fbpx
Home / Vasto Mundo / Caribe / Xenotes, o melhor passeio para fazer em Cancún
Roteiro pelos cenotes no México – Vento, Água, Fogo e Terra

Xenotes, o melhor passeio para fazer em Cancún

A Riviera Maya é um paraíso tropical no Mar do Caribe, mas para além das praias paradisíacas de Cancún, um dos melhores passeios para curtir ao máximo a região é conhecer os cenotes, cavernas subterrâneas com águas cristalinas que aparecem por toda costa de Yucatán.

Nadar com golfinhos é legal, mas mergulhar em poços de águas cintilantes no meio da floresta tropical mexicana é uma experiência única. Conhecer de perto os cenotes está entre os melhores passeios para se fazer no balneário caribenho.

Fizemos o passeio entitulado Xenotes by Oasis Maya – parque operado pela Xcaret, com a VIP Tour Cancún, e conhecemos uma das mais impressionantes belezas naturais do México em passeio barato e pra lá de divertido.

O roteiro pelos cenotes inclui paradas em 4 deles, cada um com características próprias, e inclui café-da-manhã e almoço self-service no fim da tarde, com frutos do mar e comida mexicana, além de degustação de vinhos.

O que fazer em Cancún, México

Xenotes by Oasis Maya

O ônibus da excursão nos esperava no centro de Playa del Carmen, na Riviera Maya, mas é possível fazer o passeio a partir de Cancún. Aliás, apesar de muitos parques e passeios serem mais próximos da Riviera Maya, os preços quase não variam por conta do local de partida.

Onde ficar em Cancún?

Levamos cerca de 40 minutos até o primeiro ponto de parada, onde recomenda-se deixar todos os pertences no ônibus. Saímos apenas com trajes de banho.

O tour tem início com café da manhã (frutas, doces, café e chocolate quente) antes de nos aventurarmos pelo primeiro cenote.

Lá é possível alugar sapatilhas próprias para caminhar em superfícies molhadas e escorregadias. Além disso, uma dica é levar máscara de mergulho para nadar nos rios que se formam.

Uma fotógrafa nos acompanha e no final do passeio é possível comprar as fotos, não muito caras e que valem pela ótima recordação.

Muitas pessoas compram aquelas capinhas plásticas que protegem o celular da água. É útil, mas se o celular cair na água não há chance de resgatá-lo. A profundidade nos cenotes pode chegar a 25 metros.

Toboágua em cenote em Cancún

Os 4 cenotes recebem nomes temáticos – Vento (Lik’), Água (Há’), Fogo (K’áak) e Terra (Lu’um).

Uma curiosidade é que na mitologia maia, após a morte, os homens seguiam para o reino subterrâneo de Xibalba, sendo os cenotes grandes portais de entrada para este mundo. Quando chegavam a Xibalba, os mortos passavam por provações em rios de sangue e enfrentavam o fogo, o frio e animais selvagens.

As águas são cristalinas, e o animal mais perigoso que lá frequenta é o ser humano. Recomenda-se não passar protetor solar, nem óleos bronzeadores para não prejudicar os microorganismos e peixes que vivem nas águas dos cenotes.

No primeiro cenote – Fogo, escorregamos em toboágua, nadamos pelas corredeiras do rio e fizemos tirolesa.

Tirolesa em cenote na selva mexicana

O ambiente é perfeito para relaxar e entrar em contato com a natureza. A segunda parada segue por pequena trilha pela selva de Yucatán.

No caminho, ouvimos do guia história sobre anões que habitam e protegem a floresta. Há estátuas representando o modo de vida dos pequenos no parque. Aliás, é uma tradição em casas mexicanas ter um desses homenzinhos na porta de casa para proteção.

É hora de saltar do penhasco para afundar e sentir o frescor das águas verde esmeralda do velho cenote Viento. A profundidade chega a 13 metros. Coragem!

Cenotes, poços de águas cristalinas em Yucatán – México

Salto em cenote, na selva mexicana

No terceiro cenote, descemos de rapel 25 metros até uma caverna com muitos morcegos e raízes das árvores buscando água compondo o cenário com a luz do sol refletindo as águas azuis turquesa. É um dos lugares mais incríveis que conhecemos perto de Cancún, no México.

Um dos cenotes mais bonitos de Yucatán, México

Com apenas oito milhões de anos, o cenote Tierra é o mais novo de todos os cenotes. Há pequena plataforma com 2 metros de altura para mergulhar. A profundidade pode chegar a 25 metros.

Por fim, após uma parada para o almoço coletivo no último parque, fizemos passeio de caiaque pelas corredeiras do cenote Água, completando a aventura por estas formações naturais da floresta mexicana, em cenário digno dos mais belos sonhos.

Passeio de caiaque em cenote na floresta tropical mexicana

Você irá passar o dia conhecendo esses lugares maravilhoso, repletos de mistérios e lendas. O passeio leva cerca de 10 horas. Voltamos apenas no final do dia, mas passa rápido e não há muitas oportunidades para repetir o local. É ir e aproveitar ao máximo enquanto estiver por lá.

About Danilo

Antes de começar o Muita Viagem, fui Relações Públicas e Comissário de Voo. Vivi no Canadá, fiz longas viagens nos Estados Unidos e alguns roteiros na Europa. Já estive em todas as capitais do Brasil, e em mais de 20 países pelo mundo. Quero conhecer o Oriente Médio, África e Ásia.

Comente aqui

O seu e-mail não é publicado. Preenchimento obrigatório *

*