Início / Dicas / Viagens perto de SP – 250 km de carro
Cachoeira Cassorova em Brotas
Cachoeira Cassorova em Brotas

Viagens perto de SP – 250 km de carro

Embu das Artes (25 km): Acessível pela Rodovia Régis Bittencourt (BR-116). Este destino artístico é um paraíso para quem aprecia arte e cultura, com sua famosa feira de artesanato. Ideal para uma escapada cultural e um passeio tranquilo a dois ou com a família.

Fomos sem nunca ter ouvido falar, é surpreendente como tem coisa legal nos artesanatos de Embu.

Moveis e artigos de decoração, no atelier A Casa, em Embu das Artes | Muita Viagem

Embu das Artes é perfeito para uma viagem de casal ou uma fugidinha de final de semana, onde você pode explorar a arte local e se inspirar no ambiente criativo.

É também um dos melhores destinos para quem busca um passeio cultural com crianças, tipo quem gosta de teatro.

Em Embu, você pode participar de excursões como para o Templo Budista de diferente.

– Top cidades românticas 2024

Mairiporã (26 km): Pode ser alcançada pela Rodovia Fernão Dias (BR-381). Rodeada pela Serra da Cantareira, é uma opção ideal para amantes de ecoturismo e trilhas, atraindo aventureiros e famílias em busca de contato com a natureza. Vira muito conhecer o Parque Linear de Mairiporã e o Vale das Garcas.

Hotel & Spa em Mairiporã tem piscinas e passeios a cavalo.

Mairiporã é uma excelente escolha para viagens em família ou para casais que querem curtir uma escapada da rotina e bem rapidinho, como já fizemos, aliás.

Nas trilhas e paisagens naturais, você encontrará um refúgio perfeito para uma viagem de carro ou um passeio no final de semana pertinho de Sampa.

Paranapiacaba (62 km): A vila é acessível pela Rodovia Anchieta (SP-150). Com seu charme histórico e a famosa locomotiva maria fumaça, é um destino perfeito para uma viagem nostálgica no tempo, atraindo casais e entusiastas da história ferroviária e as crianças adoram o passeio pertinho.

Paranapiacaba é um local ideal para uma viagem a dois, proporcionando um cenário romântico e histórico para fotos de casais.

É também uma ótima opção para um passeio em família, incluindo o vovô e a vovó, onde todos podem aprender, trocar ideias e se encantar com a rica história do local.

Atibaia (65 km): Localizada na Rodovia Fernão Dias (BR-381). É famosa pela Festa do Morango e seu belo teleférico, mas o destaque mesmo é a Pedra Grande de Atibaia e sua vista de chorar.

Ideal para viagens em família, com o resort Bourbon, e com pousadinhas para casais e hotéis econômicos para baladeiros que aproveitam a noite, oferece uma mistura de atrações naturais e eventos culturais.

Atibaia é uma cidade turística a menos de 100 km de São Paulo

A Pedra Grande é a principal atração turística de Atibaia

Atibaia é o destino perfeito para uma viagem de final de semana para um restaurante churrascaria ou para curtir um feriado prolongado nesta estância climática pertinho de SP, oferecendo atividades que agradam tanto adultos quanto crianças. Para um passeio calmo, a melhor idade também se encanta pelas igrejas, sorveterias e casarões bem cuidados.

Eu gostei bastante das muitas opções de culinárias diferentes nos restaurantes de Atibaia.

A Festa do Morango é um evento imperdível no verão, atraindo visitantes de todas as idades.

Vinhedo (67 km): Acessível pela Rodovia Anhanguera (SP-330). Conhecida pelos parques temáticos Hopi Hari e Wet’n Wild, além das festividades de uva e vinho. A cidade é um destino perfeito para viagens em família e passeios divertidos com crianças na cara de São Paulo, bem barato para chegar de carro.

Vinhedo se destaca como um destino econômico para quem busca diversão e aventura em uma escapada no final de semana ou durante as férias escolares.

Os parques temáticos são atrações top que garantem momentos inesquecíveis para todas as idades, como o Wet n Wild e Hopi Hari. E eh pertinho de Campinas, que tem coisas legais como o Taquaral (amo).

Juquitiba (72 km): Localizada na Rodovia Régis Bittencourt (BR-116). Conhecida por seus esportes de aventura e atividades ao ar livre, como rafting e trilhas, é ideal para grupos de amigos e aventureiros.

Juquitiba, imersa na natureza exuberante, oferece uma paisagem incrível para quem busca aventuras ao ar livre. As trilhas e rios são perfeitos para explorar a biodiversidade local e se conectar com a natureza.

São Roque (73 km): Acessível pela Rodovia Raposo Tavares (SP-270). Sao Roque e conhecida pela Rota do Vinho, com diversas vinícolas e degustações, atrai casais e amantes do enoturismo.

Também oferece atrações como o Ski Mountain Park para crianças e adolescentes.

Vinícola Quinta do Olivardo, em São Roque, SP

São Roque, com sua geografia privilegiada para a viticultura e influências italianas, é um destino encantador para explorar a paisagem rural e degustar vinhos locais, enquanto se deslumbra com as vistas da região e comida italiana daquelas de comer de joelho. Muitas memórias boas de lá, por sinal.

Guararema (76 km): Situada na Rodovia Presidente Dutra (BR-116). Com sua rica história e igrejas tombadas, é um destino encantador para passeios familiares e românticos, oferecendo um ambiente tranquilo e cultural.

A cidade, entrelaçada pelo Rio Paraíba do Sul, apresenta uma paisagem natural única, complementada por parques e áreas de preservação, ideal para passeios ao ar livre e contemplação da natureza.

Cabreúva (78 km): Acessível pela Rodovia Dom Gabriel Paulino Bueno Couto (SP-300). Oferece turismo ecológico e de aventura, com cachoeiras e trilhas, atraindo casais e grupos em busca de escapadas na natureza. A cidade está animada aos pés da Serra do Japi, uma área de preservação ambiental com uma biodiversidade rica, tornando-a um destino fascinante para os amantes da natureza e entusiastas de atividades ao ar livre.

Itu (99 km): Localizada na Rodovia Marechal Rondon (SP-300). Itu, famosa como a “Cidade dos Exageros”, com atrações únicas como o orelhão e semáforo gigantes. Ideal para viagens em família e para quem busca um passeio curioso e divertido. As crianças não esquecem de Itu e dá pra tirar muitas fotos legais, lembro as fotos de Itu até hoje.

viagem com crianças

A Praça dos Exageros, em Itu, interior de SP

Além disso, Itu, situada na região do Planalto de Piratininga, é uma viagem no tempo com sua arquitetura histórica e parques naturais, que oferecem um refúgio tranquilo do agito urbano.

Holambra (135 km): Acessível pela Rodovia SP-340. Conhecida como a “Cidade das Flores”, é famosa pelos campos de flores e influência holandesa.

Holambra, a Cidade das Flores, tem grande influência holandesa – Foto: Divulgação

Um destino romântico e relaxante, perfeito para casais e apaixonados por jardinagem e natureza: assim gostamos de ver Holambra, que eu visitava em toda ExpoFlora quando morava perto em Campinas.

Holambra, com suas raízes holandesas, oferece uma paisagem encantadora para fotos de casal, repleta de jardins floridos e arquitetura holandesa, além das flores e parques cuidados no estilo europeu. Tem até um moinho.

Não podemos deixar de falar dos doces, adoramos as docerias holandesas.

Socorro (140 km): A cidade é acessível pela Rodovia Fernão Dias (BR-381). Com a Gruta do Anjo e outras atividades ao ar livre, é ideal para uma viagem de aventura e relaxamento, atraindo famílias e grupos de amigos. Uma vez, cruzamos na tirolesa estilo super-homem a fronteira entre Socorro e Minas.

Pousada Morada do Sol, em Socorro – SP | @moradadosolsocorro

Socorro, situada na Serra da Mantiqueira, é um refúgio para os entusiastas do ecoturismo, com seus rios para rafting, trilhas para trekking e paisagens naturais espetaculares, proporcionando uma escapada perfeita para o interior de SP.

Nosso roteiro, aproveitamos Socorro e cidades próximas: fomos no teleférico em Serra Negra, compramos malhas em Monte Sião.

Americana (127 km): Situada na Rodovia Anhanguera (SP-330). Com atrações culturais e históricas, incluindo museus e parques, Americana, colada em Campinas, é um destino ideal para uma viagem tranquilona e e educativa.

Americana, com sua rica história da imigração para o interior de SP e desenvolvimento industrial, oferece uma mistura intrigante de cultura e natureza, incluindo belos parques urbanos e áreas verdes.

Ubatuba (aproximadamente 220 km de São Paulo): Acesso pelo Corredor Ayrton Senna/Carvalho Pinto (SP-070) e depois Rodovia Oswaldo Cruz (SP-125). Localizada no litoral norte paulista, Ubatuba é famosa por suas praias paradisíacas, com águas cristalinas e esverdeadas.

praia isolada em Ubatuba

A Praia do Flamengo é uma das mais indicadas para levar crianças para passar o dia em Ubatuba (SP).

Ubatuba oferece opções de praias mais tranquilas e outras com maior infraestrutura, como a Praia Grande, que fica muvuca no Réveillon e Carnaval, não é muito nosso estilo.

Ubatuba, com sua vasta costa e biodiversidade marinha, é um destino espetacular para os amantes do mar, oferecendo desde praias tranquilas para relaxamento até locais para surf e mergulho.

São Francisco Xavier (aproximadamente 170 km de São Paulo): Acesso pela Rodovia Presidente Dutra (BR-116) e depois pela SP-50.

Este distritinho de São José dos Campos está situado na Serra da Mantiqueira e é conhecido por suas belas paisagens naturais, incluindo grutas, cachoeiras, picos e trilhas, além do turismo rural.

São Francisco Xavier é um santuário para quem busca tranquilidade e conexão com a natureza, com suas paisagens montanhosas e cachoeiras refrescantes nas férias de verão.

Várias vezes fomos para passear de mãos dadas sem sentir o estresse da cidade.

Santo Antônio do Pinhal (aproximadamente 170 km de São Paulo): Acesso pela Rodovia Carvalho Pinto (SP-070) e depois pela Rodovia Floriano Rodrigues Pinheiro (SP-123).

Localizada na Serra da Mantiqueira, oferece opções de trilhas, cachoeiras e esportes de aventura, como as cidades nos arredores, basta você escolher um desses cantinhos top.

Santo Antônio do Pinhal é um refúgio tranquilo para os amantes da natureza e do friozinho, como nós, com sua paisagem de serra como um cenário ideal para uma fugidinha de final de semana.

Sempre aproveite a oportunidade única de se conectar com a natureza e desfrutar da serenidade das montanhas curtindo um vinhozinho –ou, se você for como nós, de um chalé com hidro e lareira quentinha.

Serra Negra (aproximadamente 152 km de São Paulo): Acesso pela Rodovia Bandeirantes (SP-348) e depois pela Rodovia Engenheiro Constâncio Cintra (SP-360).

Conhecida como destino de lazer para famílias, Serra Negra oferece atividades como passeios de teleférico, fontes de água mineral e hospedagem em hotéis fazenda para curtir a vida rural um pouquinho.

A cidade, cravada no coração da Serra da Mantiqueira, é um oásis de tranquilidade e bem-estar, ficamos surpresos e felizes com a quantidade de idosos, perfeito para escapar do tumulto da vida urbana e recarregar as energias em suas fontes naturais e parques tranquilos.

A gente se divertiu bastante na Disneylandia dos Robos e também gostou do teleférico, que é baratinho..

Monte Verde (aproximadamente 164 km de São Paulo): Acesso pela Rodovia Fernão Dias (BR-381) e depois pelas estradas locais MG-884 e MG296.

A pousada Palos Verdes é destaque em Monte Verde-MG | Booking

Esta charmosa cidade mineira é um destino popular para quem busca relaxamento, aventura e boa gastronomia, especialmente durante o inverno, mas também é agradável em outras épocas do ano. E, confesso, mais barato que Campos do Jordão.

Monte Verde, com suas ruas pitorescas e paisagem de montanha, oferece um refúgio idílico, ideal para uma escapada romântica ou uma aventura de ecoturismo.

É uma verdadeira Vila dos Apaixonados, rola até fazer bate e volta de um final de semana no cantinho nas montanhas.

Suas trilhas e vistas panorâmicas são um convite à exploração e ao deleite dos sentidos. O que eu mais gostei lá foi de longas caminhadas, O tamanho das araucárias surpreendem.

Campos do Jordão (aproximadamente 180 km): Acessível pela Rodovia Floriano Rodrigues Pinheiro (SP-123), este pedacinho da Europa em terras brasileiras é um convite irrecusável para os amantes do friozinho.

hotel fazenda na serra da mantiqueira

Hotel fazenda com chalés em Campos do Jordão – SP

Com suas construções que nos fazem sentir em um vilarejo alpino, Campos do Jordão é o refúgio ideal para quem busca romance nas alturas.

Não é por acaso que a chamam de “Suíça Brasileira”, alem do frio, as vezes de rachar, tem as pousadas em estilo alpino –e muitos restaurantes para comer fondue deliciosos no inverno.

Suas trilhas e mirantes são de tirar o fôlego literalmente. Para quem gosta, Campos do Jord’ao tem caminhadas brutas e pedals de responsa.

Para os casais, que tal uma noite aconchegante em frente à lareira após um jantar gourmet. Essa e nossa pedida para viagens no inverno no interior do estado de São Paulo.

E ah, não dá pra esquecer do Festival de Inverno, quando a cidade fica ainda mais charmosa e animada.

Ilhabela (aproximadamente 210 km): Pegando a Rodovia dos Tamoios (SP-099) até São Sebastião e depois a balsa, chegamos a Ilhabela, o paraíso dos amantes de praia e natureza.

Esta ilha é um espetáculo de biodiversidade, com praias que vão de cantinhos secretos a locais badalados.

Para os aventureiros, as trilhas e cachoeiras oferecem um dia cheio de emoções e rolês entre a natureza.

E as noites? Para os casais, não falta romantismo em um jantar à beira-mar.

E para quem curte um agito, o centro histórico é uma mistura irresistível de cultura, história e bares descolados.

Brotas (aproximadamente 240 km): Chegando pela Rodovia Washington Luís (SP-310), Brotas é a meca do ecoturismo e da adrenalina em São Paulo.

Conhecida como a capital do turismo de aventura, é o destino dos sonhos para quem busca uma dose extra de emoção no oeste paulista.

Rafting, canoagem, tirolesas gigantes, e até mesmo bungee jumping – Brotas tem tudo para dar aquela acelerada no coração.

E para os apaixonados, dá para o coração bater mais forte em lugares mágicos para ficar, a região tem hotéis fazenda top, como o Hotel Fazenda Areia que Canta.

Brotas também é um ótimo lugar para reconectar-se com a natureza e, por que não, consigo mesmo. E ainda da tirar fotos bem massa em meio a natureza.

Cunha (aproximadamente 230 km): Tomando a Rodovia Presidente Dutra (BR-116) e depois a SP-171, você chega a Cunha, um refúgio artístico nas montanhas.

Esta cidade é famosa pelas deslumbrantes plantações de lavanda e ateliês de cerâmica, onde acho que arte e natureza se fundem bem legal. Passear por Cunha é como entrar em um mundo à parte, com suas paisagens que parecem pinturas. Não da para não notar o aroma suave de lavanda, acho bem interessante isso. Pena que o cheiro não aparece nas fotos incríveis que da para tirar la.

Não deixe de visitar as galerias de cerâmica, onde a habilidade e a criatividade dos artesãos locais transformam barro em obras de arte.

Lindóia (aproximadamente 160 km): Acessando pela Rodovia Fernão Dias (BR-381) e depois pela SP-360, encontramos Lindóia, uma joia do Circuito das Águas Paulista.

Conhecida por suas fontes de água mineral de qualidade inigualável, Lindóia é o destino perfeito para quem busca relaxamento e bem-estar. Sem dúvidas, é uma cidade para crianças e também para apaixonados.

As águas desta pequena cidade são tão puras e refrescantes que você vai querer levar um pouco para casa.

Lindóia é um convite para desacelerar e apreciar as coisas simples da vida, como um passeio no parque de Lindoia ou um piquenique à beira de um lago sereno, tem varios legais por ali.

Aparecida (aproximadamente 170 km): Seguindo pela Rodovia Presidente Dutra (BR-116), chega-se a Aparecida, o coração da fé católica no Brasil.

Lar do imponente Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, esta cidade é um ponto de encontro para peregrinos e visitantes de todo o mundo para quem eh mais chegado em religiao.

As ruas ao redor do santuário estão repletas de lojinhas charmosas e restaurantes acolhedores, onde a culinária local e a hospitalidade falam alto, bem estilao interior de sp.

A grandiosidade do Santuário e a energia do local são motivos mais do que suficientes para uma visita, mesmo que religiao nao seja minha praia, recomendo.

Boituva (aproximadamente 120 km): Pegando a Rodovia Castello Branco (SP-280), encontramos Boituva, o paraíso dos céus de São Paulo.

Conhecida por suas aventuras de balonismo e paraquedismo, Boituva é o destino dos sonhos para quem busca emoções nas alturas.

Imagine-se flutuando tranquilamente num balão, observando as paisagens deslumbrantes lá de cima – uma experiência única de liberdade e beleza. Conheco gente que pediu em namoro em cima de um balao, por sinal.

Para os mais aventureiros, o paraquedismo oferece uma dose de adrenalina inesquecível.

E depois de um dia cheio de emoções, nada melhor do que relaxar em uma das charmosas pousadas locais.

Pedreira (aproximadamente 130 km): Viajando pela Rodovia Anhanguera (SP-330), chegamos a Pedreira, a capital da porcelana e do artesanato refinado.

Esta pequena cidade é um verdadeiro paraíso para quem ama decoração e arte.

Cada loja e ateliê em Pedreira é uma nova descoberta de cores, formas e inspirações. E não se esqueça de experimentar a culinária local nos acolhedores cafés e restaurantes. Curto muito alguns cafes da regiao.

Piracicaba (aproximadamente 160 km): Seguindo pela Rodovia Anhanguera (SP-330), encontramos Piracicaba, uma cidade que encanta pelo seu rio e pela rica cultura.

Conhecida pelo majestoso Rio Piracicaba, que inspira músicos e poetas, a cidade é um convite para relaxar à beira-rio, comer aquele peixe e sentir a brisa leve. Tem gente que sai de Campinas para comer em Piracicaba, eu ia comer peixe quando crianca.

A Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq) adiciona um charme acadêmico à cidade, misturando tradição e modernidade.

Faça um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.