Início / Destinos / Urubici, SC – Descubra todo o charme da Serra Catarinense
O clima das montanhas e a paisagem rural acalentam o roteiro pela Serra Catarinense

Urubici, SC – Descubra todo o charme da Serra Catarinense

A charmosa cidade de Urubici – SC

Quem viaja para as montanhas de Santa Catarina surpreende-se com as maravilhas naturais e culturais da região — há tantos passeios e coisas para fazer e conhecer, que é possível causar confusão na cabeça de quem planeja uma viaja para lá.

Fazendo parte da mais nova rota turística “Caminhos da Neve”, a charmosa Urubici, SC não é apenas uma das cidades mais frias do Brasil, mas especialmente um dos melhores destinos de turismo de aventura do país.

A cidade possui diversos atrativos culturais e agências de turismo especializadas que fornecem toda a estrutura para a prática de esportes de aventura.

Rapel em grandes cachoeiras, canoagem e pesca esportiva nos rios e riachos da região, cavalgadas pelas montanhas, voo livre, mountain bike, arvorismo e tirolesas. Além é claro de caminhadas ecológicas por trilhas em roteiros deslumbrantes em um dos segredos mais bem guardados de Santa Catarina.

Acesso rápido ao conteúdo:

Cidades charmosas no inverno:

O que fazer em Urubici, SC

Mirante do Avencal

Urubici

Mirante com vista para a cidade de Urubici, encravada na Serra Catarinense

Do Mirante do Avencal é possível encantar-se com as belezas da pequena vila, romântica e charmosa, encravada na Serra Catarinense. O local é de fácil acesso, fica bem na saída da cidade.

Serra do Corvo Branco

Serra do Corvo Branco

Serra do Corvo Branco, em Urubici – SC

Um dos lugares mais incríveis do sul do Brasil, a Serra do Corvo Branco, que liga Urubici à Grão Pará, é digna de cenários cinematográficos.

A estrada foi um dos primeiros acessos rodoviários entre o litoral e a serra catarinense. O trajeto começa no estreito de dois paredões com quase 100 metros casa, a cerca de 27 km do centro de Urubici e segue em curvas que serpenteiam as montanhas.

Apesar de parecer bastante perigosa, estreita com curvas fechadas, vale a pena descer de carro por alguns quilômetros para tirar fotos de diferentes ângulos. A subida de volta torna o visual ainda mais bonito. Teste os freios do veículo antes de iniciar a viagem e não esqueça de colocar o cinto de segurança.

Cachoeiras em Urubici, SC

cachoeiras em Urubici

Cascata do Véu da Noiva, em Urubici – SC

Duas cachoeiras de fácil acesso em Urubici são a Cachoeira do Avencal e a Cascata Véu de Noiva.

Com 62 metros de altura, a Cascata Véu de Noiva fica dentro de uma propriedade particular. É necessário pagar R$ 15,00 (preço de 2021) por pessoa para visitar o local, bem preservado, com estacionamento, lanchonete e lojinha para compras.

O visual da água deslizando pela grande rocha, formando um pequeno lago, é bem bonito. Cercada por um imenso bosque de vegetação temperada, há opções de uma trilha curta e arvorismo no local. Consulte os responsáveis. A população é bastante receptiva.

Para chegar na cachoeira pegue a estrada para o Morro da Igreja, no Km 6,5 haverá placa e o o portal de entrada para o sítio.

Cachoeira do Avencal vista de longe

Já a Cachoeira do Avencal, uma das cachoeiras mais bonitas do Brasil, é também uma das altas. São 100 metros de queda livre.

Pode-se avistar a cachoeira do Morro do Avencal, conforme a foto acima, ou ainda chegar mais perto – do alto o acesso é feito por carro (paga-se entrada de R$ 20,00 por pessoa – preço de 2021).

É possível avistar a queda pela parte de baixo a pé, porém o trajeto é um tanto perigoso, com pedras escorregadias.

Inscrições rupestres

turismo em Santa Catarina

Inscrições rupestres em rocha e a cachoeira do Avencal ao fundo, em Urubici – SC

Há quem não acredite, mas relatos arqueológicos apontam para inscrições rupestres em rochas em diversos lugares de Santa Catarina.

Em Urubici, é possível ver tais inscritos no Morro do Avencal, no Km 28 da SC-110. Os vestígios possuem mais de 4 mil anos. Segundo estudos, o local era considerado sagrado pelos povos antigos.

Igreja Matriz de Urubici

o que fazer em Urubici

Igreja Matriz, no centro de Urubici – SC

A Igreja Matriz Nossa Senhora Mãe dos Homens tem arquitetura gótica e belos vitrais. Um fato curioso é que ao entrarmos na capela, nos deparamos com o túmulo do padre José Alberto Espíndola, fundador da construção. O padre virou uma espécie de santo protetor da população local.

Vista da Pedra Furada, Morro da Igreja

pontos turísticos em Santa Catarina

A Pedra Furada, vista do Morro da Igreja | CC

Atenção! Acesso interditado

Um dos lugares incríveis que não foi possível conhecer por conta de obras na rodovia que dá acesso ao mirante, é a vista da Pedra Furada, localizada no Morro da Igreja. Do pico da montanha tem-se um dos melhores ângulos para fotografar a exuberante rocha.

Após muitos acidentes, em uma estrada mal preservada e perigosa, foram iniciadas obras de melhorias com previsão de término para o final de 2019. Contudo, é preciso ficar atento aos feriados nacionais e eventos da cidade, pois nestas datas a prefeitura costuma abrir a estrada e liberar o acesso para os carros em alguns horário pré-estabelecidos.

Serra do rio rastro

Serra Rio Rastro, na Serra de Santa Catarina

Caso tenha a sorte de pegar a estrada aberta, devido à constante neblina, o melhor horário para fazer o roteiro fica entre 10h e 15h. Se tiver a oportunidade de ir, não esqueça os agasalhos e roupas de frio, pois a intensidade do vento diminui radicalmente a sensação térmica.

Curiosidade: O Morro da Igreja fica na divisa dos municípios de Bom Jardim da Serra e Orleans. É o ponto habitado mais alto do sul do Brasil, com mais de 1.800 metros de altitude. Lá foi registrada a menor temperatura do Brasil — quase 18 graus negativos, no inverno de 1996.

Lembrando que para fazer o roteiro é necessário reservar a visita com antecedência. É preciso pegar uma autorização na sede do ICMBio de Urubici, localizado na Avenida Pedro B Warmeling.

Isso porque existe uma cota limite de carros e pessoas que podem acessar o ponto turístico. Para mais informações acesse o site do Parque Nacional de São Joaquim.

Outros pontos que valem conhecer na cidade de Urubici são o Morro do Campestre — formação de arenito com 1.380 metros de altitude, de onde se avista o Vale do Rio Canoas; a Gruta Nossa Senhora de Lourdes — ponto de interesse do turismo religioso, especialmente em outubro, quando acontece a Romaria da Penitência; a Pedra da Águia e o Cânion do Espraiado.

Onde ficar em Urubici

Com atrações turísticas concentradas em sua grande maioria nas cidades de Urubici e São Joaquim, mas também espalhadas pelas cidades de Urupema, Bom Jardim da Serra, entre outras, é importante escolher bem onde ficar quando em viagem pela Serra Catarinense.

Para facilitar a vida de quem deseja conhecer as serras de SC e está na dúvida sobre qual cidade ficar hospedado, elencamos abaixo algumas dicas de hospedagens na região.

A dica básica é fazer a cidade de Urubici como base. Contudo, por conta das experiências do enoturismo em São Joaquim recomendamos ficar uma ou duas noites nesta cidade a fim de evitar dirigir na estrada alcoolizado.

Dessa forma, uma viagem de uma semana pela região, a dica é ficar a maior parte da viagem hospedado em Urubici, fazendo viagens bate-volta até Urupema (50 km de distância feitos em pouco mais de 1h), Bom Jardim da Serra (75 km feitos em pouco mais de 1h também), e outras noites em São Joaquim.

Pousada em Urubici, SC

pousadas em Urubici

Pousada Arco-Íris, em Urubici-SC

Ficamos hospedados na Pousada Arco-Íris. Com bom custo-benefício, a pousada oferece um quarto simples, com chuveiro quente, um pouco apertado, mas razoável para uma estada de 2 a 3 noites.

Há aquecedor de ar e a cama possui lençol elétrico com aquecimento (não utilizamos, pois apesar de frio, as cobertas e o ar foram suficientes).

As diárias nessa pousada em Urubici para dezembro de 2021 estavam por a partir de R$ 230,00 quando pesquisamos o preços, em 28 de setembro de 2021.

A pousada é bem localizada, no início da cidade, mas fácil acesso ao centro. Há um jardim charmoso na entrada, estacionamento e lounge compartilhado. Já os quartos são simples, mas aconchegantes. Há TV e aquecedor e frigobar. Alguns quartos possuem varandas.

O café da manhã é bom, mas sentimos falta de um suco natural e mais opções de frutas. Contudo, é possível alimentar-se para iniciar o dia bem.

Sobre Danilo Hadek

Antes de começar o Muita Viagem, fui Relações Públicas e Comissário de Voo. Vivi no Canadá, fiz longas viagens nos Estados Unidos e alguns roteiros na Europa. Já estive em todas as capitais do Brasil, e em mais de 20 países pelo mundo. Quero conhecer o Oriente Médio, África e Ásia.

Deixe uma resposta

O e-mail não será publicado. Campos obrigatórios *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.