Início / Viajei (relatos) / Diário do Brasil / Jericoacoara, um cenário deslumbrante com gente legal no Ceará

Jericoacoara, um cenário deslumbrante com gente legal no Ceará

Por Gustavo Villas Boas – Mochilão no Nordeste

Jericoacoara é um daqueles lugares míticos do Brasil –e do mundo. A praia já foi eleita, aqui e ali, como uma das melhores praias do planeta. O pôr do sol é apontado em diversos guias como um dos mais espetaculares do Brasil. As paisagens misturam lagoas, dunas e pedras gigantescas. O forró, as baladas na beira do mar, os bares fizeram a fama da vida noturna de Jericoacoara. O lugar é um ponto de peregrinação de hippies, mochileiros e dos velejadores, como são chamados os praticantes de kitesurf e wind-surf.

A isolada vila de Jeri vista do alto - foto: Fábio do Serrote

A isolada vila de Jeri vista do alto – foto: Fábio do Serrote

É tudo verdade? Sim, mas é pouco. Resumir tudo o que Jeri, no Ceará, oferece em poucas linhas é impossível. Não por acaso, cheguei em Jeri no final de novembro de 2013 para passar menos de uma semana e fiquei 15 dias. Essa esticadinha é comum: quem pode, sempre fica uns dias a mais em Jericoacoara. E tem aqueles que ficam (ou voltam) para morar ou permanecer longas temporadas.

A charmosa vila de 5 mil habitantes guardada pelas dunas do Parque Nacional de Jericoacoara oferece atividades para todos os gostos, seja nas ruas de areias sem postes, seja nas praias e na exuberante natureza ao redor.

A Lagoa do Paraíso é uma das atrações de Jeri - foto - Wandering Trader

A Lagoa do Paraíso é uma das atrações de Jeri – foto – Wandering Trader

Mas lembre-se: Jeri é especial por ser isolada, o que pode afetar o dia a dia. Às vezes, falta uma coisa ou outra básica nos mercadinhos, a energia elétrica pode cair, o celular ficar fora de área…

Em geral, tive poucas dificuldades: no Jeri Hostel, onde fiquei, a internet funcionava bem, o quarto era limpo, tinha café da manhã bom. Muitos lugares aceitam cartão (diferentemente do Maranhão e Piauí, onde estava antes) e conseguia sacar dinheiro do Bradesco em um posto que fica acima do  Depósito de Bebidas na Rua Principal –além desse posto do Bradesco, a cidade só conta com um caixa eletrônico do Banco do Brasil na agência dos Correios.

Não é fácil chegar em Jeri. O jeito mais comum é a partir de Jijoca de Jericoacoara, a cidade da qual a vila faz parte. Eu tive a oportunidade de chegar via Camocim, atravessando de balsa do município até a praia do Amor e de lá cortando as dunas de Tatajuba, o Mangue Seco e outros lindas atrações turísticas do Ceará. Fui com apoio da Rastro Nordestino, empresa especializada na Rota das Emoções. O pessoal sabe tudo da região.

Os velejadores fazem parte do cenário - foto: Felipe Felippe

Os velejadores fazem parte do cenário – foto: Felipe Felippe

O cenário mistura dunas, lagoas, vegetação e pedras nos mais variados formatos e tamanhos. Tudo moldado pelo vento que sopra forte quase o ano inteiro. Entre os cartões-postais naturais de Jeri estão a Pedra Furada, as Lagoas Azul e do Paraíso, as dunas de Tatajuba…

O dia a dia das pessoas de Jeri também é uma atração. A rotina mistura a cultura tradicional dos pescadores nativos, a inspiração dos hippies, a influência dos velejadores, a vontade dos moradores que vieram do mundo inteiro: Jericoacoara é um lugar que mistura gente de todas as origens.

A mistura fica evidente nas três ruas principais e vielas que formam o núcelo da vila: são restaurantes inspirados na culinária italiana, japonesa, cearense, árabe, baiana, para todos os gostos –e bolsos–, muitas lojinhas e uma noite agitada.

A praia da Malhada tem areia laranja, coqueiros e é mais vazia que a principal

A praia da Malhada tem areia laranja, coqueiros e é mais vazia que a principal

O evento mais aguardado da noite de Jeri é o Forró da Dona Amélia, às quartas e aos sábados, na rua do Forró. Achei interessante, mas não me diverti. No Forro da Dona Amélia vai quem gosta e quer dançar –eu não gosto nem de tentar.

Mas a balada em Jeri tem reggae, música eletrônica, samba, jazz, percussão. Dá para ouvir MPB no estilo um banquinho e um violão no ZChopp (a cerveja mais gelada de Jericoacoara) ou descer um pouco a rua principal até a entrada da praia, onde barraquinhas de bebidas formam uma mini-passarela do álcool e muita gente começa a noite.

– Encontre pousadas baratas em Jericoacoara

– Dicas de viagens baratas: passagens aéreas

A vila tem se destacado como um centro de boa música do Ceará. Todo ano Jeri recebe, no final de novembro, o Festival Choro e Jazz, onde já apresentaram artistas como João Bosco,  Renato Borghetti e o clarinetista italiano Gabrielle Mirabassi.

 

Durante o ano, um dos melhores lugares para ouvir música ao vivo na vila é o Tortuga Jeri, um bar acolhedor e charmoso que tem ganhado fama com seus shows ao vivo, principalmente aos domingos, quando a noite de Jeri começa a animar no local. Além da música, vale a pena experimentar os caprichados drinks da casa –e conversar com o pessoal que trabalha lá, muito generosos na hora de apresentar Jeri.

No acolhedor Tortuga, a música boa é acompanhada de ótimos drinks e serviço simpático

No acolhedor Tortuga, a música boa é acompanhada de ótimos drinks e serviço simpático

Para quem gosta de balada, a noite em Jeri não tem fim.

Quase todos os dias, fui dormir com o dia claro. Antes de dormir, ou no intervalo entre os drinks, um lugar é quase obrigatório: a Padaria Santo Antônio, que abre as duas da manhã e serve deliciosos pães recheados feitos em um enorme forno a lenha. É bem baratinho e uma delícia.

Uma das coisas que mais me impressionou em Jeri foi o preço das coisas. Apesar de ser a praia mais badalada do Brasil, os restaurantes, os bares e as baladas tinham ótimos preços —arrisco dizer que foi a praia mais barata do Nordeste que encontrei no meu mochilão de 40 dias.

Gustavo

Vamo? Vamo! (ou não).

5 Comentários

  1. Boa Gustavo,gostei da sua reportagem,"JERI" é quase tudo isso q vc falou.Muito bom

  2. Adorei seus comentários sobre jeri!Moro aqui a nove anos,sempre esperei que alguém falasse desde jeito de jeri!Enfim vc deu a dicas!Pq o turista quer vir ao paraiso mas quer todo conforto de uma cidade grande.

Tire a sua dúvida, comente. Participe!

O e-mail não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*