados.

A Matriz de Santo Antônio é a principal igreja de Tiradentes-MG

O centro histórico de Tiradentes é pequeno e fácil de conhecer a pé -se a pessoa puder lidar com as ladeiras, é claro.

A Igreja Matriz de Santo Antônio é o grande ícone da cidade.

Sua localização no alto garante uma bela vista da região, principalmente no pôr do sol, quando a luz dourada parece cobrir de ouro os casarões e casinhas brancas.

A igreja é tão bonita que muitos casais aproveitam para fazer fotos de noivado e casamento tendo o prédio como cenário.

A matriz recebe, ainda, programação praticamente semanal de concertos em órgão às sextas-feiras, com ingressos vendidos no local.

O interior da igreja se destaca pelas obras de arte e pela quantidade de ouro usada na decoração, uma das mais impressionantes do Brasil.

O chafariz no centro histórico é uma das atrações de Tiradentes

Também não dá para deixar de conhecer no centro histórico de Tiradentes o Chafariz de São José, ainda em atividade, cuja fonte jorra água fresca trazida por um aqueduto.

O museu Padre Toledo também vale a pena conhecer. O museu fica na casa de um padre que recebeu reuniões dos participantes da Inconfidência Mineira no período colonial brasileiro.

Uma boa forma de ver o centro histórico de Tiradentes é fazer o passeio de charrete pelas ruas da cidade.

As charretes se reúnem pelas manhãs na praça principal de Tiradentes e levam os turistas para passear a cavalo.

Fazer o passeio de charrete em Tiradentes-MG é uma boa ideia para conhecer o centro histórico

Comece pelo Bosque da Matriz, atrás, como o nome indica, da Igreja Matriz. É um lindo bosque, com pequenos cursos de água e muito verde.

A Igreja Matriz de Santo Antônio em Tiradentes-MG

A Igreja Matriz de Santo Antônio em Tiradentes-MG – foto Amanda Rossi

Visite, em seguida, a Matriz de Santo Antônio, uma igreja de arquitetura barroca, grandiosa e bela. Segundo os guias turísticos é a segunda em riqueza do Brasil (a primeira seria a de São Francisco, na Bahia) com quase 500 Kg em ouro distribuídos pelos altares e outros enfeites. 

Sua fachada foi planejada por um “arquiteto” mineiro muito conhecido: o Aleijadinho. No seu pátio se encontra um relógio de sol original, construído provavelmente no séc. XIX.

Logo abaixo se encontra a Casa da Câmara, de 1717.

À direita da Igreja Matriz, a algumas dezenas de metros, outra igreja, mais simples, mas também muito bonita: a igreja São João Evangelista.

Ao lado dessa igreja está a casa que, no passado, foi a residência de um importante líder da Inconfidência Mineira, o Padre Toledo. Segundo os livros de história foi aí que se deu a primeira reunião para tramar a Inconfidência. Hoje está transformado em museu, com importantes peças da época e belos murais no teto.

Um pouco mais abaixo encontra-se a Igreja do Rosário, construída pelos escravos durante a noite. Segundo a história corrente, levavam ouro escondido nas unhas e cabelos, subtraídos dos seus “senhores”, para decorar a igreja.

Descendo a rua, encontra-se um outro prédio, também muito bonito, cheio de pesadas grades: a cadeia dos sec. XVII, XVIII e XIX, hoje transformado em museu.

O Carnaval de Tiradentes-MG acontece no Largo das Forras, em torno de figueiras centenárias

O Carnaval de Tiradentes-MG acontece no Largo das Forras, em torno de figueiras centenárias

Continuando a caminhada rua abaixo chegamos na praça principal da cidade, onde ocorre o gostoso Carnaval da cidade e outras atividades artísticas ao longo do ano: o Largo das Forras (onde os escravos recebiam sua carta de alforria).

Destacam-se as maravilhosas figueiras centenárias (durante o carnaval de 2014, uma delas foi vitimada por um raio durante uma tempestade dessas típicas de verão). Nada mais gostoso que, depois de horas de caminhadas, cansativas – diga-se – pelas tortuosas ruas, algumas íngremes ladeiras e com calçamento irregular do tempo do império, descansar à sombra dessas maravilhosas árvores.

Nessa praça pode ser contratado um gostoso passeio pela cidade com as carruagens puxadas por cavalos. Há que se tolerar o cheiro de urina e estrume.

Se você descer a Ladeira da Matriz vai encontrar um belíssimo chafariz, construído no século XVIII. Servia para as escravas lavarem roupas das madames, para os viajantes darem água a seus cavalos e como local de coleta de água para abastecer as residências da vila.

Hoje os turistas o utilizam como fonte dos desejos: bebem da sua água, jogam moedas e fazem pedidos. Segundo alguns, os amorosos são os mais facilmente atendidos. Vários namoros e casamentos foram conseguidos ali.

Atrás do chafariz está o bosque Mãe d’água, com mais ou menos 1 km de extensão. É muito bonito e interessante seguir o aqueduto construído pelos escravos até a fonte de água que o abastece.

Tem outras igrejas e atrações turísticas de Tiradentes-MG que não tive tempo de visitar e vai ficar para outra oportunidade.

Passeios Ecológicos em Tiradentes-MG

Para quem aprecia mato, cachoeiras e trilhas, não faltam oportunidades de passeio. Só fui a uma cachoeira deliciosa na Estrada Real, em direção a São João Del Rey. Fica localizada bem no marco zero da Estrada Real. Para um dia quente de verão, nada melhor que se refrescar nessas águas.

Uma das cachoeiras perto da cidade histórica de Tiradentes-MG

Uma das cachoeiras perto da cidade histórica de Tiradentes-MG

Embora não tenha feito, há ofertas de inúmeros passeios ecológicos: descida de rio com botes, várias trilhas para serem feitas a pé ou de bicicleta, visitas a várias cachoeiras e até visita monitorada a caverna. Ficará para uma próxima vez.

SERRA SÃO JOSÉ

A cachoeira entre Tiradentes e São Josão del Rei forma um pequeno paraíso para banho

No Caminho Velho da Estadra Real entre Tiradentes e São João del Rei, dá para aproveitar as belezas da Serra São José.

No caminho, em um dos marcos da Estrada Real, apresenta-se uma cachoeira com pequeno lago para banho.

SÃO JOÃO DEL REI

No Mercado Municipal de São João del Rei, uma viagem pelos sabores mineiros

Vale a pena ir para São João del Rei de Tiradentes pelo Caminho Velho da Estrada Real, em um pequeno trecho calçado de 8 km.

Em São João del Rei, além do centro histórico e das famosas pontes, não deixe de conhecer o Mercado Municipal, com delícias mineiras para comprar, e a Taberna D’Omar, com deliciosos pães de diversos sabores por bons preços.

Tudo isso dá para fazer em uma manhã e começo da tarde, sem grandes problemas de pressa.

Para quem gosta de passear de trem, dá para fazer o passeio de Maria Fumaça entre Tiradentes e São João del Rei. O trem histórico funciona às sextas, aos finais de semana e feriados.

É possível comprar o passeio de trem de Maria Fumaça, entre São João Del Rei e Tiradentes, via internet. Basta acessar o site do Trem Turístico, indicar origem, destino e datas.

A programação para os últimos dias de julho, dezembro e janeiro dispõem de horários extras em virtude das férias escolares e da alta demanda do período. O trem proporciona um passeio imperdível para quem deseja aproveitar o passeio e viajar pela história e cultura de Minas Gerais.

A rota foi inaugurada em 1881 por D. Pedro II, cruzando rios, montanhas e estações que preservam a arquitetura do século XIX. No trajeto é possível avistar belas paisagens, como o Rio das Mortes e a Serra de São José, área de preservação ambiental também conhecida como Serra de Tiradentes.

A estação de trem de Tiradentes leva a São João

A estação de São João Del-Rei é uma atração à parte. No prédio, também construído no século XIX, funciona o Museu Ferroviário inaugurado em 1981, ano do centenário da Estrada de Ferro Oeste de Minas. O acervo reúne objetos que contam a história da ferrovia no Brasil e na região, como a EFOM nº 1, a primeira locomotiva da ferrovia. Pela riqueza de materiais, o Complexo Ferroviário da Estrada de Ferro Oeste de Minas é um dos maiores do Brasil.

BICHINHO-MG

Um simpático vilarejo perto de Tiradentes, Bichinho é bucólica, com cara de interior mineiro fofo, mas com muitas opções para gastar dinheiro.

Bichinho reúne dezenas de lojas de móveis, com belas peças em estilo colonial, de fazenda e móveis de demolição.

Bichinho-MG é bucólica, com cara de interior de Minas

A vila no interior de MG é um dos melhores lugares perto de São Paulo para comprar móveis e artigos de decoração para casa.

Mesmo que a ideia não seja gastar dinheiro e comprar móveis na região de Tiradentes, vale a pena ir para Bichinho.

Bichinho é um dos melhores lugares para comprar móveis perto de SP e BH

Entre as atrações do lugares, além de pousadas ainda mais tranquilas e bucólicas que Tiradentes, estão alambiques, como o Velho Ferreira.

Na visita, dá para conhecer um pouco do processo para fazer cachaça e comprar uma pinguinha de lembrança do interior de Minas Gerais.

A visita ao alambique Velho Ferreira é uma das coisas para se fazer perto de Tiradentes-MG

Compras em Tiradentes-MG

Um quadro típico do artesanato de Tiradentes

Um quadro típico do artesanato de Tiradentes

Outra riqueza da região é o artesanato. Peças maravilhosas de artesãos locais (será se nascem artesãos ou a região os atrai?) estão expostas em inúmeras lojinhas espalhadas pelas ruas históricas do centro ou no povoado chamado de Bichinho.

Aí se pode comprar a preços módicos belas obras de arte em pedra-sabão, madeira, tecido e ou ferro. São quadros tridimensionais com figuras esculpidas a mão (flores, pessoas, pássaros, bolsas femininas, carro, e tudo mais que a imaginação mandar). São móveis muito bonitos, feitos com madeira de demolição, imitando peças antigas. São os vários tapetes, capas para almofadas, e lençóis bordados a mãos ou feitos com fuxico e pedaços de tecidos, cada um mais bonito que o outro.

A Gastronomia – comida mineira

Mas nem tudo são flores: prepare-se para engordar. A comida mineira, deliciosa, diga-se, é ultra calórica – carne de porco, linguiças variadas, variações com feijão (tutu, farofa, feijoada, etc), arroz de vários tipos, frangos ( fritos, ensopados ou ao molho pardo), etc, etc, etc (e ponha etc nisto).

Um prato famoso da região é frango ou carne de porco com Ora pro nobis.
O Ora pro nobis é uma verdura da região que é cozida e misturada ao frango ou carne de porco ensopada. Faz muito sucesso entre os turistas, embora, particularmente, não tenha me agradado tanto.

No Largo da Forra se encontram ótimos restaurantes com comida mineira a preços módicos, tanto a la carte quanto self-service.

Além da comida típica, encontram-se também cantinas com comida italiana e pizzarias.

Há ainda os doces. Ah, os doces: cocadas, doces de leite de vários tipos, de figo, de abóbora e outros tantos. Quanta tentação! Em Tiradentes, é famosa a doceria do Chico: um velhinho “sacudido”, esperto e ágil, que prepara e vende doces maravilhosos. Sua iguaria mais famosa é o canudinho de doce de leite.

Sobre Gustavo Villas Boas

-- "Vamo? Vamo! (ou não)" Jornalista e editor do Muita Viagem

4 comentários

  1. Bem colocado, Thamiris.

  2. Lugar lindo, pretendo conhecer em breve, mas fico triste em ver que os animais não são respeitados muitos animais de rua e os cavalos são explorados. Não estimulem a exploração dos animais vamos divulgar passeios que não usem animais.

  3. Muito bacana a matéria! Sou de Tiradentes e pelos detalhes digo que foi bem proveitosa a visita! Gostaria de deixar uma dica se me permite: Um passeio de quadriciclo com o pessoal da empresa Dakar Loc que fica logo na entrada da cidade, ao lado do museu da moto, vale a pena, um passeio muito bonito e com muita aventura. Se retornar não deixe de fazer. [publicidade omitida] Grande abraço.

  4. Viver com Intençao

    Boa tarde! Ótima matéria! Parabéns e obrigada pelas informações.

    Sucesso!!!

Deixe uma resposta

O e-mail não será publicado. Campos obrigatórios *

*