Início / Vasto Mundo / Espanha / O que fazer em Madrid: Os melhores passeios pela capital espanhola
A Plaza Mayor de Madrid - Foto: Sebastien Dubiel/ WikiCommons

O que fazer em Madrid: Os melhores passeios pela capital espanhola

Luiza Sahd

Quando um viajante passa por Londres e não pega nem uma chuvinha, nem um diazinho nublado, pode-se dizer que essa pessoa ganhou na loteria. O mesmo acontece em Madrid, só que com a lógica inversa: à exceção do mês de abril, quando chove bastante, (em espanhol, há o ditado “abril, lluvias mil”), a capital da Espanha poderia ser classificada como um deserto urbanizado ou algo do tipo.

 

A parte chata é que você vai sentir muita, mas muita sede durante os passeios em Madrid; a boa é que dificilmente suas andanças pela cidade serão interrompidas por más condições climáticas.

Aqui, reunimos dicas para aproveitar seus dias de céu azul em Madrid como um autêntico local.

O que fazer de manhã em Madrid

Os espanhóis acordam tarde e a cidade também.

Há toda uma discussão sobre o fuso-horário da Espanha, que é o mesmo da Alemanha, mas o sol chega aqui depois. Na prática, o que acontece é que às vezes é difícil até tomar café da manhã em Madrid antes das 9h. Se você é do tipo que madruga, aproveite o jet lag para desacelerar.

Huertas – Barrio de las Letras

O charmoso Barrio de la Letras em Madrid – foto: Luiza Sahd

Um bom lugar para começar o dia é o bairro de Huertas, também conhecido como Barrio de las Letras.

Por essa região, viveram figuras como Miguel de Cervantes, Lope de Vega, Quevedo y Góngora. As charmosas ruas de paralelepípedos têm trechos com citações, poemas e histórias dos autores estampadas pelo chão em letras douradas e pomposas. Além de fotogênicas para o seu Instagram, são bem inspiradoras.

Aposte em um desjejum de campeões no La Fabrica, um café e bistrot com livraria (e, eventualmente, exposições de arte). A boa é o pan con tomate ou a tortilla, bem típicos e saborosos.

La Fabrica é um bom lugar para comer em Madrid – foto: Divulgação

Em Huertas, você estará bem perto dos museus mais importantes de Madrid: Prado, Reina Sofia, CaixaForum e Thyssen-Bornemisza.

Se a ideia for aproveitar o dia ao ar livre, saia do café e admire o jardim vertical do CaixaForum, outro cenário clássico de fotos no bairro.

Perca-se um pouco no Barrio de Las Letras.

As lojas de antiguidades, sebos, bares, restaurantes e até lojas de roupas descoladas abundam no Barrio de las Letras. Andar pelas quadras antiquíssimas da região sem destino vale a pena pelas cores, cheiros e cenas típicas locais.

Barrio de Lavapiés

Madrid é uma cidade multicultural e tem imigrantes de todas as partes do mundo.

Bom exemplo disso é o bairro de Lavapiés, mais ao sul de Huertas, com uma cena, digamos, underground — grafites mil, lojas de produtos típicos orientais ou latinos e centros culturais como a La Tabacalera, uma fábrica de tabaco desativada que se transformou em galeria de street art e casa de espetáculos, além de oferecer uma extensa programação cultural.

O centro cultural La Tabacalera, em Madrid – La Tabacalera – Foto: Marta Nimeva Nimeviene

Bem perto do centro cultural, um bom lugar para provar algo diferente é o restaurante de comida senegalesa Baobab. O que dizer dessa comida com apresentação abaixo da média e sabor inesquecível? Viscoso mas gostoso. Confesso que, na primeira ida, os pratos me pareciam um pouco “gororoba de cantina escolar”, mas foi amor à primeira garfada. Tanto que arrastamos todos os nossos hóspedes para prová-la há dois anos.

Se você é do tipo fresco para comer, em Lavapiés também tem o Shapla, restaurante indiano saborosíssimo, com um menu inacreditavelmente extenso. Em ambos os casos, o preço é muito camarada e os pratos individuais alimentam, com sobra, duas pessoas não-ogras.

Ainda na região sul da cidade, em Embajadores, vale a pena conhecer o Matadero, que já foi, literalmente, um matadouro de animais.

Desde 2007, entretanto, é um imenso complexo cultural que abriga exposições, cinema, festas ao ar livre e até parques de diversões entre a primavera e o verão. É quase impossível frequentar os shows gratuitos sem fazer um paralelo com o Sesc, no Brasil. Digamos que seria um Sesc com público (ainda mais) hipster.

O centro cultural Matadero tem exposições, cinema, festas em Madrid – foto: Luiza Sahd

– O que fazer em Madrid: Show de dança flamenca

O que fazer à tarde em Madrid

Alguns clichês em Madrid são necessários e guardam surpresas agradáveis. Um deles é ver o pôr-do-sol na Plaza Mayor, no coração da cidade. Ignore a multidão turística e olhe para o cima: se o céu não estiver rosa com tons de roxo, peça seu dinheiro de volta. É lindo de emocionar o contraste do horizonte com a praça de prédios avermelhados.

De lá, dê uma voltinha pelo bairro de La Latina, que tem construções antigas e belíssimas, com bons bares, tascas e restaurantes tradicionais como o Botín, o mais antigo do mundo de acordo com o Guinness Book.

Descubra o que fazer à noite em Madrid a partir de Malasaña – foto: Luiza Sahd

Terminado o passeio, suba mais um pouco, cruzando a Gran Vía — digamos que é a Brodway espanhola — e siga rumo ao bairro de Malasaña. Além da infinidade de comércios com estilo mais moderninho e outros tantos grafites pela rua, é por lá que as noites incríveis de Madrid começam… mas falaremos disso no próximo post.

Luiza Sadh

3 Comentários

  1. Madri, ai que saudades é um dos lugares mais lindos que já foi.
    Boa comida, gente hospitaleira e tudo muito lindo.

  2. Ótimas dicas! Estou planejando minha viagem e procurando por várias informações no seu blog para ter mais dicas e me sentir mais segura. Obrigada! Gostaria de te perguntar se você já ouviu falar em uma corretora de cambio chamada OnlineCâmbio, preciso trocar meu dinheiro e parece que esse site tem várias opções e o preço mais barato.

    • Priscila, eu já utilizei os serviços da OnlineCâmbio e gostei bastante, dá uma olhada também em outro site de cambio online chamado Levycam, ai você pode fazer uma comparação entre os dois

Tire a sua dúvida, comente. Participe!

O e-mail não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*