Home / Vasto Mundo / Espanha / O que fazer em Madrid: Os melhores passeios pela capital espanhola
A Plaza Mayor de Madrid - Foto: Sebastien Dubiel/ WikiCommons

O que fazer em Madrid: Os melhores passeios pela capital espanhola

Luiza Sahd

Quando um viajante passa por Londres e não pega nem uma chuvinha, nem um diazinho nublado, pode-se dizer que essa pessoa ganhou na loteria. O mesmo acontece em Madrid, só que com a lógica inversa: à exceção do mês de abril, quando chove bastante, (em espanhol, há o ditado “abril, lluvias mil”), a capital da Espanha poderia ser classificada como um deserto urbanizado ou algo do tipo.

 

A parte chata é que você vai sentir muita, mas muita sede durante os passeios em Madrid; a boa é que dificilmente suas andanças pela cidade serão interrompidas por más condições climáticas.

Aqui, reunimos dicas para aproveitar seus dias de céu azul em Madrid como um autêntico local.

O que fazer de manhã em Madrid

Os espanhóis acordam tarde e a cidade também.

Há toda uma discussão sobre o fuso-horário da Espanha, que é o mesmo da Alemanha, mas o sol chega aqui depois. Na prática, o que acontece é que às vezes é difícil até tomar café da manhã em Madrid antes das 9h. Se você é do tipo que madruga, aproveite o jet lag para desacelerar.

Huertas – Barrio de las Letras

O charmoso Barrio de la Letras em Madrid – foto: Luiza Sahd

Um bom lugar para começar o dia é o bairro de Huertas, também conhecido como Barrio de las Letras.

Por essa região, viveram figuras como Miguel de Cervantes, Lope de Vega, Quevedo y Góngora. As charmosas ruas de paralelepípedos têm trechos com citações, poemas e histórias dos autores estampadas pelo chão em letras douradas e pomposas. Além de fotogênicas para o seu Instagram, são bem inspiradoras.

Aposte em um desjejum de campeões no La Fabrica, um café e bistrot com livraria (e, eventualmente, exposições de arte). A boa é o pan con tomate ou a tortilla, bem típicos e saborosos.

La Fabrica é um bom lugar para comer em Madrid – foto: Divulgação

Em Huertas, você estará bem perto dos museus mais importantes de Madrid: Prado, Reina Sofia, CaixaForum e Thyssen-Bornemisza.

Se a ideia for aproveitar o dia ao ar livre, saia do café e admire o jardim vertical do CaixaForum, outro cenário clássico de fotos no bairro.

Perca-se um pouco no Barrio de Las Letras.

As lojas de antiguidades, sebos, bares, restaurantes e até lojas de roupas descoladas abundam no Barrio de las Letras. Andar pelas quadras antiquíssimas da região sem destino vale a pena pelas cores, cheiros e cenas típicas locais.

Barrio de Lavapiés

Madrid é uma cidade multicultural e tem imigrantes de todas as partes do mundo.

Bom exemplo disso é o bairro de Lavapiés, mais ao sul de Huertas, com uma cena, digamos, underground — grafites mil, lojas de produtos típicos orientais ou latinos e centros culturais como a La Tabacalera, uma fábrica de tabaco desativada que se transformou em galeria de street art e casa de espetáculos, além de oferecer uma extensa programação cultural.

O centro cultural La Tabacalera, em Madrid – La Tabacalera – Foto: Marta Nimeva Nimeviene

Bem perto do centro cultural, um bom lugar para provar algo diferente é o restaurante de comida senegalesa Baobab. O que dizer dessa comida com apresentação abaixo da média e sabor inesquecível? Viscoso mas gostoso. Confesso que, na primeira ida, os pratos me pareciam um pouco “gororoba de cantina escolar”, mas foi amor à primeira garfada. Tanto que arrastamos todos os nossos hóspedes para prová-la há dois anos.

Se você é do tipo fresco para comer, em Lavapiés também tem o Shapla, restaurante indiano saborosíssimo, com um menu inacreditavelmente extenso. Em ambos os casos, o preço é muito camarada e os pratos individuais alimentam, com sobra, duas pessoas não-ogras.

Ainda na região sul da cidade, em Embajadores, vale a pena conhecer o Matadero, que já foi, literalmente, um matadouro de animais.

Desde 2007, entretanto, é um imenso complexo cultural que abriga exposições, cinema, festas ao ar livre e até parques de diversões entre a primavera e o verão. É quase impossível frequentar os shows gratuitos sem fazer um paralelo com o Sesc, no Brasil. Digamos que seria um Sesc com público (ainda mais) hipster.

O centro cultural Matadero tem exposições, cinema, festas em Madrid – foto: Luiza Sahd

– O que fazer em Madrid: Show de dança flamenca

O que fazer à tarde em Madrid

Alguns clichês em Madrid são necessários e guardam surpresas agradáveis. Um deles é ver o pôr-do-sol na Plaza Mayor, no coração da cidade. Ignore a multidão turística e olhe para o cima: se o céu não estiver rosa com tons de roxo, peça seu dinheiro de volta. É lindo de emocionar o contraste do horizonte com a praça de prédios avermelhados.

De lá, dê uma voltinha pelo bairro de La Latina, que tem construções antigas e belíssimas, com bons bares, tascas e restaurantes tradicionais como o Botín, o mais antigo do mundo de acordo com o Guinness Book.

Descubra o que fazer à noite em Madrid a partir de Malasaña – foto: Luiza Sahd

Terminado o passeio, suba mais um pouco, cruzando a Gran Vía — digamos que é a Brodway espanhola — e siga rumo ao bairro de Malasaña. Além da infinidade de comércios com estilo mais moderninho e outros tantos grafites pela rua, é por lá que as noites incríveis de Madrid começam… mas falaremos disso no próximo post.

About Luiza Sadh

Luiza Sahd é jornalista, escritora e especialista em mídias digitais. Colaborou nas revistas Tpm, Superinteressante e Playboy, falando sobre comportamento, ciência, viagem, amor e sexo. O que realmente importa: já entrevistou Inri Cristo, já flertou com Bruno de Luca usando um abadá e, sob influência de Shakira, vive na Espanha há dois anos rebolando para viver da sua arte.

3 comments

  1. Madri, ai que saudades é um dos lugares mais lindos que já foi.
    Boa comida, gente hospitaleira e tudo muito lindo.

  2. Ótimas dicas! Estou planejando minha viagem e procurando por várias informações no seu blog para ter mais dicas e me sentir mais segura. Obrigada! Gostaria de te perguntar se você já ouviu falar em uma corretora de cambio chamada OnlineCâmbio, preciso trocar meu dinheiro e parece que esse site tem várias opções e o preço mais barato.

    • Priscila, eu já utilizei os serviços da OnlineCâmbio e gostei bastante, dá uma olhada também em outro site de cambio online chamado Levycam, ai você pode fazer uma comparação entre os dois

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*