Início / Viajei (relatos) / Diário do Brasil / Uma viagem pela história do Brasil colonial: o turismo cultural no Vale do Café (RJ)

Uma viagem pela história do Brasil colonial: o turismo cultural no Vale do Café (RJ)

O século XIX é marcado por grandes transformações econômicas, sociais e políticas no Brasil. Com a transferência da capital de Salvador para o Rio de Janeiro e a vinda da Família Real, uma nova aristocracia rural, os barões do café, emerge na região que compreende hoje as cidades de Vassouras, Valença, Barra do Piraí, Rio das Flores, entre outras.

viagem curta rj

Nuances e cenários da História do Brasil nas antigas fazendas de café

Os fazendeiros da cafeicultura tornam-se a elite mais influente do II Reinado em detrimento dos senhores de engenho do Nordeste, gerando, com a alta do preço do café no mercado internacional, muita riqueza para a Coroa Portuguesa, além de desenvolvimento econômico com a construção de ferrovias para o escoamento da produção e iluminação pública nas vilas que começavam a florescer.

 

Contudo, com a aprovação de leis que passam a proibir o tráfico de escravos vindos da África (1850), e, em seguida, a abolição da escravidão (1888), o modo de produção das antigas fazendas de café do Vale do Paraíba, no Sul Fluminense, é colocado em xeque, culminando com a transferência da produção para o Oeste Paulista, onde empregava-se a mão de obra de imigrantes.

Dicas de hotel fazenda em SP, RJ e MG

centro histórico Vassouras RJ

Vassouras fica a 120 km do Rio de Janeiro

A história do Brasil colonial é cativante, e pode ser vivenciada de perto em roteiro turístico pelas fazendas coloniais na cidade de Vassouras, a 120 km do Rio de Janeiro.

É uma grande viagem no tempo, porém curtinha para quem sai do RJ. Portanto, uma dica de viagem rápida e barata para cariocas.

O que fazer em Vassouras?

Vassouras é uma cidade relativamente tranquila e bastante agradável para casais, famílias que viajam com crianças e o público da terceira idade.

A cidade possui centro histórico charmoso e ao longo do ano diversas festas agitam a região, como o Festival Vale do Café, em julho, e o Flor Atlântica, em setembro.

Vassouras RJ

Centro histórico de Vassouras, no RJ

O Festival do Vale do Café é, sem dúvida, uma experiência enriquecedora que merece ser colocada no roteiro de quem viaja durante as férias de julho.

Com ampla programação cultural e gastronômica, a festa acontece em diferentes fazendas coloniais, com apresentações artísticas, comida típica e muita animação. Há eventos pagos e gratuitos.

Já o festival Flor Atlântica, privilegia a sinestesia, aliando boa música e performances em meio à natureza do jardim ecológico Uaná Etê, um lugar interessante para um passeio agradável no final de semana.

O local conta com paço ao ar livre, onde é servido exótico brunch aos domingos. Além disso, há trilhas com prática de yoga, escalda-pés relaxante e inédito labirinto musical, projeto paisagístico de Maritza Orleans e Bragança.

Festas e eventos no interior do Rio de Janeiro

Jardim Ecológico Uaná Etê

Jardim Ecológico Uaná Etê

Roteiro pelas fazendas históricas do Vale do Café, RJ

Fazenda Alliança

história do Brasil

As fazendas históricas do Vale do Paraíba, no sul fluminense

Em 1861, José Pereira de Faro comprou a Fazenda Boa Esperança e mudou o seu nome para Fazenda Alliança. Atualmente, a propriedade pertence à Josefina Durini, ítalo-argentina naturalizada brasileira, arquiteta especializada em restauração e sustentabilidade.

A Fazenda Alliança é uma das mais bonitas da região. É possível ver de perto como eram os mecanismos e as áreas de cultivo do café, além da arquitetura dos casarões.

No local é possível ver bosque com árvores nativas, além de pequenos cafezais e horta orgânica que estão sendo cultivados. A proposta da fazenda é desenvolver o cultivo sustentável e orgânico dos produtos, como o leite de búfala orgânico. (Experimentamos o queijo fresco de búfala, divino).

fazenda do vale do café

Fazenda Alliança, em Barra do Piraí

Fazenda Vista Alegre

fazenda do vale do café rj

Fazenda Vista Alegre, em Valença

A Vista Alegre foi uma das mais importantes fazendas do século XIX. Por lá passaram figuras como o Conde D’Eu e o pianista Louis Moreau Gottschalk, que compôs o Grande Fantasia Triunfal sobre o Hino Nacional Brasileiro, dedicado à Condessa D’Eu.

decoração colonial

Fazendas coloniais, no Vale do Café – Rio de Janeiro

Desde 1980, a propriedade pertence à família Mattos Santos. E já foi palco de video clipe “Lua de Cristal”, da Xuxa, e de novelas “A Viagem”, da TV Globo, e outros eventos que acontecem no belíssimo jardim da antiga fazenda colonial.

fazenda vista alegre

Jardim da Fazenda Vista Alegre

Fazenda das Palmas

Uma das mais antigas propriedades, a Fazenda das Palmas começou a ser construída no final do século XVIII. Lá é possível ver de perto a produção de aguardente de cana de açúcar, cultivada organicamente na própria fazenda, além de experimentar as cachaça produzidas.

fazenda rj barra do piraí

Alambique na Fazenda das Palmas, em Barra do Piraí – RJ

cachaça artesanal

Degustação de aguardente orgânico

Casa de Hera

Por fim, vale a pena conhecer o Museu Casa de Hera. O local foi residência da família de Joaquim José Teixeira Leite, uma das mais importantes figuras do café do século XIX. A propriedade foi herdada por uma de suas filhas, Eufrásia Teixeira Leite, que doou a propriedade para preservar a história e a memória da família.

casa de hera vassouras rj

A Casa de Hera, em Vassouras – RJ

Hoje o local é um museu, aberto de terça a domingo. A entrada é gratuita.

O que fazer em Amparo: cidade histórica no interior de SP

Fizemos os passeios à convite da Assessoria de Imprensa.

Danilo

Antes de começar o Muita Viagem, fui Relações Públicas e Comissário de Voo. Vivi no Canadá, fiz longas viagens nos Estados Unidos e alguns roteiros na Europa.
Já estive em todas as capitais do Brasil, e em mais de 20 países pelo mundo. Quero conhecer o Oriente Médio, África e Ásia.

Tire a sua dúvida, comente. Participe!

O e-mail não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*