Início / Antes da Viagem / Turismo na pandemia: dá pra viajar antes da vacina?
As tendências do turismo pós pandemia

Turismo na pandemia: dá pra viajar antes da vacina?

Após 6 meses de confinamento, difícil não alucinar com com aquela viagem dos sonhos. Mas apesar da média móvel de contágio do coronavírus no Brasil seguirem estáveis, certamente ainda é arriscado o turismo na pandemia.

Viajar antes da vacina não é nada seguro e responsável. O fato de um destino “reabrir para o turismo” não significa segurança para você e sua família. Por mais que você e o local respeitem os protocolos de uso de máscaras e distanciamento social, o limite é o outro. E existem todos os tipos de turista.

Claro que viajar faz falta!

E para ajudar a controlar a ansiedade e colaborar com quem pretende viajar após a quarentena, elencamos abaixo algumas dicas para garantir uma viagem mais segura antes da vacina:

Deixe para a última hora

Assuma o brasileiro que há em você e deixe tudo para a última hora!

Enquanto a população mundial não for imunizada teremos que conviver com imprevistos e alterações de última hora nos planos de viagem.

Ter flexibilidade é fundamental no cenário atual. Portanto, deixe para comprar o pacote de viagens, reservar o hotel ou comprar a passagem aérea na última hora.

Por conta de toda situação de restrição de voos, fechamento de fronteiras e aumento de casos em alguns lugares, as pessoas realmente estão deixando para comprar na última hora.

E não está difícil encontrar passagens aéreas baratas neste momento. Hotéis e companhias aéreas estão com a ocupação baixa e precisam de clientes. Encontrando uma promoção a sugestão é fazer a compra com flexibilidade de mudança de data ou reembolso.

Prefira viajar de carro

Neste estágio da pandemia, ainda sem vacina, viajar de carro pode ser bem mais seguro do que outros meios de transporte, como trem e avião.

Caso opte pela locação de veículo, atenção redobrada à higienização do carro antes de acomodar a família e viaje sempre com os vidros abertos para ventilar.

Já quem não abre mão de viajar de avião recomendamos as dicas que já escrevemos em como evitar o contágio na aeronave e aeroporto.

Agora se a ideia é viajar de ônibus — o menos seguro meio de transporte neste momento, evite deslocar-se até a rodoviária para comprar o bilhete.

Faça a compra online e certifique-se de que a viação faz a limpeza e desinfecção dos veículos, orienta sobre higienização e mantém janelas abertas em carros sem ar-condicionado.

Descubra o Brasil

Nunca fez tanto sentido, e é isso mesmo — o brasileiro deverá descobrir o Brasil em 2021.

Cidadezinhas pacatas no interior de MG, vilas e vilarejos sem atrações comerciais na Serra da Mantiqueira, chalés na Serra Catarinense e casas de temporada em praias menores, de difícil acesso no litoral norte de SP, RJ e SC, além das praias desertas do Nordeste deverão entrar no radar do viajante brasileiro no turismo pós pandemia.

Evite capitais e destinos urbanos com grandes aglomerações.

Viaje em dias úteis

A maior parte dos destinos nacionais têm grandes aglomerações apenas aos finais de semana e feriadões como Réveillon e Carnaval. Até mesmo as cidades mais turísticas costumam ser bem mais tranquilas de segunda a quinta-feira. Portanto, para evitar aglomerações, a melhor dica para viagens antes da vacina é considerar roteiros em dias da semana.

Agora, como para muita gente viajar durante a semana é mais difícil, a sugestão é tentar ajustes e fazer o home office em resort barato perto de São Paulo ou casa alugada com wi-fi na praia.

Chalés e Acomodações no Airbnb

Reservar um chalé completo, casa de temporada ou alugar um imóvel pelo Airbnb pode ser uma alternativa saudável e mais segura neste momento, especialmente para viagens aos finais de semana e feriados.

Para manter o turismo de isolamento escolha acomodações afastadas umas das outras, rodeadas por natureza, leve máscara para saídas, álcool gel, comida congelada e busque informações sobre opções delivery e entregas na região.

Hotéis e Resorts

Apesar das grandes redes hoteleiras — Accor, Atlântica, Bourbon, Blue Tree, Iberostar, entre outras, estarem habituadas com regras de limpeza rígida, hoje são obrigadas a seguir os protocolos de boas práticas de higiene e segurança sob orientação do Ministério do Turismo para receber hóspedes que precisam viajar durante a pandemia.

Os hotéis e resorts estão recebendo o selo abaixo:

No entanto, em hotéis e resorts com grande número de hóspedes ainda dependemos da consciência e educação das pessoas e nem sempre contamos com a colaboração de todos.

Por isso, para viajar seguro antes da vacina pode ser melhor alugar uma casa de temporada ou escolher – Viagens curtas de inverno – chalés românticos em SP.

Aprenda com os outros hóspedes

Se ainda assim optar por um resort ou hotel, não deixe de ler os comentários de hóspedes nos sites de reservas, como o Booking, Expedia e TripAdvisor sobre os procedimentos de higiene nas acomodações e os cuidados que hotéis, pousadas e resorts estão adotando para evitar o contágio.

Lendo a experiência alheia você já faz a reserva, escolhe uma outra hospedagem ou até adia a viagem! =)

Sobre Muita Viagem

Dicas e histórias de viagens. É feito por Gustavo, jornalista, Danilo, comissário de voo, e amigos, que vivem viajando pelo Brasil e no mundo.

Deixe uma resposta

O e-mail não será publicado. Campos obrigatórios *

*